Com evento no Restaurante Gamela de Ouro a Liga Vitoriense de Desportos comemorou 30 anos de fundação.

Na noite do sábado (01) o futebol amador vitoriense, sob o comando do atuante Joel Neto há 20 anos, comemorou os 30 anos de fundação da LVD – Liga Vitoriense de Desportos. O evento contou com a  presença de representantes da diretoria do conjunto de times de futebol locais filiados, com representação da Federação Pernambucana de Futebol, fundadores da LVD e convidados.

O encontro comemorativo aconteceu no Restaurante Gamela de Ouro. Oradores se revezaram ao microfone para realçar, entre outras coisas, à importância da Liga para o futebol amador vitoriense assim como para o futebol pernambucano. A figura do anfitrião da comemoração, Joel Neto, foi destacada pela sua liderança e sua capacidade de aglutinação.

Entre sorteios e condecorações, os presentes, ao som do talentoso Rick Anjo, foram convidados aos comes e bebes. Ao amigo Joel Neto, mais uma vez, parabéns pela liderança e pelo evento.

Publicado em A Lupa, Sem categoria | Deixar um comentário

Momento Pitú: Viva a Resenha!!

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Momento Cultural: Olhe Para Mim – Stephen Beltrão.

Olhe para mim, veja o que você fez. Não pode existir piedade? Se nada quero, para que rancor cego? Não há crime sem queixa, Choro sem mágoas, nem dor, sem lágrimas. Os mesmos olhos que se fecham se abrem. As portas que se trancam se destrancam. Sofrimentos, quando há, Têm cura, se a alma é pura. Existem muitas certezas na vida: Da noite negra, nasce o dia, Do desespero, faz-se a alegria, Se unir o amor e a fantasia. Simples é entender porque existem Mil vidas para viver Mil e uma para sonhar e só uma vida para ser feliz. Olhe para mim!

 Stephen Beltrão

Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário

Momento Vitória Park Shopping.

A Inove Serviços do Vitória Park Shopping Dispõe com exclusividade o serviço de escritório virtual, xerox, foto 3 x , impressões de boletos e muitos outro serviços para você, com a comodidade de estar em nosso shopping.

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Momento Grau Técnico Vitória.

A aluna DAIANE LEITE DOS SANTOS, cursando Técnico em Administração, turma 13, foi contratada para atuar no setor administrativo da empresa PREFEITURA DE GLÓRIA DO GOITÁ. O Grau Técnico participando ativamente da construção de carreira profissional.

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

O Tempo Voa: Bloco da Saudade

Pilako e Elaque Amaral (Orquestra Super Oara) - desfile do Bloco da Saudade - carnaval 2001
Publicado em O Tempo Voa | Deixar um comentário

A televisão na minha visão – por Sosígenes Bittencourt.

A televisão é uma concessão de serviço público. No Brasil, não cumpre sua finalidade primordialmente educativa, que é obrigação, busca apenas o lucro. Qualquer fiscalização no intuito de coibir baixaria é logo tachada de “CENSURA”. O Estado se omite, e a mídia fica totalmente ao bel-prazer de empresas privadas. O escritor norte-americano Roger Shattuck (1923-2005) resumiu o descaso: Evitar que a pornografia chegue às crianças pela TV não é limitar a liberdade de expressão, é cuidar da saúde pública e da educação.

A televisão sexualiza a adolescência e escandaliza com a consequência. A meninada se cria assistindo a beijos de desentupir pia, vendo gente se escanchando ao meio-dia, quando faz neném, a própria televisão deita sensacionalismo em cima. Quer dizer, ganha dos dois lados. Tanto na teleaudiência da influência quanto na teleaudiência da consequência. Manchete: Menino de 13 anos engravida menina de 12 anos que dá à luz bebê de 7 meses.

Depois da Internet, a Televisão virou um radinho de pilha para mim. Sobretudo porque a Internet disponibiliza todo acervo cultural da humanidade para todo mortal. E eu não sou nenhum abestalhado para gastar todo o meu tempo ocupado com fuleiragem. Se você resolver endoidar, a internet o ajudará, mas se você quiser virar santo, ou sábio, a internet também o ajudará. Na Internet está o Bem e o Mal, só depende de sua formação educacional.

Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Cacá Soares.

Com a música “Uma Chance“, Cacá Soares encanta. A música é de autoria dos vitorienses Samuka Voice, Cacá Soares e deste colunista. Ela faz parte do primeiro álbum do cantor, com participação especial de Bruna KellyOuça! Uma Chance - Cacá Soares e Bruna Kelly Aldenisio Tavares
Publicado em Vitória dos Artistas | Deixar um comentário

Vitória de Santo Antão – “A Década dos Extremos” – 1850/1860 – Esse foi o tema do meu trabalho de conclusão do curso de história.

Faltando apenas uma semana para concluir o meu curso de história, iniciado em janeiro de 2015, na noite de ontem (29) apresentei à banca, colegas e convidados o meu trabalho de conclusão de curso – o tão falado TCC. Para variar o meu torrão foi o tema em questão.

Por quase vinte minutos fiz uma sustentação oral do assunto escolhido: Vitoria de Santo Antão – “A Década dos Extremos” – 1850/1860. Com efeito,  narrei os dois mais agudos acontecimentos, diferentes por natureza e conflitantes entre si,  que emolduram o pior e o melhor momento já vivenciados pelos antonenses nesses quase 400 anos de história, isto é: desde a chegada do português Diogo de Braga ao Vale do Tapacurá, em 1626,  até o dia de hoje, até porque a história é dinâmica e tudo pode mudar a qualquer momento!!

Ao professor Ricardo Andrade, meu orientador nessa empreitada acadêmica, agradeço de maneira especial. Aos demais – Acidália Tavares, Aurélio Brito, Júlio Reinaux, José Severino, Marcelo Hermínio, Douglas Batista e etc – meu preito de gratidão pelo compartilhamento dos conhecimentos adquiridos ao longo dessa jornada. Agradecer nunca sairá da moda!!!

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

Genário Rocha: AGRADECER É PRECISO…..

Gratidão é divida que não prescreve. Assim sendo, na manhã de hoje (30), o amigo Genario Rocha, também conhecido como “ O Menino do Cavalo”, nos procurou para agradecer em função das nossas postagens, nas quais  realçamos sua mais recente postulação política – eleições 2018.

Aproveitou também para gravar um pequeno vídeo para estender aos pernambucanos, em particular aos seus irmãos conterrâneos, pelos votos recebidos. Na ocasião, ao final do vídeo, sobre o seu futuro político, deixou uma dúvida: ainda sabe se sairá candidato para a casa legislativa de Vitória ou se Bezerros. Veja o vídeo.

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

Momento Pitú: Viva a Resenha!!

Se me botam num lugar desse, ainda mais com um superlatão da branquinha, nunca mais que eu vou embora. Partiu fds, meu povo!
Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

COMUNICADO: PARÓQUIA MATRIZ DE SANTO ANTÃO

A Paróquia Matriz de Santo Antão, está com um novo número para melhorar atender e informa aos paroquianos.  ☎️ (81)4137-0039
Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

Momento Cultural: Avarento – por Célio Meira.

O avarento, sem bondade, vive pobre na riqueza, e quando chega o seu fim, morre rico na pobreza.

Se a morte lhe ronda a casa, não tem mais consolação, porque não pode levar o dinheiro no caixão…

* * *

Os que passam pelo mundo, sem amor, sem alegria, são fugitivos da Fé, numa triste romaria.

* * *

Esta simples confidência, revelo a ti, sem rodeio: – o perfume que me deste, é das rosas de teu seio.

(migalhas de poesia – Célio Meira – pág. 28).

Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário

Momento Vitória Park Shopping.

Os apaixonados por filme de terror não podem perder este lançamento! Venha conferir “Cadáver”!
Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

O Tempo Voa: Girafa no Carnaval.

Sonia e Aluízio Ferrer - terça-feira de carnaval - Girafa - Trio Asas da América - 17-02-2013 . 
Publicado em O Tempo Voa | Deixar um comentário

Momento Grau Técnico Vitória.

O aluno TÉRCIO ANDERSON MOREIRA SOARES, cursando Técnico em Administração, turma 14, foi contratado pela empresa CAIXA ECONÔMICA FEDERAL. O Grau Técnico participando ativamente da construção de carreira profissional.

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Recordar é Viver – por Sosígenes Bittencourt.

Eu quero dedicar esse baú de lembranças às meninas que estão me aperreando por fotografias do tempo da brilhantina.

Eu estudei no Colégio Municipal 3 de Agosto, na década de 60. Fiz Curso de Admissão e fui o orador, por ocasião da entrega dos Diplomas do Curso Ginasial.

No Curso de Admissão, fui aluno das professoras Antonieta de Barros Lima, Zezé Lacerda, Glorinha Tavares e Carminha Monteiro. Eu parecia “gente”, estudioso e falante, tagarelava mais do que o Homem da Cobra. Tinha um medo do Bacharel Mário Bezerra da Silva que me pelava. Isso foi quando o Boletim Escolar era assinado em casa, e o Diretor podia botar menino de castigo, cheirando a parede, detrás da porta.

Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Circulando – Aldenisio Tavares.

Ouça a música “CIRCULANDO”,  composta por Aldenisio Tavares, na voz de Nildo Ventura. Circulando - na voz de Nildo Ventura - Composição Aldenisio Tavares Aldenisio Tavares
Publicado em Vitória dos Artistas | Deixar um comentário

Os políticos de maneira geral em estado de alerta máximo!!

Assistir pela TV a “espetacularização” da prisão do governado do estado do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, ocorrida na manhã de hoje (29), nos provoca pelo menos dois sentimentos. Evidentemente que tantas outras leituras devem ser feitas......

A primeira é de vergonha. Um sujeito eleito pelo povo ser arrancado do palácio direto para o presídio. Isso, de certa forma, quebra o sentido do simbolismo que uma autoridade governamental nos passa.

A segunda é de satisfação coletiva. É que o Brasil, após a deflagração da Operação Lava-Jato, mudou!! No meu tempo de juventude esse tipo de situação nunca foi vista. Aliás, diziam alguns, em voz alta e segura: “aqui, só quem vai para cadeia é pobre, preto e prostituta”.

À cada prisão realizada e, consequentemente, um novo acordo de delação premiada estabelecido, uma vez que incorpora-la é a decisão mais racional, se puxa mais um fio,  de mais  um grande novelo de corrupção sistêmica enraizada nos poderes constituídos da republica.

Avante,  Lava-Jato!! O Brasil só será passado a limpo quando o crime não mais compensar. O Rio de Janeiro e a capital federal, Brasília, convenhamos,  são dois emblemáticos pontos de partidas para a chamada assepsia nacional. O caminho é longo e a estrada é tortuosa.......

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

A primeira vez da “Banda Brasas do Forró” na Vitória de Santo Antão!!

Buscando uma fotografia para realçar um trabalho com outra temática,  eis que me surge, sem mais nem menos, um registro fotográfico de um dos  fenômenos da  musical regional do inicio do século XXI. Trata-se da Banda Brasas do Forró, que até hoje mantém uma regular agenda de shows pelo Nordeste.

Por coincidência ou não, foi exatamente na última semana de novembro do ano 2000 (há 18 anos) que ela (Brasas do Forró) subiu em palcos vitorienses pela primeira vez. Justamente por ocasião da primeira edição da Cavalgada Fest. A referida apresentação ocorreu no extinto Vitória Park Show numa trade/noite de um dia de domingo, algo fora da tradição local que, até hoje, mantém à noite dos sábados como melhor momento para grandes apresentações musicais pagas. Uma boa lembrança. "Puxe o fole Didi!"

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

Momento Pitú: Viva a Resenha!!

Postar selfie é massa, registrar aquele tira-gosto com a branquinha também, e tirar foto com a turma na mesa do bar é melhor ainda. Mas não dá pra se arrepender no dia seguinte, né? Afinal, moderação cai bem com tudo, até na internet.

 
Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Henrique Queiroz: 40 anos de vida parlamentar!!

Registramos o recebimento do convite para a Reunião Solene em comemoração à passagem dos 40 anos de atividade parlamentar do deputado Henrique Queiroz. O autor do requerimento  – 5447/2018 – partiu do deputado Eriberto Medeiros. O evento acontecerá na próxima quarta-feira, 05/12, às 18h, no Museu Palácio Joaquim Nabuco – Recife. Agradeço pelo envio do convite!!

Publicado em A Lupa | 1 comentário

Momento Cultural: O Garoto – por Aliomar Vasconcelos

A praça ainda é a mesma. A estação ainda é a mesma. As lembranças são as mesmas. Entretanto… O trem não existe mais. O relógio da estação não existe mais. O velho chefe da estação não existe mais. Recordações guardadas nas retinas daquele garoto. Dez anos de idade…

Olha o amendoim! Olha o amendoim! Torrado e Cozinhado! Quem vai querer?

Por que as lembranças ficam sempre nas estações? Chovia muito naquela noite…Parado na estação, o garoto. Um juvenil sonhador. Sandálias surradas nos pés e uma camisa remendada a lhe cobrir o corpo franzino. Uma cesta no braço e a esperança no olhar. De repente, o apito…o farol…o trem. Ansiedade? Talvez. Quantos pacotes venderia naquela noite? E se não vendesse? Dentro do trem, poucas pessoas compraram seus pacotes de amendoins. Disputava a freguesia com vendedores de pipocas, rôletes de cana, bolos… Desespero! O trem partira… E ainda faltava receber por alguns pacotes que conseguira vender. O garoto pulou do trem da vida. Sem a sua cesta, sem as sandálias, sem o dinheiro apurado. Sentado num banco de praça, falara baixinho: amanhã será outro dia. No seu rosto juvenil, uma lágrima se mistura com a chuva. Era apenas um garoto…

Naquela casa simples (num beco estreito), uma velha senhora o esperava angustiosa. De braços abertos e com um coração cheio de amor e de ternura, ela ficava olhando aquela rua, que parecia não ter fim. De repente, no final da rua, aperece aquele garoto. Todo molhado. Agora, estão juntos.

Na calçada, Dona Lola e o garoto se abraçam e choram. Ele, por ter perdido – a sua cesta, as sandálias, o dinheiro… Ela, por ver chegar à salvo, aquele garoto que tanto amava. Hoje, os estrondos dos trovões, já não me assustam mais. Dona Lola – Minha Mãe – me ensinou como vencê-los. Não sei explicar o por que, mas hoje, já velho, quando cai uma chuva torrencial com relâmpagos e trovões, olho para o céu e vejo uma pequenina estrela brilhando. Creio que seja Dona Lola me dizendo:

Não tenhas mêdo. Lembra-se de como ti ensinei a vencê-los? Então, digo baixinho: Bença Mãe. E vou dormir.

Aliomar Vasconcelos é Professor e Escritor vitoriense.

Publicado em Fim de Semana Cultural | 1 comentário

Momento Vitória Park Shopping.

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

O Tempo Voa: busto do Padre Felix Barreto

Registro fotográfico realizado  no dia 03 de agosto de 1950, por ocasião da inauguração do  Busto do Pe. Felix Barreto. Na ocasião,  falava o autor do projeto -  José Bonifácio de Holanda Cavalcanti.

Publicado em O Tempo Voa | Deixar um comentário

Momento Grau Técnico Vitória.

Venha estudar na maior escola de cursos técnicos do Brasil e a que tem a marca de 75% dos alunos empregados no mercado de trabalho.
Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Era do Silêncio – por Sosígenes Bittencourt.

Tudo que há de bom, em mim, é resultado da DISCIPLINA do meu tempo. Sou da Era do Silêncio, quando tudo podia ser observado e sentido com paciência. Sou do tempo em que havia tempo de acompanhar a réstia do sol e contar estrelas.

Sou do tempo em que o coral dos grilos compunham a sonoplastia das estrelas. Escola não era lugar de DISTRAÇÃO, era lugar de CONCENTRAÇÃO.

Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Duda da Passira interpreta Tico-tico no Fubá, de Zequinha de Abreu.

Duda da Passira - cd SIMPLESMENTE,  ao vivo - CANTANDO E SOLANDO GRANDES CLÁSSICOS -  música TICO-TICO NO FUBÁ de Zequinha de ABREU. [powerpress url=../mp3/tico.mp3] Gostou da música? – Baixe a MP3 Aldenisio Tavares
Publicado em Vitória dos Artistas | Deixar um comentário

Missão em Marte: apenas PENSAR…….apenas IMAGINAR………

Na tarde da última segunda-feira (26) a sonda Mars Insight,  da NASA, após pousar em Marte – o Planeta Vermelho -, já conseguiu executar suas primeiras tarefas. Com a capitação dos raios  solares as baterias estarão sendo recarregadas diariamente,  mantendo assim tudo em perfeito estado de funcionamento, conforme previram os cientistas. Mais um espetáculo das brilhantes mentes humanas. Em breve, nos próximos dias,  novos passos serão efetivados na busca pelas mais diversas  informações desse planeta desconhecido. Existe muita expectativa por parte dos condutores da missão.

Muito bem, alguém poderia perguntar: os animais humanos ainda não conseguiram equacionar questões elementares no seu habitat natural (terra), tal qual a fome e questões de deslocamentos humanitários, em alguns casos construindo até muros para manterem-se separados, o que diabo estão, então,  buscando em Marte?  Não deixaria de ser uma boa pergunta!!

Mas, é bom que se diga, que se nas veias dos  nossos antepassados não tivessem correndo o espírito aventureiro e o aguçado instinto da sobrevivência, certamente, estaríamos todos, ainda,  vivendo na escuridão e na frieza do fundo das cavernas, ou até, quem sabe, sido extintos como os dinossauros. É bom que se diga que de todos os animais da terra nós – animais humanos – formos os que mais evoluíram.

Se engrenarmos marcha à ré no tempo, chegaremos a tantos outros momentos de “duvidas universais”. Por exemplo: em que momento na linha do tempo o animal humano passou a ter consciência de que sua vida era finita? Descobrir, então, que a agricultura e que a natureza tinha um ciclo, certamente foi um salto qualitativo para nossa espécie. Na Idade Média, por exemplo, o homem já “sabia” como o mundo havia sido concebido, mas não sabia que existia o continente americano, pois as criaturas marinhas do mal e um buraco no "fim dos oceanos" lhes impediam de navegar,  além da faixa do horizonte. Convenhamos que a travessia dos oceanos (XVI) impactou mais a civilização do que a chegada do homem à lua, na segunda metade do século próximo passado.

E se nessa atual aventura ao Planeta Vermelho – ainda em curso – aparecesse  um “sujeito”,  lá, acusado-nos de extra-marte?  O que deveríamos fazer? À quem recorrer para garantirmos os nossos direitos?  Afinal somos acobertados pela declaração universal dos direitos dos  homens!! Ou não somos?

Parece até brincadeira.....  Mas,  brincadeira mesmo é encontrarmos pessoas tão cheiras de verdades absolutas (prontas e acabadas) e conhecedoras de tudo,  baseado nas reproduções das reproduções que apenas aniquilam o sublime direito de exercer o único direito que verdadeiramente somos livres para exerce-lo.....PENSAR E IMAGINAR!!!

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

Kiko de Zeca de Abelardo: sua voz eternizada no carnaval!!!

Antes mesmo do Papai Noel chegar,  nas terras desbravadas pelo português Diogo de Braga em 1626, o senhor “Zé Pereira” já começou aparecer. Dessa vez foi a Agremiação Carnavalesca,  “PORQUE HOJE É SEXTA”, que começou sua arrumação com vistas  aos festejos momescos que se avizinhas (2019).

Com autoria do talentoso artista Aldenisio Tavares e arranjos do parceiro Samuka Voice, o cantor “mais badalado”, Kiko de Zeca de Abelardo, compareceu ao SPG Studio para colocar voz na nova música da agremiação que será lançada no próximo desfile. A expectativa do pessoal envolvido na brincadeira é grande!!!!

Aliás, não custa nada lembrar: a voz na música original da Agremiação "O Pereirinha", é do amigo, pai do Kiko, Zeca de Abelardo, carnavalesco e folião dos bons. Ou seja: filho de peixe, peixinho é..........
Publicado em A Lupa | Deixar um comentário