LIVE 69 – AO VIVO – Projeto Carnaval na Live – história dos bichos no carnaval da Vitória – Pilako.

Dando largada ao Projeto Carnaval na Live,  hoje, produzimos uma live  em que narramos, entre outras coisas,  o inicio da  história do carnaval dos bichos em nossa cidade que ocorreu justamente em 1925.

Nesse projeto – que segue  até o final de fevereiro – teremos a  oportunidade de receber “atores” de todas as áreas da nossa festa maior – Carnaval da Vitória. Hoje procuramos fazer uma apresentação do projeto e seus objetivos assim como, de maneira geral, realçar a história do nosso carnaval.

APOIO: 

ASSISTA A LIVE COMPLETA AQUI.  

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

SUELY – por Sosígenes Bittencourt.

Nunca mais eu vi Suely. Desde a década de 70 que eu não vejo Suely. Suely morava naquela rua ao lado da Praça Duque de Caxias – na calçada onde foi um banco e depois um supermercado. Suely era bonitinha que era danada, tinha cheiro de mulher no rosto, no ombro, na cortina dos cabelos. Sei lá, talvez um cheiro de lençol, de quarto de dormir. Olhos semicerrados, lânguidos, pelos amarelinhos nos braços e duas pernas adjetivas.

Naqueles idos, quando tudo era proibido, rapaz não cheirava moça sem sentir sensação de amar. Sensorialmente, depois de olhar, o amor entrava pelo olfato, ia direto ao coração.Muitas vezes, vendo a tarde escorrer lentamente, ficava matutando... se eu casasse com Suely, iria ficar chamando, o tempo todo, pelo seu nome: Suely... Suely... - nome adocicado, sibilante, feminino que só, parece um assovio.

Suely foi o meu primeiro estremecimento de amor. Eu não sei o que ela sentia. Eu ficava calado, só mancuricando, com medo de dizer besteira, gaizo. O difícil em conquistar uma mulher bonita é que o coração atrapalha o raciocínio.

Reminiscente abraço!

Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Momento Restaurante e Pizzaria do Léo – “Quarta-feira da Pizza”.

SERVIÇO:  Restaurante e Pizzaria do Leo (antigo Recanto do Ceará). Funcionamento - presencial e Delivery -  terça a domingo - 11h às 23h. Contatos: 2160-1080 / 9.8564.1651 - @DOLEO.REST
Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

Projeto Carnaval na Live – história dos bichos no carnaval da Vitória – Pilako.

Projeto Carnaval na Live - apresentação e história dos bichos no Carnaval da Vitória - quarta-feira (20), às 17h. 

Abrindo esse projeto irei fazer uma breve apresentação - seus objetivos, conteúdo e formatação. Já com relação à história das agremiações com nome de bichos, baseado em registro históricos,  narraremos  o inicio dessa tradição da nossa cidade que surgiu em 1925. 

Projeto Carnaval na Live – apresentação e história dos bichos no nosso carnaval. 

Quarta-feira – 20 de janeiro – às 17h –

Transmissão pelo Blog do Pilako.

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

“CARNAVAL NA LIVE”- esse é o nosso projeto para o carnaval vitoriense 2021…..

Em tempos antes nunca vistos resta-nos a reinvenção, algo nem sempre fácil e possível. A pandemia  do novo coronavírus é um fato novo no mundo. Com efeito, além de tantos outros desdobramentos negativos, em 2021,  Vitória de Santo Antão não poderá celebrar -  da maneira tradicional – a sua festa maior, ou seja:  O CARNAVAL – isso já é fato.

Contudo, em se tratando da República da Cachaça, terra em que o "Rei Momo" faz morada desde as últimas décadas do XIX e que ainda hoje consegue manter-se  como o mais importante evento popular do lugar,  reinventar-se é preciso.

Assim sendo, como todos os anos em que esteve ativo – há quase 10 anos – o nosso jornal eletrônico, intitulado Blog do Pilako, irá manter a pauta carnavalesca,  produzindo conteúdo sobre o nosso carnaval, mesmo com as ruas vazias - sem prévias ou folia - em função do distanciamento social,   cumprindo assim  as medidas sanitárias  determinadas pelas autoridades competentes.

E como isso irá acontecer?

O Projeto “Carnaval na Live” será o espaço dedicado ao nosso carnaval vitoriense 2021. A partir da próxima quarta-feira, dia 20, até o dia 26 de fevereiro,  iremos produzir “LIVE(s) com vários “atores” da nossa festa maior. Os temas serão os mais variados possíveis:

origem das agremiações, histórias das músicas e hinos dos clubes, carros alegóricos e seus artistas, curiosidades e etc.

Já temos as primeiras live(s) agendadas:

1ª - Quarta-feira (20): história dos bichos do nosso carnaval – Pilako.

2ª - Sexta-feira  (22): rivalidade do Leão com o Camelo – Silvyo Gouveia e Joel Neto.

Na medida do possível estaremos, com antecedência, postando outros temas com  seus respectivos convidados.

O Projeto “Carnaval na Live”, entre outras coisas, tem como objetivo falar exclusivamente do  carnaval vitoriense.  Vale registrar que nunca antes na historia carnavalesca da nossa cidade os foliões e carnavalescos antonenses deixaram de brincar carnaval.

Reinventar-se é preciso......

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

Santo Antão: a vitória é nossa!!!

Os tradicionalíssimos festejos do Glorioso Santo Antão em nossa cidade, mais uma vez, foram realizados com sucesso. Sob a coordenação geral do Monsenhor Maurício Diniz, toda equipe da Paróquia de Santo Antão enfrentaram – e venceram – os desafios de promover um grande evento religioso em tempos pandêmicos – Pandemia do Novo Coronavírus.

A 396ª edição da festa do nosso padroeiro – o Glorioso Santo Antão -, iniciou  no dia 08 de janeiro, às 7h, com Santa Missa Paroquial e  seguiu até o dia 17, culminando com a “Procissão Motorizada”, algo nunca antes ocorrido  na história da nossa cidade.

Por feliz coincidência, por assim dizer, foi justamente na tarde de ontem (17) – feriado municipal dedicado ao nosso Padroeiro, Santo Antão – que,  simbolicamente , concretizou-se o tão sonhado inicio da vacinação nacional contra a COVID-19, doença pandêmica que mudou regras,  hábitos e costumes  e também ceifou milhões de vidas humanas nos quatro cantos do mundo.

Ponto para Santo Antão. Ponto para Vitória de Santo Antão que teve no dia do seu padroeiro a notícia que o Brasil inteiro desejava. Viva o Glorioso Santo Antão!!!

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

PÃO COM MANTEIGA E CAFÉ – por Sosígenes Bittencourt.

Pão com manteiga e café. Se o conjunto prestar, é comida espetacular!

Sou do tempo da manteiga Turvo. Quando comia, me turvava de alegria.

Pão com manteiga e café. Se o pão for bom, do padeiro, é um dom.

Sou do tempo do café São Miguel. Da chaminé, o cheiro ia bater no Céu.

Pão com manteiga e café. Se o conjunto é de primeira, não engulo besteira.

Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

LIVE 68 – ao vivo – Festa do Glorioso Santo Antão – histórias e curiosidades, com os paroquianos Mauro e João Medeiros.

Recebemos para uma LIVE, na tarde de hoje (15),  para falar da Festa do Glorioso  Santo Antão,  os paroquianos Mauro e João Medeiros.   

Na ocasião realçamos o tema dessa edição -396ª - assim como das dificuldades em realizar um evento dessa natureza em tempo pandêmicos. Sobre as histórias e curiosidades, Mauro lembrou de fatos  e mudanças da nossa festa. Como a comemoração no dia 17, antes no domingo mais próximo. Sobre o ajuste na edição da festa com a data de fundação da cidade, disse ser prudente essa ação. Com a possibilidade de viramos uma Diocese, com as comemorações de 400 anos, Mauro mostrou entusiasmo com ideia.

ASSISTA A LIVE COMPLETA AQUI.

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

LIVE bate-papo sobre a Festa do Glorioso Santo Antão – histórias e curiosidades – com os paroquianos Mauro e João Medeiros. .

LIVE sobre a Festa do Glorioso Santo Antão - histórias e curiosidades -, hoje, sexta-feira (15), às 17h. 

Convidamos para construir conosco esse momento os paroquianos Mauro e João Medeiros.   Abordaremos, entre outros assuntos, o ineditismo do evento religioso em tempos de pandemia, história e curiosidades do tradicionalíssimo evento religioso da nossa cidade.   

Live Bate-papo – Festa do Glorioso Santo Antão - histórias e curiosidades.

Quinta-feira – 15 de janeiro – às 17h –

Transmissão pelo Blog do Pilako.

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

LIVE 67 – ao vivo – Salão de Arte da Festa de Santo Antão – curadores e participantes.

Recebemos para uma LIVE, na tarde de hoje (14) -  para falar do 2º Salão de Artes da Festa de Santo Antão os participantes (curadores/pintores) Fernando Nascimento, Cristina Brito, Ana Regina Lima e Orana Wanderley. 

Em papo descontraído sobre o universo da pintura, inicialmente,  perguntamos aos participantes sobre os "seus primeiros encontros com a pintura", respectivamente. Especificamente sobre o 2º Salão de Arte da Festa de Santo Antão, Fernando  Nascimento e Cristina Brito revelaram os bastidores do nascedouro desse movimento, demonstrando total interesse em manter, daqui para frente, outras promoções culturais na cidade.

ASSISTA A LIVE COMPLETA AQUI.

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

MOMENTO PITÚ

Quem nunca sentiu vontade de enfiar a cabeça no congelador, pra aliviar o calor, que atire o primeiro limão. Ainda mais quando ele tá equipado desse jeito. 😛 #PitúÉResenha #Verão #BebaComModeração

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Momento Restaurante e Pizzaria do Léo – “Quinta-Feira do Cozido”

SERVIÇO: 

Restaurante e Pizzaria do Leo (antigo Recanto do Ceará).

Horário de funcionamento: terça a domingo - 11h às 23h.

Contatos: 2160-1080 / 9.8564.1651 - @DOLEO.REST

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

LIVE bate-papo com curadores e pintores do 2º Salão de Artes da Festa de Santo Antão.

LIVE com os integrantes do 2º Salão de Artes da Festa de Santo Antão, que ocorre na Igreja do Rosário até o dia 16, das 14h às 21h.

Convidamos para construir conosco esse momento os participantes (curadores/artistas) Fernando Nascimento, Cristina Brito, Orana Wanderley e Ana Regina Lima.   Abordaremos, entre outros assuntos, os objetivos da promoção cultural e um pouco da história de cada participante com a arte da pintura.  

Live Bate-papo – Salão de Artes da Festa de Santo Antão. 

Quinta-feira – 14 de janeiro – às 17h –

Transmissão pelo Blog do Pilako.

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

HARRO SCHACHT: O ALEMÃO QUE MUDOU O BRASIL – por RONALDO SOTERO

Em um dia como hoje, 13 de janeiro, há 78 anos, o capitão de corveta da marinha alemã, 36 anos, Harro Schacht , comandante do submarino U-507, com seus 54 tripulantes, sofria afundamento após ter sido localizado e sofrer bombardeio de um avião-patrulha dos Estados Unidos, modelo Catalina, do Esquadrão VP 83, no litoral do Rio Grande do Norte. Das 4 missões que comandou, no período de 224 dias, no Atlântico Sul, o jovem oficial afundou 19 navios, inclusive 6 embarcações brasileiras, com 607 mortos, a maioria civis. Embora não seja unanimidade entre pesquisadores, esse fato pode ter sido decisivo para entrada do Brasil na 2a Guerra.

A passagem dessa arma de guerra , de grande poder de destruição, foi a belonave que causou maior prejuízo a frota mercante brasileira e, por ironia, teve seu fim em nosso litoral, a noroeste de Natal, naquele começo de 1943. No naufrágio, morreram também 3 oficiais ingleses, presos pelos alemães, durante afundamento de uma embarcação da marinha da Inglaterra, resgatados pelo comandante, levados para interrogatório na Alemanha.

Há registros de diários de bordo que, por pouco, o porto do Recife não foi bombardeado pelo U-507. O submarino chegou próximo para o ataque, mas uma mudança devido a um possível eclipse naquela noite, mudou os planos de Harro Schacht. Considerado o serviço silencioso, a melhor definição sobre essa arma devastadora foi dada pelo oficial submarinista mais condecorado da marinha dos Estados Unidos, Dick O' Kane: " Não há margem para erros em submarinos, ou você está vivo, ou morto ". TUDO É HISTÓRIA!

Ronaldo Sotero. 
Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

2º Salão de Artes da Festa de Santo Antão segue até o dia 16.

Na noite de ontem (11) aconteceu o evento de abertura do 2º Salão de Artes da Festa de Santo Antão. A promoção  é uma realização da Paróquia de Santo Antão, sob a coordenação do Monsenhor Maurício Diniz. Curadores:  Cristina Brito, Fernando  Nascimento e Zózimo Alves.  A iniciativa tem como principal objetivo abrir espaço e promover os talentos locais no sentido da pintura.

O encontro cultural contou com a participação da Orquestra  Sinfônica Jovens da Vitória (CEMUVI).  A exposição,  que fica na Igreja do Rosário,  segue aberta ao público – respeitando todos os protocolos de segurança sanitária – até o dia 16 de janeiro. Entre os artistas expositores, registramos algumas obras e seus autores: Fernando Nascimento, Orana Wanderley e Ana Regina Lima.

Publicado em A Lupa | 1 comentário

Momento Restaurante e Pizzaria do Léo – “Quarta-feira da Pizza”.

SERVIÇO: 

Restaurante e Pizzaria do Leo (antigo Recanto do Ceará).

Funcionamento - presencial e Delivery -  terça a domingo - 11h às 23h.

Contatos: 2160-1080 / 9.8564.1651 - @DOLEO.REST

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

O Tempo Voa: Crianças na Praça Diogo de Braga (1930)

Registro fotográfico do início da década de 1930 -  Praça Diogo de Braga - detalhe:  ao fundo,  antiga fachada onde hoje encontra-se o Teatro Silogeu. Entre os garotos Zito Mariano. Foto gentilmente cedida pelo professor Pedro Ferrer.

Publicado em O Tempo Voa | Deixar um comentário

Santo Antão X Diogo de Braga: quem chegou primeiro?

Na noite da sexta (08) iniciou-se mais uma edição da nossa tradicionalíssima Festa do Glorioso Santo Antão – “Como Santo Antão no Isolamento espiritual e Exterior, Edificamos Nosso Templo Interior”. De maneira extraordinária, em função dos efeitos da pandemia do novo coronavírus, o evento foi reconfigurado para cumprir, na medida do possível, programação semelhante aos anos imediatamente anteriores.  Sob o ponto de vista do ineditismo histórico, poderíamos dizer que pela primeira vez não teremos a presença de “massa humana” acompanhando,  presencialmente,  o cortejo da procissão. Vale lembrar que a mesma (procissão)  será no modelo “motorizado”.

Ainda no quesito “histórico”, por assim dizer, lembremos que nossa devoção ao Glorioso Santo Antão advém  do fundador da nossa comunidade, Diogo de Braga, que na qualidade de devoto,  junto com familiares, partiu do Arquipélago do Cabo Verde – então colônia  de Portugal -, mais precisamente da  Ilha de Santo Antão, para desbravar nossas terras, localizadas  além da faixa litorânea.

Pois bem, a pesar da escassez de documentos históricos, Mestre Aragão grafou nos livros que orienta-nos no sentido da vida dos nossos antepassados - fatos correlatos -  que o nascedouro da nossa historia “formal” ocorreu a partir de 1626. Por convenção, assim como ocorreu nas cidades de Olinda e Recife, o então prefeito da Vitória, José Aglailson Querálvares, através da  Lei 2.942/2002 ( 26 de agosto de 2002) oficializou o dia 17 de janeiro de 1626 como o ponto de partida do nosso lugar, ou seja: data da nossa fundação.

Com efeito, se observarmos com atenção, a referida oficialização - importante para o município -  “joga luz” num ajuste que, mais cedo ou mais tarde, seremos obrigados a fazer. Repare bem:

Se em 2021 a festa do padroeiro chega à edição de número 396ª, em 2022 será 397ª – e assim por diante: 2023/398ª – 2024/399ª – 2025/400ª – 2026/401ª .......Ou seja: em 17 de janeiro de 2026, quando estivermos comemorando os quatrocentos anos de fundação da cidade, a nossa procissão já estará na sua 401ª edição, isto é: algo que não tem a menor lógica.

Para tratar desse oportuno   “ajuste histórico”, há três anos (março de 2018), ocorreu um salutar diálogo do qual fizemos parte, juntamente com o eminente jornalista João Álvares e o sempre atencioso Monsenhor Maurício Diniz. Assim sendo, já que o Padre Maurício mostrou-se sensível  à correção, seria importante e produtivo ampliar esse  debate: Igreja da Matriz, Prefeitura da Vitória (secretaria de cultura), Instituto Histórico, Câmara de Vereadores e demais interessados no tema.

Portanto, para concluir essas linhas, que julgo ser contributiva ao desenvolvimento da nossa “aldeia”, gostaria de dizer que, independente de datas e convenções, somos todos “filhos” de Diogo de Braga e Santonenses/Antonenses  por natureza. Viva o Glorioso Santo Antão!!!

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

2º Salão de Artes da Festa de Santo Antão – abertura é hoje – às 19h – Igreja do Rosário.

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

MOMENTO RESTAURANTE E PIZZARIA DO LÉO – HOJE TEM!!!

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

LIVE 66 – ao vivo – “Janeiro Branco” – com a doutora em Psicologia Leila Medeiros.

Recebemos para uma LIVE, na tarde de hoje (08) -  a primeira de 2021 - para falar da campanha brasileira "Janeiro Branco", a professora universitária e doutora em Psicologia, Leila Medeiros. 

Em papo descontraído sobre o universo mental, a doutora Leila realçou os "tempos pandêmicos", de maneira geral,  como algo muito impactante para as pessoas. Sobre a campanha brasileira - Janeiro Branco - ela pontuou ser um  movimento que visa "jogar Luz" em temas ligados ao adoecimento mental e suas discussões. Doutora Leila é psicóloga clinica e atende no CECLIN - Centro Clínico da Vitória - Rua Melo Verçosa -306 - @leilamariavieiramedeiros

ASSISTA A LIVE COMPLETA AQUI.

 
Publicado em A Lupa | 1 comentário

Já em circulação a mais nova edição do Jornal da Vitória.

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Momento Restaurante e Pizzaria do Léo.

Na perspectiva  de enriquecer o espaço gastronômico da nossa cidade o Restaurante e Pizzaria do Léo - uma parceria do amigo Léo dos Monges com o experiente "Ceará -, doravante, além dos tradicionais pratos e variedades em pizzas, vem ampliando o cardápio e os serviços da casa.

Durante a semana a "quarta-feira" é o dia da pizza. Na quinta, o cozido é a pedida para o almoço. Já nos finais de semana, os clientes podem  curtir música ao vivo.  Em dias de futebol, transmissão ao vivo. Lembrando que o mesmo - Restaurante e Pizzaria do Léo - também atende no delivery.

SERVIÇO: 

Restaurante e Pizzaria do Leo (antigo Recanto do Ceará).

Horário de funcionamento: terça a domingo - 11h às 23h.

Contatos: 2160-1080 / 9.8564.1651 - @DOLEO.REST

Publicado em Anúncios | 1 comentário

LIVE bate-papo – “Janeiro Branco” – com a a doutora em Psicologia Leila Medeiros.

A primeira LIVE de 2021 acontece amanhã, sexta-feira, 08  de janeiro, às 17h. O tema será "Janeiro Branco".  

Convidamos para construir conosco esse momento, a psicóloga clinica com doutorado em Psicologia,  Leila Maria Vieira Medeiros.  Abordaremos, entre outros assuntos, origem e objetivos do "Janeiro Branco", o aumento dos casos de suicídios e o que  devemos  fazer para manter a saúde mental.  

Live Bate-papo – "Janeiro Branco" - doutora Leila Medeiros.

Sexta-feira – 08 de janeiro – às 17h –

Transmissão pelo Blog do Pilako.

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

Câmara da Vitória: muito consenso e pouca transparência…..

Nosso lugar tem história. Já ostentamos as seguintes categorias: povoado, freguesia, vila até chegarmos à cidade, a partir de 1843. Mas podemos dizer – indubitavelmente – que a maior transformação, sob todos os pontos de vista, se deu justamente quando fomos elevados à categoria de “vila” – Vila de Santo Antão, a partir de 1812. Nesse contexto histórico, por assim dizer, ascendemos a “lugar autônomo”. Como símbolo maior dessa autônima materializou-se a figura da nossa Câmara de Vereadores.

Ainda no  Brasil Colônia ( até 1822), as  Câmaras faziam de “um tudo” – legislava, administrava, executava e julgava. Com a primeira Constituição Brasileira (1824), já no “Brasil Império”, os mandatos de vereadores foram fixados em 4 anos e o mais votado assumia a presidência, já que não existia a figura do “prefeito”. Em 1905, já no Brasil República,  criou-se a figura da “Intendência”. O tempo passou e com a feição de hoje, as Câmaras Municipais – ou Casas Legislativas - ressurgem depois de 1945. Apesar de todas as atribuições que lhe foram tiradas, o “Poder Legislativo” ainda é o mais poderoso da República Federativa do Brasil.

Pois bem, recentemente – dia 1º de janeiro – tivemos eleição para a  mesa diretora da nossa Câmara de Vereadores – Casa Diogo de Braga. Assumiu para o biênio 2021/22, o vereador André Saulo, também conhecido por André de Bau. Do conjunto dessa legislatura ele se configura num dos mais preparados – advogado, professor e político  com certa quilometragem.

Em particular, a  atividade política brasileira passa por um desgaste visível e até crescente. Para ficar só no campo do legislativo, o Congresso Nacional, as Assembleias Legislativas e as Câmaras de Vereadores, convenhamos, com raríssimas exceções,  não vem produzindo bons fatos para reverter esse  quadro.  Nesses espaços,  é público e notório, há muito corporativismo, regalias, “arrumadinho” e porque não dizer corrupção.  Todo os dias divulga-se um escândalo novo.

Sendo as câmaras de vereadores a legitima e verdadeira “Casa do Povo”,  palco natural do livre exercício do contraditório e também  “DNA” do  regime  democrático de direito, com todo respeito aos nobres e amigos vereadores da Vitória de Santo Antão, na qualidade de população, não podemos ver com bons olhos os últimos processos internos, no sentido da escolha dos seus dirigentes. 

Não tem muita lógica, filosoficamente falando, não haver disputas pelo poder da casa. Na eleição imediatamente anterior a mais recente, todos votaram no vereador Romero Querálvares. Algo que foge um pouco a compreensão do processo eleitoral pelo qual os vereadores foram eleitos. Não podemos imaginar consenso sempre, sobretudo  num espaço que tem na sua gênesis  o confronto,  as divergências ideológicas,  o debate do contraditório e do livre pensar, até porque, a mesma (câmara) é  a “caixa de ressonância” oficial de todas as classe sociais, no pleno exercício da  sua eterna dialética, aliás, dialética é palavra que nos faz lembrar o sempre atual filósofo Karl Marx.

Para concluir essas despretensiosas linhas,  espero que os nobres vereadores antonenses estejam atentos às mensagens emitidas pelas urnas no último pleito (2020), em que  praticamente todos os vereadores que foram à reeleição tiveram seus votos reduzidos. Aos  novos que acabaram de entrar, fica o alerta:  a cobrança será ainda maior, isso porque, nas suas respectivas campanhas recentes, vocês produziram mensagens no sentido da mudança do comportamento arcaico e carcomido.

O eleitorado da Vitória amadureceu e com isso o acompanhamento  deverá  acontecer com mais ênfase. Não esqueçamos: estamos em processo de metamorfose, principalmente no contexto da chamada política representativa. Doravante, quem não estiver conseguindo enxergar isso, possivelmente terá vida curta nessa fascinante  e secular atividade.

Viva o Poder Legislativo da Vila de Santo Antão – o nosso primeiro poder.....

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

2º Salão de Artes da Festa de Santo Antão – de 12 a 16 de janeiro – Igreja do Rosário.

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

INFORMAÇÕES SOBRE O PROJETO: Mamulengo da Mata.

O Museu do Mamulengo de Glória do Goitá abriga uma das coleções de Mamulengo mais importantes do país. Não à toa, Glória do Goitá é reconhecida oficialmente com o Capital Estadual do Mamulengo. Todo esse acervo – de classificação livre – está acessível através de exposição permanente que funciona todos os dias da semana. Assim como prevê o projeto MAMULENGO DA MATA, teremos a visitação guiada em meio a oficinas e apresentações do grupo Teatro História do Mamulengo com o Mestre Bila.

Mestre Bila, batizado como José Edvan Ferreira de Lima, brinca de Mamulengo desde os nove anos de idade. Ele é discípulo de Mestre Zé Lopes e conhecedor profundo das artimanhas do Mamulengo! Fundou o seu brinquedo, o Teatro História do Mamulengo, no dia 16 de janeiro de 2009 e com seus bonecos viajou boa parte do país participando de grandes eventos como: SESI Bonecos do Mundo, Fenearte (premiado no Salão de Arte Popular Ana Holanda em 2016) e Festival de Inverno de Garanhuns.

O Projeto MAMULENGO DA MATA vai acontecer no Museu do Mamulengo de Glória do Goitá, lugar de salvaguarda dessa brincadeira secular, e conta com o apoio da Associação Cultural dos Mamulengueiros e Artesãos de Glória do Goitá que, Mestre Bila, inclusive, foi membro fundador e atua fortemente na Zona da Mata pernambucana. Viva a nossa Cultura Popular!

PROGRAMAÇÃO:

EXPOSIÇÃO DE BONECOS:

De 15 de janeiro à 15 de março, todos os dias da semana, das 09h às 17h (domingos apenas das 14h às 17h).

ESPETÁCULOS DO GRUPO TEATRO HISTÓRIA DO MAMULENGO:

21/01/21 – (presencial).

28/01/21 – (online).

04/02/21 – (presencial).

11/02/21 – (online).

18/02/21 – (presencial).

25/02/21 – (online).

04/03/21 – (presencial).

11/03/21 – (online).

OFICINA DE MAMULENGO (mediante inscrições):

23/01/21 – (presencial).

13/02/21 – (online).

27/02/21 – (presencial).

06/03/21 – (online).

ENCONTROS POPULARES

21/02/21 – (presencial – Mestre Bila e Mestre Bel: Cantigas tradicionais do Mamulengo).

07/03/21 – (online – Mestre Bila e Mestra Titinha: Personagens femininos no Mamulengo).

OBS.: Atividade presencial será no Museu do Mamulengo, rua Cleto Campelo, Antigo Mercado de Farinha, centro da cidade de Glória do Goitá. A atividade online será na página oficial do Museu do Mamulengo: https://www.facebook.com/MuseuDosMamulengos.

 FICHA TÉCNICA:

Edjane Lima (Mestra Titinha) – Coordenadora Geral.

Pablo Dantas – Produtor Executivo e Administrador.

Java Araújo – Designer.

Janaina Maria – Intérprete de Libras.

TEATRO HISTÓRIA DO MAMULENGO

 José Edvan (Mestre Bila).

Tamires Nascimento (Contra Mestra).

Tonho dos Oito Baixos (Sanfoneiro).

Gilberto Lopes (Mestre Bel – Zabumbeiro).

Jacilene Félix (Mateus e Trianguleira).

OFICINA

 José Edvan (Mestre Bila).

Genilda Félix.

Stéfani Leite.

CONTATO:

Edjane Lima (Mestra Titinha) – 081 9 9993-0139.

Pablo Dantas – 081 8803-4169.

E-mail: culturadosmamulengos@hotmail.com

Instagram: @museudomamulengo

Assessoria. 

 
Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

PENSANDO NA VIDA – por Sosígenes Bittencourt.

Organize-se, não Agonize! Remédio para ansiedade é atitude. Remédio para timidez é caridade. Depressão passa. Saia pra vida. Olhe com bons olhos para iluminar o seu corpo. Aprenda com o sofrimento o que é felicidade. Estude. Tudo sem estudo é nada. Acreditar em Deus e na Salvação da Alma não faz mal a ninguém.

Sosígenes Bittencourt

 
Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

MOMENTO PITÚ

A duplinha preferida da #NaçãoPituzeira num podia faltar na largada de 2021. É ou num é, meu povo?

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Prefeito Paulo Roberto: “demonstra o teu valor” – “Vitoria merece Respeito”.

Com trajetória pessoal marcada por barreiras sociais, nas primeiras décadas da vida, o hoje bem sucedido empresário do ramo da educação, Paulo Roberto Leite de Arruda, assumiu, pelos próximos 4 anos, o destino administrativo da terra desbravada por Diogo de Braga, em 1626. Sob o ponto de vista político/eleitoral, como já sublinhamos aqui, a sua chapa, formada pelo também empresário do ramo da educação, Edmo Neves, obteve uma vitória maiúscula.

Ao assinar o livro de posse na última sexta (01), o agora prefeito da Vitória de Santo Antão,  Paulo Roberto,  tem nas mãos uma procuração popular para colocar em prática suas ideias e desejos. Nas oportunidades em que esteve no poder, na qualidade de vice-prefeito (1997/2000) e de secretário de três importantes pastas  2009/2016), segundo ele,  faltou-lhe a “caneta” para decidir e fazer acontecer.

É compromisso público dos novos administradores realizar uma gestão transformadora  e transparente em todas áreas. Para encurtar o caminho com a população, no sentido dos serviços públicos ofertados pela municipalidade, Paulo prometeu o “app Minha Vitória” – uma espécie de prefeitura na palma da mão. Na infraestrutura, por exemplo, obras consistentes  em saneamento, requalificação nos mercados públicos, um novo cemitério e etc. Na área cultural,  o  prometido foi levantar o astral dos artistas com  políticas públicas nunca antes praticadas e efetivadas. Tudo isso e muito mais segue na ordem do dia, no sentido da expectativa da população de boa fé.

Com um secretariado híbrido, por assim dizer, formado com critérios técnicos e políticos, com gestores jovens e maduros, experientes e novatos no ramo da administração pública, com perfis diferentes  e etc é  possível dizer que o conjunto tem condições de avançar, na direção das transformações que nossa polis tanto almeja, sobretudo no quesito da “quebra de mentalidade atrasada e centralizadora,  reinante nas administrações públicas locais”. Aliás, é bom que se diga: não adianta ter  no time um quadro do nível de Lionel  Messi  e  não deixa-lo jogar ou mesmo  colocá-lo no banco de reservas.

É bom que se diga também que os novos gestores  já perderam  uma boa oportunidade de mostrar que querem  fazer diferente.  Apesar da boa iniciativa, em convocar  a  imprensa  e transmitir pela internet o anuncio  do relatório final da transição, apesar de não ser especialista nessa área (gestão pública),  podemos dizer que o trabalho foi mal conduzido,  ao não expor, de maneira clara uma espécie de “inventario” da estrutura municipal,  focado nos temas que estão intimamente ligados à sucessão  (estrutura física dos imóveis, contas a pagar, contratos em andamento, folha de pagamentos e etc).

Perdoe-me, mas não vejo como produtivo realçar  relatórios  com  números e fornecedores da administração anterior,  relativos aos  primeiros anos ficais de gestão. Penso eu,  em nada contribui para o entendimento global do que concerne uma transição focada na boa governança. Informações fiscais, pagamentos, fornecedores de anos que não seja o da transição é algo que interessa diretamente aos órgãos de controle  (TCE) e Câmara de Vereadores. Até porque, em ato de diplomação, o prefeito Paulo Roberto disse que não iria governar “olhando pelo retrovisor”.

Sob o ponto de vista político o novo prefeito Paulo Roberto, doravante, terá a oportunidade de ampliar o seu nome para todo estado de Pernambuco. Vitória não é uma “cidadezinha qualquer”. No conjunto político em que o mesmo está inserido, de “índio”,  passou ao patamar de cacique, algo que possivelmente lhe renderá constantes “abalroamentos” no campo da “ciumeira”. Os seus gestos – e não palavras -, daqui para frente, indicará a calibragem dessa difícil equação, até porque, ao seu lado, tem alguns atores já sonhando -   de olhos abertos -  com a sua cadeira.

No mais,  é torcer! Torcer e pedir iluminação divina para que  Paulo compreenda bem a liturgia do cargo que agora ocupa e que não caia na tentação de governar com a intenção de “dividir” a cidade – os meus e os que são contra mim. É possível dizer que o eleitorado da nossa "aldeia" amadureceu, entre outras coisas,  em função da democratização dos meios de comunicação, antes, algo exclusivo aos mesmos. Para concluir, mais uma vez, desejo a Paulo e Edmo sucesso nessa nova empreitada cívica/política/administrativa/histórica.....

Publicado em A Lupa | 2 comentários