Arquivo da categoria: Fala, Vitória!

Coluna do Escritor vitoriense Sosigenes Bittencourt

FALECIMENTO DE GENA – por Sosígenes Bittencourt.

Gena, popularmente conhecido como Gena da Cascatinha, era filho de Pedro peixeiro e muito amigo do finado Jamerson, funcionário do Hospital João Murilo de Oliveira. Há duas coisas incompreensíveis na vida: nascer sem pedir e morrer sem querer. A vida … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

DESABAFO – por Sosígenes Bittencourt.

Às vezes, é preciso dar uma de doido para perceberem que você é normal. É a única forma de manter o equilíbrio, ser você mesmo, ser original, deixar de se sentir um quadrúpede numa manada que só faz o que … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

O HUMOR DE BOM HUMOR – por Sosígenes Bittencourt.

(Mentiras de verdade) 1. Marido: Não é nada disso que você está pensando. 2. Esposa: Só te perdoo pelos nossos anos de casados. 3. Delegado: Tomaremos providências. 4. Aniversariante: Presente? Não precisava. 5. Bêbado: Sei perfeitamente o que estou fazendo. … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

QUADRO DE FRASES – Sosígenes Bittencourt.

1. Case com quem você gosta de conversar. (afinidade) 2. Não acredite em tudo que ouve. (lógica) 3. Não gaste tudo que tem. (autocontrole) 4. Não durma tanto quanto quer. (tempo) 5. Quando perder, não perca a lição. (sabedoria) Tantra … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Dra. ANA VERUSA CUNHA DE SOUSA – Sosígenes Bittencourt.

Conheci-a no oitão da Igreja Matriz de Santo Antão, eventualmente, num Domingo, à noite, apropriado teatro para sua vocação religiosa, sua catolicidade teórica e praticante. Animada, fluente na conversa, dissertava sobre assuntos mais diversos e manifestava o interesse por variedades, … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

O HUMOR DE BOM HUMOR – por Sosígenes Bittencourt.

(Ao telefone) Alguém: – Alô, é do hospício? O doido: – Não, minha senhora, aqui não tem telefone. O professor: – Maria, onde foi assinada a Declaração dos Direitos do Homem? A aluna: – Embaixo da declaração, professor. – E … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

FREVO E VASSOURINHAS – por Sosígenes Bittencourt.

Não é possível se falar em Frevo, sem se referir a Pernambuco, Vassourinhas e Felinho. Porque não há dúvida de que o frevo nasceu entre as cidades gemelares de Olinda e Recife, e é o único ritmo genuinamente nacional. Não … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

PRIMEIRO ATO – por Sosígenes Bittencourt.

Manhã cedinho, ponho-me a lidar com as palavras. Leio desde quando não sabia ler e escrevo desde quando não sabia escrever. Ver é natural, ler é intelectual. Penso, logo escrevo. Escrevo, logo sou lido. Sou lido, logo existo. Ensinar, para … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

SUELY – por Sosígenes Bittencourt.

Nunca mais eu vi Suely. Desde a década de 70 que eu não vejo Suely. Suely morava naquela rua ao lado da Praça Duque de Caxias – na calçada onde foi um banco e depois um supermercado. Suely era bonitinha … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

PÃO COM MANTEIGA E CAFÉ – por Sosígenes Bittencourt.

Pão com manteiga e café. Se o conjunto prestar, é comida espetacular! Sou do tempo da manteiga Turvo. Quando comia, me turvava de alegria. Pão com manteiga e café. Se o pão for bom, do padeiro, é um dom. Sou … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

PENSANDO NA VIDA – por Sosígenes Bittencourt.

Organize-se, não Agonize! Remédio para ansiedade é atitude. Remédio para timidez é caridade. Depressão passa. Saia pra vida. Olhe com bons olhos para iluminar o seu corpo. Aprenda com o sofrimento o que é felicidade. Estude. Tudo sem estudo é … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

O BOM TRATAMENTO – por Sosígenes Bittencourt.

O ser humano é cativo do bom tratamento. Há diferença entre VER e OLHAR, OUVIR e ESCUTAR. Olhar é ver com atenção. Escutar é ouvir com atenção. Há quem conquiste, mostrando. Há quem conquiste, olhando. Há quem conquiste, falando. Há … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

TODO EXCESSO É VENENOSO – por Sosígenes Bittencourt.

Ninguém tem tanto JUÍZO, para lidar com o PODER, que os governantes do mundo pensam que têm. O homem não nasceu para ser tão POBRE que chegue a desconfiar da existência de Deus, nem tão PODEROSO que chegue a pensar … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

BOM DIA, MUNDO! – por Sosígenes Bittencourt.

Ontem foi domingo, e muita gente havia trabalhado durante a semana para ser feliz no weekend. Ledo engano. Ninguém é feliz por mera disponibilidade. E se você estiver triste, porque está trabalhando, lembre-se dos 14 milhões de brasileiros desempregados. Aprenda … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

INGLATERRA x ARGENTINA – por Sosígenes Bittencourt.

Sobre a fragorosa derrota dos Argentinos, na Guerra das Malvinas, falou o Desembargador Aloísio Xavier: A diferença entre a Inglaterra e a Argentina é que a Inglaterra é a dona do Mar, e a Argentina é do Maradona. Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

VIDA SAUDÁVEL, HÁBITOS SAUDÁVEIS – por Sosígenes Bittencourt.

Vida saudável requer hábitos saudáveis, como praticar exercício físico, alimentar-se, predominantemente, de frutas e verduras, não abusar do álcool, não fumar jamais e semear amor para colher amor. Sobretudo, trabalhar a Fé para crer em Deus e na Salvação da … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

RESIDÊNCIA DA MULHER – por Sosígenes Bittencourt.

Mulher não é animal de cama e mesa, a residência da mulher é o coração do homem. O que diz a mulher? Eu queria morar no seu coração para saber por onde você anda. Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

RESENHA ESPORTIVA – por Sosígenes Bittencourt.

Sport 1 x 0 Corinthians. Mais uma vez, Iago Maidana e Luan Poli estão por trás de mais um triunfo do Leão da Ilha.  E fala sério, time nordestino ganhar de cariocas e paulistas é um troco à “metidisse” a … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

A PRIMAVERA – por Sosígenes Bittencourt.

A primavera é o nascimento, a infância, é hora matutina. A primavera é álacre como as flores que brotam à garoa fina. A primavera é aérea, esvoaçante, bela como cachos de menina. A primavera desperta o desejo de abraçar, libera … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

RECORDAR É VIVER – RONDÓ PARA A VEREANÇA – por Sosígenes Bittencourt.

(Campanha para Vereador – 1988 – Vitória de Santo Antão-PE) Eu sou da cerveja e Giba do Bolo – Eu gosto de maxixe e Biuzinho do Chuchu – Eu sou do xarope e Mané do Comprimido – Eu vinha da … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

ENCONTRO NA SOPARIA – por Sosígenes Bittencourt.

Dr. Manoel Carlos, Dra. Ana Verusa, prof. Sosígenes Bittencourt Na Soparia, a conversa era a iguaria. Direito, Medicina e Literatura. Lei, Diagnóstico e Poesia. Tudo que se precisa no dia a dia. A vida é feita de tempo e daquilo … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

EU E A BANDA PEDRO JORGE FRASSATI – por Sosígenes Bittencourt

Eis o grande motivo de meu desfile em 7 de Setembro: a visita majestosa e musical da banda Pedro Jorge Frassatina Rua Imperial. Elegantes e rítmicos, lembram-me o filósofo alemão Friedrich Nietzsche ao afirmar: A vida sem a música seria … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

RESENHA ESPORTIVA: Grêmio 1 x 2 Sport – por Sosígenes Bittencourt.

Sou um torcedor do Sport genético. Minha avó paterna, dona Celina Bittencourt, tomava banho, trocava de roupa, penteava os cabelos e se perfumava para ouvir o jogo do Sport pelo rádio.  Contudo, os parabéns vão para mainha. É a segunda … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

MINHA PRIMA SEMÍRAMIS – por Sosígenes Bittencourt.

Esta é minha prima Semíramis por volta dos 10 anos de idade. Era o tempo em fase de lapidação, o tempo artesão. A mim, não me parecia uma beleza brasileira; antes uma escandinava, uma beleza setentrional, nórdica, talvez. O meu … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

NEM TUDO EM FLORDELIS SÃO FLORES – por Sosígenes Bittencourt.

Nem tudo na deputada Flordelis são flores, porquanto, por trás dos carinhos, tramam espinhos e desamores. Quem quer casar com Flordelis, tão encantadora, imunizada de detenção, entronizada na cama, de esporas eletrônicas? Sedutora é que é, driblando fé de pastor, … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

DOCE DE BANANA E PAU DE CANELA – por Sosígenes Bittencourt.

De manhãzinha, minha mãe manifesta o desejo de confeccionar um doce de banana. O doce é temperado com pau de canela. Aí, eu me apronto e vou comprá-lo no mercadinho do bairro. Tomo banho, boto perfume, costume antigo. Empertigado, decidido, … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Posto de Sitonho – por Sosígenes Bittencourt.

Diz que é de Vitória de Santo Antão, mas não comeu guisado de bode com macaxeira no Posto de Sitonho. Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

REMÉDIO E VENENO – por Sosígenes Bittencourt.

Há quem beba só no final de semana e pense que não é alcoólico. Ele começa no Sábado e entra em casa no Domingo à noite, carregado numa maca. Contudo, vale salientar, a embriaguez não é culpa do vinho, é … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

A PROPÓSITO DE SER PRESIDENTE DA REPÚBLICA – por Sosígenes Bittencourt.

Não há quem não tenha se sentido, um dia, presidente da República. E, logo, imaginado o que faria. Eis, portanto, a ideia que jamais me saiu da cabeça. Se eu fosse presidente da República, começaria por qualificar pessoas para tratar … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Pandemia – por Sosígenes Bittencourt

Para nossos jovens, não há Pandemia. Por isso, bebem, dançam e se beijam, num verdadeiro Pandemônio. Sosígenes Bittencourt  

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário