Bel Veículo: a história do seu apelido já foi catalogada para o 4º volume do livro “Apelidos Vitorienses”.

Na sequência, já chegamos ao sétimo conterrâneo catalogado para o 4º volume do Livro “Apelidos Vitorienses”. O nosso amigo Bel Veículo, indiscutivelmente,  se configura numa pessoa que, assim como tantos outros,  é mais conhecido na cidade pelo apelido do que pelos próprio nome.

Para o quarto volume (7/25) já catalogamos:

Pereba, Aninho, Feola, Marreco, Jajá do João Murilo, Birino e Bel Veículo. 

4º volume do livro Apelidos Vitorienses: Birino já foi catalogado!!!

Na estrada e garimpando sempre, no sentido da construção do 4º volume do livro “Apelidos Vitorienses”, que pretendemos lançar no segundo semestre de ano que vem (2022), recentemente, conhecemos a história do apelido do nosso amigo BIRINO. Nesse contexto, ele já foi catalogado e também estampará seu contagiante sorriso nas páginas do nosso próximo opúsculo.

Para o quarto volume (6/25) já catalogamos:

Pereba, Aninho, Feola, Marreco, Jajá do João Murilo e  Birino. 

“Jajá do João Murilo” também estará nas páginas do 4º volume do Livro Apelidos Vitorienses.

Recentemente, em encontro casual no Pátio da Matriz com o amigo “Jajá do João Murilo”, como assim é mais conhecido na cidade, aproveitei  para  dialogar,  no sentido de  “extrair”, no bom sentido da palavra,  a história do seu nome social. Desenrolado e bem comunicativo, na verdade, o Jajá, desde de antes,  já constava  na minha lista, mas não tive a oportunidade de “apelibiografa-lo”.  A partir de agora  o mesmo já está catalogado e registrado para para o  4ª volume do “Livro Apelidos Vitorienses”, com  previsão de lançamento para o segundo semestre de 2022.

Para o quarto volume, já temos catalogados 5/25 conterrâneos: 

Pereba, Aninho, Feola,  Marreco e Jajá……

O “Marreco” também estará na “fita” do próximo Livro Apelidos Vitorienses.

Na garimpagem rumo ao 4º volume do Projeto Apelidos Vitorienses, em que catalogamos em livro os conterrâneos que são mais conhecidos pelo apelido do que o pelo próprio nome, recentemente,  o “Marreco”também conhecido por “Marreco Propaganda” –  foi devidamente catalogado e terá a história do seu apelido revelada nas páginas do nosso próximo opúsculo.

Para o quarto Volume, já catalogamos:

Pereba, Aninho, Feola e Marreco. 

Apelidos Vitorienses: Feola.

Na estrada, no sentido da construção e efetivação do 4º volume do Livro Apelidos Vitorienses, com lançamento previsto para o segundo semestre do próximo ano, 2022, recentemente, catalogamos mais um antonense que é mais conhecido pelo apelido do que pelo próprio nome. Trata-se do amigo “Feola” que, na prática, já se configura numa espécie de “cartão postal” da nossa Avenida Mariana Amália.

Para o quarto Volume, já catalogamos:

Pereba, Aninho e Feola.

Apelidos Vitorienses: Aninho já foi catalogado para o 4º volume.

Com planejamento definido para o lançamento só no segundo semestre do ano de 2022, recentemente, com o “Pereba”, demos partida à construção do 4º volume do Livro Apelidos Vitorienses. Nesse contexto, ontem, domingo (10), anotamos a história  que motivou à origem do nome social do  amigo Aninho. Ele, como tantos outros antonenses, se materializa em  mais um que é mais conhecido pelo apelido do que pelo próprio nome.  Assim sendo, o mesmo, também já está catalogado e devidamente registrado no nosso projeto – APELIDOS VITORIENSES. 

“Pereba” foi o primeiro escolhido para o 4º volume do Livro Apelidos Vitorienses.

O Projeto Apelidos Vitorienses, no qual catalogamos os conterrâneos que são mais conhecidos pelo apelido do que o próprio nome, sem sombra de dúvida, é uma obra  “inacabada”. Vez por outra, estou  sendo “apresentado” a um apelidado novo. “Matéria prima” para o nosso  projeto seguir andando, em nossa cidade, é farta e abundante.

Pois bem,  ontem (06), na prática, demos partida à construção do  4º volume do Livro Apelidos Vitorienses. O escolhido –  que todo satisfeito diz que todo mundo só lhe conhece pelo apelido -,  todo contente, enverga o curioso nome social de “Pereba”.

Diferente dos volumes anteriores, em que postamos o conteúdo do livro antecipadamente aqui no blog, doravante, apenas anunciaremos o nome do apelidado,  sem maiores revelações e detalhes da sua “apelibiografia”, no sentido de causar mais curiosidade ao livro a ser lançado no próximo ano (2022). Assim sendo, “Pereba”  já foi o primeiro dos próximos 25 escolhidos.