Live 114 – ao vivo – “Audiência Pública da COMPESA” – com os vereadores Felipe Cezar e André Carvalho.

Hoje (06), para falarmos da recente “Audiência Pública”, ocorrida na Câmara de Vereadores,  sobre os serviços e investimentos da COMPESA em nossa cidade, recebemos os vereadores Felipe Cezar e André Carvalho.   

Proposta pelo vereador Felipe, fruto das cobranças diárias da população, o mesmo levantou na escuta pública números impressionantes,  sobre os recursos pagos pela população à COMPESA e os que são investidos na cidade pela mesma empresa, no mesmo período. Disse ele: “enquanto vereador da cidade, vou ser uma voz em defesa da população o tempo todo. Não quero ser lembrando como vereador copa do mundo, que só a parece de 4 em 4 anos”. 

Num contexto mais político, por assim dizer, o vereador André disse que essa pauta da COMPESA, por se tratar de um investimento gigantesco na cidade,  toda classe política, junta,  deveria precionar o governador do estado. É assim que as coisas devem acontecer, pontuou. 

Ao final, quando provocado quanto para posicionamento político em 2022, o André afirmou que pretende disputar um mandato de deputado estadual. Já Felipe, realçou sua ligação histórica com o deputado estadual Cleiton Collins  e o deputado federal Eduardo da Fonte, mas deixou claro que poderá disputar, casa seja “intimado”.

ASSISTA A LIVE COMPLETA AQUI.

Live bate-papo – “Audiência Pública sobre a COMPESA” – com os vereadores Felipe Cezar e André Carvalho.

LIVE  bate-papo – “Audiência Pública sobre a COMPESA” –   sexta-feira (15), às 17h com os vereadores Felipe Cezar e André Carvalho. 

Por ocasião da Audiência Pública sobre a devida prestação de serviços e investimentos correspondentes no âmbito do nosso município – Vitória de Santo Antão -,  ocorrida recentemente na Câmara de Vereadores, convidamos os parlamentares Felipe Cezar e André Carvalho para um bate papo,  no sentido dos esclarecimentos,  conclusões e encaminhamentos . 

Live bate-papo – “Audiência Pública sobre a COMPESA” – com os vereadores Felipe Cezar e André Carvalho.  

Sexta-feira – 15 de outubro – às 17h.

Transmissão pelo Blog do Pilako.

 

Contribuímos com fatos histórico sobre José da Costa – Programa Panorama Esportivo – Rádio Vitória FM.

Por ocasião da nossa postagem, dentro do quadro “Corrida Com História”, ocorrida no último dia 05 de outubro, em que realçamos os 91 anos da partida inaugural do chamado “Campo do Sport”, em que rivalizaram o Vitória Sport Club com o Colombo (Limoeiro),  mencionamos o nome do baluarte do futebol antonense que dá nome ao nosso estádio:  José da Costa.

Assim sendo, através do convite do amigo Márcio da Bola – âncora do programa Panorama Esportivo (Rádio Vitória FM) – fui convidado para aprofundar algumas informações históricas sobre o senhor José da Costa. Na ocasião, além da equipe, o vereador Novo da Banca, figura identificada com o desporto local, também participou do bate papo.

Abaixo, portanto, segue o podcast com a nossa contribuição.

 

O Papa João Paulo I – que vai ser oficialmente Santo – já esteve em Vitória de Santo Antão.

A notícia, abaixo, ganhou o mundo, no dia de ontem. Mas qual foi a relação próxima do Papa João Paulo I com a nossa cidade, Vitória de Santo Antão?

 VATICAN NEWS

“O Papa Francisco, ao receber o Cardeal Marcello Semeraro em audiência na manhã desta quarta-feira (13), autorizou a Congregação para as Causas dos Santos a promulgar o decreto que reconhece um milagre atribuído à intercessão de João Paulo I. Trata-se da cura de uma menina de onze anos em Buenos Aires no dia 23 de julho de 2011, que sofria de “encefalopatia inflamatória aguda grave, doença epilética refratária maligna, choque séptico” e que estava em fim de vida. O quadro clínico era muito grave, caracterizado por numerosas crises epiléticas diárias e um estado séptico causado por broncopneumonia. A iniciativa de invocar o Papa Luciani foi tomada pelo pároco da paróquia à qual pertencia o hospital, ao qual ele era muito devoto. Assim abre-se o caminho para a beatificação do Papa Albino Luciani e o próximo passo é apenas aguardar a data, que será fixada por Francisco”. 

Abaixo, reproduzo parte de uma postagem nossa – 20 de maio do ano passado (2020) –  em que relembramos a passagem do então Cardeal Albino Luciani por nossa cidade, em 1975, ocasião em que almoçou na Churrascaria Recanto Gaúcho.

Outra coisa curiosa sobre o “Recanto Gaúcho”, que até então eu desconhecia e acredito que quase a totalidade dos vitorienses ignoravam ,   é que no ano de 1975, por ocasião de uma visita ao Brasil, em que se deslocou do Recife ao município de Belo Jardim, para reencontrar um amigo religioso,  o Cardeal italiano Albino Luciani almoçou no Restaurante Recanto Gaúcho, aqui em Vitória de Santo Antão.

O Cardeal Albino Luciani, três anos depois, em 26 de agosto de 1978, em Roma, foi eleito Papa. Para homenagear os dois últimos Papas – João XXIII e Paulo VI – Albino Luciani assumiu seu pontificado com o nome de João Paulo I. Foi o Papa de numero 263 na Igreja Católica.

Conhecido na Cúria Romana pelo apelido de “Papa do Sorriso”, o Papa João Paulo I recusou uma coroação formal. Também não aceitava ser carregado numa liteira, como os outros Papas. Foi pioneiro em adotar o nome papal duplo. Seu pontificado foi breve. Durou apenas 33 dias.

Pois bem, para marcar essa ilustre visita à Churrascaria Recanto Gaúcho,  o seu proprietário, Lody Ciochetta, à época, produziu um espaço e fixou uma placa alusiva ao fato assim como, junto com religiosos,  promoveu uma celebração no restaurante para marcar o auspicioso acontecimento. Vale lembrar também que a cadeira em que o ilustre cliente usou  ficou separada  e preservada em local de destaque, próximo ao palco da casa – os mais antigos devem lembrar bem.

Assim sendo, esse é mais um registro histórico em que no nosso jornal eletrônico, intitulado de Blog do Pilako, disponibiliza a todos internautas. Registrar, por assim dizer, é algo que nunca sairá da moda. 

CORRIDA COM HISTÓRIA – 76 anos do Colégio 3 de Agosto.

Hoje, 13 de outubro de 2021, o Colégio 3 de Agosto completa 76 anos de relevantes serviços prestados ao nosso povo, em especial à educação antonense. Foi o então prefeito Coronel José Joaquim da Silva que em 1945 efetivou o ensino secundário na nossa cidade criando o então “Ginásio 3 de Agosto”.

Por dever de justiça, devemos lembrar que ainda na década de 1930, dois grandes baluartes da educação antonense, com ousadia e empreendedorismo, Padre Felix Barreto e Mestre Aragão, desbravaram no ensino secundário na nossa cidade, criando o “Ginásio da Vitória”, nesse mesmo prédio, que antes já havia funcionado um hotel – Hotel dos Viajantes.

Já na década de 1960 o então prefeito José Augusto Ferrer de Moraes lhe equipa com o curso do “cientifico”, passando a se chamar “Colégio Municipal 3 de Agosto”. Em fevereiro de 1971, com ampliação, as dependências do referido educandário serve de embrião para a primeira faculdade da Vitória, hoje – FAINTVISA.

Efetivamente, após os chamados testes de admissão,  a unidade de ensino começou operar em março de 1946, logo sendo motivo de muito desejo das famílias locais. Ao longo das décadas, diretores professores e sem números de alunos emolduraram com o maior brilhantismo o nosso mais importante núcleo educacional. Essa é mais uma contribuição à memória local, do nosso projeto que atende pelo simpático nome de: CORRIDA COM HISTÓRIA. 

 

CANTINHO DO BAR BRASIL 189 – por Jones Pinheiro.

A nossa convidada de honra é a escritora Rosângela Martins, formada em Jornalismo e tem pós-graduação em Teologia. Autora do romance CORRENTES DE PAPEL. Além de dezenas de textos selecionados e publicados em antologias e coletâneas poéticas e de contos, também publicou o livro de sua autoria: Pedacinhos de Amor — vencedor do I Concurso Trapiche de Poesia — atualmente disponível nos principais sites de vendas, com mais de 1.700 leitores.

OUÇA AQUI

Jones Pinheiro – 081 9 9967 7513

Espaço Parlamentar: a caneta na cor verde para assinar – por Carlos Henrique.

Muitos me perguntam porque uso a caneta na cor verde para assinar projetos, requerimentos e ofícios. A cor é usada por nossa família e foi primeiramente utilizada pelo meu tio, o médico Ivo Queiroz Costa, que enquanto político foi Prefeito de Vitória por 3 vezes e Deputado por 4 vezes.
No dia de hoje, dia 11 de outubro de 2021, completam 24 anos de seu falecimento. Dr. Ivo ficou conhecido por utilizar caneta na cor verde para receitar medicamentos, exames e tratamentos médicos. Sua especialidade era pediatria. Atendia diariamente centenas de crianças na cidade de forma gratuita. Não havia hora, nem lugar. Seus atendimentos ocorriam em garagens, na rua, nas casas…
Naquele tempo, o acesso à saúde por parte da população carente era praticamente inexistente. A ideia do SUS sequer havia sido concebida e grande parte da população era desassistida, pois não tinha condições de arcar com os altos custos com médicos e hospitais. Não é incomum hoje em dia encontrar alguém que diz que foi curado e que deve sua vida graças aos atendimentos realizados por Dr. Ivo.
O verde, na verdade, tinha como referência a bananeira, que era o símbolo das campanhas de Dr. Ivo. Para se ter ideia, as bananeiras eram carregadas pelo povo nas passeatas e adornavam os veículos que seguiam em carreata. Era inspiração até mesmo para os jingles tocados nos eventos políticos da época como, por exemplo, o “Chora Bananeira”.

View of bananas growing at plantation, Tiko, Cameroon

Mas de onde surgiu a simbologia da bananeira?
A bananeira por sua vez, tinha um significado ainda maior para Dr. Ivo, pois foi através dela que seu pai, com muita dificuldade, custeou seus estudos no Recife por meio do fornecimento de banana, que ele mesmo plantava, aos colégios. Em troca, Ivo recebeu educação de qualidade que mais tarde o fez ingressar em concorrida faculdade de medicina.
O verde transcende a própria cor da caneta e se tornou uma referência em Vitória de Santo Antão por representar uma sociedade mais justa, mais igual, e simbolizar a esperança de uma parcela da população menos favorecida, que não tem acesso a políticas públicas.
Após anos de uma vida de doação aos mais humildes, quis o destino que seu sepultamento ocorresse no dia 12 de outubro, Dia das Crianças. Foi justamente às crianças que ele dedicou boa parte de sua atuação como médico pediatra, sempre com muito zelo e competência. Para elas Dr. Ivo era vocacionado a cuidar e atender.
O cortejo fúnebre do Clube Abanadores o Leão onde seu corpo foi velado para o Cemitério São Sebastião foi o maior da história do nosso Município. Muitos queriam prestar uma última homenagem para o homem que ficou conhecido como o “Pai dos Pobres”. Afinal, Dr. Ivo ajudou milhares de pessoas a terem acesso à saude com respeito e dignidade.
Dr. Ivo até hoje é considerado uma das maiores figuras humanas da história de Vitória de Santo Antão e viverá eternamente em nossos corações.
Carlos Henrique – vereador da Vitória de Santo Antão. 

Apelidos Vitorienses: Aninho já foi catalogado para o 4º volume.

Com planejamento definido para o lançamento só no segundo semestre do ano de 2022, recentemente, com o “Pereba”, demos partida à construção do 4º volume do Livro Apelidos Vitorienses. Nesse contexto, ontem, domingo (10), anotamos a história  que motivou à origem do nome social do  amigo Aninho. Ele, como tantos outros antonenses, se materializa em  mais um que é mais conhecido pelo apelido do que pelo próprio nome.  Assim sendo, o mesmo, também já está catalogado e devidamente registrado no nosso projeto – APELIDOS VITORIENSES. 

APAMI – Novo Centro Cirúrgico de Ortopedia já em operação!!

Estabelecimento voltado à saúde em nosso município, a “Associação de Proteção à Maternidade e à Infância” – APAMI -, inaugurado em 25 de abril de 1954, com uma verdadeira  folha de relevantes serviços prestados à população local e das cidades circunvizinhas, na última sexta-feira, dia 08 de outubro de 2021, através da equipe liderada pelo renomado professor e médico, Romeu Krause, com procedimentos efetivos, inaugurou o Novo Centro Cirúrgico de Ortopedia da referida unidade hospitalar.

Assim sendo, doravante, a nossa cidade, Vitória de Santo Antão, passa a contar com mais esse serviço na APAMI, dotado de equipamentos e infraestrutura dentro dos mais modernos  padrões exigidos. Uma nova história começando…..

Pedro Ferrer na Pedra do Ingá.

Aproveitando o feriadão, o professor Pedro Ferrer, presidente do nosso Instituto Histórico e Geográfico, segui na direção do chamado “turismo interno”. Portando de extraordinária  bagagem histórica, seguiu viagem até a cidade de Ingá, localizada no vizinho estado da Paraíba.

Imerso no Parque e Museu Arqueológico – A Pedra do Ingá – o professor foi espiar as inscrições rupestres, talhadas nos terrenos rochosos de lá. Enviou-me alguns registros fotográficos, dizendo: “ Pilako, vale a pena um passei por aqui”.

Instituto Histórico: uma “linha direta” com a Holanda.

Entidade com mais de sete décadas de atuação ininterrupta, o nosso Instituto Histórico e Geográfico, entre outras atribuições, lhe cabe pesquisar, proteger e promover os patrimônios  da nossa “aldeia” – Vitória de Santo Antão. Nesse contexto, recentemente, a diretoria da “Casa do Imperador” estabeleceu uma “linha direta” com a Cônsul Honorária do Reino dos Países Baixos, a holandesa, Annelijn W. van den Hoek.

Falando em um bom português nordestino a mesma, quando provocada por nós sobre o Monte das Tabocas e sua relação com o “mundo holandês” , demonstrou total  interesse em estreitar relações com o nosso Instituto Histórico  e, em ato contínuo, deixamos pré-agendado uma vista ao nosso Museu, evidentemente, que o nosso Sitio Histórico estará contido no roteiro, além de uma dose de Pitú, lá no espaço da fábrica dedicado aos visitantes.   A nossa Vitória de Santo Antão, em se tratando de cultura e história, ainda é um diamante a ser lapidado.

O gargalo continua……

O registro fotográfico acima ocorreu na manhã de hoje, 08, sexta-feira, às 8:31h, justamente na Rua Doutor José Rufino Bezerra Cavalcanti, no trecho próximo à Igreja Assembleia de Deus e da “Casa do Pobres”. Lembremos a referida via “despeja” veículos numa outra via ao mesmo tempo – rua defronte à Casa dos Pobres.

Muito bem. Não é admissível que os técnicos da AGTRAN ainda não tenham atentado para esse descompasso, no que se refere ao melhoramento da nossa mobilidade urbana. Todos os dias os condutores de veículos que trafegam no local aludido são obrigados a se “espremer” –  para seguir por aí –  enquanto um estacionamento é mantido no local, ao meu ver, sem muita lógica.  Aliás, até um cavalete, “guardando a vaga” de alguém faz parte do cenário. Uma verdadeira aberração! Já pensou de todo motorista, agora,  resolvesse colocar um cavalete na rua, para quando ele chegar sua vaga de estacionamento já esteja separada?  Não custa nada lembrar: segundo o regramento do trânsito isso é ilegal.

Já falei diversas vezes que  não sou técnico na matéria (trânsito) –  apenas um curioso -,   mas não consigo entender essa inação dos que cuidam para que o nosso trânsito tenha uma melhor fluidez. Aliás, já dei até uma sugestão, aqui pelo blog:  experimentem retirar, por 30 dias, essa permissão de estacionamento ( ao lado da Igreja) para ver se melhora ou piora o fluxo de veiculo nesse trecho?

Em trânsito, matéria complexa e dinâmica, não existe verdade absoluta. Continuaremos observando esse espaço.

Jornal da Vitória registra mais fato histórico da nossa terra.

Num só tempo registro e agradeço ao amigo jornalista José Edalvo, pela  generosa nota publicada no  seu importante veiculo de comunicação que se configura em  verdadeiro e importante ativo  da nossa Vitória de Santo Antão – Jornal da Vitória.

Dobrando as quatro décadas de atuação (42 anos), o referido jornal é fonte viva e vibrante dos mais variadas acontecimentos  da nossa “aldeia” – Obrigado, José Edalvo. Abaixo, segue a nora na íntegra.

Espaço Parlamentar: “o que falta para resolver problema de água e esgoto em Vitória?” – por André Carvalho.

O que falta para resolver problema de água e esgoto em Vitória? Eu digo: liderança política para cobrar investimentos para nossa cidade.

Tivemos uma Audiência Pública para procurar soluções aos recorrentes problemas de abastecimento de água e tratamento de esgoto em Vitória. Não adianta jogar pedra na gerência da COMPESA, que tem que lidar com tubulações que têm mais de 100 anos na cidade, cheia de conexões clandestinas, uma vez que quem determina para onde vão as prioridades nos investimentos é o governo do estado.

Quando falo investimento não é uma emenda ou uma obra específica. Mas um investimento de quase meio bilhão para restaurar a rede de água e esgoto, conforme estudo da Compesa.

Sendo assim, o que falta é liderança política, pois temos 3 deputados estaduais, os últimos 4 gestores são da base de governo, e Vitória há décadas não recebe investimentos substanciais.

Por que Petrolina e Ribeirão conseguiram mais investimento que Vitória, por exemplo? Porque lá os prefeitos se articularam bem politicamente para conseguir recursos estruturadores.

Destaco que o único deputado estadual que participou foi Henrique Filho, ainda que todos tenham sido convidados. Uma reunião será marcada por ele com a direção da Compesa e os vereadores da casa.

André Carvalho – vereador da Vitória de Santo Antão. 

“Pereba” foi o primeiro escolhido para o 4º volume do Livro Apelidos Vitorienses.

O Projeto Apelidos Vitorienses, no qual catalogamos os conterrâneos que são mais conhecidos pelo apelido do que o próprio nome, sem sombra de dúvida, é uma obra  “inacabada”. Vez por outra, estou  sendo “apresentado” a um apelidado novo. “Matéria prima” para o nosso  projeto seguir andando, em nossa cidade, é farta e abundante.

Pois bem,  ontem (06), na prática, demos partida à construção do  4º volume do Livro Apelidos Vitorienses. O escolhido –  que todo satisfeito diz que todo mundo só lhe conhece pelo apelido -,  todo contente, enverga o curioso nome social de “Pereba”.

Diferente dos volumes anteriores, em que postamos o conteúdo do livro antecipadamente aqui no blog, doravante, apenas anunciaremos o nome do apelidado,  sem maiores revelações e detalhes da sua “apelibiografia”, no sentido de causar mais curiosidade ao livro a ser lançado no próximo ano (2022). Assim sendo, “Pereba”  já foi o primeiro dos próximos 25 escolhidos.