Momento Pitú: Viva a Resenha!!

Eita que a pituzeira Diely Dill tá muito bem, obrigado, viu? Olha só o nível do tira-gosto. Mata a gente de inveja não, Diely.

 

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Instituto Histórico comemora mais uma passagem do aniversário da elevação da Vitória à categoria de cidade.

Com palestra do santonense Gustavo Krause o Instituto Histórico e Geográfico da Vitória realizará, no dia 04 de maio, às 19:30h, no Teatro Silogeu José Aragão Bezerra, a solenidade referente à passagem de mais um aniversário da elevação da Vitória de Santo Antão à categoria de cidade. Na programação consta também tomada de posse de novos sócios e a inauguração do espaço dedicado ao Museu do Carnaval.
Publicado em A Lupa, Sem categoria | Deixar um comentário

Momento Cultural: ABANDONO – por ADJANE COSTA DUTRA.

Buscam-me em cada encruzilhada. É meu abandono na carnificina humana. A lei do uso desuso tornou-me um intruso. Sou gente, não carnificina humana. Nesse açougue da espera os instintos animalescos são atendidos, mas eu gente, NÃO. Porque o abandono é como aquele bêbado que cai em cada esquina, a criança órfã que chora no abandono de todas as coisas.   (TAPETE CÓSMICO – ADJANE COSTA DUTRA – pág. 53).
Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário

Momento Vitória Park Shopping.

Café da manhã pós-feriado é assim, caprichado e sem deixar faltar energia.  
Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

O Tempo Voa: Confraternização Natalina (2003).

Foto registrada durante confraternização natalina do trabalho social de alfabetização para crianças carentes, realizado diariamente na residência de dona Anita.
Publicado em O Tempo Voa | Deixar um comentário

Momento Grau Técnico Vitória.

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

FRAGMENTOS – Sosígenes Bittencourt..

É preciso fazer boa leitura da realidade. Porque o mal que tu percebes pode ser o princípio de um bem a ser percebido. Sosígenes Bittencourt.
Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Recreio do Rojão canta “A Coceira do Papai”.

COCEIRA DO PAPAI, música e interpretação de Recreio do Rojão e a sanfona de Duda da Passira. Recreio do Rojão - Coceira do Papai Aldenisio Tavares.
Publicado em Vitória dos Artistas | Deixar um comentário

“Dona” Neném: uma fonte histórica importante para a “Taboquinhas” e o carnaval vitoriense.

Como podemos ter segurança ao narrar acontecimentos nos quais não fomos testemunhas oculares? Eis aí um trabalho para os pesquisadores e profissionais da área das ciências humanas, até porque, tem um adágio popular que diz: “quem conta um conto aumenta um ponto”. Dentre as inúmeras fontes disponíveis para, com segurança, contextualizar e repassar informações relevantes às gerações vindouras encontra-se a fonte oral. Evidentemente que as fontes orais devem ser analisadas. Não é qualquer fonte que tem “Fé de oficio”.

Casualmente, na noite de ontem (29), encontrei o amigo Paulinho Lima – filho de “seu” Antonio Lino e de “dona” Neném. Em 2018 “dona” Neném continua  dobrando as folhas do calendário da vida -  Já passou do centésimo. Com a saúde fragilizada, mas com a cabeça “em dia”, anos atrás, ela, oralmente, desvendou um “mistério” que a muito povoava a cabeça dos carnavalescos locais.

Na qualidade de agremiação mais charmosa da nossa  cidade, O Clube de Fado Taboquinhas, teve como fundador, entre outros, “seu” Antonio Lino. Sobre a sua fundação, há duas datas. 1924 e 1925. Pela lógica, deduzimos que a mesma foi criada em 1924 e realizou o seu primeiro desfile carnavalesco em 1925 – tal qual como  aconteceu com os Clube Vassouras  e  A Girafa–  o Vassouras, foi fundado  em 1921  e fez o seu primeiro desfile carnavalesco somente 1922. A Girafa,  fundada em dezembro de 1949, estreou no entrudo local só em 1950.

 No tocante as músicas da “Taboquinhas” não se sabe – até o  momento – se existem, concretamente, fontes documentais  que possam comprovar os autores das mesmas. Com relação à música “Pedimos Passagem” – uma das mais conhecidas – contou “dona” Neném,  ao seu filho Paulinho, no terraço da sua casa, que a mesma havia sido composta por uma senhora da cidade de Jaboatão,  que durante muito tempo trabalhou na coletoria estadual e que, juntamente com seus  familiares, participou da vida social e carnavalesca da nossa cidade.  O nome dela era  Edileusa Bezerra Santos (foto ao lado).

Certa vez, por ocasião de um evento promovido pela Associação Comercial da Vitória, ocorrido no Restaurante Gamela de Ouro, onde procurou-se  certificar e homenagear pessoas identificadas com a nossa festa maior – carnaval – a senhora Edileusa esteve presente. Infelizmente, com a idade avançada, a senhora Edileusa  faleceu no transcurso do ano passado.

A história é dinâmica! Em alguns casos, com o passar dos anos, alguns fatos, quando não registrados devidamente, acabam sendo sucumbidos para sempre. Já outros, em função das modernas técnicas -  como a arqueologia, por exemplo -  são trazidos novamente ao centro de um novo debate,  para rescrever os fatos. Contudo, não poderia deixar de terminar essas linhas,  gritando: VIVA A TABOQUINHAS!!!!

Publicado em A Lupa, Sem categoria | 1 comentário

“O Dia do Trabalho”: no Mundo, no Brasil e na Vitória!!

Amanhã, 1º de maio, feriado nacional, se comemora “O Dia do Trabalho”. A data também se popularizou  por aqui como  “ O Dia do Trabalhador”. Foi no ano de 1886, na industrializada cidade de Chicago, nos EUA, em um “Primeiro de Maio”,  que milhares de trabalhadores saíram às ruas para protestar – por conta da elástica jornada de trabalho (13 horas diárias) – que tudo começou. Por conta da repressão policial, revoltas e mortes,  nos dois lados que , em 1889 – três anos depois -  na França,  a data foi consagrada. Atualmente, em vários países, o dia primeiro de maio é celebrado com feriado nacional

No Brasil, oficialmente, desde 1924, no governo do presidente Arthur da Silva Bernardes,  a data passou a ser feriado. Contudo  foi na “Era Vargas” que a comemoração ganhou força e se popularizou no sentido inverso - por assim dizer. Se antes,  o primeiro de maio, mundo a fora,  servia como uma tribuna reivindicatória da categoria - organizada em sindicatos - por aqui, a mesma  ganhou contornos festivos......

Foi em 1º de maio de 1940, por exemplo, que ficou instituído o salário  mínimo. Já na “comemoração” de 1941, foi criada a Justiça do Trabalho, destinada a resolver questões judiciais relacionadas, especificamente ao conflito entre patrões e empregados.

Na nossa Vitória de Santo Antão, em um passado não muito distante, havia muitas comemorações, vinculadas ao dia, sobretudo em anos de eleição. Atualmente, aqui e acolá, acontecem alguns  eventos, mas, oficialmente, nada que mereça um registro mais consistente.

Publicado em A Lupa, Sem categoria | Deixar um comentário

Momento Pitú: Viva a Resenha!!

Quem não quer chegar e ver que tem um mimo dessa categoria na mesa? Eu mesmo to aqui, viu? Pode mandar que eu aceito.
Publicado em A Policia em Ação | Deixar um comentário

“Seu Boteco” é mais nova casa noturna da Vitória…..

Inaugurou, recentemente, no Pátio da Matriz mais um espaço dedicado à vida noturna da cidade. “Seu Boteco” é um espaço agradável - os dois ambientes. No primeiro andar, além dos bons petiscos e do variado tipo de bebidas, o espaço tem música “ao vivo”. Ao amigo Roberto Fogaça, proprietário da casa, desejo-lhe sucesso,  no seu mais novo empreendimento.

Na ocasião, no palco, os artistas vitorienses Bruno Barros e Márcia Nascimento brindavam a todos como o melhor da MPB. Veja o vídeo.
Publicado em A Lupa, Sem categoria | Deixar um comentário

Instituto Histórico em movimento….

Por convocação da diretoria do nosso Instituto Histórico e Geográfico aconteceu, na tarde do sábado (28), sob a coordenação do presidente, professor Pedro Ferrer,  uma reunião que teve como principal objetivo debater novos projetos para o nosso museu. Aliás, não custa nada lembrar que na próxima sexta-feira – 04 e maio – haverá  sessão Solene na “Casa do Imperador” para celebrar mais uma passagem da elevação da nossa  Vitória de Santo Antão à categoria de cidade. O palestrante oficial da noite será santonense Gustavo Krause.

Publicado em A Lupa, Sem categoria | Deixar um comentário

Momento Cultural: Magistério – por João do Livramento.

Verdadeira é a nação Que educa suas crianças Pois nas mãos do professor É renovada essa esperança Pra formar um engenheiro Ou até mesmo aviador Se quiseres ser dentista Tens que ter um professor Só se faz qualquer doutor Ensinando desde o início Não importa a profissão É dependente deste ofício Das profissões é a maior Um sacerdócio sem batina Dedicado a muitas vidas Sendo a luz que ilumina Todo dia um ensinamento A cada aula uma lição Deus proteja todos eles Que abraçaram esta missão O magistério é divino Se exercido com amor Obrigado a todos mestres Obrigado professor! João do Livramento.
Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário

Momento Vitória Park Shopping.

Dia do Trabalhador é feriado por isso funcionamos em horários especiais! Confira a programação de cada setor e venha aproveitar o VPS!    
Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

O Tempo Voa: Aniversário da Vitória.

Foto registrada durante a reunião solene do aniversário da nossa cidade, em maio de 2005. Na foto: Nozinho, Rubens de Deus, Severina Moura, Carlos Peres e Zito Mariano.
Publicado em O Tempo Voa | Deixar um comentário

Momento Grau Técnico Vitória.

Escolha o curso que mais combina com você e dê um up na sua vida. Matrículas com descontos especiais. Mude seu futuro fazendo Grau Técnico.  
Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

FRAGMENTOS – Sosígenes Bittencou.

O homem nasce sem pedir

e morre sem querer.

Mas, uma vez vivo no mundo,

não tem mais jeito,

o jeito que tem é viver.

Sosígenes Bittencou

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Paulo Nascimento e a Banda Real.

Paulo Nascimento e a BANDA REAL no CD “Me Faz Feliz“, com a composição deJoão Caverna, a música COCO DA CABRA, com a interpretação de Alcir Damião, Nici e Paulo Nascimento. Banda Real - Coco da Caba Aldenisio Tavares
Publicado em Vitória dos Artistas | Deixar um comentário

Prédio do Chalé X Farmácia Big Ben: NEM MÉ, NEM CABAÇA!!!

Hoje pela manhã ao transitar pelo centro da nossa cidade, Vitória de Santo Antão,  da maneira mais primitiva, observei, com tristeza e uma certa indignação trabalhadores retirando moveis e utensílios do prédio que funcionava uma unidade da Rede de Farmácia Big Bem.

À tristeza, naturalmente, é saber que mais uma empresa está fechando. Saber, também,  que mais de mil pessoas em Pernambuco perderam seus respectivos postos de trabalho, uma vez que existiam 64 unidades da marca no nosso estado que, simultaneamente, encerraram suas atividades. Em outros estados, empresas vinculadas ao mesmo grupo – Brasil Pharma – também baixaram suas portas. Segundo informação da grande mídia,  todo esse processo tem haver com a Operação Lava Jato.

Já à indignação, por assim dizer, tem como ponto de partida à destruição de mais um prédio histórico da nossa cidade. Não sejamos ingênuos: o progresso imobiliário draga tudo!! Em um curto espaço de tempo já  perdemos o prédio do Hotel Fortunato, a Praça Duque de Caxias, casas com arquitetura que nos remetem a séculos passados e, ao que tudo indica,  estamos prestes a perder de vez o que nos resta do imponente Mercado da Farinha.

Os tempos são outros! Diferente de antigamente, onde, entre nós, não existia, de fato,  a cultura da preservação da memória, através dos prédio públicos e particulares, por exemplo, hoje,  já temos legislação e mecanismos governamentais exclusivamente para cuidar e proteger esses espaços.

Infelizmente, nessa questão, nossa cidade continua andando para trás. Entra prefeito, fica prefeito, sai prefeito e nada muda.......Eis aí, portanto, um recente exemplo, de que as coisas poderiam ser bem diferentes. Agora ficamos todos mais pobres: nem Farmácia Big Ben (com prédio moderno) nem a memória viva do prédio do antigo Chalé. Ou seja: NEM MÉ,  NEM CABAÇA!!!

Publicado em A Lupa, Sem categoria | 3 comentários

A MC Carol e o PCdoB: tudo haver…..

Desde a chegada da Família Real em terra tupiniquins, em 1808, fugida das garras do conquistador francês Napoleão Bonaparte, que o Rio de Janeiro tornou-se, entre outras coisas, a metrópole cultural daquilo que, a partir de 07 de setembro 1822, veio a ser um país chamado Brasil.  Em regra geral, portanto, tudo que aconteceu na “Cidade Maravilhosa” – em maior ou menor escala –, com o  passar dos anos, reproduzido-se  no restante do território nacional -  coisas boas ou ruins, diga-se de passagem......

Pois bem, em função das eleições gerais, marcadas para outubro próximo, os partidos políticos estão em plena atividade,  visando seu fortalecimento na qualidade de ente federativo sem esquecer, evidentemente, de ampliar seu espaços nas assembleias estaduais. Isso é legitimo e totalmente legal, num país democrático como o nosso Brasil.

Na caça ao voto do eleitor, em tempos de mau humor do eleitorado, na cabeça dos políticos, tudo é válido. Partidos de todas as tendências procuram novos quadros. Diferentemente da “Era do Bipartidarismo”, ideologia e afinidade com o que prega o estatuto da agremiação que se pretende ingressar,  parece-nos que, há muito tempo, já  virou letra morta.

Nesse contexto, porém, por uma questão de “resistência” ao ideário marxista, corrente de pensamento surgida lá na metade do século XIX, algumas siglas – em meio à essa verdadeira “sopa de letrinhas” -   se gabam por empunhar a chamada “bandeira ideológica”. Dentre as quais, destacamos o PCdoB – Partido Comunista do Brasil,  surgido em 1962, em São Paulo,  com forte penetração nos sindicatos e espaço estudantil.

Eis que aparece como nova afiliada – PCdoB -, com domicilio eleitoral no Rio de Janeiro, a artista MC Carol. Segundo comentários da mídia e redes sociais, ela se apresenta como pré-candidata a deputada estadual. Na qualidade de cidadã e com os seus direitos políticos intactos a mesma tem o legitimo direito de pleitear um cargo político eletivo. Aliás, ela faz muito sucesso como artista o que nos sugere um plus na difícil tarefa de angariar sufrágios.

No meu modesto entendimento, na qualidade de observador da cena política, imagino que o PCdoB, com essa aposta eleitoral – MC Carol -, independente do seu êxito ou não, evidencia, de maneira prática,  aquilo que pensadores importantes já haviam identificado,  lá atrás, ou seja:

“toda esquerda no mundo hoje é obsoleta, conservadora e reacionária. Ela se organizou em termos de pensamento e ação no século 19 para concorrer com o liberalismo em termos de imaginário futuro de organização social. O liberalismo oferecia o progresso, a esquerda oferecia a revolução pela ruptura. A queda do muro de Berlim destruiu esse projeto alternativo. A esquerda desde então tem estado na defensiva e não é à toa que sua palavra de ordem seja resistência"

Contudo, concluo essas linhas reproduzindo, abaixo, um vídeo da MC Carol. Desejo-a muito sucesso na sua nova empreitada. Desta feita, alinhada à ideologia  política e sintonizada com o estatuto da sua mais nova agremiação partidária- PCdoB – Partido Comunista do Brasil.      
Publicado em A Lupa, Sem categoria | Deixar um comentário

Momento Pitú: Viva a Resenha!!

O pituzeiro Darlan Orrico mandou essa foto pra gente diretamente da nossa querida Salvador. E só pra matar a gente de inveja ele ainda tava apreciando o acarajé de pratinho que vende ali perto do Farol da Barra. Tá bom ou quer mais?  
Publicado em Anúncios, Sem categoria | Deixar um comentário

O internauta Jairo relembra o tempo de estudante, no período da construção do atual prédio do Colégio Pedro Ribeiro.

Na época, não tinha a menor noção do que estava acontecendo, mas no início do ano letivo, fui informado de que estudaria num novo prédio: – o novo prédio do” grupo escolar Pedro Ribeiro”, assim era chamado na época. Fui pra lá e vivenciei o que havia de bom na cidade. Professores com Maria de Lourdes Prado, Professora Ruth e, se não me engano, Professora Valdinete; profa. Maria de Fátima Vasconcelos (irmã do grande amigo Zé Reinaldo), prof. Orlando Sena, entre outros. Agradeço muito ao período em que passei em Vitória. Filho de Maninho do escritório de contabililidade (Ivanildo Vilarim), não posso deixar de contabilizar esse imenso acervo, não apenas cultural,  mas de grandes amizades.

Jairo de Oliveira Quirino. 
Publicado em A Lupa, Sem categoria | Deixar um comentário

A Show do Zezo é nesse sábado!!!

Promovido pela “L.I. Produções” - coordenada pelo casal amigo Lucivânia e Ivanildo -  a expectativa dos festeiros da cidade para o final de semana gira em torno da apresentação do fenômeno musical ZEZO. O evento acontecerá amanhã,  sábado  (28),  no Haras Bela Vista. ZEZO em Vitória é garantia de casa cheia. Abaixo, o vídeo da sua última apresentação aqui.
Publicado em Anúncios, Sem categoria | Deixar um comentário

Momento Cultural: Perto do mar, anoitecia… por Célio Meira.

Perto do mar, anoitecia…

Corria o mês de novembro, – Era Dia da Bandeira, fomos ver a lua cheia, ao lado da ribanceira. Depois, descemos. Na praia, ficamos a reparar: – Havia esteira de prata, nas águas mansas do mar. Ali, olhando o mar, a lua, recebemos a lição: – Jesus Cristo está presente, na glória da criação. (migalhas de poesia – Célio Meira – pág. 25).
Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário

Momento Vitória Park Shopping.

Thanos (Josh Brolin) enfim chega à Terra, disposto a reunir as Joias do Infinito. Para enfrentá-lo, os Vingadores precisam unir forças com os Guardiões da Galáxia, ao mesmo tempo em que lidam com desavenças entre alguns de seus integrantes. omento    
Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

O Tempo Voa: Chafariz de Vitória (ano não registrado).

Publicado em O Tempo Voa | Deixar um comentário

Aldenisio Tavares: parabéns para o compositor…….

Ao compositor  e colunista do blog do Pilako, Aldenisio Tavares, no dia de hoje (27/04),  desejamos saúde, paz e muito anos de vida. Em função da passagem natalícia, deverá  o amigo Aldenisio  ser bastante festejado nesse final de de semana que se inicia.  Parabéns,  mais uma vez,  ao amigo e grande compositor santonense, Aldenisio Tavares.
Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

Momento Vitória Grau Técnico.

Você tem até o dia 30/04 para aproveitar essa promoção. Matrículas, em qualquer um de nossos cursos, por apenas R$99. E você ainda ganha o material didático e o uniforme. Ligue AGORA: 81 3526 4099 ou pelo whatsapp 81 98709 4446.  
Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

TRANSPARÊNCIA E ÉTICA SEM MISTIFICAÇÃO.

NA SUÉCIA, JUÍZES E POLÍTICOS SÃO “CIDADÃOS COMUNS” “A transparência nos atos judiciais do poder.” Esta é a teoria e a prática para a democracia sem arrogância, sem mentira, sem ditadura enrustida. Esta é uma ética moral, aquilo que foi ensinado e, exemplarmente, aprendido, sem mistificação. As pessoas estão embevecidas com a LIBERDADE que pensam ter, sem a SEGURANÇA que precisavam ter. Liberdade sem segurança é loucura. (Freedom without security is madness). Sosígenes Bittencourt
Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário