MENTIRAS ESPETACULARES – por Sosígenes Bittencourt 

A minha geração sempre foi alvo de duas mentiras espetaculares: O Brasil é o país do futuro, e o mundo vai se acabar. O “futuro” seria a “prosperidade”, e o mundo iria ser engolido por uma coivara de fogo, ou inundado por um gigantesco maremoto. O futuro não chegou, o mundo não se acabou, e a gente se acabando.

Sosígenes Bittencourt 

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Edmilson Banda Show.

Edmilson Banda Show no seu cd “A Companhia Show – vol 2”  - canção de Acioly Neto, A NATUREZA DAS COISAS. [powerpress url=../mp3/edmilson.mp3] Gostou da música? – Baixe a MP3 Aldenisio Tavares
Publicado em Vitória dos Artistas | Deixar um comentário

deputado Henrique Queiroz foi condecorado na Assembleia Legislativa do Estado.

Da Vitória de Santo Antão, ontem (05), partiu uma comitiva representativa do nosso Instituto Histórico e Geográfico para prestigiar a Sessão Solene, ocorrida no Plenário da Assembleia Legislativa do Estado,  homenageando o deputado Henrique Queiroz pelos seus 40 anos de vida parlamentar.

Na ocasião o deputado Henrique Queiroz recebeu,  também,   do Governador Paulo Câmara,  a Medalha e o Diploma da Ordem do Mérito dos Guararapes, diga-se de passagem a maior comenda do Poder executivo de Pernambuco.

 
Publicado em A Lupa | 1 comentário

Momento Pitú: Viva a Resenha!!

Para em tua límpida cachaça mergulhar! Um peixinho com a branquinha combina muito, meu povo. Será que o pituzeiro Claudiano Monteiro cuidou desse prato sozinho ou chamou a turma pra fazer uma resenha? Façam suas apostas!

 
Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Pitú vence mais uma edição do prêmio TOP Marcas em 1° lugar – Cachaça é mais lembrada entre os consumidores

A Pitú, cachaça mais consumida nas regiões Norte e Nordeste do Brasil, segunda do País e líder absoluta em exportação do produto há quase três décadas, conquistou, em mais uma edição, o primeiro lugar do 13° Prêmio TOP Marcas. No ranking da pesquisa de opinião pública realizada pelo conceituado Instituto JM Consultoria e Pesquisa, em parceria com o Jornal Vanguarda de Caruaru, a Pitú se destaca na categoria Bebida e no segmento Aguardente. A cachaça é a mais lembrada pelos consumidores caruaruenses desde 2010, há exatos oito anos consecutivos.

Em 2018, a indústria genuinamente pernambucana, situada no município de Vitória de Santo Antão, na zona da mata de Pernambuco, completou oito décadas de história com muitos motivos para celebrar. A empresa está em sua terceira geração de gestores e mantém os ‘pilares’ da família nas relações diárias. O planejamento eficiente na sucessão familiar do negócio, os investimentos contínuos em inovação tecnológica, programas de sustentabilidade e ações de marketing, garantem a qualidade do produto e refletem no posicionamento da marca diante o segmento. A companhia está entre as 20 marcas de bebidas destiladas mais produzidas do mundo, comercializando, em média, 98 milhões de litros de cachaça por ano, dos quais 2% representam as vendas no exterior.

“Eu faço parte da terceira geração da empresa, e hoje já existe a quarta. O nosso produto passou a ser um sinônimo de cachaça, e o reconhecimento na categoria Bebida do consagrado prêmio TOP Marcas é o resultado de muita dedicação e empenho de todos que já passaram pela administração da empresa, desde a geração do meu avô até as atuais que permanecem e as que estão começando a adentrar no negócio. O destaque vai para o padrão de qualidade de nossos produtos, a assertividade das nossas campanhas de marketing, a responsabilidade socioambiental em todas as nossas atividades, os investimentos em recursos humanos para proporcionar um ambiente saudável aos nossos funcionários e colaboradores e, claro, a fidelidade dos clientes, fornecedores e consumidores finais com a nossa marca Pitú”, explica Alexandre Ferrer, presidente da indústria.

Lata comemorativa aos 80 anos

Em comemoração ao marco de 80 anos, a Pitú lançou uma edição especial de sua tradicional lata de 350 ml da “branquinha”, com layout especial de aniversário que traz referências de produtos e materiais gráficos da época da criação da cachaça, dando uma estética “retrô” à embalagem. O acabamento fosco e a aplicação de um pantone dourado mostram o quanto uma marca com oito décadas de vida consegue se manter com um espírito jovem.

Mercado externo

Sendo a indústria brasileira líder na exportação de cachaça, a Pitú domina o mercado europeu, sendo a Alemanha o país de maior consumo. Por ano, a Pitú comercializa no exterior 1,7 milhão de litros, dos quais 1,5 milhão são apenas para a Alemanha, que desde 1970 engarrafa e distribui a bebida para toda a Europa. Além do velho continente, a Pitú também está presente em outros países (Estados Unidos, Canadá, México, Chile, China, Japão, Índia, Israel, Emirados Árabes, Tailândia, Austrália, África do Sul, Angola, Guiana Francesa, Peru, Argentina) e em mais de 40 lojas de duty-free espalhadas por todo o mundo.

Características dos produtos

A Pitú é uma aguardente de cana pura, transparente, de sabor marcante e teor alcoólico de 40% vol. É acondicionado em vários tipos de embalagens: garrafas retornáveis de 600 ml (caixas com 12 e grades com 24 unidades), garrafas de 965 ml (caixas com seis e grade com 12 unidades) e latas de alumínio com 350 ml, 473 ml, 710 ml (pacotes com 12 unidades).

Pitu Gold - 100% envelhecida, em barris de carvalho americano, onde permanece até atingir seu sabor inconfundível e sua coloração dourada. Com teor alcoólico de 39% vol. e acondicionada em garrafas de 1L.

Pitu Vitoriosa -  Envelhecida por 5 anos em barris de carvalho francês e refinada em barris de carvalho americano, onde ocorre o aprimoramento da qualidade sensorial e harmonização de cor e aromas. Teor alcoólico de 39% vol. e acondicionada em garrafas de 750ml.

Pitu Limão – Coquetel de aguardente de cana e limão. Com teor alcoólico de 30% vol., envasado em lata de alumínio com 350 ml, comercializado em pacotes plásticos com 12 unidades.

Pitu Cola -  Mistura de aguardente de cana com refrigerante à base de cola, bebida gaseificada refrescante, com teor alcoólico de 5% vol. Acondicionamento em lata de alumínio de 350 ml em pacote com 12 unidades

Do Frei - Bebida alcoólica mista composta de vinho, suco de maçã e de morango, xarope de morango, com teor alcoólico de 11% vol. Envasada em vasilhame de vidro, em litro de 900ml, é comercializada em caixa de papelão (litro).

Bolvana - Vodka suave e cristalina, tridestilada. Com teor alcoólico de 38% vol., acondicionada em garrafas de 965ml.

 

Premiunização da Cachaça é Mais sofisticada

A brasileiríssima cachaça alçou também novos voos, sendo apreciada não apenas pelo seu valor, mas por sua qualidade. As destilarias têm investido em tecnologias avançadas que envolvem desde o plantio até a produção da cachaça, gerando uma bebida cada vez mais elaborada que é envasada em embalagens diferenciadas e sofisticadas.

Seguindo a tendência mundial de Premiunização de produtos, a Pitu possui dois produtos em seu portfólio que se encaixam nessa avaliação: a Pitu Gold e a Pitu Vitoriosa.

Para ser considerada Premium, a cachaça precisa ser envelhecida em barril de madeira por pelo menos um ano.

A Pitú Gold, Cachaça Premium, é envelhecida em barris de carvalho americano por dois anos, e a Pitu Vitoriosa, Cachaça Extra Premium, é envelhecida por no mínimo cinco anos em barris de carvalho francês. Após esse período, a Vitoriosa é transferida para barris de carvalho americano, onde ocorre o aprimoramento da qualidade sensorial do produto através do refinamento e da harmonização de aromas e cor. Como símbolo máximo de sofisticação, a Vitoriosa é o produto conceito da marca pernambucana.

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

Momento Cultural: ALMA CÂNDIDA – por ADJANE COSTA DUTRA.

Minh’alma cândida é como uma criança que foge de um jardim

de flores brancas.

A noite vagueia, oh! alma por entre as praças.

Minh’alma cândida é como uma criança que procura canto e não se encontra.

Dorme meu corpo e minh’alma cândida visita o templo de

outras almas perdidas.

Na penumbra da noite, oh! minh’alma cândida,

Se tu encontrásseis outra alma e numa íntegra essência

Formásseis e candismo do amor…

(TAPETE CÓSMICO – ADJANE COSTA DUTRA – pág. 59).

Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário

O Tempo Voa: Duque de Caxias.

Ano não registrado.

Publicado em O Tempo Voa | Deixar um comentário

Momento Grau Técnico Vitória.

O mercado de trabalho procura por profissionais qualificados e essa pode ser a sua chance de se destacar. Faça sua matrícula na instituição que prepara e encaminha seus alunos para diversas empresas parceiras.

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Momento Vitória Park Shopping

Venham conferir a mais nova coleção de verão de uma de nossas lojas, dessa vez é a Mistura Fina passa na sua time line, com suas belíssimas estampas e cores ideais para a estação mais badalada do Nordeste. O look perfeito para você desfilar no litoral mais lindo de nosso Brasil.

 
Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

E por falar em tristeza – por Sosígenes Bittencourt.

Eu sou meio ruim de tristeza. Pelo contrário, carrego uma certa alegria n’alma que, muitas vezes, confundem com falta de seriedade. Porque o importante não é a tristeza que você sente, mas o que você pode fazer com a tristeza que sente. Tristeza longa, duradoura é depressão. É caso clínico. Eu prefiro a tristeza que é caso cínico. Dizia, o dramaturgo Nelson Rodrigues, que “não se faz literatura, política e futebol com bons sentimentos.”

Por exemplo, a tristeza, para mim, é motivo de literatura. Eu recebi um grande conselho do poeta alemão Wolfgang Goethe: Faz da tua dor um poema, e ela será suavizada.

Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

A SAUDADE TÁ NA RUA.

Ouça a música “A SAUDADE TÁ NA RUA”, composta por Cristiano Pilako, com Música e voz de Ery Fã Farra. A música integrou o CD  VITÓRIA MANIA DE  CARNAVAL – Exaltando os compositores vitorienses volume 1 – CD produzido por Aldenisio Tavares e Guilherme Pajé para o carnaval de 2010, uma coletânea de músicas gravadas por blocos e clubes carnavalescos. Sete compositores vitorienses são destaques no livro 100 ANOS DE FREVO, também lançado naquele ano – Aldenisio Tavares, Braz Cândido, Guilherme Pajé, Ivanildo da Requinta, Givaldo Barros, José Marques de Senna e Nestor de Holanda.

A Saudade tá na Rua - na voz de Ery Fã Farra Aldenisio Tavares
Publicado em Vitória dos Artistas | Deixar um comentário

Dom Severino Vieira de Melo – por Pedro Ferrer

A imprensa de Teresina, capital do Piauí, no dia 23 de novembro de 2011 noticiava: “Foi exumado o corpo de Dom Severino Vieira de Melo do altar da Catedral de Nossa Senhora das Dores. O Arcebispo foi o primeiro de Teresina e foi responsável pela reforma na Igreja Matriz. A exumação, que aconteceu na noite da última quinta-feira (17), teve início às 19h e se estendeu durante boa parte da noite. Junto com os restos mortais de Dom Severino, foram encontrados uma cruz e um pergaminho que provavelmente seria sua carta mortuária. No dia seguinte foi celebrada uma missa solene na Igreja Catedral, presidida pelo Administrador Diocesano, Pe. Tony Batista, e logo após os restos mortais de Dom Severino foram transferidos para a nova Capela Mortuária dos Bispos localizada dentro da Catedral”. Dom Severino era um sacerdote amado e admirado pelas suas virtudes.

Esse renomado antonense chegou ao Piauí em fevereiro de 1924 para assumir a diocese de Teresina. Era o terceiro bispo da cidade. Em 1952, a Santa Sé elevou aquela comunidade católica à arquidiocese, tendo dom Severino assumido sua administração. Assim ocorrendo, dom Severino tornou-se o primeiro arcebispo de Teresina. Permaneceu à frente daquela arquidiocese até maio de 1955. Foram 31 anos de fecundo e fervoroso apostolado reconhecido e aplaudido por suas ovelhas.

Sobre ele assim escreveu dom Paulo Libório seu discípulo e sucessor: “Ministro da palavra de Deus, e dispensador da graça pelos sacramentos, o antigo pároco de Caruaru e reitor do seminário de Olinda transforma-se em autêntico bispo catequista e missionário, perlustrando, várias vezes, a diocese em todas as direções, em visitas pastorais que se tornaram célebres pela doutrinação evangélica, pela intensidade do trabalho pastoral e pelos incômodos e sacrifícios a que, generosamente, se expunha o pastor, a fim de proporcionar a toda a sua grei espiritual, o pábulo da doutrina cristã, instruindo os ignorantes e os rudes, pelo exemplo e pela palavra, consolando os aflitos, estimulando os bons e catequizando os maus, corrigindo erros e extirpando abusos, ao mesmo tempo que por sobre todos aspergia as bênçãos do seu grande coração de apóstolo”.

Filho de Manoel do Carmo Vieira de Melo e de Rosa Vieira de Melo, nasceu dom Severino, no dia 5 de junho de 1880, na cidade da Vitória de Santo Antão. Ingressou no seminário de Olinda com a idade de 18 anos. No dia 14 de janeiro de 1903 foi ordenado padre. Até 1906 ocupou o cargo de vice-reitor do seminário de Olinda e Recife, de onde saiu para dirigir sucessivamente as paróquias de Gameleira, Glória do Goitá e Caruaru. Após 17 anos de vida apostólica, nessas paróquias, já experiente e bem amadurecido, foi chamado pelo arcebispo de Olinda e Recife, dom Miguel de Lima Valverde, para dirigir o seminário arquidiocesano. Estava em pleno exercício do cargo quando foi eleito bispo de Teresina. Sua sagração teve

lugar em Olinda, no dia 25 de novembro de 1923. Ele foi o primeiro antonense sagrado príncipe da Igreja Católica.

Como dileto filho da Vitória, fez questão de celebrar sua primeira missa pontifical na matriz de Santo Antão. A cerimônia, bastante concorrida, aconteceu no dia 30 daquele ano.

“O Lidador”, de 19 de janeiro de 1924, assim descreveu, pela verve do jornalista Jorge Campelo, a calorosa recepção dos antonenses ao seu dileto filho: “A nossa Vitória no que diz respeito às suas tradições, tem sempre sabido se manter a altura do grau de expectativa dos seus filhos.

O modo porque foi recebido o seu ilustre filho dom Severino Vieira de Melo, veio atestar vibrantemente esta narrativa. O eminente religioso chegou a esta cidade no dia 28 de dezembro, sendo recebido na gare pelos poderes representativos do município, grande número de famílias e uma compacta massa popular.

Em seguida foi feita uma passeata em demanda da residência do rvdm. vigário padre Américo Vasco, onde sua excia. rvdm. foi saudado pelo dr. Lauro Câmera, promotor público que apresentou boas vindas em nome da cidade. O ilustre patrício agradeceu comovido aquela manifestação dos seus conterrâneos. No dia 29, pelas 19 horas, as associações religiosas existentes na cidade fizeram uma manifestação de apreço a dom Severino Vieira, servindo de interprete a inteligente senhorita Corina de Holanda. Sua excelência agradeceu em breve palavras, mostrando a alegria que sentia no momento e incentivando aquelas associações congregadas a seguirem na mesma senda até agora traçada.

No domingo 30, pelas 11 horas, foi solenemente cantada a primeira missa pontifical de dom Severino Vieira, perante um grande número de fieis e o que Vitória possue de mais representativo. Após, foi efetuado o banquete no salão do “Grêmio Paroquial”.

Dom Severino Vieira de Melo faleceu em Teresina, no dia 27 de maio de 1955. Sua vida foi um legado de virtude e apostolado pela causa evangélica.

Transladação dos restos mortais de dom Severino Vieira de Melo para a capela mortuária dos bispos, localizada no interior da Catedral Nossa Senhora das Dores, em Teresina, no dia 18 de novembro de 2011.

Pedro Ferrer 
Publicado em Vitória Ontem e Hoje | Deixar um comentário

ABlogPE vai ao encontro nacional de proteção a comunicadores em São Paulo.

A Associação dos Blogueiros de Pernambuco (ABlogPE), por meio do seu atual presidente, Paulo Fernando, representará o Estado no “Encontro Nacional de Proteção a Comunicadores”, que será realizado entre os dias 04 e 05 de deste mês em São Paulo. O evento tem o objetivo de debater assuntos como a “Censura e criminalização de comunicadores”, “Violência contra comunicadores no país” e entre outros temas importantes no que diz respeito a Comunicação Social.

“Esse encontro é importante para conscientizar nós comunicadores sobre os desafios que temos que enfrentar durante a execução do nosso trabalho, que é informar. Há uma criminalização de comunicadores e principalmente aos blogueiros. É um assunto sério e temos que saber formas de denunciar todo tipo de violência, antes de haver mais vítimas”, afirmou Paulo Fernando, presidente da ABlogPE.

O encontro será realizado por meio de uma parceria entre as instituições Artigo 19, Instituto Vladimir Herzog, Repórteres Sem Fronteira, ABRAJI e Intervozes, no Itaú Cultural, na Avenida Paulista, 149, Bela Vista, São Paulo.

Lissandro Nascimento.
Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

Momento Pitú: Viva a Resenha!!

Daqui a pouco começam as confras de fim de ano e a gente fica como? Rafael Bezerra, quem se garante, se garante menos que tu! Valeu pela foto, meu velho.

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Momento Cultural: Memórias de um Pierrô – por João do Livramento.

Naquele ano meu carnaval

Que maravilha foi tão especial!

Em minha dama

Quanta beleza

Tua nobreza

Em minha mesa

Eu degustei

Teu banquete imperial

Teus sabores

Sem ardores

Tão natural

Naquele ano meu carnaval

Que maravilha teu corpo escultural!

No carnaval

Você tinha a realeza

Mas preferiu

Abraçar minha pobreza

Minha folia Te encantou

E você beijou eu pierrô

Se foi magia minha folia

Tua beleza me contagia

Naquele ano meu carnaval

Que maravilha foi sem igual!

Se esse ano quiser brincar

Tu sabes onde me encontrar!

E mais esse ano meu carnaval

Que maravilha vai ser sensacional!

João do Livramento.

Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário

Momento Vitória Park Shopping.

Estamos contratando! Homens com curso de vigilante ativo com no mínimo 1 ano para a próxima reciclagem, e com CNH categoria A. Enviar currículos para vagas@vitoriaparkshopping.com.br

 
Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

O Tempo Voa: Monumento Lions Club

Inauguração do Monumento do Lions Club - cruzamento  das Avenidas Silva Jardim com Henrique de Holanda - registro fotográfico de 1985 - ao microfone Zito Mariano.  
Publicado em O Tempo Voa | Deixar um comentário

Momento Grau Técnico Vitória.

A aluna LARISSA ALBUQUERQUE DE SOUZA, cursando Técnico em Segurança do Trabalho, turma 07, foi contratada pela empresa CAMESO/MEDICINA DO TRABALHO. O Grau Técnico participando ativamente da construção de carreira profissional.

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Recordar é Viver: Madre Tarcísia

A vida é feita de tempo e daquilo que fazemos com o tempo que dispomos. O tempo é o tecido de nossas vidas. Portanto, recordar é estender o tecido de nossas vidas.

Esta era uma fotografia muitíssimo aguardada.

Fui recebido por Madre Tarcísia (Dalka Pitanga de Mesquita), no Colégio Nossa Senhora das Graças, por indicação do professor Pedro Moura. Fui ministrar aulas de Língua Portuguesa e Literatura Brasileira.

Madre Tarcísia era uma religiosa sem perder a compreensão do humano, humana sem perder a fé na conversão do homem. Maleável como um rio que contorna os obstáculos. Por isso, tinha autoridade, servindo de lição ao autoritarismo. Autoritarismo é imposição, autoridade é convencimento. Autoritarismo gera rebeldia, autoridade gera obediência. Fui ensinar e terminei aprendendo.

Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Brunno Cesar

Ouça a música “Final Feliz” na voz do cantor Bruno Cesar. Final Feliz - Brunno Cesar Aldenisio Tavares
Publicado em Vitória dos Artistas | Deixar um comentário

Loja Veneza BR – um amor de utilidades para sua casa!!

A chegada do mês de dezembro é uma espécie de anunciação do novo. Do novo ano que está para chegar e da celebração pelas novas conquistas e vitórias alcançadas. Renovar, contudo, seria a palavra mais adequada ao momento. Nesse contexto, porém, a Loja Veneza da BR está promovendo um espaço com muitas novidades para esse final de ano.

Com um setor voltado exclusivamente para as utilidades domésticas, a Loja Veneza (BR), caprichou no sortimento. São aparelhos de jantar, churrasqueiras, taças e copos, tapetes, acessórios de limpeza, travessas de vidro e tudo aquilo que precisamos para receber bem os convidados para a tão aguardada ceia do natal.

Como sugestão para o presente do amigo secreto, tão comum nas confraternizações natalinas, o roteiro mais acertado, sem dúvida, seria dá uma passadinha no setor de utilidades da Loja Veneza da BR. Lá encontraremos, entre os inúmeros itens disponíveis, um presente que caberá exatamente no seu bolso e que irá agradar em cheio o seu amigo secreto. Aproveite também, evidentemente,  para presentear-se,  dando uma renovada na sua casa com um “banho de loja” da VENEZA UTILIDADES.

Assista o vídeos promocional da VENEZA UTILIDADES. PROMOÇÃO EXCLUSIVA NA LOJA VENEZA BR      
Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

Momento Pitú: Viva a Resenha!!

Meu povo, olha que cenário bonito a equipe da branquinha preparou! Essa resenha aconteceu durante um workshop de fotografia pra redes sociais, lá em Porto de Galinhas. A galera não brinca mesmo em serviço, viu? Já deu pra ver que pegaram o jeito da coisa. Se garantiram demais os pituzeiros Mizael, Mario, Francinaldo, Bruno e Ewerton. Valeu, turma!

   
Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Os vereadores André e Lourinaldo convidam para Sessão Solene na Câmara de Vereadores.

Registramos o convite enviado pelos vereadores André de Bau e Lourinaldo Júnior para Sessão Solene de entrega de Títulos Cidadão Vitoriense  e Comanda Osman Lins que acontecerá na Câmara Municipal no próximo dia 06 de dezembro, às 19h.

Publicado em A Lupa | 2 comentários

Momento Cultural: Caveira – por Henrique de Holanda.

Da nudez em que vive na demência, traduzes bem o desmoronamento. lar que serviu de abrigo à inteligência e onde hoje reside o esquecimento.

Outrora tu vivias na opulência: carne, vaidade, amor, deslumbramento, beijo, pecado, embriaguez, ardência, e hoje, de tudo isso, o isolamento.

No mundo, tu viveste mascarada. Hoje, porém, com a face descarnada, Tens do teu rosto a máscara caída…

Retrato original da humanidade: Ressaca para toda a eternidade depois da grande dança desta vida!…

(Muitas rosas sobre o chão – Henrique de Holanda – pág. 12).

Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário

Momento Vitória Park Shopping.

Que tal curtir a terça-feira com aquela pessoa especial no Grupo Cine?   
Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

O TEMPO VOA: CAMPEONATO DAS CIDADES, REALIZADO NA TV CANAL 2.

Equipe da Vitória de Santo Antão - CAMPEONATO DAS CIDADES - realizado na TV Canal 2,  em  27-5-73
Publicado em O Tempo Voa | Deixar um comentário

Momento Grau Técnico Vitória.

A aluna RAYANE LEITE DOS SANTOS, cursando Técnico em Administração, turma 13, foi contratada pela empresa PREFEITURA DE GLÓRIA DO GOITÁ. O Grau Técnico participando ativamente da construção de carreira profissional.

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

ESTUPRO E MULHER COM A NÁDEGA DE FORA – por Sosígenes Bittencourt.

Eu costumo dizer que julgo ser mais prazeroso beijar uma mulher com o seu consentimento do que manter congresso sexual com uma mulher sem sua permissão. Contudo, no primeiro caso, o cidadão deve ser considerado um sujeito normal; no segundo, um psicopata. Um homem pode desejar uma mulher e mudar de tática para conquistá-la, mas não pode usá-la sem sua aprovação, é caso de Justiça.

Cada estuprador ataca sua vítima por questão singular. Há estuprador que enguiça o muro do cemitério para copular com uma falecida, confundindo estupro com profanação de cadáver. Outro não pode ver uma mulher com a nádega de fora – o que não significa dizer que a vítima seja “cúmplice” – o seu azar será apenas a coincidência de cruzar com um “bundomaníaco”.

Oportuno salientar que o psicopata sabe exatamente o que está praticando, que está cometendo crime, que poderá ser linchado na via pública ou estuprado no cárcere, porém não consegue conter o seu apetite criminoso. Contrário ao doido, que não sabe lidar com suas emoções e fica abestalhado, olhando para o objeto do desejo.

Portanto, descartemos a ideia de que homem pega mulher a pulso porque ela está com as fronteiras proibidas de fora. Um cidadão normal lança um galanteio, oferece-lhe uma rodada de chopp, ou a convida para dançar. O estuprador pega uma faca e fica por trás de uma parede, como num filme de terror. Às vezes, fica tão descontrolado que não escolhe o lugar e acaba nas mãos da população – doida por um tarado para descarregar o seu desejo de matar. Azar do estuprador.

Enfim, lugar de estuprador é preso, e mulher brasileira, se tivesse cautela, não andaria nua. O brasileiro, em geral, é enxerido, quando o namorado vai urinar, ele tira sua namorada para dançar. Cauteloso abraço!

Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Paulo Nascimento e a Banda Real.

Paulo Nascimento e a BANDA REAL  -  CD “Me Faz Feliz“ -  composição de João Caverna - música COCO DA CABRA -  interpretação de Alcir Damião, Nici e Paulo Nascimento. Banda Real - Coco da Caba Aldenisio Tavares
Publicado em Vitória dos Artistas | Deixar um comentário

A última Missão Cultural da “Corriola da Matriz” aconteceu no Instituto Histórico e Geográfico da Vitória.

Como uma espécie de balancete final os componentes da “Corriola da  Matriz” cumpriram na manhã/tarde do sábado (01) uma agenda eminentemente cultural. O encontro ocorreu no Instituto Histórico e Geográfico da Vitória e teve como anfitrião e orientador na visita o presidente Pedro Humberto Ferrer de Moraes.

Após assistir atentamente o filme institucional, no Salão Nobre, o grupo percorreu a chamada “linha do tempo“ do Museu. O espaço dedicado às artes sacras e aos dos  engenhos de cana de açúcar foram bem discutidos.

Na qualidade de porta-voz do grupo visitante o amigo Jurandir Soares fez uma “Raio X” das visitas atinente ao ano de 2018. Foram sete missões. Ao longo do período houve um revezamento entre  vinte componentes. Ao final, apenas quatro pessoas que participaram de todas as viagens,  foram “condecorados” com a Medalha 100% Missão Cultural 2018.

Para o ano de 2019, novas missões culturais estão sendo programadas para os mais ambientes históricos. Dentre eles o Forte de Tamandaré.

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário