Zé da Juliana comanda entrega de prêmios.

Recentemente  as lojas do Grupo  Kasa Fina e Juliana Móveis ( São Lourenço da Mata e Vitória de Santo Antão ) realizaram, simultaneamente, o sorteio de duas motos zero km e de mais 20 prêmios. Os contemplados com as motos foram: Severino João de Santana (São Lourenço) e Maria Aparecida Guimarães (Vitória).

10940522_549653838510697_8755465419312816897_n

10426123_549635511845863_3817513276079355279_n

O amigo José Alves, mais conhecido por ZÉ DA JULIANA, participou ativamente  da entrega dos prêmios  e nos confidenciou que está preparando mais promoções e novidades para breve. Parabéns aos contemplados e ao amigo Zé da Juliana pelo dinamismo  no mundo empresarial.

Publicado em Editorial | Deixar um comentário

Tempo Voa Vídeo: ETSÃO.

Neste vídeo, onde reviveremos o carnaval vitoriense do ano de 2000, visualizaremos o desfile da Agremiação Carnavalesca  “ Etsão”. Veja o vídeo:

 

Publicado em O Tempo Voa - Vídeos | Deixar um comentário

Marchinhas de Carnaval

Sem tÃ-tulo

 

Publicado em Editorial | Deixar um comentário

Vitorienses participam do Encontro Estadual do PRTB no Recife.

IMG_3134

Recentemente aconteceu na cidade do Recife o Encontro Estadual do PRTB (Partido Renovador Trabalhista Brasileiro). Alguns vitorienses, sob a liderança do amigo Zé Catinga,  se fizeram presente ao movimento  político.

Uma das pessoas mais assediada no evento foi o ex candidato a Presidente da República  Levy Fidelix. Como todos devem lembrar, Levy  foi aquele que em um debate eleitoral,   na última campanha,  disse a seguinte frase: “ dois iguais não fazem filho. Aparelho excretor não reproduz”.

Pois bem, independente de qualquer coisa, o amigo Zé Catinga, com esta movimentação, demonstra que está determinado a levar pra frente sua postulação majoritária nas próximas eleições municipais.

Publicado em Editorial | Deixar um comentário

Alegrai-vos – Festival de Música Católica

cartaz divina luz

O ALEGRAI-VOS é um evento de música Católica que reunirá pela primeira vez em vitória em um único dia 3 atrações. Será realizado no dia 01 de Fevereiro de 2015 na Space Club, a maior casa de shows da região. com o intuito de atrair o público jovem de nossa igreja, levando a palavra de Deus de forma Alegre e descontraida.

O objetivo deste evento é arrecadar fundos para o Encontro de Jovens com Cristo (EJC) e o Encontro de Adolescentes com Cristo (EAC) da Paróquia do Livramento. Tanto o EJC como o EAC são realizados uma vez por ano em nossa cidade, e o objetivo principal é levar os Adolescentes e Jovens a um contato maior com Jesus Cristo.

A Banda Divina Luz com 11 anos de estrada. de muito Axé Católico. Formado em 2003 pelos cantores Caoj e Edinho, que convidaram músicos como o baterista Sueldo Sammy para formar a banda que revolucionaria a música católica em vários aspectos.

A Divina Luz foi a primeira banda católica a disponibilizar todo o seu (primeiro) disco, completo, para download grátis, em mp3, no próprio site. O primeiro CD, de 2008, “Alegria Divina”, também trouxe inovações, como a variação de ritmos no disco de Axé. Em 2014, a Divina Luz Gravou o seu novo CD, gravado ao vivo na JMJ Rio, pelo selo Atração Católica.

DJ Angelus(Dj Católico) ele arrasta multidões, com os seus shows evangelizadores, conhecido por todos como o DJ católico mais animado, na qual esta presente em todos os eventos jovem da Igreja Católica. Com o seu jeito de animar a galera, o mesmo quer a atenção de todos vocês para com a entrevista.

Ministério assim que Louvo é uma Banda formada por jovens da Cidade de Vitória de Santo Antão, levando a palavra de Deus de forma alegre. Formada em 2013 já está conhecida por toda região como sendo uma banda que onde vai leva muitos fãs com ela.

Com informações dos promotores do evento

Publicado em Anúncios, Editorial | Deixar um comentário

Tempo Voa Vídeo: O PASSISTA

Neste vídeo, onde reviveremos o carnaval vitoriense do ano de 2000, visualizaremos o desfile da Agremiação Carnavalesca  “ O Passista”. Veja o vídeo:

 

Publicado em O Tempo Voa - Vídeos | Deixar um comentário

Momento Cultural: Condicional – por Stephen Beltrão

Stephem Beltrão

A vida movimentou-o,

elevou-o à condição

de menino querido,

de si mesmo.

 

Ajustou-o, fundiu-o

ao som harmonioso

das circunstâncias

dos desabrigados.

 

A vida trouxe

o amor inconsciente

dos desejos

de sua alma.

Domou-o, moldou-o

à felicidade.

Norteou-o na

escuridão.

Pág. 64

Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário

O Tempo Voa: Carnavais

Carnaval de Rua

Seu Zito Mariano, sendo entrevistado por Otávio.

Carnaval de Clube/Sede

Catita e Geraldo. Carnaval de 1976 -No Clube O Camelo.

Carnaval de Alegoria/Fantasia

Tarciana Cruz, desfilou na alegoria do Clube O Leão, representando a protagonista, cujo tema foi “O Rapto de Prosérpina” – Carnaval de 1987- Foto: Jornal da Vitória -Nº 167.

Publicado em O Tempo Voa | Deixar um comentário

Renata: Comoção e Dor.

Foto de cima (1)

Foi com muita comoção e dor que os parentes e amigos da família de Renata acompanharam seu  funeral. Fizemos um pequeno registro do momento em que  o caixão, sob aplausos,  começou  a deixar as dependências do Colégio Nossa Senhora da Graça. Veja o vídeo.

 

Publicado em Editorial | Deixar um comentário

Curiosidades Musicais: Maestro Menezes – por Léo dos Monges

interna-homenageado

José Xavier de Menezes – Maestro Menezes – nasceu em Nazaré da Mata – PE, no dia 12 de abril de 1924.

Filho do Teófilo Alves de Menezes e Nicolina Xavier de Menezes. Seu pai tocava trombone e o avô era regente da banda de Nazaré da Mata. Já aos doze anos Menezes tocava trompa na banda revoltosa, daquele município.

Aos 19 anos veio para Recife. Trabalhar na Rádio Clube de Pernambuco, integrando a Jazz Band Acadêmica, comandada pelo Maestro Pádua Valfrido. Na década de 50, José Menezes estudou no conservatório Pernambucano de música, com o Maestro Severino Arvoredo. Como compositor surgiu em 1951, quando gravou o frevo “Freio a Óleo” num LP pela RCA, com a Orquestra Zacarias do Rio de Janeiro.

Em 1960, veio a formação da sua orquestra, que animava o Reveillon do Clube Internacional do Recife. O sucesso foi tanto que Menezes foi convidado para tocar no Balmarqué. José Menezes animou por treze anos o Carnaval do Clube Internacional e depois, em 1974, passou a animar o Carnaval do Clube o Português até 1992.

O primeiro disco de sua Orquestra foi em 1976, pela gravadora Rozemblitz. José Menezes é o nosso terceiro maior compositor de frevo.

Em 2007 e 2008, foi um dos homenageados pela Prefeitura do Recife, sendo lembrando por ser autor do primeiro frevo canção (Boneca) em parceria com Aldemar Paiva. José Menezes faleceu em Recife, no dia 13 de novembro de 2013. Autor de vários sucessos como: Freio a óleo – 1950, Boneca -1953, Terceiro dia – 1960, Ta Faltando Alguém – 1961, Bico Doce, Campeão do VIII Recifrevo em 1996, entre outros.

Entre 1949 a 1997, foram registradas 118 gravações, segundo o pesquisador José Batista Alves.

Freio a Óleo 

 

Autor: José Menezes

leo

 

Leo dos Monges

Publicado em Curiosidades Musicais | Deixar um comentário

NOVA ORTOGRAFIA E COMPLEXIFICAÇÃO

estudando

Ensinar Português ficou complicado quando inventaram de descomplicar. Porque muito do que era certo se tornou errado, e o que era errado passou a ser certo. A Nova Ortografia estabelece que os advérbios BEM e MAL deverão receber o hífen antes de palavras que comecem com VOGAL e H. Muito bem. Por exemplo: bem-amado,mal-amado, bem-humorado, mal-humorado. Quer dizer, pela cláusula,BENFEITO não leva hífen, porque “FEITO” começa por consoante (F).Agora, qual a explicação que deverá ser dada ao aluno para a exceção consagrada a BEM-VINDO, palavra iniciada por consoante e escrita com hífen?

A pergunta é a seguinte: simplificou, ou complexificou? Porque, se não há explicação lógica ou plausível, remete o aluno à decoreba. E se obriga o aluno e decorar, sobrecarrega-o, complexificando o aprendizado. Ninguém aprende porque decorou, decora porque aprendeu.

 

Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Almir Brito interpreta a Marcha Escocesa

Hoje disponibilizamos a interpretação da Marcha Escocesa, pelo amigo ALMIR BRITO no seu violão.

[powerpress url=../mp3/almir_brito_10.mp3]
Gostou da música? – Baixe a MP3

Aldenisio Tavares

Publicado em Vitória dos Artistas | Deixar um comentário

Prévia do “Coelhinho” é no próximo sábado.

Encontrei no final da tarde de ontem (27), no  Studio do amigo Samuca Voice, o Produtor Cultural Silvio Feliz. Silvio, que é o comandante da Agremiação Carnavalesca “Coelhinho Feliz”, aproveitou o encontro para gravar um vídeo onde o mesmo convida toda comunidade carnavalesca para comparecer na prévia do “Coelhinho” que acontecerá no próximo sábado (31) na Cascatinha do Daniel. Veja o vídeo.

 

Publicado em Editorial | Deixar um comentário

Governo de PE lança aplicativo e abre inscrições do Camarote da Acessibilidade

10456129_909319065751215_8513984439785891184_n

A ferramenta online é mais uma opção de participação das pessoas com deficiência no projeto que garante o direito à cultura e ao lazer

Além de poder conferir as festividades carnavalescas em áreas reservadas, com acessibilidade e segurança, no Camarote da Acessibilidade, as pessoas com deficiência terão uma novidade na festa de momo deste ano. Com inscrições abertas a partir desta quarta-feira (28), os foliões poderão fazer o cadastro através do aplicativo “AcessibilidadePE”, criado em parceria voluntária com os empreendedores em tecnologia da informação, Bruno Albuquerque e Ricardo Câmara, além de outros canais através de contatos da Superintendência Estadual de Apoio à Pessoa com Deficiência (SEAD).

10305953_909319085751213_7479153911802044874_nO projeto do Governo do Estado, coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SEDSCJ), através da SEAD, já atua em Pernambuco há quatro anos nas festas do carnaval, na Paixão de Cristo de Nova Jerusalém, no São João, no Festival de Inverno de Garanhuns e no Desfile Sete de Setembro. A iniciativa é uma ação afirmativa de direitos, garantindo ao segmento acesso à cultura e ao lazer, conforme orienta a Política Estadual da Pessoa com Deficiência, Lei nº 14.789/2012.

No carnaval deste ano, grandes polos, localizados em seis cidades implantarão o Camarote da Acessibilidade: Recife (Galo da Madrugada), Olinda, Ipojuca, Vitória de Santo Antão, Bezerros e Salgueiro. Além de oferecer assessoria técnica e orientações com normas de acessibilidade regulamentadas na NBR 9050, o Governo Estadual também dará suporte de transporte e incluirá a Rota de Lazer do Programa PE Conduz nos principais polos do camarote.

10501854_921275811222207_6260074007057848066_n

 Inscrições:

 Para participar do Camarote da Acessibilidade nas cidades do Recife, Ipojuca, Bezerros, Olinda e Vitória de Santo Antão, as inscrições podem ser feitas no aplicativo “AcessibilidadePE”  que estará disponível no Facebook da SEAD (SEAD Pernambuco) ou deverão entrar em contato pelos telefones: 81.3183.3224 e 3183.3208. Já às pessoas surdas poderão garantir a vaga por meio do Facebook da Central de Libras do Recife (Central Libras (Recife)).

 10583798_922688164414305_6002019682965094624_n

Já na cidade de Salgueiro, Sertão do Estado, as inscrições podem ser feitas pela internet, através do preenchimento da ficha disponível no site da prefeitura, e posteriormente com o envio para o e-mail: acaosocial@salgueiro.pe.gov.br.  Outras informações na Secretaria de Desenvolvimento Social localizado no endereço: Praça Urbano de Sá, nº 65, bairro Santo Antônio Fone: (87) 3871-7089.

Inscrições por meio de outras Prefeituras:

Bezerros – Na cidade dos papanguns, às pessoas com deficiência terão os seguintes contatos: pcd.bezerros@gmail.com e 81. 3728.6714;

Olinda – Em Olinda o segmento interessado em participar do projeto deve ligar ou enviar email para: 3429. 6900 e semdh@hotmail.com.br;

Ipojuca – Informações pelos contatos: rodasdaliberdade.8@gmail.com ou 81. 8691.1608 e 81.8694-1107.

Vitória de Santo Antão – As inscrições podem ser feitas através do telefone 8594-6555 ou do e-maileducaespecialvitoria@hotmail.com.

Publicado em Editorial | Deixar um comentário

Tempo Voa Vídeo: BLOCO DA SAUDADE.

Neste vídeo, onde reviveremos o carnaval vitoriense do ano de 2000, visualizaremos o desfile da Agremiação Carnavalesca  “ Bloco da Saudade”. Veja o vídeo:

 

Publicado em O Tempo Voa - Vídeos | Deixar um comentário

Internauta interage com o blog

O Fascinasamba era o melhor grupo musical da época. Eu recordo detalhadamente quando eles tocavam. Mas, um fator acabou destruindo a banda: a politicagem. Havia uma ligação extremamente fiel entre eles e o ”grupo vermelho”, e isso culminou em perseguição de outras partes. Tudo aqui respira política (gem).
Lembro-me que em todos os showmícios havia apresentação do Fascina, o que acabou banalizando o talento do pessoal. Mas, enfim, valeu galera por ter feito parte da história!

Souza

Publicado em A Lupa, Editorial | Deixar um comentário

GRANDE FEIRÃO SOLIDÁRIO!!!!

logomarca

A Bela Vista Locadora encerrou suas atividades e está realizando um feirão solidário nos dias 30 e 31 de janeiro das 14h às 20h. Leve R$1,00 + 1kg de alimento e escolha 01 DVD. Toda a arrecadação dos alimentos será doada a instituições de caridade. Participe!!

2014-11-28 18.30.00

Abraço,

Fabiano.

Publicado em Editorial | Deixar um comentário

Memórias de um Pierrô

garanhuns-003-1

Naquele ano meu carnaval

Que maravilha foi tão especial!

Em minha dama

Quanta beleza

Tua nobreza

Em minha mesa

Eu degustei

Teu banquete imperial

Teus sabores

Sem ardores

Tão natural

Naquele ano meu carnaval

Que maravilha teu corpo escultural!

No carnaval

Você tinha a realeza

Mas preferiu

Abraçar minha pobreza

Minha folia Te encantou

E você beijou eu pierrô

Se foi magia minha folia

Tua beleza me contagia

Naquele ano meu carnaval

Que maravilha foi sem igual!

Se esse ano quiser brincar

Tu sabes onde me encontrar!

E mais esse ano meu carnaval

Que maravilha vai ser sensacional!

 

João do Livramento.

Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário

O Tempo Voa: Carnavais

Carnaval de Rua

A artista de Elke Maravilha veio conhecer o Carnaval Vitoriense e ficou maravilhada – Carnaval de 1982 – Foto: Jornal da Vitoria – Nº 158.

Carnaval de Clube/Sede

Diretoria do Cisne:  Sitonho, Renovato, José Marques de Sena, Zeca de Abelardo, Luís, Henrique Rodrigues, Flávio e Jodalvo Sampaio. – Carnaval de 2003 - Jornal da Vitória Nº 152.

Carnaval de Alegoria/Fantasia

Alegoria A ZEBRA – Carnaval de 2010. Foto: Jornal da Vitória – Nº 174.

Publicado em O Tempo Voa | Deixar um comentário

VIOLENCIA(S)

Caro/a leitor/a, mais uma vez me atrevo a trazer uma breve reflexão que foi potencializada sobre uma situação que, recentemente, presenciei andando pelas ruas da capital pernambucana. Antes, porém, quero agradecer a todos/as que curtiram, partilharam e comentaram a matéria referente à semana passada.

Bem, retornando a situação que presenciei. Caminhando apressada, a dinâmica social tem exigido cada vez mais que andemos apressados. Então, eu vi um grande burburinho e quando procurei entender o que estava acontecendo me deparei com um cenário que expressava muita violência. A cena: Dois meninos, em torno de 14 anos, que tinham acabado de roubar um celular. Uma menina assustada, a dona do celular. Dois homens adultos, que espancavam irracionalmente os meninos. E por fim, uma multidão revoltada, cujas palavras serviam de combustível para a violência impetrada contra os dois meninos.

Por um instante pude ver e sentir a dor dos meninos, que estavam sendo chutados, esmurrados e pisoteados, tudo isto numa sequência imbuída de muita perversidade e uma revolta inominável. O pedido de socorro dos meninos não era ouvido por quase ninguém. Vi a menina e quis acolhê-la. Ela estava desnorteada, assustada, seus lábios pálidos, uma figura invisível naquela multidão de revoltados. Olhei para os dois homens. Apenas um conseguiria dominar aqueles meninos sem uso da força. Mas, eu podia ver prazer nos olhos deles. Indaguei: Meu Deus, em quem de fato eles estão batendo? E a multidão?… Todos, homens, mulheres e até crianças, gritavam: Bate! Mata! A multidão me assustou muito e concluí: a voz do povo não pode ser a voz de Deus.

Partilhando isto com alguns amigos, eles relataram histórias semelhantes. Não eram histórias que eles tinham visto nos programas de reportagens policiais na TV. Eram relatos de situações que eles tinham presenciado. Então, quase em uníssono indagamos: para onde estamos indo, enquanto humanidade?

Voltando a situação. Fiquei tão inquieta ao ver o sangue escorrer dos corpos magros e desnutridos dos meninos que gritei: Por favor, senhores parem com isso, são crianças. E me tornei em frações de segundo persona non grata. A minha voz parecia um ruído de um som agudo, daqueles que doem nos tímpanos. Metade da multidão se virou para mim e o terror tomou meu corpo. Minha respiração ficou rápida e as palavras, com as quais busco me relacionar festivamente, sumiram. Ouvi frases preconceituosas, como: o que essa neguinha tá querendo? Só podia ser negra.

Rapidamente concluí: O brasileiro é racista! Pode negar quem quiser. Já disse Joel Rufino no livro – O que é racismo? – “O racismo geralmente explode em momentos de tensão”. Olha ele aí.

Racismo é um tema que quero tratar noutro momento. Hoje a questão é a violência ou as violências. Veja na cena que narrei. Os meninos foram violentos porque roubaram e para aquelas pessoas (homens que batiam e a multidão) mereciam ser castigados. Agora pergunto: os homens que bateram foram violentos? A multidão que respaldou o linchamento, foi violenta?

Por que a população não se interessa em buscar o que tem causado a violência? Até quando vamos culpar os indivíduos apenas? Por que não potencializamos o debate em torno do descaso do Estado brasileiro com suas crianças? Por quanto tempo vamos ficar silenciados frente à morte dos jovens? São tantas as formas de violência! Nos anos de 1990 trabalhei com meninos de rua e, quando os/as meninos/as chegam à rua é porque já experimentaram diversas expressões da violência.

Os dados mais atualizados sobre a violência mostram que o Brasil é o sétimo país mais violento do mundo. É o sétimo país também em violência contra a juventude e, entre os jovens, os negros são os mais vitimados, diz o Mapa da Violência organizado por Julio Jacobo Waiselfisz.

Não podemos reproduzir a violência em nenhuma de suas facetas e para isto, precisamos urgentemente entender o que a origina. Não podemos fechar os olhos para a desigualdade social, para o desejo de consumir que cotidianamente é despertado pela mídia. Não podemos ignorar o tráfico de drogas, a impunidade. Isto tudo tem contribuído para uma desvalorização do ato de viver, uma vez que dentro da organização social que estamos inseridos/as, a capitalista, o importante é o lucro e não a vida humana.

As crianças/adolescentes da situação narrada acima precisavam ser responsabilizadas pelo roubo, mas me responda caro/a leitor/a existiu algum conteúdo pedagógico nos atos dos homens e da multidão? Essa ação contribuirá para mudar o quadro de violência no qual estamos mergulhados?

Deixo apenas duas questões: Primeira, Mahatma Gandhi dizia: Olho por olho, e o mundo acabará cego. No nosso caso podemos dizer: teremos um quantitativo expressivo de crianças machucadas, adolescentes e jovens mortos, mas a violência não será resolvida. Até porque, para mudar é preciso decisões políticas e econômicas fundamentadas em concepções emancipatórias e libertárias.

Segunda, não podemos como já disse anteriormente, promover o fortalecimento de atitudes violentas. Precisamos olhar o outro como nosso semelhante. Lição difícil? Fica aí o desafio. Até a próxima.

PQAAAJ0YIQyh4yHm6hlCHLckGKdFtImD30-eAIj2iUJkbKe_ojl4aKUi7WtGxFcQx2c5T6JsM8_uWLJMliPy9koH9dkAm1T1UNhe7KLfmbg1NDHhhct8P1J9G21g

 

Valdenice José Raimundo
Doutora em Serviço Social
Docente na Universidade Católica de Pernambuco
Líder do Grupo de Estudos  em Raça, Gênero e Políticas Públicas – UNICAP
Coordenadora do Projeto Vidas Inteligentes sem Drogas e Álcool – VIDA.
Endereço para acessar este CV:

Publicado em Editorial | 1 comentário

Tempo Voa Vídeo: TABOQUINHAS

Neste vídeo, onde reviveremos o carnaval vitoriense do ano de 2000, visualizaremos o desfile da Agremiação Carnavalesca  “ Taboquinhas”. Veja o vídeo:

 

Publicado em O Tempo Voa - Vídeos | Deixar um comentário

O amanhecer, o anoitecer

Img 23

O amanhecer é a hora da esperança.

O anoitecer é a hora da saudade.

O amanhecer é a hora da criança.

O anoitecer é a hora da lembrança.

O amanhecer é hora primaveril.

O anoitecer é hora outonal.

O amanhecer é hora matinal.

O anoitecer é hora crepuscular.

O amanhecer é hora renal.

O anoitecer é hora biliar.

O amanhecer é hora sanguínea.

O anoitecer é hora melancólica.

O amanhecer é o despertar.

O anoitecer é o adormecer.

O amanhecer é a hora de enxergar.

O anoitecer é a hora de sonhar.

O amanhecer é a hora de conhecer.

O anoitecer é a hora de imaginar.

O amanhecer é a hora de vagar.

O anoitecer é a hora de divagar.

 

Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

O Camelo é de Amargar

Ouça a música “O CAMELO É DE AMARGAR“, composta pelo Maestro Nelson Ferreira, na interpretação de Roberto Barradas.

O Camelo é de Amargar - Roberto Barradas

 

Aldenisio Tavares

Publicado em Vitória dos Artistas | Deixar um comentário

“Guga do Fascina” animando o carnaval vitoriense.

Na nossa Coluna Tempo Vídeo, como todos vocês estão acompanhando, estamos revivendo o carnal do ano 2000. Entre alegorias, blocos e orquestras  encontrei um pequeno trecho  onde um artista vitoriense aparece “puxando” o desfile do Bloco “O Coelho”.

O nosso amigo empresário Guga CD – que antes era conhecido como Guga do Fascina – hoje vive longe dos carnavais,  mas, em um passado não muito distante (2000), e em plena forma física, era um dos talentos da terra que animava o folião de cima de trio elétrico. Veja o vídeo.

 

Publicado em Sem categoria | 1 comentário

Bicho na rua!

37cddb25ec633efaac2d381055e1aa4e

Ontem pela manhã fraguei este boi na rua da Olaria, próximo a feirinha. Vamos zerar o marcador e abrir a jaula de nosso prefeito novamente?

Paulo souza

Publicado em A Lupa, Editorial | Deixar um comentário