Jurandir Soares: mais uma peça doada ao Museu do Instituto Histórico da Vitória!!

Na qualidade de antonense sintonizado com as boas causas da terra, na noite de ontem (01), o amigo Jurandir Soares repassou ao Museu do Instituto Histórico, através do professor Pedro Ferrer,  mais uma relíquia do seu particular acervo.

A peça é uma espécie de placa indicativa dos antigos vagões destinados à carga. Nela (placa)  também consta à origem do mesmo. Nas duas últimas décadas do século XIX nossa cidade foi contemplada com a chegada do meio de transporte mais moderno para a época. No vídeos, veja a explicação do professor Pedro Ferrer.

Publicado em A Lupa | 1 comentário

Banda Sedutora e MC Japão, comandam o Bloco Seca Litro na sua 5ª edição, no Distrito de Apoti!!

No próximo  sábado (07/12), o Distrito de Apoti, localizada no município de Glória do Goitá, vai ter a oportunidade de reviver a 5ª edição do Bloco Seca Litro. O agito fica por conta do MC Japão e da Banda Sedutora. No embalo, "Seca Litro" é o Bloco diferenciado do Distrito no qual traz hits bombástico que virou cultura no Estado de Pernambuco.

A agremiação conta ainda com a participação do MC Salah, que com um Paredão, vai percorrer as ruas do Distrito, com a saída na Praça de Eventos. O cortejo ocorre no circuito oficial do Carnaval fora de época de Apoti. O início das apresentações estão previsto para acontecer às 21h.

O desfile do bloco iria ocorrer no sábado, 07 de dezembro, na Praça de Eventos do Distrito de Apoti. Os abadás custam R$ 15. A venda é realizada por vendedores autorizados e pela televenda, por meio do número: (81) 9 8253-9131.

Assessoria.
Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

Momento FAMAM – Faculdade Macêdo de Amorim.

Venha fazer Ciências Contábeis na FAMAM! Vestibular 2020.1 - Agendado diariamente -  Contate-nos através dos nossos canais de atendimento - 81 3523.1559 - 98811.1559 - www.escolhafamam.com.br - Escolha FAMAM, escolha um futuro de sucesso!

 
Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

O TEMPO VOA: Zito Mariano e Padre Renato

50 Anos de "Seu" Zito Mariano – Capela  São João  -  junho 1978 - na foto Zito Mariano e Padre Renato

Publicado em O Tempo Voa | Deixar um comentário

Momento Pitú: “Viva a Resenha”

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Momento Cultural: Paz – por Célio Meira.

– “minha paz vos dou” – Jó 14.27.

Se queres a paz de Deus,

tenha fé no coração,

não roubes a paz alheia,

não persigas teu irmão.

(migalhas de poesia – Célio Meira – pág. 42).

Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário

ESTUDADO PORTUGUÊS – por Sosígenes Bittencourt.

(O verbo “SUICIDAR-SE” é um PLEONASMO?)

O verbo “suicidar-se” vem do latim sui (“a si” = pronome reflexivo) + cida (= que mata). Isso significa que “suicidar” já é “matar a si mesmo”. Dispensaria, dessa forma, a repetição causada pelo uso do pronome reflexivo “SE”. Ou seja, “ele suicidou” em vez de “ele SE suicidou”.

É importante lembrar que as palavras terminadas pelo elemento latino “cida” apresentam essa ideia de “matar”: formicida – que mata formiga; inseticida – que mata inseto; homicida – que mata homem.

Voltando ao verbo “suicidar-se”, se observarmos o uso contemporâneo deste verbo, não restará dúvida: ninguém diz “ele suicida” ou “eles suicidaram”. O uso do pronome reflexivo “se” junto ao verbo está mais que consagrado em nosso idioma. É, na verdade, um PLEONASMO IRREVERSÍVEL.

Numa história que é contada pelo grande ator, compositor, escritor e poeta Mário Lago, do seu livro 16 Linhas Gravadas, entre outras histórias, encontra-se a do professor de Português que se mata ao descobrir a traição de sua amada esposa Adélia. Deixou escrito na sua mensagem de despedida: “ADÉLIA SUICIDOU-ME”.

Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Forró de Severina – Nordestinos do Forró.

Ouça a música FORRÓ DE SEVERINA, composta por Aldenisio Tavares e Samuka Voice, na voz de “Nordestinos do Forró”. Forró de Severina - Nordestinos do Forró Aldenisio Tavares
Publicado em Vitória dos Artistas | Deixar um comentário

Câmara promove Sessão Solene para Outorga de Títulos e Medalha!!

Por iniciativa do vereador Geraldo Filho aconteceu na noite de ontem (28),  no Plenário da Casa Diogo de Braga,  uma Sessão Solene de outorga de Títulos e Medalha. Na qualidade de novos antonenses, por assim dizer, receberam a honraria os vocalistas da Banda LuaMarte – Afonso Santiago e Joyce Alana – e os maestros da tradicional Banda de Música do Colégio Municipal 3 de Agosto – Geovane Pacheco e André Fernandes. Representado o tradicional educandário o atual diretor geral, Max Blay, recebeu a Medalha do Mérito Professor José Aragão por ocasião da passagem dos 70 anos de fundação da banda do referido colégio.

Dentre os discursos dos agraciados com o Título de Cidadão Vitoriense destacamos a fala do Maestro Pacheco. Natural da cidade do Recife, o mesmo vem atuando de forma ininterrupta,  há mais de três décadas,  como maestro e educador na nossa cidade.

Na qualidade de um dos grupos  de fanfarras mais premiados do Norte Nordeste, a Banda do Colégio Municipal 3 de Agosto foi destacada com louvor pelo diretor Max Bley, realçando seus feitos e suas vitórias.

Para celebrar o auspicioso momento um concerto musical foi organizado na parte externa da Casa Legislativa Antonense. Parabéns a todos envolvidos no evento.

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

Black Friday agita o comércio da Vitória de Santo Antão!!

A tão esperada “sexta-feira negra” chegou. Importado dos EUA o referido evento comercial tem animado consumidores e empresários. Em tempos de ritmo lento na nossa economia a Black Friday vem despontando  como uma espécie de alvorecer das compras natalinas. Esse é o mundo em que vivemos. Comprar é sempre um prazer para todo mundo!!

Na nossa Vitória de Santo Antão, Capital da Zona da Mata, logo cedo, por volta das 8h o movimento dos carros e pedestres no centro comercial já estava bastante alterado. Sentia-se uma agitação diferente, sobretudo de pessoas moradoras das cidades circunvizinhas. Uma festa!! Uma alegria só.....

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

Professor Mauro França foi reeleito com 36,35% dos votos. Em segundo lugar ficou Sérgio D’Oleron, com 29,91%, e o terceiro colocado foi Alberto Belo, com 9,98%

A Comunidade acadêmica do Campus Vitória de Santo Antão do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) reelegeu o professor Mauro França para o cargo de diretor-geral. Com o 36,35% dos votos, o docente foi escolhido para exercer o mandato de 2020 a 2024. As eleições foram realizadas na última quarta-feira (27) e resultado preliminar do pleito foi divulgado nesta quinta-feira (28) pela Comissão Eleitoral.

Mauro França de Souza Leão França é graduado em Licenciatura em Química e tem especialização em Pedagogia: Gestão e Planejamento Educacional. Possui 33 anos de experiência em ensino. Sua carreira teve início no Colégio Nossa Senhora da Graça, em 1986. Atuou como professor substituto na antiga Escola Agrotécnica Federal de Vitória, em 1991, e em 1992 ingressou na instituição como servidor efetivo. Desde então, acumulou experiências como supervisor pedagógico, coordenador de Assistência ao Educando, membro do Conselho Superior (Consup) e diretor-geral, cargo que exerce desde 2016.

O professor Sérgio D’Oleron ficou em segundo lugar com 29,91% dos votos, e o professor Alberto Belo foi o terceiro colocado, com 9,98% dos votos. De acordo com a Comissão, a eleição no Campus Vitória de Santo Antão teve um total de 838 votantes, sendo 1,21% dos votos em brancos e 0,43% nulos. O índice de abstenção foi de 22,12%.

Assessoria. 
Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

Momento Cultural: TUA PARTIDA – Por Dilson Lira.

À Cléa, adorada esposa.

Ave que parte, gorjeiante e amiga, por estes céus de lívidos luares, aonde hei de ouvir os teus cantares? Aonde tu’alma lírica se abriga?

Aonde ouvirei a rústica cantiga, que outrora ouvi aos sórdidos pesares, aonde tu vás, tu queres que eu te siga, por outras piagas, em estranhos ares?

Não parte, ave, aqui é doce a vida! A brisa é fresca e é mais quente o ninho, A mataria é verde e mais florida!

Mas, se partires, aonde quer que fores, saibas que em mim atravessou-se um espinho, porque contigo foram os meus amores!

Manoel Dilson Lira da Silva. 

Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário

Momento FAMAM – Faculdade Macêdo de Amorim

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

O Tempo Voa: farra..

Dodó da Gamela numa farra com amigos - Restaurante Gamela de Ouro - ano não registrado. 

Publicado em O Tempo Voa | Deixar um comentário

Momento Pitú: Viva a Resenha!!

Imagina só, tu chega num aniversário, come bolo e ainda volta com uma garrafinha de Pitú. Sabe como tratar os convidados essa pituzeira Daniele Santana! Valeu pela lembrança, minha consagrada.

 
Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Seguro morreu de velho – por Sosígenes Bittencourt.

Há um ditado antigo que diz: Seguro morreu de velho, desconfiado ainda vive.

Eu não sei se você já foi vítima de uns telefonemas meio macabros, cantarolados por uma moça muito delicada, com a vozinha meio açucarada, que diz assim: – Alô, é o senhor Fulano de Tal?

– É, sim. Diga!

– Olha, senhor, eu estou aqui com uma notícia do seu interesse e precisava do seu CPF, por favor?

– Para que a senhorita precisa do meu CPF, posso saber?

– Para saber se o senhor é o senhor Fulano de Tal mesmo.

Outro dia, perdi as estribeiras e terminei tirando uma brincadeirinha, acreditando que “é melhor ser absolutamente ridículo que absolutamente chato”, como aconselhava Marilyn Monroe.

– Bem, madame, eu já estou até tentando me esquecer do número do meu CPF, com receio de mim mesmo. No país do Mensalão, eu não confio mais nem na minha sombra.

Tem jeito?

Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

“ESPERANDO POR VOCÊ” – Duda da Passira.

DUDA DA PASSIRA no seu CD Acústico, cantando ESPERANDO POR VOCÊ, de sua autoria com seu parceiro Edmilson Silva.

Aldenisio Tavares
Publicado em Vitória dos Artistas | Deixar um comentário

Quando estou jogando “Tóto” também estou voltando no tempo…….

Com vários nomes regionais o nosso bom e tradicional “Totó” carrega em si uma disputa mundial pela a autoria da sua  criação. Espanhóis, alemães, franceses e ingleses reivindicam protagonismo nesse esporte. Sua criação nos remete  ao inicio da década 1930.

Também chamado por aqui (Brasil) de “Pebolim”, “Pacal”,  “Fla-Flu”, “Totó” e “Tmbó” o nosso tradicional “futebol de mesa” fez parte de boa parte da infância dos – hoje – coroas antonenses. No meu tempo de garoto e até da juventude fui um jogador “profissional” de totó. Não por ser remunerado, claro,  mas por pertencer a um grupo de bons jogadores que marcou época na nossa cidade.

Pois bem, no último mês o nosso amigo “Gilvan do Timbó”, nos finais de semana, vem armando a brincadeira no Pátio da Matriz - local tradicional  dessa modalidade esportiva. Vez por outra, lá, estou mostrando minhas habilidades  – evidentemente que sem o  mesmo reflexo, sem a rapidez  de antes e com  o vigor  físico bem abaixo da média do tempo pretérito (há 35 anos).

Quando circulo de maneira despretensiosa pela Pátio da Matriz,  sempre passo pelas “mesas” para dá uma “piruada”,  no sentido de arrumar uma dupla ou um jogador para darmos um treino. Uma das minhas últimas “vítimas”, por assim dizer,  foi o nosso amigo Batfino. Ele, que também já figurou na lista da “elite” dos jogadores de “Totó” da nossa cidade, justificou o seu baixo rendimento em função dos goles a mais que já havia bebido  da famosa “água que passarinho não bebe”.

Bom: pelo sim pelo não, ele disse que terá revanche! Vamos aguardar........

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

Pablo Dantas: uma artista 360 gaus…..

Apenas por obséquio registro minha admiração na direção do talentoso e plural artista Pablo Dantas. Recentemente, com uma composição, sagrou-se campeão em concurso de música. Estudioso e talhado na língua portuguesa clássica esse camarada, indiscutivelmente,  nasceu para o mundo mágico das artes.

Com raro talento e visão holística do ofício que abraçou, Pablo é desses sujeitos que compreende perfeitamente o papel que cumpre um artista no atual contexto social. Assim sendo, mais uma vez, desejo-lhe mais sucesso na sua já reconhecida carreira artística!!

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

Câmara de Vereadores: Sessão Solene – Hoje – 19h

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Momento Cultural: PENSAMENTOS SOLTOS – por ADJANE COSTA DUTRA.

Meus pensamentos vagam soltos na imensidão…

Ouço uma simples canção: From Russia With Love.

Pareço vagar pelas ruas sem encontrar: em ecoººººººº

ou uma luz, que ilumine meus caminhos &&&&&&&&&&&&&&&&

=====================

Pareço sombra…

A vagar…

pelas sombras de muitas indiferenças…

(TAPETE CÓSMICO – ADJANE COSTA DUTRA – 1995 – pág. 15)

Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário

Momento FAMAM – Faculdade Macêdo de Amorim

Seu Futuro só depende de você. Comece a construí-lo AGORA! Vestibular FAMAM 2020.1 - Agendado Diariamente - Curso Recursos Humanos - Melhor Preço, Estrutura e Corpo Docente - Entre em contato conosco agora mesmo e agende sua prova - (81)3523-1559 - (81)9.8811-1559 (Também whatsApp) - FAMAM - Sua Nova Faculdade em Vitória de Santo Antão.

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

O Tempo Voa: Inauguração

Inauguração da "Pista" José Mariano de Barros (Zezé Mariano) - Parque de Exposição de Animais da Vitória (hoje, Vitória Park Shopping) - entre outro: Luis Mariano (discursando), Zito Mariano, Elias Lira, Henrique Queiroz, Carlos Breckenfeld e Pedro Eugênio, então secretário de Agricultura - registro - 06 de agosto de 1987. 

Publicado em O Tempo Voa | Deixar um comentário

Momento Pitú: Viva a Resenha!!!

Essa galera do Paraibano's Bar merece até um salve. Pelo que tô vendo, tão cuidando direitinho do meu parceiro Wesley Safadão. Valeu, turma!

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Os cabarés agradecem – por Sosígenes Bittencourt.

Não dá para ouvir Bienvenido Granda sem relembrar o grande Eurípedes Waldick Soriano, baiano de Caitité, que fugiu por causa de uma confusão num clube da cidade.

Na minha opinião, Perfume de Gardênia ficou melhor na sua voz. Contam que Waldick gostava de saborear cebolinho regado a aguardente e trabalhara de engraxate.

Se o cubano Bienvenido Granda cantava nos ônibus, o nosso boêmio deve ter cantado dando polimento.

Os cabarés agradecem.

Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

100 ANOS DO LEÃO.

Ouça a música “100 ANOS DO LEÃO” Composta pelo amigo Guilherme Pajé, na voz de Cássio Campos. 100 anos do Leão – Cássio Campos Aldenisio Tavares
Publicado em Vitória dos Artistas | Deixar um comentário

Uma cadeira que me fez lembrar Padre Renato!

Por ocasião de uma cerimônia religiosa, ocorrida recentemente na Igreja Matriz de Santo Antão, observei algo que despertou minha atenção. Nas “costas” de uma das cadeiras,  que se encontrava no grande salão,  estava grafado: “ Patrimônio do Rosário – 1949 – Vitória – PE”.

De maneira automática, fiz as contas: lá de 1949 para o ano em curso ( 2019) já se passaram sete décadas, ou seja: 70 anos. Pensei: poxa! Essa cadeira é mais antiga do que o nosso Instituto Histórico – que só completará 70 anos no ano que vem (2020).

Em raciocínio contínuo, lembre-me do Padre Renato da Cunha Cavalcanti. No longo período da sua vida que dedicou a nossa cidade suas marcas ganharam relevo. Na qualidade de gestor zeloso e cuidadoso, por exemplo, Padre Renato era muito exigente. Voltando à cadeira,  que completou 70 anos  e encontra-se em perfeito estado de uso , só consigo  imagina-la como  mais um extrato da operosa e profícua administração do Padre Renato. Disso eu não tenho a menor dúvida e, se peguntar, o Glorioso  Santo Antão confirma tudo!!!

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

Bad Léo comandou o 3º Fórum do Carnaval Vitoriense!!

Sob a coordenação do atuante produtor cultural, Leonardo Edardna, aconteceu na noite de ontem (26), o 3º Fórum do Carnaval. O encontro aconteceu no Teatro Silogeu e contou com a participação de representantes do Poder Executivo e Legislativo local. Também tiveram assento na mesa dos trabalhos os presidentes da ABTV, ACTV e o Conselho de Cultural vitoriense. Na plateia interagiram pessoas de várias tendências culturais, sobretudo às ligadas ao tríduo momesco antonense. O conteúdo do debate será objeto de um relatório,  realçando as dificuldades e apontado caminhos para o melhoramento da nossa festa maior – O Carnaval.

Na minha contribuição particular ao debate, de maneira geral, procurei despertar os atores locais para o espaço ao campo do empreendedorismo proporcionado pelo nosso mais tradicional evento. É inadmissível, por exemplo, ao final da folia,  não sabermos  oficialmente quantas caixas de cervejas foram negociadas. Aliás, em tempos de desajustes no emprego formal o período carnavalesco seria um espaço considerável para o chamado “emprego temporário”.Vitória precisa despertar!!

O carnaval como um todo, na qualidade de festa popular,  se configura num espaço que vai muito além da exposição política.

 Assim sendo, no meu modesto entendimento, acredito que é na iniciativa privada que reside  o “caminho das pedras” para a redenção da nosso carnaval, para tanto  necessita-se de gestores públicos comprometidos com a causa,  no sentido de  destravar as “amarras” administrativas e políticas culminando assim, evidentemente, com a  fluidez da festa e dos negócios inerentes a mesma.

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

Evento Festivo – Lançamento do Livro – A Vitória do Rock – 30/11 – 20h

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

MOMENTO CULTURAL: Terceiro Ser – por Henrique de Holanda.

Eu, que me quis bem contigo, Tu, que te quiseste bem comigo… Tu… Eu… Esses dois seres que se foram vida a dentro, passo a passo, ânsia a ânsia, hora a hora, onde é que estão? onde nos encontramos?! em qual espaço? em que distância agora?! . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Passaram as folhas, passaram as réstias, as sombras passaram… …e passamos, também! Mas, como as hastes que se renovaram, também nos renovamos… à miragem mais calma, às mais encantadoras florações.

Somos um sangue só; uma só alma; fundimos, num, os nossos corações; estamos UM!… Um todo em tudo, neste terceiro ser, que contemplamos!… Nele nos encontramos, mais que dois, mais que vivos, mais que nós… Nele nos ajustamos. Nele, as glórias possíveis são sentidas e é onde embaralhamos, indivisivelmente, eternamente, quase divinamente, as nossas vidas.

(Muitas rosas sobre o chão – Henrique de Holanda – pág. 2 e 3)

Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário