O Tempo Voa em Vídeo: Troça A Zebra – Entrevista com Ralêu (1988)

Publicado em O Tempo Voa - Vídeos | Deixar um comentário

Concorra a um KIT do BLOCO DA SAUDADE

Acaba de ser incluído na Sexta do Pilako desta semana, um kit do Bloco da Saudade. Participe do Sorteio da Sexta do Pilako, cadastre-se e concorra além do kit, a vários prêmios oferecidos por amigos empresários, profissionais liberais e artistas da cidade.

Lembre-se: para participar o internauta deverá se cadastrar na semana do sorteio em curso. Os sorteados terão até às 17h da sexta-feira para resgatar os seus prêmios.

Clique aqui e participe!

Publicado em Editorial | Deixar um comentário

Droga e contradições

Adolescente não tem juízo para usar droga. Droga é para usuário, não para dependente. O usuário usa, o dependente não consegue viver sem usar. Droga não pode ser usada em público, por causa do direito do outro. O direito de não conviver com o imprevisível, ao lado de quem está fora da realidade. Em casa, a responsabilidade é da família. Na via pública, a responsabilidade é do estado. O cigarro mata, mas não desmoraliza. O álcool desmoraliza, mas depende da quantidade. A droga faz efeito instantâneo. No Brasil, ninguém jamais proibiu droga. Não há nenhum programa efetivo de combate às drogas. Cidadão de toda escala social a usa: políticos, empresários, vagabundos, cristãos, anjos e demônios. A Polícia não tem o poder de combatê-la sem amparo da Justiça. Na condição dúbia, a própria polícia termina por se envolver com o tráfico. Filosoficamente, ninguém pode ser preso por uso de droga, porque ninguém pode ser condenado por tentativa de SUICÍDIO. Não obstante, todo usuário deveria ser condenado pelos ATOS decorrentes do uso de drogas. E, finalmente, o procedimento deveria ser igual para todos. Não se pode baixar o cacete num drogado esmolambado e alisar um drogado engravatado. O resultado é o que aconteceu no show de Rita Lee. A polícia se irrita e mete o pau no povo, Rita se irrita e mete o pau na Polícia.

Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

100 ANOS DO LEÃO

Ouça a música "100 ANOS DO LEÃO" Composta pelo amigo Guilherme Pajé, na voz de Cássio Campos.

100 anos do Leão - Cássio Campos Aldenisio Tavares
Publicado em Vitória dos Artistas | Deixar um comentário

Sucesso marca a 1º Feijoada da ABTV

No último sábado (28) aconteceu no Restaurante Gamela de Ouro a 1º Feijoada da ABTV para marcar a passagem dos 15 anos da entidade. Na ocasião, vários diretores de blocos e carnavalesco em geral estavam presentes, tendo inclusive o palco da festa contado por algumas vezes com atrações dos blocos como Pierre, Nildo Ventura, Vânia América e Serginho.

Dentro do programado, foram prestados os devidos reconhecimentos as personalidades e entidades que contribuíram nos últimos 15 anos para a consolidação do carnaval dos blocos. De maneira espontânea o homenageado mais festejado, sendo inclusive aplaudido de pé, foi o amigo e comunicador Regis Souza que ficou notabilizado com o seu inconfundível “ALÔ GALERA”.

Durante semana estaremos postando matérias sobre a festa que pela animação e sucesso deverá, nos próximos anos, se constituir com a abertura oficial do carnaval da Vitória.

Confira os homenageados pela ABTV

JUCIVAL AMORIM - Segurança.

MARCOS - MOTORISTA DE TRIO

PEDRO FERRER representando o homenageado ALEXANDRE FERRER - PATROCINADOR

GEAZI - FUNDADOR

PIERRE - CANTOR

OLIMPIA - VENDEDOR

ALDENISIO TAVARES – COMPOSITOR

RÁDIO TABOCAS - JADER SIQUEIRA

RÁDIO VITÓRIA – ANDRÉ ÂNGELO

RÁDIO METROPOLITANA – J. SANTOS

JOSÉ EDALVO - FUNDADOR

NILDO VENTURA – CANTOR

REGIS SOUZA – COMUNICADOR

Homenagens Póstumas

Toninho, representando a família de MARCOS OTONI.

CÉLIO MEIRA NETO, representando a família de ZITO MARIANO.

Publicado em A Lupa, Editorial | 1 comentário

Blog do Pilako bota Prefeitura para trabalhar

Após denunciamos que tanto o Governo Que Faz quanto o Governo de Todos não tiveram nenhum interesse em organizar os serviços de moto-taxis na cidade, usando apenas os motoqueiros como uma espécie de “outdoor ambulante” para fazer propaganda de seus governos, registramos a coberta nova que foi colocado só agora no quarto ano de gestão do Prefeito Elias Lira e com um detalhe: depois que denunciamos.

Publicado em A Lupa, Editorial | 1 comentário

Mini-feira de livros do Instituto Histórico também teve exposição de quadros e recital de poesia.

O Instituto Histórico Geográfico, dia a dia, na atual gestão, vem interagindo mais e mais com a sociedade. Na sexta feira, dia 27, deslocou, para o Recife, uma delegação de 23 sócios e ou amigos da entidade, para participarem da comemoração dos 150 anos de fundação do Instituto Arqueológico, Histórico e Geográfico Pernambucano, no Teatro Santa Isabel.  No último domingo, dia 29 de janeiro, voltou a atuar. Desta vez promoveu a primeira mini-feira de livros da cidade. Em uma barraca, que não teve autorização para ser armada dentro da praça, expôs exemplares, duplicatas, de sua coleção, à venda.

É uma iniciativa que merece todo apoio dos gestores e da população. Simultaneamente houve recital de poesias e exposição de quadros do artista plástico Paulo Meirelles. Paulo utiliza em suas criações a técnica “marchetaria”, que consiste de recorte e colagem de folheados de madeira. Na montagem ele combina tonalidades diferentes que tornam seus quadros interessantes e bonitos. Seu atelier está localizado em Lagoa Redonda onde ele expõe e vende sua bela arte.

Paulo Meireles – Lindas Madeiras do Brasil. Rua José Xavier de Morais, 222, Lagoa Redonda. Fones: 92011396 / 88195388.

Publicado em Editorial | 4 comentários

Acidente no centro

Na manhã deste domingo (30) uma carroça que transportava bancos de madeira no centro comercial deu uma “virada” e por está o comércio fechado não aconteceu maiores transtornos. Por algumas vezes, nas tardes de quinta-feira, já fui testemunha ocular da passagem dessas carroças transportando os tais bancos em pleno “vuco-vuco” do centro, inclusive fazendo o trajeto contrário do fluxo de veículos na rua Dr. Aluizio Xavier.

A cidade que começa se beneficiar do crescimento econômico das novas indústrias chegando ainda tem que conviver com administrações municipais onde não consegue botar ordem na cidade, como por exemplo no trânsito.

Veja também:  Como não se bastasse a loucura que é o trânsito de nossa cidade… (Denúncia realizada pelo blog em 04 de Novembro de 2011).

Publicado em A Lupa, Editorial | 1 comentário

Prévia carnavalesca no restaurante Varanda do Tadeu

No último sábado (28) aconteceu no restaurante Varanda do Tadeu um encontro de amigos e carnavalesco “regado” a boa músicas e assuntos variados. Nesse período pré-carnavalesco onde a “galera” gosta de beber uns “pingos” a mais e encontrar os amigos para falar de carnaval e reviver boas histórias, não deixa de ser uma boa “prévia carnavalesca”.

Publicado em Editorial | Deixar um comentário

O Tempo Voa: Carnavais

Carnaval de Rua

Carnaval de 1977 - na Foto: Moíses Sales, Zé Maria do Seguro, João Marinho e Nino.

Carnaval de Sede/Clube

Foto registrada na antiga PITÚ LANCHES, durante o Carnaval de 1976 - Na foto: Célio Meira, Geraldo e Quinho.

Carnaval de Alegoria/Fantasia

Ano não registrado.

Publicado em O Tempo Voa | 2 comentários

Festa romântica na Gamela de Ouro

Aconteceu sábado (28) no Restaurante Gamela de Ouro uma festa que contou com a participação do Quinteto Dourado, tendo como atração o cantor Almir Bezerra (ex-integrante do grupo THE FEVERS). O evento contou com uma boa participação dos amantes da música romântica.

Publicado em Editorial | Deixar um comentário

Sport 4, Náutico 3

Enxerida é minha impressora. Só por causa do jogo, ela hoje, quando imprime, faz uma zoadinha assim: O SPORT O SPORT O SPORT O SPORT O SPORT... Tem jeito?

Saudações rubro-negras!

Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | 2 comentários

O Tempo Voa em Vídeo: Sede do Clube O Leão (1992)

Publicado em O Tempo Voa - Vídeos | 1 comentário

Sorteio da Sexta do Pilako: Participe!

Começamos nesta segunda-feira mais um sorteio da promoção A SEXTA DO PILAKO. Cadastre-se e concorra a vários prêmios oferecidos por amigos empresários, profissionais liberais e artistas da cidade.

Aos que se cadastrarem, desejamos boa sorte e aos que queiram fazer suas doações entrar em contato pelo contato@blogdopilako.com.br ou mandar suas doações para nosso escritório na Praça Leão Coroado, 56 - Centro ou entrar em contato pelo 81 8437-5414.

Lembre-se, os sorteios serão realizados todas as quintas-feiras, para participar o internauta deverá se cadastrar na semana do sorteio em curso. Os sorteados terão até às 17h da sexta-feira para resgatar os seus prêmios.

Clique aqui e participe! (clique e veja também os prêmios oferecidos nesta semana.)

Publicado em Editorial | Deixar um comentário

Blog do Pilako bota Prefeitura para trabalhar

Na manhã de hoje (30) nossas lentes flagraram na Rua Severino da Costa Gomes, mais conhecida como Nova Vitória, uma máquina e um caminhão da Prefeitura recolhendo metralhas e entulhos na mesma.

O curioso dessa simples e normal operação é que foi preciso uma moradora da rua denunciar ao blog para que a prefeitura tomasse uma atitude. Os tais entulhos, segundo a moradora, já faziam 90 dias que estavam lá e as pessoas já tinham o apelidado de “entulho tranca rua”.

Leia também: Entulhos “tranca rua” (publicado no dia 27 de Janeiro de 2012). 

Publicado em A Lupa, Editorial | Deixar um comentário

Instituto Histórico participa de comemoração no Teatro Santa Isabel

O Instituto Arqueológico, Histórico e Geográfico Pernambucano comemorou 150 anos de fundação no último dia 27 do corrente. Para participar da solenidade, realizada no teatro Santa Isabel, nosso Instituto Histórico, esteve presente, com uma comitiva constituída de 23 consócios.

A solenidade, presidida pela drª. Margarida Cantarelli, teve início com a execução do Hino Nacional. Em seguida, usando da palavra, a presidente fez um retrospecto da fundação e da atuação do Instituto nesses 150 anos, em prol da história e da cultura pernambucanas. Além de alguns números musicais ao piano tivemos a distribuição de medalhas e diplomas a um determinado número de agraciados e às instituições congêneres. A drª. Margarida Cantarelli atendeu gentilmente a comitiva vitoriense e prometeu nos que viria à Vitória, entregar, oficialmente e solenemente, a medalha e o diploma referentes aos 150 anos, ora festejados, ao Instituto Histórico e Geográfico da Vitória de Santo Antão.

Pedro Ferrer.

Publicado em Editorial | Deixar um comentário

Pajé apresenta “sua excelência, O Frevo” há 26 anos

Na manhã deste domingo (29) participamos do programa “Sua Excelência, o Frevo” comandado há 26 anos pelo amigo Guilherme Pajé na Rádio Tabocas FM.

De maneira respeitosa, o comunicador do Frevo reverencia carnavalescos do passado e do presente, que contribuíram e contribuem pela edificação da nossa festa maior. Na ocasião falamos de tudo um pouco, comentamos sobre os preparativos do Bloco da Saudade para o carnaval 2012 bem como fizemos alguns comentários sobres carnavais passados e as perspectiva da ABTV para a festa que está “batendo à nossa porta”. Também estiveram presente no movimentado programa do amigo Pajé a Diretoria do Bode do Caic, que neste carnaval irá homenagear o carnavalesco, falecido há pouco, Zito Mariano (nosso pai).

Henrique Macula, Cleiton Nascimento e Augusto Cesar, diretores do Bode do Caic.

Publicado em Editorial | 2 comentários

Jovens realizam evangelização para crianças na Praça da Matriz

Na tarde do último domingo (30), por volta das 16h, um grupo de jovens de uma Igreja Evangélica, realizaram um momento de evangelização para crianças que estavam na Praça da Matriz, usando cartazes e banners. Segundo informações coletadas no local, a ação será realizada mais uma vez, em data ainda indefinida. Boas ações como esta, deveriam se repetir sempre que possível.

 
Publicado em Editorial | Deixar um comentário

Pedimos passagem – Taboquinhas!

Jornal da Vitória - ANO XXX - Nº 174 - ABRIL 2010

Ouça a música "PEDIMOS PASSAGEM" - Composição de Domínio Público, na voz de Erika Borges.

[powerpress url=../mp3/passagem.mp3] Gostou da música? - Baixe a MP3 Aldenisio Tavares
Publicado em Vitória dos Artistas | 1 comentário

Fim de Semana Cultural:
Amnésia (poesia) – Luiz Reinaux (postumum)

Até que provem o contrário Não estou aqui Nunca estive Acredito! Acredito acreditar E por fim afirmo Aqui não devo estar E não duvido Pois não me lembro.

Luiz Reinaux (postumum) foi um jovem escritor vitoriense.

Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário

Fim de Semana Cultural:
Os Medos da Paixão (conto) – Por Valdinete Moura

Classificação: texto de ficção não indicado para menores de 16 anos.

Não era assim que queria. Não assim: estômago embrulhado, boca amargando, cabeça rodando. Não assim. Bêbada. Difícil acreditar. Sempre tão certinha, comportada e agora, bêbada. Bêbada como uma qualquer. Qualquer Fulana dos becos e ruas da lama que existem por aí. Sou bêbada chique, conseqüência do uísque escocês do mais puro, moro em um apartamento luxuoso em Copacabana. Nem por isso menos bêbada, menos enjoada... Enjoada de mim, da vida, do mundo... Esse mundo é uma porra! Pronto, disse. Uma bêbada é o que você é e, além de bêbada, pornográfica. Não se envergonha? Jamais pensei que um dia, minha filha... Meu Deus, só falta me chamar de puta. Não, mamãe, não diga assim... Se soubesse, chamaria, talvez até não quisesse mais me ver. Não fale assim, mamãe, eu estou sofrendo. A verdade é que estou bêbada. Nunca fiquei assim antes... só uma pequena dose, socialmente. Pro diabo com o social, estou bêbada e sozinha, ninguém viu quando roubei a garrafa. Quando meu irmão descobrir... na sua festa. Ora, que se fodam todos: meu irmão, minha mãe, todo mundo, o mundo também. E eu de quebra. Que está acontecendo comigo? Nunca usei essas palavras. Mentirosa! Usar, usou, só não falou. Se peca por pensamentos, palavras e ações. Se pensou, pecou. Porra para vocês também. Todos os que enfiaram essas coisas na minha cabeça. Não quero chorar; não, meu Deus, que papel ridículo estou fazendo: bêbada e toda desalinhada. A roupa nova que custou os olhos da cara naquela butique nova, como é mesmo que se chama? A tal butique? Sei lá, qualquer uma chique da Zona Sul. Que se dana a tal butique junto com todo o bairro. O Rio de Janeiro todo. A maquiagem deve estar toda borrada. Não quero... não quero chorar, ficar horrível: bêbada... chorona... bobona... meu Deus, que coisa feia. Feia, coisa nenhuma, feio é o que fiz. Como fui fazer aquilo? Deve-se fugir da ocasião de pecado. Como, se o pecado é tão atraente. O diabo toma formas atraentes para tentar. Para o inferno com o demônio... não acredito em demônio, nem em inferno... inferno é agora... o meu. Merda, estou chorando, estou horrível, não quero, felizmente ninguém me vê. Como pode ver, se fugi, enganei todo mundo, queria ficar só, roubei o uísque. Mentira, não quero ficar só, quero colo, alguém para me consolar, quero meu irmão, ele pode. Quero esquecer, foi tão bom e durou pouco, tão pouco... parecia tanto, tão bom, divino. Por que digo assim? Não devia. É sacrilégio usar o nome de Deus em vão. Ainda mais se tratando de coisa assim. Foi divino, sim. Divino ser puta?  Assim que me chamava, sua putinha. Que vergonha, meu Deus. Era tão bom, tão bonito, ficava tão feliz! Menos quando me chamava de putinha, mesmo assim, com carinho, fiquei não sei como, humilhada, ofendida, não sei. Não disse nada, sentia vergonha. Igual às mulheres da rua da Lama  que passavam em frente à casa de vovó, lá no interior. Mamãe não falava com elas, nem vovó, nem as senhoras de respeito, se falavam, usavam um tom de superioridade para mostrar o lugar de cada uma. E agora eu me sinto tão mal, tonta. Tonta e chorando, não consigo parar de chorar. Deus, queria gritar, preciso. Queria morrer. Aí, acabava tudo. Mamãe não ia saber de nada e o povo ia dizer coitadinha! Morreu tão nova! Bebeu demais, não tinha costume. Ninguém, ia ficar sabendo de nada. Ninguém sabe; só eu e ele. Ela, será que sabe? Sabe nada! Ele não ia dizer a mulher que ele... que nós... ai, que vergonha! Vergonha, você nesse estado. Não conhece seu lugar? Uma moça de família, mamãe, não mudou nada... quer dizer, quase nada. Ai, meu Deus, não quero pensar, não quero lembrar; ele com ela como se não me conhecesse, tão seguro, como se nós não... Não posso esquecer os dois daquele jeito. Tão apaixonados e eu... pensei que ia morrer, cair ali mesmo e ele tão seguro. Não quero lembrar, não quero. Se ao menos eu dormisse antes que alguém chegasse aqui, era como se morresse. Mamãe ia ficar assustada. Que me importa, só me importa eu agora, o resto que se dane, se foda, se qualquer-coisa-de-horroroso, qualquer coisa. Eu quero dormir, esquecer, passar a ressaca. Não quero morrer, ninguém morre disso, tão bom... apesar... sua putinha. Ninguém ficou sabendo, isso passa. E se souber? Merda pra todo mundo, merda pra elite carioca. Bom falar assim. Pensar. Livre. Vou dormir... respiro fundo, isso passa, amanhã é outro dia, respiro fundo, durmo, não estou mais chorando, só com a cabeça doendo... respiro fundo, passa, durmo, respiro... durmo... passa... merda pra...  ZZZZZZZZzzzzzzzzzz................

* Conto integrante do livro "Mulheres na Chuva" pela Ilumine Editorial.
** Ilustração de Jack SoulFly, artista vitoriense.

Valdinete Moura é escritora e poetisa, membro da Academia Vitoriense de Letras, Artes e Ciência.

Você também é escritor, poeta ou compositor vitoriense? Envie o seu texto para ser publicado no fim de semana cultural. E-mail: contato@blogdopilako.com.br

Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário

Fim de Semana Cultural:
Ele e o Vento (poesia) – Por Elmo Freitas

Ele levantou, olhou ao longe e perguntou: O que é aquilo? E o vento que passava por ali respondeu: É O HORIZONTE. E ele perguntou: E o que tem lá? E o vento respondeu: O IMAGINÁVEL... Ele continuou olhando, pegou sua sacola, caminhou e disse: Eu vou até lá... NÃO ME ESPERE... NÃO SEI SE VOLTO.

Elmo Freitas - Poeta do "Os Confundidos"

Você também é escritor, poeta ou compositor vitoriense? Envie o seu texto para ser publicado no fim de semana cultural. E-mail: contato@blogdopilako.com.br

Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário

Fim de Semana Cultural:
Camisa de força (poesia) – Por Marcelo De Marco

Eu aqui              e você                           ali. E nenhum olhar fixo. Nem mesmo um abraço, ainda que superficial! Qualquer gesto fraterno                                      de despertar conjeturas? - Nem pensar! Que dirá um beijar recíproco!                                                     Você lá, na sua eu cá, na minha nós dois juntos numa desumana indiferença.

Marcelo de Marco é escritor, poeta e professor. Poesia extraída de seu blog.

Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário

Fim de Semana Cultural:
O Início (poesia) – Por Darlan Delarge

Como ja disse: Aqui jaz qualquer idéia vã. E não importa quando e como foi, e como será dito, final, tudo será Postumo.

Darlan Delage - Poeta "Os Confundidos".

Você também é escritor, poeta ou compositor vitoriense? Envie o seu texto para ser publicado no fim de semana cultural. E-mail: contato@blogdopilako.com.br

Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário

Convocação: carnavalescos na Gamela neste sábado.

Na manhã deste sábado (28) a comunidade carnavalesca da Vitória deverá, em massa, “bater ponto” no Restaurante Gamela de Ouro, isso porque, acontecerá a 1º Feijoada da ABTV, para marcar os 15 anos de “folia” da entidade carnavalesca. Na oportunidade serão realizadas 15 homenagens para os que contribuiram de maneira decisiva para a consolidação do carnaval dos blocos em nossa cidade.

Portanto, todo vitoriense que gosta de carnaval deve adquirir seu ingresso\pulseira ao preço de R$ 10,00 na Kiko Sorveteria ou na portaria da Gamela para participar conosco deste evento que abrirá as festividades momesca em nossa cidade no carnaval 2012.

Vejam as personalidades que serão homenageadas:

Jucival Amorim – segurança e cordeiros Marcos Motorista – motorista de trio Alexandre Ferrer – patrocinador Geazí – sócio Fundador Pierre – cantor Olimpia – vendedora Aldenisio Tavares – compositor Rádios Vitória, Tabocas e Metropolitana Edalvo - Fundador Regis Souza – locução Nildo Ventura – cantor Homenagens Póstumas – Zito Mariano e Marcos Otone

Publicado em Editorial | Deixar um comentário

Com quase 6 meses, entulho atesta a inoperância da Prefeitura.

Próximo de completar 6 meses, um entulho localizado nas proximidades da FAINTVISA, vem demonstrando a inoperância da prefeitura no quesito "recolhimento de lixos e entulhos das ruas".

E para piorar a situação, a vegetação e o lixo estão tomando conta do lugar, aumentando o risco de gerar criadouros para o mosquito da dengue. Será que o Prefeito está esperando completar um ano para tomar alguma atitude?

Os bairros afastados do centro estão esquecidos, enquanto ele brinca de "lapidar" apenas a praça da Matriz, a "menina dos olhos de mel", das próximas eleições. Enquanto isso, sofremos com problemas básicos, basta um rápido "giro" por Vitória, para o amigo internauta ver a situação de abandono de nossa cidade. 

 
Publicado em A Lupa, Editorial | Deixar um comentário

O Tempo Voa Especial: hoje completa 61 anos.

É oportuno lembrar que exatamente hoje, 27 de janeiro de 2012, esta fazendo 61 anos do registro da foto nos salões do Clube Vassouras "O Camelo".

Seu Zito que viveu bem, cada fase da vida, na sua mocidade, além de carnaval, gostava de beber uns “golinhos a mais” nas festividades monescas.

Publicado em Editorial, O Tempo Voa | Deixar um comentário

Prefeitura tomou providências.

Na última quarta-feira (25), postamos em nosso blog cobrando da secretária de Obras uma providência em relação a um buraco que atrapalhava o trânsito em frente a Caixa Econômica, na manhã de hoje (27) a Secretária tomou as devidas providências. Estamos atentos.

Veja também: Buraco na Av. Mariana Amália gera perigo. Atenção Secretaria de Obras! (publicado no dia 25 de Janeiro).

 
Publicado em A Lupa, Editorial | 1 comentário

“Casa Criativa” é inaugurada na Vila Cenira

Foto: José Sebastian

Na tarde ontem (26) aconteceu em nossa cidade, em solenidade concorrida, a abertura da casa “mais criativa” da Vila Cenira. A Ponto Comunicação, agência de publicidade, há 10 anos no mercado e com atuação nos mais diversos seguimentos e presente em varias cidades da Região, inaugurou um novo espaço dotado de equipamentos modernos e instalações adequadas para melhor atender sua seleta carteira de clientes.

Ao participar desta celebração de sucesso, fiquei especialmente satisfeito pelo fato de ter sido em nosso evento (Cavalgada Fest) a primeira oportunidade dos “meninos” poder mostrar, a toda cidade, a capacidade de criação, como também foi através de nossa articulação que a ponto participou, de maneira ativa, de uma campanha política. Por tudo isso, reitero votos de sucessos e vida longa a essa empresa genuinamente vitoriense.

Foto: José Sebastian

Djalma Gomes, Presidente da CDL, Cristiano Pilako e Romero de Deus e Melo

Publicado em A Lupa, Editorial | Deixar um comentário

Hoje é dia de parabenizar o “cabra” da Nutricampo

Hoje (27) é dia de parabenizar o amigo João Moura, conhecido também por João da Nutricampo, por mais um “janeiro”. Receba de nós, que fazemos o blog do Pilako, os votos de muitos anos de vida.

Publicado em Editorial | Deixar um comentário