O Tempo Voa: Pátio da Matriz

Pátio da Matriz – Praça Dom Luiz de Brito – ano não registrado 

Publicado em O Tempo Voa | Deixar um comentário

Momento Pitú: Viva a Resenha!!

Eita que essa tábua pelo visto tava gelada, num era só fria não. Mandou bem demais o pituzeiro André, tanto no registro quanto na resenha. Valeu, meu velho!!

 
Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Ser Poeta – por Sosígenes Bittencourt

Essa história de ser poeta é dom.  Um bom dom.  O poeta não faz poesia com as flores,  com o mar,  com o céu,  sem a intenção de que você  habite sua poesia.

Ou seja,  sinta o aroma das flores,  a imensidão do mar,  o mistério do infinito. Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Almir Brito.

O vitoriense Almir Brito no seu cd “TODOS OS TONS” – belíssima coletânea de canções instrumentais no violão, aqui,  trazendo a música “LAMENTO” do mestre Pixinguinha. [powerpress url=../mp3/almirbrito1.mp3] Gostou da música? – Baixe a MP3
Publicado em Vitória dos Artistas | Deixar um comentário

Enchente de 2005: há exatos 14 anos Vitória estava mergulhada no caos!!!

Para quem curtiu o dia de ontem, 02 de junho, e hoje saiu contente de casa para começar a semana debaixo de sol forte, céu azul e tempo firme, certamente, não se recordou da tragédia ocorrida justamente nesses dois dias (02,03 de junho 2005) na nossa cidade, exatamente há 14 anos. A enchente de junho de 2005 ficou catalogada na história do nosso município como um dos piores acontecimentos coletivo já registrado.

Apenas para termos uma ideia do caos, por assim dizer, outro fato similar, antes anotado como o pior  das últimas décadas, conhecido como “ a cheia de 75”, na qual Vitória foi terrivelmente atingida, registrou-se no mês de julho daquele ano (1975)  precipitações pluviométricas de 436mm. Em junho de 2005 o índice foi de 621,7mm. Apenas nos dias 02 e 03 de junho, nossa cidade foi “castigada” com 250mm, segundo dados oficiais.

Devido ao grande volume d’água boa parte da cidade ficou inundada de maneira rápida. Boa parte da periferia, sobretudo às áreas ribeirinhas, tiveram casas destruídas,  causando o maior número de desalojados e desabrigados da sua história. O setor produtivo também foi duramente atingido. O comércio do centro da cidade ficou totalmente paralisado com a fúria das águas. Lavouras destruídas e as agências bancárias com equipamentos submersos. Serviço de fornecimentos de água potável foi danificado e etc, além de pontes destruídas, tal qual à cabeceira da Ponte do Galucho.

Além da ocupação de vários espaços públicos (escolas) pelos desabrigados, uma rede de solidariedade foi criada em vários segmentos da sociedade – Igrejas, clubes de serviço, órgãos  governamentais, entidades classistas e etc, na tentativa de atenuar os efeitos da tragédia. Registremos, porém, que a cidade demorou   para entrar “nos trilhos” e voltar à “vida normal”.

Essas escassas linhas, evidentemente, não tem a pretensão de narrar fielmente o cotidiano da tragédia. Tem sim, o sentido pedagógico de “disparar o gatilho” da memória, fazendo com que as pessoas que vivenciaram os fatos citados relembrem os acontecimentos, assim como informar, mesmo que superficialmente, os mais jovens.

Para concluir deixou algumas perguntas no ar: o que aprendemos com os relembrados acontecimentos? Quais medidas foram tomadas no sentido da prevenção de novas tragédias?  Será que estamos trabalhando para evitar ou atenuar danos por chuvas fortes na nossa cidade?

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

“MAIO ANTONENSE”: agora, na pauta do Instituto Histórico!!

Na manhã do domingo (02), sob o comando do professor Pedro Ferrer,  aconteceu mais uma reunião ordinária do Instituto Histórico e Geográfico da Vitória. O encontro, entre outros, tem como objetivo avaliar ações da entidade e pautar novos projetos.

Na ocasião, na qualidade de sócio efetivo, apresentei  proposta – já divulgada aqui no blog – no sentido de que, doravante, o mês de maio, na circunscrição municipal,  seja promovido ao “MAIO ANTONENSE” – o mês azul e branco -,  visto que vários acontecimentos importantes para nossa cidade, coincidentemente,  ocorreram  justamente no mês de maio, mesmo que em anos diferentes.  – elevação de freguesia  à categoria de vila, autonomia Jurídica  e elevação de vila à categoria de cidade. A proposta foi aceita por todos ganhando também o entusiasmo de presidente que, em breve, agendará reunião específica para tratar da questão com mais profundidade.

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

1º FORRÓ DO ETESÃO – 08 DE JUNHO – ESPAÇO DE OURO.

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Momento Cultural: Cérebro – por Henrique de Holanda.

Na mocidade,

a razão quase sempre se encandeia,

tornando a vida uma mera ingenuidade.

O cérebro da humana criatura

– quem é moço concebe

ser uma taça de ilusões bem cheia

que o coração segura e a alma bebe.

Mas, a velhice vem

fermentando a bebida outrora pura…

e o coração, que forças já não tem,

vendo a alma fugir, derrama a taça,

que ao se precipitar de grande altura

no chão se despedaça…

(Muitas rosas sobre o chão – Henrique de Holanda – pág. 25).

Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário

Momento Vitória Park Shopping.

Só em colocar o pé dentro da World Games, você sentirá aquela nostalgia boa dos fliperamas que faziam tanto sucesso nos anos 90!
Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

O Tempo Voa – Antiga Lagoa do Barro

Antiga Lagoa do Barro - Rua do Comércio - hoje,  Praça Duque de Caxias - foto, ano não registrado 
Publicado em O Tempo Voa | Deixar um comentário

Momento Pitú: Viva a Resenha!!

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Renovação e Esperança – por Sosígenes Bittencourt.

Que, em tempo de Renovação e Esperança, o passado sirva de exemplo na construção do Futuro e na preservação da . Façamos um bom Presente para não termos tristes recordações. Relembremos as vezes que vencemos as adversidades. Acostumados a cair é que aprendemos a nos levantar. O que é bom para depressão é Organização. O Criador do Universo nunca nos despreza quando nos infunde a capacidade de discernir entre o Bem e o Mal.

Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

“Valeu Senhor” – voz de Joelma Mota.

Música “Valeu Senhor“ -  composição Aldenisio Tavares - interpretação de Joelma Mota -  CD “O Amor de Deus nos uniu”.  Valeu Senhor - Joelma Mota Aldenisio Tavares
Publicado em Vitória dos Artistas | Deixar um comentário

Presídios: enquanto não sairmos desse estado de hipocrisia só aprofundaremos a crise..

A mais recente carnificina nacional deixou um rastro de sangue e pouco mais de meia centena de mortos. Boa parte da população, por motivos variados, vibra com a morte de condenados pela justiça, sobretudo quando já estão enjaulados nos presídios. Mas será mesmo que todas as pessoas que estão cumprindo suas respectivas penas merecem morrer como se animais fossem?

O tema da violência está no cotidiano do povo brasileiro. Ela atinge tanto o rico quanto o pobre. É bem verdade que o pobre, por motivo de sobrevivência, tem mais capacidade de adaptação, ou mesmo menos opções para escapar dela (violência urbana).

 Não existe mágica. Existe  sim, uma relação intima entre a “temperatura” interna nos cárceres com os negócios financeiros das facções  – mercado da droga - aqui fora, no "mundo aberto".  Os governantes estaduais e federais correm desse tema como o diabo corre da cruz. Assunto indigesto,  sob todos os pontos de vista......

Já blasonamos o título de terceira maior população carcerária do planeta. Não existe espaço para avançarmos no controle social sem o sério enfrentamento dessa questão. Já passou da hora, enquanto estado, de colocarmos em discussão, de forma racional e madura, experiências internacionais no que se refere à regulamentação de alguns tipos de drogas, hoje, consideradas ilícitas.

O problema não é simples. Mexe com cultural, religião, poder, economia e etc. Mas de uma coisa não podemos fugir: temos que sair desse estado de hipocrisia. Esse, já está mais do que provado, não atenua muito menos resolve, pelo contrário:  aplica em nós,  senso coletivo,  o verniz da indiferença. Campo fértil para o aprofundamento da violência endêmica e sistêmica........

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

“Vamos Dançar Forró” com Vivia Santos e Aldenisio Tavares!!!

“Vamos dançar Forró” é a música de trabalho da artista Vivi Santos,  para o São João 2019. Em recente apresentação na TV Nova Nordeste, programa “Tarde Legal”, a mesma realçou o  nome do compositor antonense Aldenisio Tavares, autor da referida canção. Com mais de 200 músicas gravadas,  o imortal Aldenisio, defensor do legado do Nestor de Holanda, na AVLAC, configura-se num dos compositores mais gravados da nossa região. Olhe ai.........

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

Clube de Leitores – Ricardo Vieira – Sexta (31) – 19:30h.

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

1º FORRÓ DO ETESÃO – 08 DE JUNHO – ESPAÇO DE OURO.

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Momento Cultural: A Vida e as Fantasias – Stephen Beltrão‏

A vida é cheia de fantasias, ilusões,

mistérios e realizações!

O plano nosso de cada dia é a receita

da paz,

da felicidade, do amor e do prazer…

As fantasias não sobrevivem sem as ilusões.

O sonho de cada noite é a procura das fantasias,

das miragens

e das realizações diárias,

alimentadas pelos planos e pelas ilusões.

Por fim,

tudo é a vida.

Stephen Beltrão‏
Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário

Momento Vitória Park Shopping.

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

O Tempo Voa: Colégio Nossa Senhora da Graça.

Colégio Nossa Senhora da Graça (Colégio da Freiras) - Rua Melo Verçosa - ano não registrado. 
Publicado em O Tempo Voa | Deixar um comentário

Momento Pitú: Viva a Resenha!!

Rapaz, quem mais gosta de uma resenha organizada tá aqui, viu? O pituzeiro Marcos Dourado se garantiu valendo na criatividade. Tamo junto, parceiro!!

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Carro a ar comprimido – por Sosígenes Bittencourt.

O carro a ar comprimido, além de alternativa de preservação do meio ambiente, serviria para botar moral na arenga universal pelo petróleo. O meu receio é que o ar torne-se tão importante que inventem de cobrar pelo ar que respiramos.

Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Martins – O Apaixonado do Brega.

Música “Minhas Qualidades” - autoria de Martins - Álbum “Martins – O Apaixonado do Brega”. Martins - Minhas Qualidades Aldenisio Tavares
Publicado em Vitória dos Artistas | Deixar um comentário

Joãozinho, a professora, o sorriso fatal e o defunto campeão…….

Essa postagem não será entendida por todos.

Dias atrás,  um amigo – que é bastante conhecido na nossa cidade – revelou-me haver encontrado, próximo ao  supermercado em que ele foi comprar carne e cerveja para uma festa surpresa, ocorrida no último domingo (26),  uma professora aposentada -  que  chega a ser  ainda mais conhecida do que ele.

Pois bem, em tom sereno e enigmático, ao se aproximar dele,  disse ela: "Joãozinho (nome fictício), ao frequentar “tal” ambiente você está correndo um tremendo risco de morte!"

Surpreso e com uma preocupação natural, o Joãozinho, que nutre pela professora aposenta um acendrado respeito,  tanto no campo pessoal  quanto no profissional, franziu a testa e arregalou os olhos,  arrematando: “professora, não estou entendendo. Ali,  só frequenta gente de bem....o ambiente é bom.....Perdoe-me, mas que risco tão cabeludo é esse? Agora, fiquei curioso e até com medo....."

Disse a professora, falando bem baixinho para que ninguém tomasse conhecimento daquelas revelações: “ é que tem um camarada naquela patota que é muito chato. Dizem que se ele abrir um largo sorriso na direção de uma pessoa o caboclo só tem mais  24 horas de vida”. Completou a professora: “ falam também que na sua passagem dessa para melhor,  ele  ganhará o título de defunto mais feio que já circulo por essas bandas”.

Um misto de surpresa e alívio tomou conta do Joãozinho. Se despediu da professora e saiu  do local dialogando sozinho, como se diz no popular: "falando com os  seus botões" e avaliando as palavras da comunicativa professora.

Depois do caso passado, de tanto rir, o Joãozinho ficou com uma dor na barriga pelo resto do dia. Por obra e graça do destino o caso, agora,  inverteu. O Joãozinho, de lá pra cá,  toda vez que olha para o dito cujo começa imaginar como ele poderá ficar no seu respectivo ataúde, na  caminhada derradeira ao São Sebastião – NESSA CIDADE!!!

Publicado em A Lupa | 1 comentário

DIREITOS HUMANOS REÚNEM-SE COM PROFESSORES.

Precisamente às 20:00h 26/05/2019, no auditório do Silogeu a Dra. Josineide Adriana, presidente executiva do Escritório Vitoriense dos Direitos Humanos, juntamente com o Dr. Valdomiro Cruz, Diretor Regional da Pastoral Carcerária da Igreja Católica, e o Sr. Wilson Brito Ouvidor dos D.H. fizeram uma explanação da Campanha Educativa sobre cidadania, para um seleto grupo de professores da rede municipal de ensino. A reunião foi o pontapé inicial da campanha educativa sobre cidadania e direitos dos idosos, nas escolas da rede municipal com alunos do ensino fundamental e médio.

Nas escolas haverá palestras, exibição de filmes específicos sobre direitos dos idosos e pessoas portadoras de  deficiência. Os alunos participarão de trabalhos escolares sobre o tema. Participarão da campanha educativa:

Escritório Vitoriense dos Direitos Humanos, Comissão Permanente da Cidadania, Secretaria Municipal da Educação, Secretaria Municipal de Defesa Social e Segurança Cidadã. Através das redes sociais, vários segmentos da sociedade vitoriense parabenizam essa parceria do Governo Municipal e Sociedade Civil Organizada.

Mudança de Entidade

Foi desativado nessa cidade, o escritório da Confederação Nacional das Entidades Privadas de Direitos Humanos e Investigações. Todos os diretores e voluntários da entidade recentemente desativada estão vinculados atualmente ao Escritório Vitoriense dos D.H.

Segundo a presidência da entidade, as credenciais perderam a validade esse ano, as novas credenciais serão expedidas no setor de Recursos Humanos, para os membros da entidade.

ASSESSORIA
Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

História Viva: 5º Volume da História da Vitória – Escreveu: Ronaldo Sotero

Faltando um ano e meio para o final deste decênio, urge a necessidade de prosseguimento da série História de Vitória de Santo Antão. Concebido originalmente pelo saudoso professor José Aragão, falecido aos 97 anos em 7/11/2004, a obra em três volumes, compreende os anos de 1626 a 1982, em um dos mais fecundos acervos documentais sobre o município, escrito de modo solitário pelo homem que presidiu durante 37 anos o Instituto Histórico e Geográfico de Vitória. O 4o. volume , com 642 páginas, engloba o período de 1983 a 2010, com participações do jornalista João Álvares, Pedro Ferrer, Diva Holanda, de saudosa memória, e do professor da UFPE, Lucivanio Jatobá. É imperativo o surgimento de novo grupo para preparação do quinto volume dessa publicação, inesgotável fonte de pesquisa sobre esse período da história vitoriense. Nessa convocação, cujo requisito é o amor a Terra das Tabocas, cinco nomes de invulgar talento, a exemplo de Cristiano Pilako, com credenciais para comandar o Instituto Histórico em opportuno tempore , historiadora Cláudia Vicente, jornalista João Álvares, romancista Pedro Ferrer, cineasta Djalma Andrade, formam uma plêiade da intelectualidade vitoriense nesse exitoso projeto editorial. Eis o desafio!

Ronaldo Sotero
Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

Clube de Leitores – Ricardo Vieira – Sexta (31) – 19:30h

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Momento Cultural: Comida – por José Bezerra de Oliveira.

O Amor É como comida: Tem que ser Bem cuidado, Bem temperado, Bem servido E Compartilhado: Ou é cada um pro seu lado.

José Bezerra de Oliveira

Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário

Momento Vitória Park Shopping.

Faça depósitos facilmente com a equipe da LotoPark aqui no VPS!
Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

O Temo Voa: Feira na Praça Duque de Caxias

Registro de parte da feira livre na Praça Duque de Caxias - ano não registrado. 
Publicado em O Tempo Voa | Deixar um comentário