Momento FAMAM – Faculdade Macêdo de Amorim.

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

O Tempo Voa: Praça da Matriz.

Praça Dom Luiz de Brito - "Praça da Matriz" - ano não registrado. 
Publicado em O Tempo Voa | Deixar um comentário

Momento Pitú: Viva a Resenha!!

Pituzeiro que é pituzeiro sabe do que o WS tá falando, né não?
Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

CRISTO E MALUF – por Sosígenes Bittencourt.

História engraçada conta o jornalista pernambucano Aldo Paes Barreto, em seu livro Causos & Casos, que acontecera em Nova Jerusalém.

Durante um espetáculo, em plena Campanha pela Presidência, Paulo Maluf está na plateia. No palco, braços abertos, Pilatos indaga a multidão diante do Palácio do representante romano:

– Povo de Jerusalém, não quero ser culpado pelo sangue de um inocente. Vós julgueis. O poder romano permite que eu solte um dos acusados. Solto Cristo ou Barrabás? No meio da plateia, uma voz soou mais alto:

– Solta os dois e prende Maluf.

Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Menina Linda por Freire e Michele.

Ouça a música “Menina Linda“, com Freire e Michele. Menina Linda - Freire e Michele Aldenisio Tavares
Publicado em Vitória dos Artistas | Deixar um comentário

Eleições 2020: o candidato do grupo amarelo será o deputado Joaquim Lira.

Por ocasião de uma agenda em comum, ocorrida no último domingo (14), acabei “esbarrando” com o ex-prefeito Elias Lira e o deputado Joaquim Lira. Após os cordiais cumprimentos, mais adiante, acabamos dialogando sobre política. Uma espécie de 360 graus – Assembleia, Paulo Câmara e, evidentemente, o cenário local e eleitoral para 2020.

Diante da inevitável pergunta  – quem será dos dois o  candidato a prefeito ? – Elias fez de conta que não escutou e saiu de “fininho”. Já o deputado Joaquim arrematou: “é para publicar ou não?” Respondi: você é quem sabe, mas, independente da sua resposta, eu já tenho uma avaliação própria e lhe digo agora: O CANDIDATO SERÁ VOCÊ!!

A resposta dele sobre à possível candidatura não irei reproduzir,  por não achar clara e objetiva, no entanto, abaixo, irei reproduzir alguns dos  meus argumentos que apontam na direção da sua candidatura a prefeito da Vitória em 2020. Aliás, tudo isso e muito mais eu disse a ele -  de viva voz -  nessa oportunidade.

Primeiro: Elias já passou dos 80 anos (descendo ladeira ) e o  Joaquim, na flor da idade, algo em torno dos  trinta e poucos anos. Ou seja: ladeira à cima.  Em uma avaliação simples e pragmática, todo  investimento eleitoral  em Elias Lias é de altíssimo risco.

Segundo: Joaquim está no meio do mandato de deputado estadual. Se não vencer a disputa (2020), continua exercendo a mesma função até 2022,  sem nenhum problema. isto é:  prejuízo zero, até porque, na atual conjuntura eleitoral, o dinheiro para se fazer campanha vem do chamado "fundão" que, diga-se de passagem, para o próximo pleito o Congresso articula dobrar o valor anterior - calcula-se algo na casa dos três bilhões de reais.

Terceiro: para dar seguimento ao capital político do pai, Joaquim precisa, daqui pra frente,  rivalizar com o grupo oponente em todas as situações possíveis, assim como fez o Elias Lira desde quando sentou-se na cadeira de deputado,  pela primeira vez, lá em 1999. Isto é: Elias disputou todas as eleições possíveis – 2000, 2002, 2004, 2006, 2008 e 2012 – justamente para não abrir espaço para quem quer que seja no seu grupo. Se em 2016 Elias não disputou e nem apoiou o Joaquim,  na ocasião, foi pelo simples fato de haver um impedimento legal. Alguém tem alguma dúvida nesse sentido?

Pois bem, levando-se em conta o  atual cenário e se não houver  um fato novo (relevante)  até lá (2020), não consigo imaginar, por essas e outras questões,  que o grupo amarelo tenha um candidato que não seja o deputado Joaquim Lira.

Acho até que para o atual prefeito, Aglailson Junior (candidatíssimo à reeleição), o Joaquim Lira seria o melhor dos  oponentes, uma vez que seria deflagrada na cidade - tal qual nas edições anteriores -  uma disputa sem conteúdo e não programática, isto é: uma disputa apenas de estrutura e de promessas vazias!!! Algo que, infelizmente, o eleitorado antonense já se acostumou - até quando?

Ao final da nossa conversa e depois de todos os meus argumentos,  entramos em outros assuntos. Ele nem disse que eu estava certo nem que estava errado. Lembremos então que para os atores políticos locais,  2020 já está na ordem do dia,  no que diz respeito às montagens das chapas  partidárias  e nos primeiros  contatos  e acenos aos eleitores.

Vale salientar também, que além dos tradicionais grupos políticos da cidade – vermelho, amarelo e verde – outras lideranças estão se articulando para tentar quebrar esse clima de flá-flú na nossa província. Quem viver verá......

Publicado em A Lupa | 3 comentários

Instituto Histórico: convite – 02 de agosto – 20h – Salão Nobre.

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Trilha do Gurgel – 21 de julho – 10h – Espaço de Ouro.

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Momento Cultural: A ILUSÃO – por José Miranda.

Para vivermos nós contentes pela vida sem essa mágoa que tortura tanto a gente da culpa de Eva no Édem, um dia nascia. O Senhor deu-nos a ilusão constantemente.

Quanto seria: a alma por tudo entristecida e o coração ensimesmado e até doente se a ilusão fosse deste pélago banida se não houvesse, não o sonho doce e ingente!

De assalto sem se esperar conta do destino a ilusão toma para nos dar prazer na dor para nos fazer o espiamento pequenino.

Da nau de crença a vela enfuna com vigor e fortifica quando sofre, o coração: toda beleza está da vida na ilusão.

José Tiago de Miranda, vitoriense, nascido a 9 de junho de 1891 e faleceu a 29 de maio de 1960. Foi professor primário na Vitória, em Moreno e em Limoeiro, exercendo, em todas as cidades, o jornalismo. Foi proprietário e diretor de O LIDADOR a partir de 1932 até sua morte. Cronista, poeta e jornalista de alto valor. Seus filhos (Ceres, Péricles e Lígia) reúnem em volume muitas de suas crônicas e poesias, em livro “Antologia em Prosa e Verso”, comemorando o centenário de seu nascimento, aos 9 de junho de 1991. Do casamento, com D. Herundina Cavalcanti de Miranda, houve ainda um filho, Homero, falecido logo após a morte do Prof. Miranda.

Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário

Momento FAMAM – Faculdade Macêdo de Amorim.

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

O tempo Voa: disputa na TV – prefeito Barreto.

Disputa na TV - Vitória contra São Lourenço - prefeito Barreto - década de 1970. 

Publicado em O Tempo Voa | Deixar um comentário

Momento Pitú: Viva a Resenha!!

Pense na vontade que bateu de uma Gold dessas agora, meu povo! Conta aí nos comentários o acompanhamento perfeito pra essa dupla.

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

NO BAR DA COCHEIRA – por Sosígenes Bittencourt.

O Bar da Cocheira fica como quem vai para o Matadouro. É uma casa de família. O barzinho é um fundo de quintal, de dona Léo de Zé Pedreiro. Quando bate a tardinha, sobe aquele aroma adocicado de chiqueiro de porco, relembrando a década de sessenta. Zé Pedreiro não diz nadinha, pai das meninas, de mulheres diferentes, todas contentes. A mais velha deve ser Maria de Nazaré, loirinha, meio sofrida por uma paixão que se acabou. Na televisão, toca até Zezo dos Teclados, com aquela gemedeira romântica que faz a mulherada querer beijar na boca. Tem dobradinha, quiabada, sarapatel, tripinha de “pôico”, tudo no estrinque. Chega dá vontade de tomar uma lapada de cachaça e passar a boca na manga da camisa. Todo ser humano tem um maloqueiro dentro do peito. Sobretudo se nasceu no interior, no tempo que fazer sexo era pecado e urinar na rua era falta de educação. Deus me defenda! No tempo que mulher da vida chamava-se rapariga e tinha mais vergonha na cara do que a geração de Malhação. Morreram quase todas. Outro dia, eu vi Maria Guarda-Roupa.

O Bar de dona Léo fica lá na esquina, como quem vai para o Matadouro. As meninas descem da Faculdade e vão beber cerveja. Tem até estudante de Pedagogia. Umas meninas sabidas, falantes, de batom, cabelo na escova e sandália de dedinho. Se não fosse isso, a vida seria muito chata.

Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

João Caverna & Edilma.

JOÃO CAVERNA E EDILMA - ao vivo no cd e dvd  - ALÉM DO LIMITE, canta ROBERTO CARLOS. João Caverna e Edilma - Além do Limite Aldenisio Tavares
Publicado em Vitória dos Artistas | Deixar um comentário

Apelidos Vitorienses: Zito dos Fogos.

Com quase setenta e cinco anos de idade o senhor José Raimundo da Silva Filho – que tem o mesmo nome do seu genitor  – recebeu como apelido um diminutivo da alcunha do pai,  que era conhecido  pelo  “Josezito”.

Foi na escola, entre os sete e oito anos, que o garoto José Raimundo da Silva Filho foi “rebatizado” pela professora Ângela de Souza. Disse ela: “já que você é filho de "Josezito", vou ficar lhe chamando apenas por Zito”.

Já o  “sobrenome” do apelido – “dos Fogos” diz repeito à sua atividade comercial. Contou-nos “Seu” Zito que no início da década de 90 (1990), quando ele agregou ao seu negócio o serviço de Show Pirotécnico,  usou como nome fantasia da empresa a forma com que as pessoas já lhe conhecia, ou seja: Zito dos Fogos.

Disse ele também que poucas pessoas lhe conhece pelo nome de batismo. Só em alguma repartição pública ou em situações formais é que lhe tratam pelo nome verdadeiro. Assim sendo o amigo José Raimundo da Silva Filho é mais vitoriense catalogado pelo nosso projeto – Apelidos Vitorienses – que tem por objetivo revelar à origem do apelido das pessoas que são mais pela alcunha do que pelo próprio nome.

Publicado em Apelidos Vitorienses III | Deixar um comentário

Trilha do Gurgel – 21 de julho – 10h – Espaço de Ouro.

O clube do Gurgel da Vitória,  mais uma vez,  faz  sua trilha oficial, a “Trilha do Gurgel” e em 2019, vem com gostinho de lama..., quer dizer, festa, pois está completando 15 anos de vida e 15 anos de trilha. Nascido em Vitória de Santo Antão, o Clube do Gurgel foi gerado pela união de cinco antonenses,  que loucos por aventuras decidiram comprar um carrinho chamado Gurgel (na verdade Gurgel é a marca,  mas quase ninguém chama-os  pelo nome), e se embrenharam mata a dentro da zona rural de Vitória, Escada, Amaraji, ribeirão, Primavera e outras cidades.

 Fazendo convites para outras pessoas irem de carona, causando nelas uma verdadeira emoção, tanto que de repente outros carros foram surgindo, chegando, hoje,  o clube ter mais 40 sócios. Nessas quatorze edições o Clube do Gurgel fez muitos amigos, varias e varias trilhas, seus sócios conheceram vários lugares e pela sua diplomacia em agregar pessoas e veículos, dele nasceram outros clubes (de carros maiores), como o vitória 4x4 e os amigos Off-Road, porém, esse clubes participam ativamente da trilha do Gurgel.

 A trilha do Gurgel será no próximo dia 21 de julho,  com concentração no Espaço de Ouro (Gamela de Ouro) iniciando as 08:00h com o seu tradicional café da manhã e por estar fazendo aniversário, acontecerá um parabéns caloroso e um corte de bolo.  A saída está prevista para às 10:00h. Mais informações ligue: 81-9.9638.5381.

Assessoria do evento.
Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

4ª Festa da Saudade – Super Oara – 24 de agosto – no Leão.

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Momento Cultural: Trindade Santa – por Corina de Holanda.

Já havia a Santíssima Trindade: O Pai, O Filho, O Espírito Divino, Formando desde toda a Eternidade O triângulo augusto de um destino.

Na terra, a sofredora Humanidade, Aguardava um milagre genuíno: De uma virgem, viria o Deus Menino Sem poluir o sol da virgindade.

No desconforto de uma estrebaria, Um modesto casal – José – Maria Espera a Hora que as demais suplanta.

Eis que surge uma estrela, anunciando O nascimento de Jesus, formando Com eles, na terra, uma Trindade Santa.

1969

(Entre o céu e a Terra – 1972 – Corina de Holanda – pág. 34).

Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário

Momento FAMAM: Faculdade Macêdo de Amorim.

Se você tem essa dúvida, esse post é para você! É muito comum as pessoas apresentarem essa dúvida! Qual pós-graduação devo fazer!? A resposta sempre é: depende! Depende da área que você quer seguir e se especializar! Não existe um curso certo ou errado, existe o recomendável. Aqui, na FAMAM, temos vários cursos de Pós-Gradução. Entre em contato conosco! Temos a certeza de que você encontrará um curso com o qual se identificará.

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

O Tempo Voa: IV Festival do Vinho (31/07/1983).

IV Festival do Vinho - promoção Lions Clube - Clube Vassouras " O Camelo" - dia 31 de julho de 1983. 

   
Publicado em O Tempo Voa | Deixar um comentário

Momento Pitú: Viva a Resenha!!

Foi um pedido do gênio da lâmpada, foi? Parece até miragem uma vista dessa. Um brinde a essa fartura, minha #NaçãoPituzeira#ÉResenha

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

ABORTO, OPINIÃO E PODER – por Sosígenes Bittencourt.

É função de quem LÊ e ESCREVE, sobretudo quando publica o que escreve, facilitar, pedagogicamente, para a compreensão do LEITOR.

Por exemplo, o ABORTO é matéria que pode, evidentemente, ouvir a opinião do Presidente da República, mas não é matéria a ser decidida pelo Presidente da República.

Quando o Supremo Tribunal Federal decide pelo aborto em fetos ANENCÉFALOS (sem cérebro) estão no uso de suas atribuições e não estão acatando nem rejeitando a opinião do Presidente da República.

O que o povo quer é que o Representante do Executivo mande no LEGISLATIVO e no JUDICIÁRIO, o que caracterizaria um rompimento com a INTERDEPENDÊNCIA de poderes e recrudesceria os anseios ditatoriais do governante. Quer dizer, o povo pode optar pelo candidato que é a FAVOR, ou CONTRA o aborto, mas não pode querer que seja matéria decidida pelo Presidente da República. Seria misturar alhos com bugalhos em detrimento de si mesmo. Compreende?

Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Zezé do Forró canta “Não sou Vaqueiro” de Sirano e Sirino.

Do CD  Zezé do Forró -  música NÃO SOU VAQUEIRO -  autoria Sirano e Sirino. Não Sou Vaqueiro – Zezé do Forró Aldenisio Tavares
Publicado em Vitória dos Artistas | Deixar um comentário

ANIVERSÁRIO: MAIS 77 ANOS PARA O PROFESSOR PEDRO FERRER!!!

Através do whatsapp, ontem (15),  o professor Pedro Ferrer – que se encontra em viagem pelo Sul do País – me enviou duas fotos acompanhadas pela seguinte mensagem:

“Passei um belo dia em Blumenau. Como ver, mais um  visitei (sofro da síndrome museológica). Mais um para minha coleção. Todavia,  nenhum se compara ao nosso, com exceção dos grandes europeus. Este está no nível do Centro de Recepção da PITÚ. Com certeza,  um pouco inferior. A outra foto é o prédio da Prefeitura. Estilo das construções germânicas e da Normandia francesa. Hoje,  estou em Gramado (oito graus). Pilako, aproveito para  convida-lo para o LAUTO almoço que oferecerei aos amigos,  amanhã, por ocasião dos meus 77 anos. Acontecerá  na Avenidas das Hortênsias - bela churrascaria. Autêntico churrasco gaúcho.  Traga Soraya e Gabriel. Dispenso presente!”

Como podemos observar, hoje, 16 de julho, o amigo Pedoca acrescenta mais um ciclo de 365 dias ao seu já robusto conjunto (27.740 dias +365= 28.105). Chega aos setenta e sete anos com tudo funcionando – pelo menos aparentemente.

 Se comparado à longevidade do seu genitor – “Seu” Ferrer -  ele já  passou da conta. Já em relação  à sua genitora – “Dona Áurea”-  ainda terá uma longa estrada pela frente. Tomara que na sua composição genética, nesse sentido, sua mãe tenha sido majoritária. Até porque, o tempo tem sido um aliado importante do professor.

Ao longo do tempo, segundo um dos seus sobrinhos,  “Pedro melhorou muito. Mas muito mesmo”. Completa ele: Pilako, só em ele não ter mais aquela barba de comunista, já é um avanço grande”.

Bom! Brincadeiras à parte sou fã do professor Pedro. Nutro por ele uma boa amizade e tenho uma próxima convivência.  Convergimos em muitos pontos, mas também pensamos diferentes noutras milhares de questões. É nessa dialética constante que contribuímos  para o melhoramento e enriquecimento  mútuo.

Pedro não é um munícipe comum. Gozando de boa saúde física e mental e com as finanças "tinindo", ele poderia morar em qualquer lugar do Globo terrestre. Se aqui (Vitória) ele permanece, colaborando para uma cidade melhor, é porque tem uma visão de vida coletiva, alargada e cristã. Para o nosso Instituto Histórico, o professor é uma verdadeira  “mão na roda”.

Portanto, para concluir, gostaria de dizer que nas terras de Santo Antão o professor Pedro Ferrer já se encontra num plano superior. Ele deixou de ser uma "pessoa" -   e de pertencer apenas aos seus -   para tornar-se  uma Patrimônio Antonense - e de todos.  Por isso, no Blog do Piako, quem completa 77 anos, num dia de terça-feira, num mês de julho recebe de presente uma  matéria e uma música. Parabéns Pedoca!!!

Pedro Ferrer o seu troféu

De Áurea e seu Nô

O filhinho que estudou

Não deu pra ser padre

Pra tomar a sua pitu

Que sorte a nossa

Amigo de eu e tu

Biólogo, irmão, professor

Nosso curinga sim senhor

Na Bélgica estágio

Na França foi doutor.

Ele é de 42

Tricolor sempre ele foi

Taboquinhas e o instituto marcou

Sua marca efervescente

Comparsa irmão da gente

Sua vida é um esplendor

Pedro, Pedoca, Pedão

Você nossa construção

Somos o seu tijolo

Queremos está na sua mão

Se há o kikito, Oscar, Nobel

Os antonenses tem

Pedro Ferrer o seu troféu

(Aldenisio Tavares)

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

“Corriola da Matriz” no Iate Clube de Itamaracá!!!

No último sábado (13) a “Corriola da Matriz” atracou na Ilha de Itamaracá, circunscrição territorial cantada em verso e prosa pelo Rei Reginaldo Rossi. Na qualidade de anfitrião o também antonense Guilherme Mesquita. Inclusive, foi atendendo ao seu convite que fomos ao Iate Clube de Itamaracá, grêmio recreativo  que tem o privilegio de tê-lo como “Comodoro” e principal propagandista. Aliás, não poderia ser diferente: “Comodoro” é  uma espécie de elevada patente na marinha de guerra que sugere pessoas diferenciadas.

Por lá, tudo do bom o do melhor!! Espaço amplo e agradável. Cozinha de primeiríssima qualidade e cerveja gelada. Como molho, boas conversas, sempre   retratando um determinado tempo  pretérito da Terra do Glorioso Santo Antão. Missão Cultural,  é tudo isso e muito mais.....

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

Instituto Histórico: convite – 02 de agosto – 20h – Salão Nobre.

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Momento Cultural: A Alvorada – POR GUSTAVO FERRER CARNEIRO.

O sol se descortinava na praia Brilhando em meus olhos Caminho só Ar imóvel, quente Vento assobiando ardente Com o som da minha respiração Um monte de pensamentos Um toque agudo sibilante Suspirando com prazer O nascer de um novo dia Uma alvorada arredia De momentos de introspecção

Um aroma gostoso de terra molhada Ou maresia, Um delicada lua ornamentando o amanhecer Em uma fantasmagórica poesia, Plenitude O vento zunindo Um sentimento de dignidade Uma visão do encanto Insondável graça no rosto No perplexo momento Da percepção da vida.

O que ele diz estará dentro do seu peito Todo tempo Para sempre…

Seja longe, seja perto Não sabemos o exato, o correto Para tudo tem um tempo

Mas quando será esse tempo certo?

(MOSAICO DE REFLEXÕES – GUSTAVO FERRER CARNEIRO – pág. 14).
Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário

Momento FAMAM: Faculdade Macêdo de Amorim.

Está esperando o que para começar hoje mesmo seu ensino superior? Venha fazer parte do time FAMAM, a sua nova Faculdade de Vitória e região. Aqui, o seu sucesso é prioridade!

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

O Tempo Voa: Década de 1930 – “Subida” para o Bairro do Livramento.

Rua Rui Barbosa, atual “Subida da Lojas Americanas” - década de 1930.
Publicado em O Tempo Voa | 1 comentário

Momento Pitú: Viva a Resenha!!

Olha a Estação da Resenha chegando! Galera, é aí que tem diversão garantida? Ouvi dizer que sim....

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário