Vera Cruz: temporada 2019 – apresentação da camisa!!

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Momento Cultural: Comida – por José Bezerra de Oliveira.

O Amor É como comida: Tem que ser Bem cuidado, Bem temperado, Bem servido E Compartilhado: Ou é cada um pro seu lado.

José Bezerra de Oliveira

Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário

Momento FAMAM: Faculdade Macêdo de Amorim.

Curso voltado para a qualificação de profissionais envolvidos com temas relacionados à Saúde Mental. A pós-graduação em Saúde Mental tem o objetivo de formar um profissional capaz de identificar demandas específicas relacionadas à saúde mental, bem como planejar, organizar e executar ações terapêuticas e projetos de atenção psicossocial que promovem a prevenção/promoção e assistência.

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

O Tempo Voa: Núcleo Olavo Bilac

Alunos da Escola Noturna Olavo Bilac - Desfile de 7 de setembro de 1922 - Centenário da Independência - atual Prada Duque de Caxias. 

Publicado em O Tempo Voa | Deixar um comentário

Momento Pitú: Viva a Resenha!!

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

O DESEJO E A DOR – por Sosígenes Bittencourt.

Passamos a vida, submetidos a duas experiências básicas: o desejo, que busca a satisfação, e o afeto que busca evitar a dor. Mas, como evitar a dor, se desejo é vida, e a vida impõe limite aos desejos?

A dor física é uma ruptura, algo que rompe, dói. Uma faca que nos corta a pele, um órgão doente que precisa ser extirpado. Esta dor, nós sabemos teoricamente como resolver. A dor psíquica é uma dor de amor, ou seja, algo que nos desorganiza psiquicamente. É um rompimento com algo que tínhamos ou desejamos e nos falta. É uma dor interior, que nos encarcera, e o mundo desaparece.

Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Toni Amorim: 50 anos de composições.

Compositor vitoriense Toni Amorim -  música “CIÚME, TEMPERO DO AMOR” -  interpretada Ricardo Rico. A música é integrante do álbum Toni Amorim: 50 anos de composições. Ricardo Rico - Ciúme, Tempero do Amor de Toni Amorim Aldenisio Tavares
Publicado em Vitória dos Artistas | Deixar um comentário

O dia em que o teto da Igreja do Livramento desabou.

Foto do acervo pessoal de Tadeu Prado

Revirando nossos arquivos encontramos uma matéria publicada no jornal “O LIDADOR”, 1907,  relatando  o dia em que o teto da Igreja do Livramento caiu, iniciando assim as comemorações do Livramento, com a Festa da Cumeeira:  leia:

DESABAMENTO – “O Lidador”, na edição de 3 de Agosto de 1907, publicava:

É um grande perigo entrar-se atualmente na Igreja do Livramento. As tesouras do tecto estão todas deterioradas; um dos oitões, desamarrado e penso, sendo inevitável o seu completo desmoronamento, a menos que se tome, já, rigorosa providência. Os poderes públicos fariam um grande bem, proibindo a sua abertura.”

Efetivamente, três meses e três dias após esse sombrio prognóstico, realizava-se ele, sendo assim noticiado pelo mesmo jornal na edição de 23 de novembro de 1907:

“Pelas 8 horas e meia da noite de 16 do corrente, ecoou em toda cidade o estrondo do desabamento do tecto da Igreja do Livramento. Pressagiámos o fato há três meses. De então para cá deixou de realizar-se ali certa devoção habitual nas noites de sábado, Não houve danos, além do material.”

A 7 de Dezembro anunciava o mencionado jornal um “consta” de que o cônego Bernardo pároco de Santo Antão, iria apelar aos paroquianos a fim de reconstruir a Igreja, e sugeria a realização de uma quermesse, iniciativa que se confirma em “O Popular” de 15 de fevereiro de 1908:

“o nosso venerando e ilustre Vigário no louvável intuito de reconstruir a Igreja do Livramento, tem-se dirigido aos católicos da freguesia, pedindo auxílios de todos quantos amam de coração a religião do Nazareno.”

Já valetudinário, nada mais pôde fazer o virtuoso sacerdote, pois, a 31 de Agosto, falecia, após quase vinte anos de relevantes serviços prestados a Igreja na paróquia de Santo Antão.

O seu sucessor, Monsenhor Laurino Justiniano Douetts, empossado a 27 de setembro na Matriz de Santo Antão, mas, em maio de 1910, voltava sua atenção para a Igreja do Livramento, abrindo campanha para a sua reconstrução, que foi iniciada em julho, dizendo “O Popular”, a 27 de agosto desse ano:

“estivemos nas obras de reconstrução e verificamos quanto se precisa despender para seu acabamento, pois, pode-se dizer, trata-se de uma quase completa reedificação.”

A proprietária do engenho São João novo doara todo o madeiramento e os trabalhos continuavam normalmente, sendo interrompidos com o falecimento do monsr. Douetts, a 24 de julho de 1911.

Vigário Américo Vasco

O novo vigário, padre Américo Vasco, preocupou-se de imediato com os consertos no teto e melhoramentos internos na Matriz de Santo Antão, realizados no 2º semestre de 1911.

Logos nos primeiros meses de 1912, reiniciou-se o serviço de restauração da Igreja do Livramento, onde, a 11 de março, era celebrada a “Festa da Cumieira.”

(REVISTA DO INSTITUTO HISTÓRICO E GEOGRÁFICO – Volume 5º - 1973 – pág 78 a 79).
Publicado em Editorial, O Tempo Voa Documento | 1 comentário

Agende a data: 24 de agosto – Super Oara – no “Leão” – 22h.

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Momento Cultural: Luz – por Adjane Dutra.

Vejo luzes no firmamento,

hoje um bem-te-vi me acordou

a aurora começou em ritmo audaz,

são sinais de Deus nos indicando

o caminho a seguir…….

Estou poetando,

estou tagarelando

para o mundo ter paz.

ADJANE COSTA DUTRA

Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário

Momento FAMAM: Faculdade Macêdo de Amorim.

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

O Tempo Voa: Desfile dos ex-atiradores

Desfile dos ex-atiradores - entre outros: entre outros, Zito Mariano, Claudio Barnabé, Rubem de Deus e Carlos Peres - ano não registrado.

Publicado em O Tempo Voa | Deixar um comentário

Momento Pitú: Viva a Resenha!!

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

O FURUNFAR DE NAJILA E NEYMAR – por Sosígenes Bittencourt.

 

A questão é que Najila e Neymar queriam manter concurso carnal ou congresso sexual, mas Najila queria ser estuprada com preservativo. Não queria contrair neném nem doença venérea, preservando o assoalho uterino de geração e aparelho geniturinário de infecção. Como Neymar é muito vexado, deu um drible em Najila e começou a furunfar.

Era o Escudo de Marte perante o Espelho de Vênus em natural confrontamento. Depois, descobriu que fez um gol contra. Levou tapa de mulher, torceu o tornozelo e foi prestar depoimento, arrimado a muletas e a bordo de cadeira de rodas. Terminou Najila levando fama de prostituta de alto coturno, e Neymar, fama de rico abestalhado, bom de bola, mas sem juízo, ou seja, mau da bola. 

A mídia enche-se de assunto, deitando falação aos ouvidos curiosos e olhares pidões do mundo, dos esquimós da Groenlândia aos pigmeus bayaka da República Centro-Africana, num júri popular universal sobre assunto tão banal.

Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Saudade – Fernando Silva.

A canção SAUDADE -  autoria e interpretação do amigo FERNANDO SILVA. Saudade - Fernando Silva Aldenisio Tavares
Publicado em Vitória dos Artistas | Deixar um comentário

O Primeiro Forró do ETESÃO foi um sucesso!!!

Na qualidade de agremiação carnavalesca consagrada na terra que é uma das referências do carnaval de Pernambuco, agora, O ETESÃO se propõe a navegar por outros “oceanos” no que diz respeito às festa populares.  Sim! Se o carnaval é maior festa do Brasil o São João é a maior referência da Região Nordeste e tão popular quanto os festejo de Momo.

Assim sendo -  pela sua sintonia com o popular -  “O ETESÃO” tem tudo para demarcar um espaço importante no cenário junino local, tal qual ocupa no tríduo momesco antonense. Na sua primeira edição – O Forró do Etesão –, ocorrida sábado (08), no “Espaço de Ouro”, comandada pelo vibrante Elminho Ferrer,  o evento mostrou que veio para fazer história. Com uma programação musical eclética  e atentos aos detalhes, o encontro dançante terminou com um gostinho  de “quero mais”.

Valorizando os artistas locais, o evento teve inicio com a apresentação do forró de Everton de Paula.

“botando fogo” na festa e “levando a poeira”, o forró de “Jorge Neto”, ao contrário do que diz o adágio popular, mostrou que na festa do Etesão “santo de casa faz milagre”. Uma apresentação “Show de Bola”. Em ritmo de forró, o hino da agremiação não foi esquecido.

Logo após foi a vez do Geraldinho Lins subir ao palco. Com boa aceitação na cidade o artista reproduziu seu repertório já conhecido.

Fechando a festa, a Orquestra Venenosa entrou no “Espaço de Ouro” rasgando o frevo mais tocado na cidade – Lá no Beco do Dezinho.....bloco espacial......Etesão e Etesuda......

Eis portanto, alguns flashs do Primeiro Forró do Etesão que, pelo conjunto da obra,  deverá, doravante, deverá marcar o calendário junino local. Parabéns para o amigo Elminho e toda equipe!!!

 
Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

Contribuição da internauta Roberta Urquiza para a Coluna “O Tempo Voa”.

Em virtude da nossa recente publicação na coluna “O Tempo Voa”, recebemos da amiga internauta, Roberta Urquiza, uma contribuição no sentido “rechear” o espaço com mais informação. Segue, abaixo, novas informações:

"Boa noite!!! É lá bem no final da foto, do lado esquerdo, o Major Expedito Urquiza Tenório, meu pai. Esses registros fotográficos são importantes e trazem de imediato na mente e no CORAÇÃO uma nostalgia e uma saudade daquela Vitória de Santo Antão outrora, de um tempo que foi mágico…e que  foi uma verdadeira poesia.👏👏👏"

Roberta Urquiza

 
Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

AVLAC em movimento: reunião ordinária!!

Na manhã de ontem (09) aconteceu mais uma reunião ordinária da AVLAC – Academia Vitoriense de Letras, Artes e Ciência. Na pauta, entre outros assuntos, foi discutido o edital que tem por objetivo à ocupação das cadeiras (Patronos) vagas: 01 – Aloísio de Melo Xavier, 04 - Antão Bibiano Silva, 14 – José Bonifácio Holanda Cavalcanti e 23 – Manoel Dilson Lira da Silva.

Na qualidade de visitante o educador, poeta e escritor, Ricardo Vieira, em momento oportuno, usou a tribuna para realçar um pouco das suas obras. O encentro cultural aconteceu na sede da instituição, localizada no histórico prédio do Sobradinho – Matriz.

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

Agende a data: 24 de agosto – Super Oara – no “Leão” – 22h

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Momento Cultural: Caridade – por Célio Meira.

Não te pergunte, Senhora, como se faz caridade: – venha ver a dor alheia, nos recantos da cidade

Repare bem o mendigo, que se arrasta pelo chão, é nosso irmão condenado, nas grades da provação.

Veja crianças famintas, e os olhos que não tem luz: – seja irmã de Caridade, na doutrina de Jesus.

(migalhas de poesias – Célio Meira – pág. 34).

Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário

Momento FAMAM: Faculdade Macêdo de Amorim

Uma ótima oportunidade para quem deseja começar a construir seu futuro agora! . Cursos Disponíveis (Preços Imbatíveis): . ➡️ Ciências Contábeis ➡️ Recursos Humanos . Entre em contato conosco agora mesmo e agende sua prova. . ☎️(81)3523-1559 📱(81)9.8811-1559 (Também whatsApp) . FAMAM - Sua Nova Faculdade em Vitória de Santo Antão. . 💼 Escolha o Sucesso 👔 Escolha o Futuro 🎓 Escolha FAMAM
Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

O Tempo Voa: Mercado de Farinha

Mercado de Farinha em plena atividade - ano não registrado 

Publicado em O Tempo Voa | Deixar um comentário

Momento Pitú: Viva a Resenha!!

Não preciso nem dizer mais nada, né? Pense num love, meu povo. Fica aqui o nosso salve pra Paula Simões. Valeu pela foto, consagrada!!

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Recordar é Viver: No tempo de eu menino – por Sosígenes Bittencourt.

Dentre as figuras lendárias e bizarras das quais tive notícias e algumas conheci, em Vitória de Santo Antão, espero que alguém relembre MANÉ CAPÃO, MÃO DE ONÇA, CAFINFIM, PAPA-RAMA, DIDI DA BICICLETA, BIU LAXIXA E O CORCUNDA ANÍBAL.

MANÉ CAPÃO tinha os trejeitos de um primata. Haja vista que andava de pernas arqueadas, pendendo para os lados, erguendo a cabeça e fazendo bico com a beiçola. Às vaias e insultos que recebia, respondia na pedrada. Não é preciso dizer que lascou cabeça de gente, estilhaçou vidraças e botou muito sujeito pra correr. Recordemo-lo. Penso que quem o insultava era pior que ele.

MÃO DE ONÇA nunca deu um soco num atrevido para não vê-lo estatelado no chão. PAPA-RAMA brigava com 4, na braçada. Parecia um viking. DIDI DA BICICLETA tinha o corpo fechado, porque a caixa dos peitos era rendada de tiros sem ter baixado à sepultura.CAFINFIM dava óleo queimado para os presos beberem, e BIU LAXIXA era tão doido que, quando corria na frente, ninguém corria atrás. E ainda tinha FERRO, um negão que dava beliscão em menino.

Não sei quem se lembra, mas eu conheci a figura cinematográfica do CORCUNDA ANÍBAL. Andava pelas ruas resmungando e exalando um nauseante aroma de pão e banana, como se fosse um personagem de filme de terror. Aníbal tinha o hábito de apalpar  o seio das mulheres, o que o tornava mais apavorante. Não sei do que morreu nem exatamente quando, o que lhe empresta uma feição misteriosa e hugoana, à la O Corcunda de Notre Dame.

Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Pagode Russo – Por Duda da Passira e Bruna Kelly.

DUDA DA PASSIRA -  São João 2012 -  homenageando  o Rei do Baião -de Luiz Gonzaga e João Silva, canta Pagode Russo - participação de Bruna Kelly. Duda da Passira se encontra com  Joquinha Gonzaga, sobrinho de "seu" Lula e neto do famoso Januário. Ouça: Pagode Russo - Duda da Passira e Bruna Kelly
Publicado em Vitória dos Artistas | Deixar um comentário

Agende a data: 24 de agosto acontecerá a 4ª Festa da Saudade com a Orquestra Super Oara!!

O mês de junho é consagrado aos festejos juninos. Nós, na qualidade de nordestinos, não podemos deixar essa tradição ruir, afinal, em se tratando de Brasil, esse patrimônio é todo nosso. Por falar em manter tradição, hoje, em primeira mão, anunciamos a data da 4ª festa da Saudade evento que, entre outros, tem como objetivo reviver as grandes festas e os grandes bailes dançantes ocorridos na nossa cidade.

Assim sendo a 4ª Festa da Saudade acontecerá no dia 24 de agosto e terá como palco festivo  o Clube Abanadores “O Leão”. No mesmo formato das edições anteriores, esse ano,  o encontro dançante  terá duas atrações musicais. Abrindo a noite, tocará a Banda Made In Recife – repertório eclético dos anos 80 (1980).

Na qualidade de principal atração da noite, mais uma vez, a Orquestra Super Oara e entusiasmado Elaque Amaral colocarão todos pra dançar, durante a noite toda!!!

Portanto, reserve a data: 24 DE AGOSTO A NOITE É TODA SUA!! É A FESTA DA SAUDADE COM A ORQUESTRA SUPER OARA!!!! Veja o vídeo da evento, ocorrido no ano passado...

Publicado em A Lupa | 2 comentários

Instituto Histórico recebeu o Eminentíssimo Metropolita Inácio, Bispo da igreja ortodoxa-russa.

O Instituto Histórico e Geográfico da Vitória de Santo Antão teve a honra de receber em suas dependências o Eminentíssimo Metropolita Inácio, Bispo da igreja ortodoxa-russa, para Argentina, Brasil e América do Sul. O ilustre prelado russo reside atualmente em Buenos Aires.

Antes de narrarmos a visita, derivo um pouco para a vida e importância do Metropolita Inácio,  que nasceu em Irkutsk em 1956. Seu nome de registro é Sergei Gennadievitch Pologrudov. Graduou-se em Física pela Universidade Russa de sua cidade natal. No exército chegou a primeiro-tenente. Ao deixar a vida militar passou a trabalhar como engenheiro no centro de computação do Instituto de energia Siberiano Oriental.

Mas, falemos do religioso. Deixemos sua vida laical, secular. Recebeu o batismo aos 32 anos,  em 1988. Dois anos depois tornou-se noviço e logo em seguida diácono. Recebeu a tonsura monástica em abril de 1992,  adotando o nome de Santo Inácio. Em maio do mesmo ano foi ordenado sacerdote. Seis anos depois vamos encontrá-lo arcebispo em Petropavlovsk. Em 2011 foi elevado a METROPOLITA. No ano de 2016 foi indicado bispo para América do Sul.

Conhecedores da vida mística do nosso visitante,  vamos à visita ao museu. O Metropolita Inácio veio acompanhado de três sacerdotes. Uma comissão de recepção o aguardava na entrada do Instituto. Feitas as apresentações, o presidente, professor Pedro Ferrer, deu as boas-vindas aos ilustres religiosos.

Durante a visita um dos sacerdotes, conhecedor do russo, atuou como intérprete. Chamou-lhe a atenção nosso museu sacro. Interessou-se pela hecatombe e pela vitrine dos ex-votos, da qual tirou fotos. Na sala de imprensa mirou demoradamente nosso antigo prelo (1880) e nossa coleção de máquinas datilográficas. No setor dos engenhos foi lhe explicado a técnica de obtenção de açúcar a partir do caldo de cana. No setor antropológico, ele se deteve mais detalhadamente nos artefatos de barro (quartinhas, potes, chaleiras, panelas e bonecos). No setor do carnaval, criado recentemente, ele se deliciou. Fez questão de tirar fotos ao lado do monge, do Galo do Cajá, da Girafa, especialmente do Camelo.

E qual o principal objetivo desta visita?

Sabendo da sua vinda a Pernambuco em missão pastoral, o dr. Manoel Carlos entrou em contato com a paróquia ortodoxa-russa do Recife e formulou um convite para o Metropolita Inácio vir conhecer nossa querida cidade.

Sua visita foi encerrada com uma singela cerimônia religiosa: benção de um ícone representando a SANTÍSSIMA TRINDADE.

O ícone de origem russa foi um presente da igreja ortodoxa russa para nosso Instituto. O presidente do Instituto e o dr. Manoel Carlos, em pé, diante do Metropolita sustentavam os ícones. Em eslavo, acompanhado pelos sacerdotes, ele abençoou os ícones. Encerrada a benção ele dependurou o quadro na parede, não sem antes recomendar, que deveríamos diariamente fazer preces diante do ícone pedindo a proteção do Deus todo poderoso e que o Instituto estaria, mais que nunca, a partir daquele instante sob a proteção divina.

Afinal, foi uma visita ardorosa e comovente, deixando-nos, Sua Eminência, uma excelente impressão, demonstrando grande interesse pelo nosso acervo. Na despedida fez um rápido comentário, decorrente de uma observação feita pelo professor Pedro Ferrer ao falar dos riquíssimos museus da cidade de São Petersburgo na Rússia, afirmando que São Petersburgo era sim, riquíssima em museus, mas o nosso era ótimo e bem diferente do que por lá se encontra.

Portanto, eis aí, caros internautas, um espaço privado da nossa cidade que tem na sua gênese representar o conjunto da nossa coletividade, preservando a história e educando as novas gerações.

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

“Dileto amigo Cristiano Pilako” – por Manoel Carlos.

Dileto amigo Cristiano Pilako tivemos o prazer receber em nossa residência uma comissão da Igreja Ortodoxa Russa. De forma gentil o senhor Bispo Metropolita Inacius junto aos padres Mateus (Recife), Francisco (Brasília), Anatole (Rio Grande do Sul) visitaram e vieram a um almoço na residência de nossa matriarca Dona Edite.

Sentimo-nos abençoados com a visita dos mesmos, onde nos foram presenteados vários Santos ícones - um deles de São Jorge -, e cremos que serão, para todos nós, sinais de bênçãos dos Céus!

A vinda do metropolita Russo é histórica para nossa Cidade, pois nunca um bispo da igreja Ortodoxa Russa esteve na nossa Urbi. Um dos ícones, inclusive, foi benzido no idioma eslavo religioso antigo, idioma multi secular.

Em tudo para nossa família foi prazeroso receber homens de fé, e que buscam amar Jesus Cristo com toda dedicação! Meu irmão o professor Marcos Paulo presenteou o senhor Bispo Inatius com um livro de sua lavra.

Manoel Carlos 
Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

1º FORRÓ DO ETESÃO – 08 DE JUNHO – ESPAÇO DE OURO.

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Clube de Leitores – é hoje!!

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário