Arquivo da categoria: Fala, Vitória!

Coluna do Escritor vitoriense Sosigenes Bittencourt

Recordar é Viver: No tempo de eu menino – por Sosígenes Bittencourt.

Dentre as figuras lendárias e bizarras das quais tive notícias e algumas conheci, em Vitória de Santo Antão, espero que alguém relembre MÃO DE ONÇA, CAFINFIM, PAPA-RAMA, DIDI DA BICICLETA, BIU LAXIXA E O CORCUNDA ANÍBAL. Mané Capão, sem menosprezo ao animal, era todinho um macaco. … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Introjeção de norma e castigo – por Sosígenes Bittencourt.

Antigamente, a juíza da infância e da adolescência era a mãe. Isso foi no tempo da palmatória. Escreveu, não leu, o pau comeu. Embora ninguém questionasse o valor da chinelada na educação doméstica, não me lembro de criança castigada com injeção letal. … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

SOLIDÃO A DOIS – por Sosígenes Bittencourt.

Sentado na calçada, um homem fuma um cigarro ao lado se sua mulher. Sentado na calçada, o homem não se sente atraído por sua mulher. Sentada na calçada, a mulher inala as baforadas de cigarro do homem que não quer. … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

FRAGMENTOS – por Sosígenes Bittencourt

Se o brasileiro fosse louco por Estudo como é por Futebol, o país seria melhor DA bola, teria mais juízo. Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

NÃO RIA SE PUDER – por Sosígenes Bittencourt.

  Um dia, eu estava na Praça Leão Coroado, à Hora do Ângelus, numa roda de cervejeiros a filosofar, quando me apareceu um ex-aluno potencialmente embriagado: – Professor, o senhor fala difícil, é metido a sabido, mas os tapurus irão … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

NO DIA DA FELICIDADE – por Sosígenes Bittencourt.

O segredo da felicidade é um segredo. Portanto, cada um tem que descobrir o seu. O segredo da minha felicidade não é o segredo da sua felicidade. O filósofo Sócrates morreu feliz, apesar de ter sido obrigado a beber veneno … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Amazônia em chamas – por Sosígenes Bittencourt.

Quem toca fogo na Amazônia, para queimar presidente, queima-se a si mesmo. Poluir o Meio Ambiente é uma forma de lambuzar-se. Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Intimidade – por Sosígenes Bittencourt.

No íntimo, eu não desejaria fazer poesia com as estrelas, eu queria fazer um céu onde o meu leitor pudesse morar, um sol sob o qual o meu leitor pudesse se aquecer, um paraíso onde o meu leitor pudesse amar. … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Beijo pra Cinema – por Sosígenes Bittencourt.

O beijo mais ensaiado de todos os tempos foi aquele dado pela atrizGrace Kelly em James Stewart no filme “Janela Indiscreta”, de Alfred Hitchcock. Foram necessárias 87 repetições da cena para satisfazer o diretor, cuja exigência por perfeição era quase tão célebre quanto seus filmes. Foi … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Para refletir – por Sosígenes Bittencourt.

Caso nossa maior necessidade fosse informação, Deus nos teria enviado um educador. Se nossa maior necessidade fosse tecnologia, Deus teria nos enviado um cientista. Se nossa necessidade fosse dinheiro, Deus teria nos enviado um economista. Mas, uma vez que nossa maior necessidade era o perdão, Deus nos … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

APARÊNCIAS – por Sosígenes Bittencourt.

Há quem esteja com os cabelos penteados e o coração assanhado. Há quem esteja com o corpo agasalhado e a alma tremendo de frio. É preciso enfeitar o coração e aquecer a alma. Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

A MÚSICA E MINHAS EMOÇÕES – por Sosígenes Bittencourt.

O filósofo alemão Friedrich Nietzsche (1844-1900) deduzira: Sem a música, a vida seria um erro. Depois, chamam-me de hiperbólico quando descrevo minhas emoções musicais. Quando a dosagem é exagerada, é natural que o efeito seja um exagero. O filósofo francês … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Mistérios de Bordéu – por Sosígenes Bittencourt.

De coisas bizarras que já vi, as experimentadas pelo repórter da Record, em Bordéu, foram campeãs. E olha que eu já vi índio comer formiga viva e papa de carne de macaco. Bordéu é uma ilha asiática que fica dividida entre a Indonésia e a Malásia. Coincidentemente, ao … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

FRAGMENTOS – por Sosígenes Bittencourt.

Antes de pedir saúde, faça uma dieta. Antes de pedir paz, guarde suas armas. Antes de pedir prosperidade, arregace as mangas. Antes de pedir amor, tente perdoar. Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Da Urbe ao Orbe – por Sosígenes Bittencourt.

Faz 32 anos, que comecei a publicar minhas frases em Vitória de Santo Antão. Nunca imaginei que, da caneta, minhas publicações fossem sobrevoar os Oceanos, da Urbe ao Orbe (da cidade ao mundo). Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

O REAL IMAGINÁRIO E O DESVIRTUADO VIRTUAL – por Sosígenes Bittencourt.

Outro dia, um cidadão me perguntou por que a menina dele não falava com ele. Como eu não a conhecia, perguntei: – O senhor conhece algum motivo? Aí, ele, laconicamente, me respondeu: – Não. – Ela usa a internet? – … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

PROFESSORA AMANDA TEM RAZÃO – por Sosígenes Bittencourt.

A professora potiguar Amanda Gurgel tem razão. Dão-lhe um cotoco de giz e querem que ela salve a nação. Ainda lhe pedem paciência. Num momento de microfone e impaciência, abre o badalo e vira paladina de sua classe. Amanda toma … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

O CATADOR DE LIXO – por Sosígenes Bittencourt.

Na frente de minha casa, um catador de lixo, degradado, cata comida entre sacos de plástico biodegradável. Porém, nada ensaca sem cheirar, amolegar ou chupar o dedo. Muito cuidadoso, vai separando o que julga comestível entre os detritos orgânicos em putrefação. Olha para … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Forró de Severina – Nordestinos do Forró.

Ouça a música FORRÓ DE SEVERINA, composta por Aldenisio Tavares e Samuka Voice, na voz de “Nordestinos do Forró”. Forró de Severina – Nordestinos do Forró Aldenisio Tavares

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

O DESEJO E A DOR – por Sosígenes Bittencourt.

Passamos a vida, submetidos a duas experiências básicas: o desejo, que busca a satisfação, e o afeto que busca evitar a dor. Mas, como evitar a dor, se desejo é vida, e a vida impõe limite aos desejos? A dor … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

ENSAIO PARA OPINIÃO SOBRE VIOLÊNCIA NO BRASIL – por Sosígenes Bittencourt.

Se o problema nuclear do Brasil é a violência, pois todos os demais gravitam em volta, como resolvê-los? Eis o grande desafio. Comecemos pelas perguntas? A Lei Maria da Penha reduziu a violência contra mulheres no Brasil? A Lei do … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

O coração que ri – por Sosígenes Bittencourt.

O sofrimento é um prolongamento da dor, ele sobrevive à dor. Sofrimento é deixar de agradecer pelo amor recebido e resmungar pelo amor que deixou de receber. Pessoas que amam a vida são pessoas que agradecem e, por isso, são pessoas calmas. A calma promove … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

O POETA DRUMMOND, PROFETA DRUMMOND – por Sosígenes Bittencourt

O poeta é um filósofo apressado, um cientista antecipado, um visionário, um profeta. Tudo através da intuição. O poeta mineiro Carlos Drummond de Andrade, falecido em 1987, andou prevendo tragédia na sua terra natal. Observem como fez a leitura do … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

DOCE DE BANANA E PAU DE CANELA – por Sosígenes Bittencourt.

De manhãzinha, minha mãe manifesta o desejo de confeccionar um doce de banana. O doce é temperado com pau de canela. Aí, eu me apronto e vou comprá-lo no mercadinho do bairro. Tomo banho, boto perfume, costume antigo. Empertigado, decidido, … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | 1 comentário

TRANSPARÊNCIA E ÉTICA SEM MISTIFICAÇÃO – por Sosígenes Bittencourt.

NA SUÉCIA, JUÍZES E POLÍTICOS SÃO “CIDADÃOS COMUNS” “A transparência nos atos judiciais do poder.” Esta é a teoria e a prática para a democracia sem arrogância, sem mentira, sem ditadura enrustida. Esta é uma ética moral, aquilo que foi … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

CONVERSANDO BESTEIRA – por Sosígenes Bittencourt.

Um dia, eu voltava de Caruaru, de manhãzinha, depois de uma noitada com duas amiguinhas e haver adormecido no Hotel Continental, quando percebi que dirigia por outra estrada. Aí, interpelei um matuto:- Aqui, vai pra onde? Aí, o matuto: – … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Sócrates e Xantipa – por Sosígenes Bittencourt.

A esposa do filósofo SÓCRATES, dona XANTIPA, xingava o sábio no meio da rua, no mercado público, chamava-o de “mandrião”, ninguém jamais ouviu falar bem da genista, mas Sócrates a amava. Por isso, ela jamais o abandonou. Contam que, certa vez, ao chegar atrasado … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

MANGA COM SAL? – por Sosígenes Bittencourt.

Como eu fui criado chupando manga SEM SAL, nunca me acostumei com essa modalidade de chupada, essa aventura estomacal. E ainda há quem lambuze a fruta na laminha do sal com vinagre. Na feira, a primeira pergunta era a seguinte: … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | 1 comentário

O SMARTPHONE E O HOMEM – por Sosígenes Bittencourt.

O céu já não é tão longe, está na tela do smartphone. O amor já não é tão longe, está na tela do smartphone. O beijo já não é tão longe, está na tela do smartphone. O desejo já não … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Sexo e Dor de Cabeça – por Sosígenes Bittencourt.

Sexo é bom para dor de cabeça, mas é preciso prescrição médica. Por exemplo, é importante evitar gravidez indesejada. O efeito colateral pode gerar uma tremenda dor de cabeça. Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário