Nildo Ventura canta o poeta MACIEL MELO.

Nildo Ventura canta o poeta MACIEL MELO, ouça:

Nildo Ventura – Maciel Melo

Aldenisio Tavares

Publicado em Vitória dos Artistas | Deixar um comentário

4ª Festa da Saudade: vídeo oficial do evento dançante mais badalado da cidade!!

Sempre que possível devemos registrar, nas mais diversas plataformas, os acontecimentos sociais marcantes. Independente de qualquer coisa, parte da  história da nossa cidade, indiscutivelmente, passou pelos salões dos clubes daqui. Muitos encontros e demonstrações públicas de poder se fizeram presentes nos tradicionais bailes antonenses.

Sob o olhar mais festivo e arejado, confeccionamos mais um vídeo oficial para marcar a 4ª Festa da Saudade, ocorrida no último dia 24 de agosto, no Clube Abanadores “ O Leão”. Nessa ocasião, por assim dizer, reunimos pessoas das mais variadas, mas que possuem em comum o espírito festivo e o bom gosto musical – coluna vertebral do evento aludido.

Assim sendo, abaixo, segue o vídeo oficial da 4ª Festa da Saudade que retrata em “alto e bom som” e nitidez de imagem o agradável clima que desenrolou o evento dançante mais esperado e badalado do nosso torrão. Aproveito, também,  para anunciar a data do próximo evento: 5ª Festa da Saudade – dia 22 de agosto de 2020 – no “Leão” com a Orquestra Super Oara. AGENDE A DATA!!!

Publicado em A Lupa | 4 comentários

O DNA antonense na Fábrica Tacaruna – por Pedro Ferrer

Quem vai a caminho de Olinda pela avenida Agamenon Magalhães passa forçosamente entre o Shopping Center Tacaruna e um velho prédio soberbo e majestoso que conserva uma chaminé de 75 metros de altura. Naquele prédio abandonado funcionou a antiga Usina Beltrão. A Usina Beltrão, instalada em 21 de julho de 1890, era a mais moderna refinaria de açúcar da América do Sul: COMPANHIA INDUSTRIAL AÇUCAREIRA.

Dificuldades econômicas insuperáveis, consequências da grave crise econômica somadas à má vontade do governo estadual levaram os BELTRÃO a vender todo seu acervo que foi adquirido pelo grande industrial Delmiro Gouveia. Vítima de perseguição política o empresário Delmiro Gouveia não conseguiu reativar e tocar a Usina Beltrão. A usina permaneceu inativa de 1897 a 1924. Em 1925 foi adquirida pelo Grupo Menezes que nela instalou uma fábrica de tecidos administrada pela COMPANHIA MANUFACTORA DE TECIDOS DO NORTE e ficou conhecida como FÁBRICA TACARUNA.

Voltemos ao início da nossa descrição. A USINA BELTRÃO foi fundada e construída por dois antonenses, dr. Pedro da Cunha Beltrão e dr. Antônio Carlos de Arruda Beltrão. Aquele nascido no Engenho Conceição em 5 de julho de 1849; este no Engenho Bento Velho no dia 3 de novembro de 1855. Descendentes de família canavieira. Na sequência publicaremos as biografias desses dois ilustres empreendedores antonenses.

Fica aqui uma observação. Quem entra pela alameda principal do Cemitério São Sebastião observará, antes de chegar à Capela, um mausoléu em forma de pirâmide. Nele se encontram os restos mortais do dr. Pedro da Cunha Beltrão.

Pedro Ferrer - presidente do Instituto Histórico da Vitória. 
Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

VII Encontro das Amig@a: dia 28 de setembro – 11h – Gamela de Ouro.

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Momento Cultural: PARA MINHA NETINHA – Por Diva Holanda.

Plim Plim! Parece conto de fadas ou mesmo boato infundado mas, o que é fato é verdade e não pode ser contestado:

Diva vai ser vovó ela que parecia querer ver em Mano um menino de repente o viu crescer.

Cresceu deu nova vida a quem não foi programada mas que será com certeza das filhas a mais amada.

Nascendo em tempo tão ruim onde não se tem esperança, estou apostando em você minha doce e terna criança.

De você vou ser vovó de fadas vou lhe falar vou cantar mesmo sem voz lindas canções de ninar.

E a vovó que daria bolões de feijão e amor, que hoje é da guarda você vai levar uma flor.

E no seu mundo encantado com baleias navegando, sem guerra e sem fuzis você vai crescendo pesando:

Que Drumond não morreu nunca Que Deus é bom e perdoa, Que a vida já é história De um pensamento que voa.

Dra. Diva de Holanda Bastos

Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário

Momento FAMAM – Faculdade Macêdo de Amorim.

Para qualquer dúvida ou suporte, contate-nos também pelo nosso WhatsApp. Estamos a disposição.

 
Publicado em Anúncios, Sem categoria | Deixar um comentário

O Tempo Voa – VR7 – Vitória Ritmo 70

Lembrança do Conjunto Musical VR7 - atração musical local dos anos 70 (1970) - arquivo Fernando Damásio. Ano não registrado. 

Publicado em O Tempo Voa | Deixar um comentário

Momento Pitú: Viva a Resenha!!

Meu povo, esse Wesley Safadão é da resenha mermo!!! O bicho colocou até a pituzinha no clipe dele. Bora prestigiar esse momento? Quero ver a #NaçãoPituzeira quebrando o botão do play!!!

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Recordar é Viver: No tempo de eu menino – por Sosígenes Bittencourt.

Dentre as figuras lendárias e bizarras das quais tive notícias e algumas conheci, em Vitória de Santo Antão, espero que alguém relembre MÃO DE ONÇA, CAFINFIM, PAPA-RAMA, DIDI DA BICICLETA, BIU LAXIXA E O CORCUNDA ANÍBAL.

Mané Capão, sem menosprezo ao animal, era todinho um macaco. Haja vista que andava de pernas arqueadas, pendendo para os lados, erguendo a cabeça e fazendo bico com a beiçola. Às vaias e insultos que recebia, respondia na pedrada. Não é preciso dizer que lascou cabeça de gente, estilhaçou vidraças e botou muito sujeito pra correr. Recordemo-lo. Penso que quem o insultava era pior do que ele.

Mão de Onça nunca deu um soco num atrevido para não vê-lo estatelado no chão. Papa-rama brigava com 4, na braçada. Parecia um viking. Didi da Bicicleta tinha o corpo fechado, porque a caixa dos peitos era rendada de tiros sem ter baixado à sepultura. Cafinfim dava óleo queimado para os presos beberem, e Biu Laxixa era tão doido que, quando corria na frente, ninguém corria atrás. E ainda tinha Ferro, um negão que dava beliscão em menino.

Não sei quem se lembra, mas eu conheci a figura cinematográfica do corcunda Aníbal. Andava pelas ruas resmungando e exalando um nauseante aroma de pão e banana, como se fosse um personagem de filme de terror. Aníbal tinha o hábito de apalpar o seio das mulheres, o que o tornava mais apavorante. Não sei do que morreu nem exatamente quando, o que lhe empresta uma feição misteriosa e hugoana, à la O Corcunda de Notre Dame.

Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

João Caverna & Edilma.

JOÃO CAVERNA E EDILMA - ao vivo no cd e dvd  - ALÉM DO LIMITE, canta ROBERTO CARLOS. João Caverna e Edilma - Além do Limite Aldenisio Tavares
Publicado em Vitória dos Artistas | Deixar um comentário

Eleições 2020: a maioria dos partidos em Vitória estão “desmantelados”!!!

Em reunião de trabalho com o amigo contador Manoel Neto, recentemente ocorrida,  após sua conclusão, seguimos conversando sobre o cenário político. Vale salientar que amigo Manoel é um dos profissionais mais gabaritados da nossa cidade quando o assunto é prestação de contas eleitoral.

Disse- se ele espantado: “Pilako, se a eleição municipal acontecesse no próximo domingo,  só existira dois partidos aptos. O resto tem algum tipo de problema na justiça eleitoral”.

Sem dizer o nome, contou-me que, em função da indevida prestação de conta de um diretório local, a conta bancária de um conhecido político local fora bloqueada pela justiça. Só liberada, após o devido ajuste.

Como sou um curioso na matéria – política – resolvi fazer uma rápida pesquisa no Site do TRE. Tudo que ele me falou se configura como urgente. A expressiva maioria dos diretórios locais Tem alguma pendência a Justiça Eleitoral.

Tem muita gente na nossa cidade pensando em se filiar para ser candidato no próximo pleito. Como sugestão e até conselho, realço que antes mesmo de se filiar a algum partido o pretenso candidato pergunte ao seu “líder” político como “andam as prestações de contas da referida agremiação partidária?”

É bem verdade que há tempo. Também é verdade que os prazos na Justiça Eleitoral são mais céleres e cruéis, até porque o calendário da mesma é inelástico. Portando, para os que necessitam de uma gestão profissional e competente, no que se refere à contabilidade de partido político, na nossa cidade, não conheço ninguém mais inteirado com as novas regras do que o amigo Manoel Neto.

Obs: segue o seu contato (zap) – 9.9311.7178.

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

Bacurau, filme nacional no shopping de Vitória – por André Carvalho.

Cuidado, tem spoiler.

Estreou o filme Bacurau, de Kleber Mendonça, aqui em Vitória. Para quem está acostumado a ver filmes nacionais, Bacurau é bem diferente: ele mescla cenas de faroeste, do cangaço, de humor, de romance, de ação e até de horror.

O filme se passa num futuro distópico, na cidade sertaneja de Bacurau. Uma cidade imaginária que nem existe no mapa.

Ali um esquadrão de assassinos resolve jogar um jogo sinistro: assassinar, sadicamente, os moradores da cidade. Mas mal sabem eles que aquela gente descende do cangaço, acostumada com as intempéries da vida, com a morte e com a violência. Quer dizer, a vida pacata e moderada dos habitantes daquele lugar esconde a violência brutal de que são capazes, quando se sentem ameaçados. O contraste entre um homem simples e sossegado, porém potencialmente violento, está presente na literatura de Graciliano Ramos e Guimarães Rosa.

Kleber Mendonça não economiza nas cenas de horror. Cenas às vezes tão bizarras que o público é capaz de rir. É o caso, por exemplo, do personagem Lunga: uma mistura sangrenta de rambo com Bruce Lee.

O filme tem uma camada mais densa: a invasão dos produtos importados, da tecnologia, na vida do sertanejo. Ali, nesse futuro distópico, convivem paredões de som com cavalos, drones com roupas da sulanca, tablets e Internet com a terra seca do sertão. Mas apesar da invasão desses produtos importados, apesar de toda essa informação globalizada, a vida daqueles sertanejos não se transforma na vida insossa e insensível das grandes metrópoles. Ao contrário, o coração de Bacurau ainda pulsa. Tudo se passa como se o sertão, ameaçado de virar mar, faz o oposto: devora o mar e mostra ao mundo que o mar é que deve temer o sertão.

No filme tem muito mais. Difícil contar todos detalhes. Mas a cena mais emblemática, que atraiu muitos risos, mas que carrega uma mensagem importante, é a cena em que uma das assassinas pergunta a um menino: "quem nasce em Bacurau é o quê?". Ao que o menino responde: "gente".  Assistam Bacurau.

André Carvalho

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

Desfile de 7 de setembro: atenção ex-atiradores do Tiro de Guerra!!

Hoje pela manhã, recebi um telefonema do “eterno instrutor” do nosso Tiro de Guerra, Major Eudes. Informando-me e, ao mesmo tempo,  solicitando que avisasse, através do nosso jornal eletrônico,  aos ex-atiradores que irá acontecer o desfile – em carro – do pelotão dos mesmos. Assim sendo, aos interessados, favor entrar em contato com ele.

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

Momento Cultural: MEUS AMIGOS – Heitor Luiz Carneiro Acioli.

Meus amigos, pessoas que me confortam e me levam para um lugar melhor. Amigos são pessoas que considero como irmãos. Amigo é aquela pessoa que podemos contar nossos problemas sem nos preocuparmos. O único ponto negativo é que um dia os amigos se separam. Meu desejo, não, meu pedido, melhor falando, é que sejamos amigos para sempre.

(Meu jeito em Versos e Prosas – Heitor Luiz Carneiro Acioli – pág. 02).

Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário

Momento FAMAM – Faculdade Macêdo de Amorim

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

O Tempo Voa: Kara Véia- ano 2003.

Pilako e Kara Veia - IV Cavalgada Fest - registro 2003. 

Publicado em O Tempo Voa | Deixar um comentário

Momento Pitú: Viva a Resenha!!

Essa é pra mandar nos grupos do zap, galera!!
Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Introjeção de norma e castigo – por Sosígenes Bittencourt.

Antigamente, a juíza da infância e da adolescência era a mãe. Isso foi no tempo da palmatória. Escreveu, não leu, o pau comeu. Embora ninguém questionasse o valor da chinelada na educação doméstica, não me lembro de criança castigada com injeção letal.

A criança precisa entender que está sendo castigada porque descumpriu normas que precisam ser introjetadas, regras que precisam ser aprendidas, não por irritação, autoritarismo ou abuso da força paterna. Ninguém bate em criança por amor à criança, bate com raiva da criança. Ninguém mata um estuprador por amor ao estuprado, mas por ódio do estuprador.

Introjetamos normas com medo do castigo, mas isso não credita a todo castigo a melhor forma de promover a introjeção da norma.

A criança precisa entender o motivo pelo qual está sendo castigada, não pode concluir que está sendo castigada pelo ódio dos pais, pelo capricho dos pais, pela força maior dos pais. Isto seria como treiná-las para odiar.

Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Dudu e Erika.

DUDU E ERIKA cantam a música ESQUADROS. Esquadros - Dudu e Erika Aldenisio Tavares
Publicado em Vitória dos Artistas | Deixar um comentário

ABTV – hoje, 04 de setembro, comemoramos os 22 anos de sua fundação!!

Hoje, 04 de setembro de 2019, estamos completando, exatamente,  22 anos de fundação da ABTV – Associação dos Blocos de Trios da Vitória. De lá para cá – pouco mais de duas décadas – muita coisa mudou. De sorte, apesar de tudo, a tradição do nosso carnaval continua forte.

Lembro como se fora ontem. A primeira reunião deu-se no Restaurante de Dona Jandira, no bairro de Águas Branca. Joel Neto, na qualidade de secretário municipal de turismo, participou das atividades. O Jornalista José Edalvo, na qualidade de representante do “Coelho”, atuou secretariando  reunião. Eu, representando o Bloco da Saudade, apresentei o estatuto que foi aprovado por aclamação.

Eis à formação da primeira diretoria:

Presidente: Cristiano Pilako (Bloco da Saudade)

Vice-presidente: Alexandre Ferrer (Girafa)

Secretário: José Edalvo (Coelho)

Vice-secretário: Milmar Ferreira (Locomotiva)

Tesoureiro: Paulo Lima (Coelho)

Vice-tesoureiro: Josenilson Francisco (Locomotiva)

Conselheiros:

Vandi Lira Junior (Virgens) – Itamar Hermeson (Energia) – Danilo Ferreira (Bobeirodromo).

Suplentes:

 Manoel Soares (Locomotiva)  – Zito Mariano (Bloco da Saudade) – Brivaldo Sandres (Virgens)

Lembremos que o advogado que assinou tudo isso, foi o jovem Emerson Rodrigues de Lima, vinculado ao Bloco “Almas Formosas”.

Para tanto, deve-se dizer, muito contatos e pequenas reuniões foram realizadas para chegarmos a esse momento. O contexto carnavalesco de pernambucano e nacional de então apresentavam um processo bem diferente dos dias atuais. Blocos de outras cidades – principalmente do Recife – planejavam se instalar em Vitória.

Não poderia ser diferente: houve muitos debates em torno dessa temática na nossa cidade – Bloco X Orquestra. Em seguida, surgiu a ACTV – Associação do Carnaval Tradicional da Vitória – que também vem cumprindo sua missão.

O carnaval é dinâmico. O tempo passou e muitas  agremiações ficaram pelo meio do caminho, outras seguem e tantas outras surgiram com a certeza que novas aparecerão.  Mais adiante, na medida do possível, na comemoração dos seus 25 anos de fundação estaremos realizando uma grande festa.  Viva o Carnaval da Vitória – a festa maior da terra do Glorioso Santo Antão!!!

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

Em grande estilo, “Família Pitú” comemorou os 89 anos de “Seu” Paluca!!

Em grande estilo, durante todo o dia de ontem (03) a  “Família Pitú” esteve reunida para  festejar os 89 anos do empresário PAULO FERRER - o simpático e brincalhão PALUCA. Pela manhã, com a presença filhos, netos, sobrinhos e amigos mais próximos  foi servido,  em sua residência,  um almoço.

À tarde os funcionários da empresa reuniram-se no pátio para promover-lhe  calorosa homenagem. Querido por todos, “Seu” Paluca, visivelmente emocionado, contou o bolo ao som da vibrante e variada apresentação da orquestra Sinfônica Mirim do Coque. O aniversariante – 89 anos – tem uma vida profissional toda dedicada a empresa – Pitú -  que foi fundada pelo seu pai, Nô Ferrer.

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

Ex-deputado Henrique Queiroz comemorou passagem natalícia com evento!!

Através da sua assessoria, recebi o convite para participar, na noite de ontem (03), das comemorações natalícias do ex-deputado Henrique Queiroz. O evento aconteceu em duas etapas, por assim dizer. Primeiro, uma missa foi celebrada na Igreja Nossa Senhora do Rosário.

O segundo, os familiares, amigos e correligionários do vitorioso político participaram de um ato festivo no espaço dedicado aos eventos da Igreja Matriz de Santo Antão. Na ocasião, marquei presença para hipotecar meus parabéns e desejar muitos anos de vida ao experiente político.

Publicado em A Lupa | 1 comentário

VII Encontro das Amig@a: dia 28 de setembro – 11h – Gamela de Ouro.

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

Momento Cultural: NOSTRA TARDE – por ADJANE COSTA DUTRA.

Nostra tarde que do meu alento te procuro,

que dos dúlcidos alentos mil beijos…

De Extenuante o meu escrínio peito,

e na alvorada de mil flores,

e no estiloante inverno as flores murchavam e

balbuciavam num só grito, de gritar amor.

Que na tarde Nostra ver-te ao meu lado a contemplar

a tarde que passa como nuvens escuras e como a estrelar no

universo, a estrela que reluz,

teu brilho na cor da luz.

Quero cintilar em todo alvorecer e venho te chamar, amor,

na tarde Nostra.

E das estribeiras na presilha do teu cavalgar,

Eu venho gritar, amor, hei de te buscar: nos vales, mares,

na crosta terrestre ou na órbita celeste,

e na tua distância, eu me porei no vento,

mas hei de te amar,

numa tarde Nostra em que venho te buscar.

(TAPETE CÓSMICO – ADJANE COSTA DUTRA – pág. 56).

Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário

Momento FAMAM – Faculdade Macêdo de Amorim

Quando tomamos escolhas sábias, elas podem mudar nossa vida por completo. Escolha FAMAM, escolha um futuro de sucesso!

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

O Tempo Voa: Banda Musical 3 de Agosto.

BANDA MUSICAL 3 DE AGOSTO. Ano não registrado.

Publicado em O Tempo Voa | Deixar um comentário

Momento Pitú: Viva a Resenha!!

Todo mundo tem aquele amigo que se destaca na resenha. Marca aí nos comentários o parceiro que merece esse título de melhor pituzeiro do mundo.

Publicado em Anúncios | Deixar um comentário

SOLIDÃO A DOIS – por Sosígenes Bittencourt.

Sentado na calçada, um homem fuma

um cigarro ao lado se sua mulher.

Sentado na calçada, o homem não

se sente atraído por sua mulher.

Sentada na calçada, a mulher inala

as baforadas de cigarro do homem

que não quer.

Mas, logo próximo, um cão triste

parece entender o vale de solidão

que há entre o homem e a mulher.

Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Combustível do Amor.

BRENO RAMOS  – A PÉROLA NEGRA DA RÁDIO PERNAMBUCANO – COM 35 ANOS DE COMUNICAÇÃO – trazendo sua coletânea de 18 Sucessos do Rádio  (2011) – na voz do cantor vitoriense Jhonata Santos -  música é COMBUSTÍVEL DO AMOR, composição de Aldenisio Tavares.

Combustível do Amor - Jhonata Santos Aldenisio Tavares
Publicado em Vitória dos Artistas | Deixar um comentário

Casa do Agricultor: cortou o bolo para celebrar os 47 anos da sua fundação!!

Em meio ao dia da rotina comercial, na tarde de ontem (02), os proprietários e funcionários da Casa do Agricultor pararam suas atividades por um instante para, juntos com autoridades municipais, fornecedores, parceiros e clientes cortarem o bolo comemorativo aos 47 anos de fundação da empresa.

Entre o vai e vem da clientela - que contou com promoções durante os últimos dias – artistas locais animavam o ambiente. Veja o vídeo.

O tradicional “Parabéns” contou com todas as gerações dos “Vilanova” . Veja o vídeo.

Celebrar datas marcantes e conquistas individuais ou coletivas continua e sempre continuará na moda. Parabéns !!!

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário