ABLOGPE: comunicação em debate…..

Durante todo o dia do sábado (13) um grupo de blogueiros que compõe a diretoria executiva da ABLOGPE – Associação dos Blogueiros do Estado de Pernambuco – discutiu, analisou e deliberou questões atinentes à instituição assim como o contexto das novas ferramentas na comunicação de massa.

Na chamada sociedade “líquida” – detalhada pelo sociólogo Zygmunt Bauman (recém-falecido, aos 91 anos) – tudo muda com rapidez. Assim sendo, entender esse deslocamento de conceitos que, na prática,  se revelam no comportamento das pessoas nos mais variados grupos sociais é um dos grandes desafios para aqueles que desejam se comunicar bem. Já dizia o velho guerreiro, Chacrinha: “ quem não se comunica, se trumbica”.

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

Livro Cristais Fissurados- lançamento – 24 de maio – 19:30 – Pedro Ferrer

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Momento Cultural: Minha mãe – nos seus 86 anos (Poema) – Por Júlio Siqueira

Que feliz eu sou em poder contemplar, num êxtase de terno amor e de carinho, o rosto tão querido, todo arminho, dessa criatura boa, única, sem par!

Amar-te? Amo-te muito. E sou vaidoso por seres minha mãe… E tanto é assim que é um gozo, uma alegria sem fim que proclamo a toda gente, orgulhoso!

Quero beijar-te as mãos que me abençoam, ouvir-te a voz, cujas palavras ecoam num doce misto de ternura e de amor.

porque és a mais bela das criaturas, daquelas que enchem o mundo de venturas amando e sorrindo em meio a própria dor!

Por Júlio Siqueira

Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário

Momento Vitória Park Shopping

Pegue seu animalzinho no Drive Kids e dê uma voltinha no #VPS para dar um up no seu dia!
Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

O Tempo Voa: Reunião Lions Clube

Reunião festiva da Lions Clube - Restaurante Gamela de Ouro - Palestrante Irmã Eliane - dezembro de 1999. 
Publicado em O Tempo Voa | Deixar um comentário

Momento Pitú: Viva a Resenha!!

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

MANGA COM SAL? – por Sosígenes Bittencourt

Como eu fui criado chupando manga SEM SAL, nunca me acostumei com essa modalidade de chupada, essa aventura estomacal. E ainda há quem lambuze a fruta na laminha do sal com vinagre. Na feira, a primeira pergunta era a seguinte: – Essa manga é docinha? Aí, o matuto: – É um favo de mel, freguês. Aprendi que SAL só serve para matar micróbio, dar gosto na comida e subir a pressão arterial.  Comida insossa é um dos maiores castigos impostos à velhice. Assim como a privação do açúcar para os diabéticos. Não poder chupar uma manga rosa madurinha é terrível para quem sofre de HIPOINSULINISMO. Não poder passar a mandíbula num bago de jaca dura deve ser uma tortura.

Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Paulo Nascimento e a Banda Real

Paulo Nascimento e a BANDA REAL no CD “Me Faz Feliz“.  Composição de João Caverna -  COCO DA CABRA -  interpretação de Alcir Damião, Nice e Paulo Nascimento. Banda Real - Coco da Caba Aldenisio Tavares
Publicado em Vitória dos Artistas | Deixar um comentário

Vitória de Santo Antão no centro dos debates da chamada “Guerra Fria”!!

Por cordialidade do amigo Jurandir Soares, sabedor do meu interesse pela boa leitura, recentemente, fui presenteado com o livro “Pernambuco em Chamas”, do jornalista e historiador Vandeck Santiago. Basicamente o seu conteúdo coloca luz na relação dos EUA com a Região Nordeste do Brasil, no contexto da chamada guerra fria e pré-golpe militar de 1964. Passa também por uma boa explicação na vocação esquerdista da capital pernambucana – Recife.

Ao mundo, por assim dizer, à miséria e o estado de calamidade pública vivenciadas na zona rural do Nordeste Brasileiro foram reveladas por importantes veículos de comunicação internacional, então,  “barril de pólvora” para um levante das classes camponesas no sentido de uma revolução contra o sistema posto, tal qual o ocorrido na Ilha de Cuba, pela liderança do Fidel Castro.

Nesse contexto, porém, nossa Vitória de Santo Antão recebeu atenção especial. Os movimentos dos camponeses no Engenho Galileia, a partir de 1955, no sentido da organização da classe, são observados com bastante atenção e, em alguns casos, repressão.

Não à toa, um dos irmãos do presidente dos Estados Unidos, John Kenndy,  o Edward, juntamente com então presidente da SUDENE, Celso Furtado, estiveram nas terras do Engenho Galileia para conferir “IN LOCO” as informações que chegavam à mesa de um dos homens mais poderoso do mundo e referência do século XX (John Kenndy),  via relatórios dos emissários.

Entre outras reivindicações dos “galileus” – no que se referia à falta de energia elétrica na localidade -  o irmão do presidente dos EUA, Edward, prometera, assim que chegasse no seu país de origem enviaria um gerador à localidade. Promessa feita, promessa cumprida!! Mesmo sem nunca haver entrado em funcionamento, o referido Gerador permanece nas terras do engenho, por mim constatado em visita recente.

Em outro capitulo,  que trata das eleições pernambucanas  de 1962, em que o vitoriense João Cleofas disputou o cargo de governador com Miguel Arraes, o autor narra o interesse e até da interferência no processo eleitoral dos americanos. Assim sendo, para os que desejam saber um pouco mais sobre a história de Pernambuco e da  Vitória de Santo Antão aconselho mergulhar de cabeça no referido opúsculo.

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

FAMAM – matrículas abertas!!!

Conforme já foi noticiado pelos mais diversos órgãos da imprensa local, a FAMAM – Faculdade Macêdo de Amorim – é a mais nova instituição de ensino superior da nossa cidade, oferecendo maiores oportunidades àqueles que desejam ter sucesso profissional e progredir na vida qualificando-se para assumir os melhores postos do mercado de trabalho.

Dentro desse contexto, a FAMAM montou uma estrutura moderna e que atende todas as necessidades para o real aprendizado dos alunos. É oportuno registrar que a FAMAM continua com matriculas abertas para os cursos de graduação em Ciências Contábeis e Gestão de Recursos Humanos.

Jornal da Vitória.

 
Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

CONVITE: INSTITUTO HISTÓRICO – 04/05 – 19:30H

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Já circulando a mais nova edição do Jornal da Vitória.

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Momento Cultural: Caveira – por Henrique de Holanda.

Da nudez em que vive na demência, traduzes bem o desmoronamento. lar que serviu de abrigo à inteligência e onde hoje reside o esquecimento.

Outrora tu vivias na opulência: carne, vaidade, amor, deslumbramento, beijo, pecado, embriaguez, ardência, e hoje, de tudo isso, o isolamento.

No mundo, tu viveste mascarada. Hoje, porém, com a face descarnada, Tens do teu rosto a máscara caída…

Retrato original da humanidade: Ressaca para toda a eternidade depois da grande dança desta vida!…

(Muitas rosas sobre o chão – Henrique de Holanda – pág. 12).

Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário

Momento Vitória Park Shopping

O Detran do Vitória Park Shopping funciona de segunda a sexta das 09h às 21h, e nos sábados das 09h às 15h.
Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

O Tempo Voa: Café da Manhã

Registro do café da manhã da 10ª Cavalgada Fest - Refeitório da antiga Escola Agrotécnica da Vitória - 2009. 
Publicado em O Tempo Voa | Deixar um comentário

Momento Pitú: Viva a Resenha!!

Pergunta se tiraram foto com o protetor solar? A galera gosta é da resenha! O registro é do @gungaimagens!!  
Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

GRATIDÃO E REMORSO – por Sosígenes Bittencourt.

Muitas vezes, é preciso perder os pais, para refletir sobre sentimentos.

O sentimento predominante, na perda dos pais, não é de GRATIDÃO, e, sim, de REMORSO, não é a gratidão pelo que nos fizeram, mas o remorso pelo que deixamos de fazer.

Filhos devem frutificar sob a redoma protetora do amor, embora não sejam gerados para amar seus pais. O amor filial independe, pois há filhos desprezados e maltratados que nunca desrespeitaram seus pais. Agora, o luto é mediador na relação familiar, é mais eloquente do que as festas, porque desperta reflexões profundas, advindas de sentimentos profundos. Pode dobrar a cerviz do ingrato, despertar-lhe, tardiamente, a misericórdia. É preciso crer na advertência, em Êxodo 20:12, “Honra teu pai e tua mãe, para que se prolonguem os teus dias, na terra, que o SENHOR, teu Deus, te dá.”

Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

“Tudo de Você Senhor” na voz de Edilma e João Caverna.

Ouça a música “Tudo de Você Senhor“, composta por Aldenisio Tavares, na interpretação de Edilma e João Caverna. A canção  integra o CD “O Amor de Deus nos uniu”, lançado pelo compositor. Tudo de Você Senhor - Edilma e João Caverna Aldenisio Tavares
Publicado em Vitória dos Artistas | Deixar um comentário

Apenas para refletir: são muitas transformações……

Revirando meus arquivos, encontrei mais uma pérola da nossa Vitória de Santo Antão. Imaginar, então, que na atualidade - pouco mais de um século depois da aplicação do nosso Código de Postura Municipal -  as coisas sejam tão diferentes. Não por falta de leis que regulamentem às questões, mas sim pela mudança nos costumes. Se o rádio, no inicio do século XX e a televisão na sua segunda metade transformou radicalmente a sociedade, na forma de pensar e no seu jeito de agir,  imagine daqui para frente, nesse alvorecer do século XXI, no qual a internet é mundo sem fronteiras? 

 

Curiosidades Vitorienses: Código de Posturas (1897)

Dando continuidade a coluna de curiosidades vitorienses, publicaremos trechos do CÓDIGO DE POSTURAS do município da Vitória, datado de 1897. Os trechos foram retirados do volume 07 da revista do Instituto Histórico e Geográfico da Vitória, editada em 1977. São muitas curiosidades, que valem a pena serem disponibilizadas em nosso blog.
Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

Escreveu-me o Professor Pedro Ferrer…

Há dez anos o Instituto festejava os 150 anos da visita da Família Imperial, fato marcante na história da nossa cidade. Veja as imagens:
Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

ESSE PAÍS ORGULHA SEU POVO – Escreveu Ronaldo Sotero

A reeleição do primeiro-ministro israelense Binyamin Netanyahu para o quinto mandato pelo partido do Likud, confirma a confiança do seu povo em líder tão carismático. Nascido em 21/10/1949 em Tel-Aviv, viveu parte da infância nos Estados Unidos. Estudou no MIT, Instituto de Tecnologia de Massachusetts, uma ilha de excelência.Outro dado que dimensiona sua capacidade que muitos desconhecem. Durante cinco anos, serviu ,simplesmente, numa unidade das forças especiais israelenses. Em uma operação de resgate de um avião desviado por palestinos em 1972, chegou a ser ferido. Participou da Guerra do Yom Kippur. Seu irmão mais velho é um herói nacional. O Coronel Yoni Netanyahu membro de um comando de elite de Israel, foi morto na operação de resgate de reféns de um avião da Air France levado por terroristas para Uganda, na África. Na arriscada operação, os terroristas foram eliminados e os reféns salvos. Um país de patriotas assim orgulha todos. Bem diferente de outro, sem identidade, que adora ditaduras e bajula traidores. Israel é um exemplo de coragem e competência ao mundo. É o parecer.

Ronaldo Sotero
Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

Latas da Pitú estampam ilustração do Abril pro Rock 2019 A 27ª edição do festival terá um dia exclusivo para shows de artistas mulheres

Em meio à efervescência do Manguebeat no Brasil, mais precisamente no Recife, capital pernambucana, surgia a necessidade de um espaço que reunisse todas as produções musicais e expressões de arte que estavam eclodindo junto com o Movimento, que mais tarde virou referência nacional e quiçá internacional. Foi quando o produtor cultural Paulo André Moraes realizou, em um domingo do mês de abril de 1993, a primeira edição do hoje já consagrado festival Abril pro Rock, reunindo 1,5 mil pessoas ou melhor, “mangue boys” e “mangue girls”, para assistirem aos shows das 12 bandas locais convidadas e do Maracatu Nação Pernambuco no extinto espaço de eventos Circo Maluco Beleza. Até hoje, o festival continua existindo e resistindo, apresentando produções da cena independente do Brasil inteiro e também do exterior, além de continuar revelando artistas e dando espaço para as produções locais.

Entendendo a importância do Abril pro Rock para a histórica da cena musical do País e para a formação cultural de jovens, a Engarrafamento Pitú é patrocinadora oficial do festival desde 2011, ano em que iniciou a produção de latas com embalagens temáticas para o público do Abril pro Rock e colecionadores. Especialmente para esta 27ª edição do festival, que acontecerá nos dias 12, 19 e 20 de abril no Baile Perfumado, no Recife, a Pitú irá lançar três milhões de unidades das latas personalizadas de 350 ml de cachaça em todos os seus pontos de vendas do Brasil. As latinhas também estarão disponíveis no evento.

A programação do Abril pro Rock este ano traz um dia exclusivo para a produção musical de artistas mulheres. A sexta-feira, 19 de abril, terá shows expressivos, a exemplo das ativistas russas do Pussy Riot, da cantora Letrux, das paraibanas do Sinta a Liga Crew, das pernambucanas do Arrete e do 808 Crew. E acompanhando a temática do evento, que destaca o poder e a força da mulher na música e em todos os espaços que ela queira ocupar, a embalagem especial da Pitú estampa a ilustração oficial do Abril pro Rock. Na arte, que contempla toda a identidade visual do festival, uma mulher segura uma guitarra nas costas e levanta o braço mostrando o punho.

O presidente da Pitú, Alexandre Ferrer, explica que a embalagem temática já é aguardada pelo público “rockeiro” e também por colecionadores de todo o País, sendo um elemento que estreita as relações afetivas entre a Pitú, o festival e o consumidor de cachaça. “As latas do Abril pro Rock procuram seguir sempre a mesma linha de comunicação adotada pelo festival e sempre são desenvolvidas em conjunto com a organização do evento, assim procuramos fazer uma melhor identificação entre a Pitú e o Abril Pro Rock e, dessa forma, conquistar o público”, detalha Alexandre Ferrer. A adaptação da tradicional embalagem da Pitú com a ilustração do Abril pro Rock tem assinatura da agência pernambucana Ampla Comunicação.

Latas temáticas - De 1998 até agora, a Pitú já lançou mais de 60 latas com layout comemorativo. Todo ano os colecionadores podem adquirir o produto personalizado em datas especiais, como o Carnaval, Abril Pro Rock, São João e Réveillon, além de aniversários da empresa e outros acontecimentos significativos, a exemplo da Copa do Mundo.

Sobre a Pitú - A Engarrafamento Pitú, fundada em 1938 por Joel Cândido Carneiro, Severino Ferrer de Moraes e José Ferrer de Moraes, é referência nacional quando o assunto é cachaça e neste ano de 2019 chegou aos 81 anos. Sendo uma das maiores indústrias de aguardente do Brasil, a Pitú engarrafa e comercializa, em média, 98 milhões de litros por ano, dos quais 2% representam as vendas no exterior. Genuinamente pernambucana, a fábrica da Pitú está localizada no município de Vitória de Santo Antão (PE), na Avenida Áurea Ferrer de Moraes S/N, onde é possível também conhecer um pouco da trajetória da empresa por meio do acervo do seu Centro de Visitação, que reúne histórias e relíquias da marca pernambucana.

No Brasil, a Pitú é líder nos mercados Norte e Nordeste e a segunda cachaça mais consumida em todo o País. Já no mercado externo é líder absoluta há quase três décadas, sendo a maior exportadora de cachaça do Brasil. Por ser uma cachaça para todos os gostos, a Pitú se mantém entre as 20 marcas de bebidas destiladas mais produzidas no mundo. Na Europa, a Pitú comanda o mercado e tem a Alemanha como o país líder em consumo. Outros países do Velho Continente, também importantes para a marca, são Áustria, Suíça, Portugal, Espanha, Itália, Reino Unido, Irlanda e França. Nos demais continentes a Pitú também está presente e se mostra líder em alguns países, como nos Estados Unidos. A bebida marca presença relevante na Argentina, Austrália, Canadá, Chile, Índia, México, Angola, Tailândia, África do Sul e Emirados Árabes. O volume médio de exportação anual da Pitú é de 2 milhões de litros.

Assessoria de Imprensa.

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

Momento Cultural: PARA MINHA NETINHA – Por Diva Holanda

Plim Plim! Parece conto de fadas ou mesmo boato infundado mas, o que é fato é verdade e não pode ser contestado:

Diva vai ser vovó ela que parecia querer ver em Mano um menino de repente o viu crescer.

Cresceu deu nova vida a quem não foi programada mas que será com certeza das filhas a mais amada.

Nascendo em tempo tão ruim onde não se tem esperança, estou apostando em você minha doce e terna criança.

De você vou ser vovó de fadas vou lhe falar vou cantar mesmo sem voz lindas canções de ninar.

E a vovó que daria bolões de feijão e amor, que hoje é da guarda você vai levar uma flor.

E no seu mundo encantado com baleias navegando, sem guerra e sem fuzis você vai crescendo pesando:

Que Drumond não morreu nunca Que Deus é bom e perdoa, Que a vida já é história De um pensamento que voa.

Diva Holanda 
Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário

Momento Vitória Park Shopping

Traçar a rota, andar de bike, registrar o percurso e compartilhar a experiência na velocidade 4.5G deixa o seu passeio ainda mais incrível.
Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

O Tempo Voa: Cidade Maravilhosa

Viagem à Cidade Maravilhosa - Rio de Janeiro - 1988 - na foto: Moisés Sales, Vado Candeeiro e Josinaldo Tavares. 
Publicado em O Tempo Voa | 1 comentário

Momento Pitú: Viva a Resenha!!

O cara chega fica emocionado. Parabéns pela obra de arte, @shakebabytattoo!
Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

O bom uso da inteligência – por Sosígenes Bittencourt

A vida ensina, você é que tem de fazer bom uso da inteligência. A inteligência é uma FACULDADE, todos nós a temos. O bom uso da inteligência gera SABEDORIA. Às vezes, o que aprende com facilidade tem pouco interesse, e o menos capaz, pela dedicação, pelo esforço, consegue mais. Termina, o mais esforçado, usando melhor a inteligência, aprendendo mais, triunfando na vida. A perseverança é irmã da conquista.

Em resumo, o homem tem de saber lidar com as EMOÇÕES. Felicidade é comer jabuticaba no pé. Se você, na ansiedade, comer a semente, nunca irá saborear uma delas.

A paciência é a maior das virtudes, porque não há virtude sem paciência.

Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Banda Fascina canta “Te quero amor”.

“TE QUERO AMOR”,  samba de Guga, Junior e Paulo,  no Cd vol. 02 -  É pra Sambar, Swingar e se Apaixonar - Banda Fascina. Te quero amor - Banda Fascina Aldenisio Tavares
Publicado em Vitória dos Artistas | Deixar um comentário

Quem investiu em construções irregulares na linha férrea poderá dançar na “chapa-quente”….

Não sem sentido, repercutiu bastante nas redes sócias,  no nosso torrão,  o problema envolvendo à demolição, pela justiça federal,  de um prédio na cidade de Timbaúba -  Mata Norte – que foi construído no espaço que um dia circulou o trem.

Antes, sinônimo de progresso e modernidade, o sistema de transporte ferroviário foi meticulosamente estudado pelos governantes de plantão, a partir de um determinado período,  para não funcionar mais no Brasil. O País não poderia dar certo e ser viável, sem antes desenvolver a industria automobilística americana e europeia.

Pois bem, logo após a nossa então Vila de Santo Antão virar a próspera cidade da Vitória, em 06 de maio de 1843 -  Vitória passaria a ser “de Santo Antão” só a partir de 1943 – à chegada da “estrada de ferro”, em 1886, transformaria nosso torrão numa das circunscrição territorial mais estratégica para então Província de Pernambuco.

Nesse período, por assim dizer, nossa cidade “respirou doces ventos”. Conjugou, verdadeiramente, aquilo que hoje os especialistas chamam de “desenvolvimento econômico”, bem diferente do tão buscado crescimento econômico. Passado um século da sua chegada – por volta das décadas de 80/90 – as forças do atraso cuidaram de “sucatear” esse modal de transporte em nosso estado .

Assim sendo, a partir de agora, tem muito antonense sem dormir direito! Investiram suas economias em construções irregulares ou na compra de prédios sem a devida documentação, construídas sob o espaço das chamadas  “estradas de ferro”. Nessa parada não tem inocentes.......Todos sabiam o que estavam fazendo. Os políticos das gestões passadas – Governo Que Faz e Governo de Todos – se beneficiaram com os votos, os “corretores/vereadores”, idem!! E quem poderá dançar na “chapa-quente” são os comerciantes que apostaram e investiram dinheiro na “coisa fácil”........

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

LITERATURA ABERTA – MIA COUTO: UM MOÇAMBICANO NA VITÓRIA – Escreveu- Ronaldo SOTERO

Para o escritor vitoriense OSMAN LINS, (1924-1978), no livro "Problemas Inculturais Brasileiros", "Só existem, no Brasil, duas coisas verdadeiramente democráticas: a praia e a literatura. Estão sempre abertas a quem chega e ninguém paga pela entrada".

Nessa perspectiva, o escritor moçambicano António Leite Couto, conhecido como Mia Couto, 63 anos, nascido em Beira, Moçambique, realiza palestra dia 17/04, às19h no Instituto Histórico da Vitória de Santo Antao, com o tema :"Que sei eu do que serei, eu que não sei o que sou?- O Continente Africano numa perspectiva literária ", em evento com apoio da UFPE, Unicap e Facol.

Além de biólogo, o escritor é natural de Beira, cidade muito atingida recentemente, durante a passagem do ciclone Idai. Sobre seu pseudônimo Mia, foi adotado porque o escritor tinha grande admiração por gatos e seu irmão não sabia pronunciar o nome dele. Autor prolifico, de extensa obra literária, assim como o internacional Osman Lins, escreveu poesia, conto, romance, crônicas, sendo considerado como um dos mais importantes escritores de seu país. Suas obras foram traduzidas para o alemão,francês, castelhano, inglês, italiano, e publicadas em 22 nações .Mais traduzido escritor moçambicano. Seu primeiro romance "Terra Sonâmbula " , de 1992, é considerado um dos melhores livros da literatura africana no século XX.

Ex- colônia portuguesa, independente em 1975, Moçambique é o 35 país mais desigual do mundo, segundo o Banco Mundial. O Brasil ocupa o 15 lugar. Embora dotado de grandes recursos naturais, a ONU considera esse país como um dos menos desenvolvidos no mundo.

Sua capital é Maputo. População é de cerca de 28 milhões. É banhado pelo Oceano Indico. Para falar de tema de tamanha abrangência, que pode não ser de compreensão de boa parte dos presentes, pelas singularidades que a literatura exige, Mia Couto deveria pautar sua exposição tendo como pano de fundo a magistral África, continente de contrastes agudos, mistérios, guerras coloniais; conflitos étnicos, história, santuário ecológicos e diversidade, em um mundo fragmentado, mas de esperança viva.

Ronaldo Sotero
Publicado em A Lupa | Deixar um comentário