Momento Pitú: Viva a Resenha!!

A pituzeira Daniela Lopes deu o recado: se a vida te der limões… O resto vocês já sabem. Valeu pela foto, consagrada!

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

MÁRIO DE FARIAS CASTRO – por Pedro Ferrer

Estatura mediana baixa. Sempre de paletó, predominantemente cinza. Essa é a imagem que dele guardo quando de casa saia para a igreja da Matriz.

Mário de Farias Castro, o grande cruzado da “Casa dos Pobres”, era filho de Francisco de Farias Castro e de Maria Júlia de Farias Castro. Seu pai, juiz de direito, ao aposentar-se fixou residência em Gravatá, onde, no dia 26 de agosto de 1901, nasceu aquele que seria o grande baluarte da nossa “Casa dos Pobres”. Aos 15 anos, com a morte do pai, mudou-se para o Recife, onde concluiu o curso secundário. Ingressou, em seguida, na Faculdade de Direito do Recife, bacharelando-se no dia 18 de dezembro de 1924. No ano seguinte foi nomeado promotor da Comarca de Belém do Cabrobó, sendo logo em seguida transferido para a Comarca do Jaboatão. Em março de 1928, sendo promotor de Bezerros, contraiu núpcias com a senhorita Maria Belkiss de Holanda Cavalcanti, antonense, filha do dr. Nestor de Holanda Cavalcanti. As núpcias foram oficializadas pelo padre José Lamartine Correia de Lyra, vigário de Piedade. No ano de 1929 vamos encontrá-lo como promotor da Comarca dos Barreiros. Em 1930, com a revolução que levou Getúlio Vargas ao poder, foi, por perseguição política, demitido do cargo de promotor, pelo interventor federal em Pernambuco, dr. Carlos de Lima Cavalcanti, demissão decorrente de sua manifesta simpatia pelo partido Integralista, do qual era membro e que tinha como líder o dr. Plínio Salgado, inimigo político de Getúlio Vargas. Era uma época de repressão, na qual a democracia e a liberdade eram amordaçadas

Dr. Mário Castro não baixou a cabeça. Passou a residir em Vitória de Santo Antão e reabriu sua banca de advogado, pautando-se sempre pelos nobres valores do cristianismo: justiça e caridade. Mais tarde, impulsionado pelos seus elevados sentimentos de amor ao próximo lançou, como presidente da União dos Moços Católicos, a ideia, logo acolhida pelo padre

Américo Pita e por toda a sociedade antonense, de fundar a Casa dos Pobres que se tornou a razão primeira de sua vida. Assim sendo dedicou-se de corpo e alma ao elevado ideal. Paralelamente construiu 40 casas, cujos alugueis foram destinados à manutenção do abrigo dos velhos abandonados, ao mesmo tempo em que se dedicava sem trégua às atividades forenses e sociais. Em 1950 participou da fundação do Instituto Histórico e Geográfico do qual foi orador durante vários anos. Dele partiu a iniciativa de doar, ao Instituto, a histórica mesa usada pela Família Imperial, quando de sua passagem pela nossa cidade.

Mário Castro não deixou filhos. Vítima do diabetes, doença com a qual conviveu por mais de trinta anos, faleceu no dia 18 de fevereiro de 1967, na idade de 66 anos. O grande instituidor e mantenedor da “Casa dos Pobres” legou às futuras gerações um extraordinário exemplo de amor ao próximo.

Pedro Humberto Ferrer de Moraes. 

-Fonte bibliográfica:

-Revista do Instituto Histórico e Geográfico da Vitória de Santo antão, volume VIII, página 57, 1982.

-Transmissões orais e conhecimento direto do biografado.

- “A Voz Parochial”, periódico da Matriz de Santo Antão.

Publicado em A Lupa, Vitória Ontem e Hoje | Deixar um comentário

Momento Vitória Park Shopping.

A LotoPark do Vitória Park Shopping fica em frente ao Detran. Os serviços atuais em funcionamento são: Contas e Boletos; Capitalização; Saques e Depósitos; Benefícios Sociais; Saque Banco do Brasil; Jogos e Apostas; Carnês e Prêmios; Recarga de Celulares; Seguro Amparo; Pis e Pasep; Seguro Desemprego; Licenciamento Ipva, Dpvat e Multas; Pagamentos de Convênios; Abertura de Contas; Prestação Habitacional.

*O horário de funcionamento: seg a sex de 8:h às 20h e sábado de 10h às 18:h.  
Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Momento Cultural: Corsário – João do Livramento.

No partir da alegria se aportou a tristeza

Atracado no cais da noturna solidão

Te acorrentam as amarras da angustia

Sim teu coração bucaneiro escapa

Porém sem cartas ou astro que te guie

Logo adentra em mares desconhecidos

Invadindo o nevoeiro dos prazeres

Barco à deriva na procela das paixões

Quão imenso é o vazio deste oceano

Porto a porto segues errante ancorando

A taberna ou quem te serve não importa

Pois sedento qualquer rum te embriaga

Só assim terrível banzo não te aflige

Mas se pudestes embarcar o velho amor

Negra bandeira não mais flamularia

Lhe entregaria o timão da tua vida

Em calmaria passando assim a navegar.

João do Livramento.

Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário

O Tempo Voa: Rua da Caixa das Almas.

CAIXA DAS ALMAS – INICIO RUA MAJOR LINS - Ano não registrado.
Publicado em O Tempo Voa | Deixar um comentário

Momento Grau Técnico Vitória.

A comemoração pelo dia do técnico em Segurança do Trabalho é dobrada, isso porque o mercado de trabalho anda com uma demanda enorme de profissionais na área e também porque o Grau Técnico tem um alto índice de alunos contratados. Comemore com a gente, faça sua matrícula!

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

O coração que ri – por Sosígenes Bittencourt.

O sofrimento é um prolongamento da dor, ele sobrevive à dor. Sofrimento é deixar de agradecer pelo amor recebido e resmungar pelo amor que deixou de receber.

Pessoas que amam a vida são pessoas que agradecem e, por isso, são pessoas calmas. A calma promove harmonia, porque a calma organiza a vida. E um dos benefícios dessa postura diante da vida é fundar no convívio a esperança.

O coração que ri não dá asas ao sofrimento porque palpita de esperança.

Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Imbiziga – Zezé do Forró.

Do CD de Zezé do Forró, ouça a música IMBIZIGA, de autoria dos vitorienses Aldenisio Tavares e Samuka Voice. Imbiziga - Zezé do Forró Aldenisio Tavares
Publicado em Vitória dos Artistas | Deixar um comentário

Fuga de menores: isso aqui também é um pouquinho de Brasil!!!

Dias atrás li uma entrevista em que o atual ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, na qual ele afirmou que “todos os presídios do Brasil estão sob controle de facções criminosas (70)”. Mais grave ainda foi o que ele disse em seguida:  “e quem entra lá tem que fazer parte de uma delas”.

Em poucos dias nossa cidade, Vitória de Santo Antão, registrou dois movimentos de fuga dos menores infratores assistidos pelo Centro de Atendimento Socioeducativo (FUNASE), localizado na Vila de Pacas. A mais recente alteração, nesse sentido, ocorreu na tarde de ontem (26).

Não poderemos imaginar um Brasil melhor no futuro se não dermos a atenção devida ao grave problema dos presídios, distribuídos pelos quatro cantos do País. Não existe milagre. Não existe mágica para conter essa verdadeira “bomba chiando”

O crime organizado enraizou-se na sociedade brasileira e precisa ser tratado com a inteligência e a energia necessária. Algumas possibilidades para a “cura” já são evidentes, isto é: o atual modelo de segurança pública, como tratamento e remédio,  não estão sendo  eficazes  para controlar esse “tumor”. Certa vez precificou um pensador: “não podemos esperar mudanças, se continuamos repetindo os mesmos erros”.

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

“O Pereirinha” anunciou suas atrações para o carnaval 2019!!

Mantendo a tradição de animar o chamado “Sábado de Zé Pereira”, na noite do último domingo (25) a diretoria da Agremiação Carnavalesca “O PEREIRINHA” anunciou sua programação para o carnaval que se avizinha. Criando pelo espirituoso Javan Ageu de Lima, de saudosa memória, o Mariano (seu filho), juntamente com amigos, continuam levantando esse simpático estandarte.

Esse ano – confirmou a diretoria - contará com três atrações na concentração. Terá também o Open Bar, Open Caldinho e o Open Animação. No seu desfile, uma orquestra de frevo, para relembrar o velho “professor Lima”. Tudo isso acontecerá no dia 02 de março. Ingressos com a diretoria ou com os vendedores autorizados.

 
Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

Momento Pitú: Viva a Resenha!!

Meu povo, a semana começa diretamente de Porto de Galinhas, em Pernambuco, onde uma equipe superespecial da Pitú se juntou pra uma resenha inesquecível, com direito até a workshop de fotografia pra redes sociais, meu vei! E olha só que belezinha que saiu. Valeu pelo envio, pituzeiros André, Klênio, Fernanda, Werversom e Silvestre.

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Mais uma “Missão Cultural”……..

Em ritmo de confraternização, no último domingo (25), a “Corriola da Matriz” promoveu mais encontro. Intitulado de “Missão Cultural” a festa com os “comes e bebes” ocorreu num espaço que pertence ao amigo Cornélio. Por lá, assuntos e conversas em 360 graus........

 
Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

Momento Cultural: Talvez (poesia) – Por Elmo Freitas

Talvez eu apareça Talvez não. Talvez eu adoeça Talvez não. Talvez eu apodreça Talvez não.

Talvez eu mereça Talvez não. Talvez eu esqueça Talvez não. Talvez eu esclareça Talvez não.

Talvez eu entristeça Talvez não. Talvez eu escureça Talvez não. Talvez eu enlouqueça Talvez não.

Talvez eu te obedeça E Talvez não. Talvez sozinho eu esteja E Talvez não. Talvez… não. Talvez…

Elmo Freitas – Poeta do “Os Confundidos”

Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário

Momento Vitória Park Shopping

O Grupo Juliana Móveis chega ao Vitória Park Shopping com uma nova marca: Encantos, gift & decor. Nesta quarta-feira dia 28/11 às 19h você poderá conferir esta loja cheia de artigos do lar, presentes, utilidades e muito mais. Ficará localizada na praça de eventos onde está a decoração de Natal.

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

O Tempo Voa: Rua Dr. José Rufino – Cajá (1975).

DESOBSTRUÇÃO, REPARO E AUMENTO DAS GALERIAS DA RUA DR JOSÉ RUFINO (CAJÁ) – MARÇO DE 1975.
Publicado em O Tempo Voa | Deixar um comentário

Momento Grau Técnico Vitória.

BlackFriday no Grau Técnico. Não perca esta oportunidade de mudar de vida SE QUALIFICANDO PRO MERCADO DE TRABALHO! Cursos na área de SAÚDE, NEGÓCIOS, TECNOLOGIA E INDÚSTRIA. BlackFriday no Grau Técnico Vitória - 3526.4099 - QUEM PENSA NO FUTURO FAZ GRAU TÉCNICO!

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Amor e Sexo – por Sosígenes Bittencourt

Há uma enorme confusão que se faz entre AMOR e SEXO. SEXO se pratica, AMOR se sente. SEXO é pessoal, AMOR é interpessoal. Ninguém faz AMOR, o que se faz é SEXO. Você pode praticar SEXO sozinho, mas não pode AMAR sozinho, ninguém ama ninguém, ama alguém. Você pode AMAR alguém que esteja em Londres, mas não pode praticar SEXO com alguém que esteja em Londres.

Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

100 ANOS DO LEÃO.

Ouça a música “100 ANOS DO LEÃO” Composta pelo amigo Guilherme Pajé, na voz de Cássio Campos. 100 anos do Leão - Cássio Campos Aldenisio Tavares
Publicado em Vitória dos Artistas | Deixar um comentário

AVLAC – Academia Vitoriense de Letras, Artes e Ciência comemorou 13 anos de fundação.

Na noite da sexta (23) aconteceu o evento comemorativo que realçou os 13 anos de fundação da AVLAC – Academia Vitoriense de Letras, Artes e Ciência. O encontro solene aconteceu no Teatro Silogeu José Aragão e os “comes e bebes” ocorreu no Instituto Histórico e Geográfico da Vitória.

Sob a liderança do presidente, professor Serafim Lemos, o evento contou com uma pauta diversificada – apresentação cultural, palestras, exposição de fotografias, lançamento do e da 2ª Antologia da AVLAC.

 O professor Ricardo Andrade, da cidade do Paulista, enriqueceu a noite com a sua voz e o seu violão.

As acadêmicas Ilka Carvalho, Valdenete Moura e Leila Medeiros subiram ao palco para realçar  temas vinculados à atividade e missão da instituição. Os acadêmicos Pedro Ferrrer e Stephen Beltrão, coordenadores da Antologia, falaram especificamente do conteúdo do trabalho.

Sob os cuidados dos acadêmicos Aldenisio Tavares e Zózimo, com letra da também acadêmica Luciene Freitas, voz do padre Renato Matheus e arranjos do Samuka Voice  o Hino da AVLAC foi lançado.

Para concluir a noite, acadêmicos, familiares e convidados em geral se confraternizaram e cortaram o bolo comemorativo dos 13 anos de fundação da Academia Vitoriense de Letras, Artes e Ciência.

 
Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

Procissão: Nossa Senhora do Livramento.

Som a liderança do Padre André, a Paróquia de Nossa Senhora do Livramento manteve a tradição e realizou sua festa. Dentro da programação religiosa e cultural registramos, na noite do domingo (25), a passagem da procissão pelas principais ruas da cidade. Acompanhada por muitos fiéis, o cortejo representou um dos pontos altos das celebrações alusivas à 106ª edição do evento religioso. Veja o vídeo.

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

Momento Cultural: Êxtase – Corina de Holanda.

Escancaro a janela de meus sonhos

E me debruço sobre o mundo, rindo,

Ao ver que até nos pantanais medonhos

Estrelas se refletem, traduzindo

A presença de Deus em tudo… Brindo

Então, com meus cantares mais risonhos,

O esplendor dessa lua que, surgindo

Enche de luz recantos tão tristonhos…

E já nem sei onde demore a vista:

Se no infinito azul, em que artista

Faz das estrelas trono da beleza,

Ou se na terra, mares e montanhas,

Rios, vales, florestas… Que tamanhas

Maravilhas pôs Deus na Natureza!

Agosto de 1972

Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário

Momento Vitória Park Shopping

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

O Tempo Voa: Rua Dr. JOSE AUGUSTO (1973).

Foto da Rua Dr. JOAQUIM NABUCO  – 1973.
Publicado em O Tempo Voa | Deixar um comentário

Momento Grau Técnico Vitória.

Venha estudar na maior escola de cursos técnicos do Brasil e a que tem a marca de 75% dos alunos empregados no mercado de trabalho.

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

No tempo de eu menino – Doce Japonês – por Sosígenes Bittencourt.

Uma vez minha mãe disse a minha irmã que comida de rua era porcaria. Quando o doce japonês passou na porta de casa, minha irmã pediu a minha mãe: – Mamãe, compra porcaria pra mim.

Comi muito as cocadas de dona Isabel, algodão de açúcar, pirulito, cavaco, chupei picolé de mangaba. Eu comia essas guloseimas populares, escondido, porque mamãe não queria que eu degustasse comida de rua. Foi quando aprendi que tudo que dá medo e é proibido excita o desejo.

Hoje, porcaria que eu conheço é comida industrializada e preservada na base do conservante. Tá ligado?

Sosígenes Bittencourt
Publicado em Fala, Vitória! | 1 comentário

Dudu e Erika.

DUDU E ERIKA cantam a música ESQUADROS. Esquadros - Dudu e Erika Aldenisio Tavares
Publicado em Vitória dos Artistas | Deixar um comentário

Eleição 2018 já passou…….Agora, é bola pra frente!!!

Passados praticamente sessenta dias das eleições gerais 2018 que, além do presidente e governadores, formatou, para os próximos quatro anos,  as assembleias legislativas estaduais, câmara federal e senador da república podemos dizer que a expectativa do eleitorado brasileiro, agora,  está sintonizada no que irá acontecer, sobretudo na condução macropolítica capitaneada pelo presidente eleito, Jair Messias Bolsonaro.

Reeleito no primeiro turno o governador de Pernambuco, Paulo Câmara,  “já sacudiu a poeira da campanha”,  deu um passeio na Europa,  e já calibrou suas garras para o próximo mandato,  que começa a partir de 2019 e vai até o apagar das luzes de 2022. Entre outras coisas, fechou delegacia de combate à corrupção,  na direção da chamada administração pública,   e na questão fiscal reeditou o que existe de mais ortodoxo na governança autoritária, ou seja:  aumentou impostos para a população.

Na nossa “aldeia”, Vitória de Santo Antão, atinente ao último pleito,  pelo menos duas constatações eleitorais brotaram do pleito aludido,  na terra de João Cleofas de Oliveira. Ou seja: os três tradicionais grupos políticos locais – “vermelho, amarelo e verde” – saíram das urnas vitorienses menores do que se imaginava.

Na outra ponta, por assim dizer, emergiram duas consistentes lideranças. O jovem publicitário André Carvalho e o atual vice-prefeito,  Doutor Saulo. O primeiro, André, sintonizado com as novas práticas políticas, virou peça importante no xadrez político local. O segundo, Saulo, ratificou sua liderança e mais uma vez demonstrou ser portador de um bom trânsito em praticamente todas as faixas do eleitorado antonense.

Nesse contexto, contudo, quem ganha é o eleitor  da Vitória de Santo Antão. Doravante – assim se espera – novas postulações devem ser confirmadas no quadro político local  com vista às eleições municipais que se avizinham (2020)  para que as mesmas  sejam  mais recheadas de opções, no chamado cardápio de candidaturas.

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

Academia de Vitoriense de Letras comemora 13 anos de fundação.

Em Sessão Solene e Festiva, na noite de hoje, a AVLAC – Academia Vitoriense de Letras – comemora mais um aniversário. São 13 anos de fundação. O evento acontece no Teatro Silogeu (19h) - Instituto Histórico e Geográfico da Vitória de Santo Antão. Na qualidade de presidente da entidade, o professor Serafim Lemos convida toda comunidade antonense para participar desse importante momento cultural da nossa cidade.

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

Momento Pitú: Viva a Resenha!!

Meu povo, isso na cabeça de Xico é um cubo de gelo, viu? Olha que maneira resenhosa ele arrumou pra dar uma relaxada com a pituzinha. É bom que já refresca o calor também.

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Momento Cultural: Governo do mundo – por Célio Meira.

– Aonde vais, companheiro,

neste barco, pelo mar?

– Vou ao Reino da Ilusão,

para o mundo governar.

– Lastimo, deploro, amigo,

esta arrojada ambição:

o governo deste mundo,

nunca esteve em nossa mão.

Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário