Arquivo da categoria: Fala, Vitória!

Coluna do Escritor vitoriense Sosigenes Bittencourt

O Tal do Dinheiro – por Sosígenes Bittencourt.

Dinheiro é faca de dois gumes. Há quem use o dinheiro para destruir a própria vida. E ninguém é rico pelo que tem nem pobre pelo que não tem, mas pela noção que tem do que tem. Senão, não haveria milionários se suicidando e … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

DEMOCRACIA E VOCÊ – por Sosígenes Bittencourt.

No dia da eleição, preste atenção. Não vá com ânsia ao período de vacância. Das 8 às 17h, ninguém manda no poder, ninguém governa, quem ocupa o poder é você. Não espere que a Justiça julgue os políticos, julgue-o, você. … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Filho indesejado – por Sosígenes Bittencourt.

Em cima de filho indesejado, nada mais inútil do que chibata moral e desespero. Justamente porque filho não programado é geralmente fruto de emoção desenfreada, apetite incontido. O procedimento deve ser sempre a preservação da serenidade em busca da razão, embora tardia, para solucionar questões … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

O DESEJO E A DOR – por Sosígenes Bittencourt

Passamos a vida, submetidos a duas experiências básicas: o desejo, que busca a satisfação, e o afeto que busca evitar a dor. Mas, como evitar a dor, se desejo é vida, e a vida impõe limite aos desejos? A dor … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Quem pode perdoar?

O grande equívoco é que quem pode perdoar é quem pode castigar, é o Juiz, o Carrasco, o Papa. Quem é castigado não pode perdoar, quem está com o pescoço sob a guilhotina não pode perdoar o carrasco, não lhe … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

REFLEXÕES SOBRE PARTIDOS POLÍTICOS NO BRASIL.

Questões de pobres são de pobres. Os ricos cuidam de suas questões. Nenhum herói ou regime político irá salvar o mundo. O mundo só se salvará pela empatia e solidariedade, e esses pré-requisitos não pertencem aos capitalistas, nem aos heróis … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Seres Interdependentes – Sosígenes Bittencourt.

Nós não somos totalmente dependentes, nem totalmente independentes, nós somos seres interdependentes. Vivemos um pendurado no outro. É ilusório pensar que viveremos nos amando e esse amor nos basta. Não há amor a si mesmo que dispense o amor do outro, que se … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

SINÔNIMO DE SER HUMANO É LIMITE – por Sosígenes Bittencourt.

Todo homem crê no limite de sua Fé, e descrê no limite de sua descrença. Portanto, ninguém crê tanto quanto crê (acredita) nem descrê tanto quanto descrê (acredita). Sinônimo de ser humano é limite. Deus não criou o homem para … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

ROMEU E JULIETA – PAIXÃO DE CURTA DURAÇÃO.

Romeu e Julieta se apaixonaram no domingo à noite, se casaram na terça-feira, mantiveram uma relação sexual e se mataram na quinta-feira de manhã. Não deu tempo para saber se foi amor. Mas, deu para saber que foi uma paixão. A tragédia foi a comprovação. … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Pensar e Sentir – por Sosígenes Bittencourt

Sentimento é pau-mandado, depende do pensamento. O coração é o termômetro da emoção, a mente é que ama. Pensar é tão rápido que você pensa que SENTIU e NÃO PENSOU. É preciso pensar no que se sente, mas, sobretudo, pensar … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Solidões – por Sosígenes Bittencourt.

  Uma mulher: – Professor, eu estou pensando em passar um tempo sozinha. Eu: – Posso saber o motivo, madame? A mulher: – Depois da última decepção que eu tive, eu pretendo passar dois anos sem querer ninguém. Eu: – Coincidência. … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

NINGUÉM MELHOR DO QUE OS AMIGOS – por Sosígenes Bittencourt

Ninguém melhor do que os amigos para relembrar o que nunca esquecemos. Ninguém melhor do que os amigos para nos auxiliar a redigir a nossa história. Ninguém melhor do que os amigos para rejuvenescer ainda que estejamos envelhecendo. Porque ninguém … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

O NAMORO É ESSENCIAL – por Sosígenes Bittencourt.

Todos temos de ter um objeto de namoro/ Às vezes, um animal; às vezes, um livro/ Todos temos necessidade de namorar/ Às vezes, um trabalho; às vezes, a VIDA/ Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória!, Sem categoria | Deixar um comentário

ESTUDADO PORTUGUÊS – por Sosígenes Bittencourt.

(O verbo “SUICIDAR-SE” é um PLEONASMO?) O verbo “suicidar-se” vem do latim sui (“a si” = pronome reflexivo) + cida (= que mata). Isso significa que “suicidar” já é “matar a si mesmo”. Dispensaria, dessa forma, a repetição causada pelo … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

PALAVRA E OLHAR – por Sosígenes Bittencourt

A amizade pode ser externada num OLHAR, mas a PALAVRA é o relato do sentimento. Contudo, se a PALAVRA for falsa, o OLHAR poderá externar o sentimento. Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Todo dia – por Sosígenes Bittencourt.

Todo dia, faz 1 ano que fazia 1 ano que havia feito 1 ano. O Passado e o Futuro são dois tempos que não existem. Como o Presente é fugaz, nós estamos indo viver no Futuro, e o passado é a nossa história. Portanto, nós não … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Felicidade – por Sosígenes Bittencourt.

  Um cidadão, aqui na rua, amanheceu botando Roberto Carlos pra tocar. Imagine a música que você quiser do repertório do Rei e o palco do evento. O dia amanhecendo, o céu nublado e os passarinhos alvoroçados e cantantes, saltitando … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

ABESTALHADO COM A VIDA – por Sosígenes Bittencourt

Desde menino que eu sou abestalhado com a vida. A vida é uma loucura. Vivemos como se não fôssemos apodrecer, solitariamente, um dia. Nutrimos a esperança de sair voando para o céu, em forma de alma, alvos como um capucho de nuvem, … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

RECEITA PARA ENCANTAR MÃE SOLTEIRA – por Sosígenes Bittencourt.

Um dia, eu conheci uma morena amamentando uma menininha. Era uma moça pobre, com cara de indígena, os olhos amendoados, o cabelo derramando-se em volta do rosto, rolando pelo pescoço. Era todinha uma índia, os seios sacolejando por trás da … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Não ria se puder – Sosígenes Bittencourt

Outro dia, um advogado me contou que um cidadão reuniu uns amigos e foi à casa de um ladrão buscar o que lhe havia sido roubado. Depois da façanha, concluiu que além do televisor e o DVD recuperados, havia trazido … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Renovação e Esperança – por Sosígenes Bittencourt.

Que, em tempo de Renovação e Esperança, o passado sirva de exemplo na construção do Futuro e na preservação da Fé. Façamos um bom Presente para não termos tristes recordações. Relembremos as vezes que vencemos as adversidades. Acostumados a cair é que aprendemos a nos levantar. O que … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

LOUCO DA BOA LOUCURA – por Sosígenes Bittencourt.

Eu sempre tive essa mania de escrever. Até que, em 1987, eu passei a escrever para ser lido. Ou seja, antes, eu escrevia para não esquecer ou não ter que me lembrar do que estava pensando. Na realidade, a gente … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

O NAMORO É ESSENCIAL – por Sosígenes Bittencourt.

Todos temos de ter um objeto de namoro. Às vezes, um animal; às vezes, um livro. Todos temos necessidade de namorar. Às vezes, um trabalho; às vezes, a VIDA. Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

A GLAMOUROSA CHUPETA DO SATANÁS.

No tempo de eu menino, ninguém sabia que cigarro entupia os alvéolos pulmonares, provocava enfisema, dava câncer. Quanto mais, menino. Papai comprava cigarro americano importado e colocava no guarda-roupa. Tinha Half and Half, Marlboro e Pall Mall. O cheiro era … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Fragmentos de mim mesmo.

Sou um amante da vida nos seus múltiplos aspectos. Aproveito tudo. A tragédia, por exemplo, tem me servido muito na criação de minha arte. Descobri, através do meu semelhante, que vim ao mundo para fazer graça e viver das graças. … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Sobre a Solidão – por Sosígenes Bittencourt.

Há pessoas que temem ficar sozinhas com medo da solidão. Estar sozinho não é estar solitário. Solidão é um divórcio interior, é quando você está separado de si mesmo. Senão não haveria solidão em meio à multidão. A única pessoa que fica conosco … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Tempo e sentimento – por Sosígenes Bittencourt.

Envelhecer ao lado da pessoa amada é comprovar que sentimento é além do tempo. Nós sabemos que a morte é bem maior do que a vida, mas precisamos entender que o amor é bem maior do que a morte. Sosígenes … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Introjeção de norma e castigo – por Sosígenes Bittencourt.

Antigamente, a juíza da infância e da adolescência era a mãe. Isso foi no tempo da palmatória. Escreveu, não leu, o pau comeu. Embora ninguém questionasse o valor da chinelada na educação doméstica, não me lembro de criança castigada com injeção letal. … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

REMÉDIO E VENENO – por Sosígenes Bittencourt.

Há quem beba só no final de semana e pense que não é alcoólico. Ele começa no Sábado e entra em casa no Domingo à noite, carregado numa maca. Contudo, vale salientar, a embriaguez não é culpa do vinho, é … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Auri Sacra Fames – Sosígenes Bittencourt.

Acho que vou leiloar meus pertences para acudir esse pessoal. Coitado do Menino Jesus. Estranhamente, não são os ATEUS que arengam por causa de Jesus, são os CRISTÃOS. Odeiam, se maltratam, vertem lágrimas de crocodilo e usam o Santo Nome em vão. Esses … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário