Ração: tipo lixo

Na manhã deste domingo (06) nas imediações do viaduto do Cajá, ao lado da loja Casa das Rações, uma porca se “abastecia”, não de ração, mas de lixo. Mais uma vez cobramos da Prefeitura, que é o órgão responsável pelos serviços de fiscalização e recolhimento de animais das ruas, para tomar alguma medida eficaz, pois do jeito que está, só quem tá lucrando são os “criadores urbanos” da Vitória.

Publicado em A Lupa, Editorial | 3 comentários

O risco continua

Depois que o nosso blog fez diversas cobranças, a Prefeitura resolveu parte do problema na calçada próximo ao Terminal Rodoviário, isso porque, ainda não foi fechado outro buraco bem pertinho da calçada. O risco ainda continua grande para as pessoas que por ali são obrigados a caminhar, portanto, a cobrança continua.

Publicado em A Lupa, Editorial | Deixar um comentário

O Tempo Voa: Gamela de Ouro (1978)

Foto do acervo pessoal de Bruno Carneiro

Publicado em O Tempo Voa | Deixar um comentário

Meninas do Vitória seguem à caminho da Final da Copa do Brasil.

Foto: Divulgação

Com 100% de aproveitamento, as meninas do Vitória estão com grande possibilidade de estar na final da Copa do Brasil, depois de ter vencido o Rio Preto - SP, por 2 x 0, no último sábado no Carneirão. As meninas estão de parabéns, estão fazendo uma ótima campanha. O jogo de volta está marcado para próxima terça (08), em SP. E mesmo que o nosso time empate ou até perca por um gol, as guerreiras das tabocas continuam com a vaga garantida para a final do campeonato.

 
Publicado em Editorial | Deixar um comentário

Crise financeira e ilusões

Quando eu ouço falar em crise financeira, só penso numa série de palestras que tratam de 3 ilusões extremamente eufóricas, mas que exigem limites: a paixão, o dinheiro e o poder. Observe o ensaio sobre as palestras, resumido por Renato Janine Ribeiro:

"Vamos falar de pelo menos três ilusões: uma foi a dos valores vazios, que a crise depreciou, ao preço de inúmeras falências; outra é a do amor-paixão, que nos faz atribuir todas as perfeições a uma pessoa que, obviamente, não pode ser tanta coisa assim; e a ilusão do poder, que nos engana sobre os outros: quem manda sente vaidade, quem o cerca o bajula. Ora, nosso mundo não consegue um entusiasmo que não seja eufórico. Mas um entusiasmo assim é ilusório. É possível viver sem ilusões? Penso que não é mais esta a questão, e sim: É necessário viver com menos ilusões."

Mas, sobre a questão financeira, em rápidas pinceladas, Renato fala sobre "como que menos é mais e como que mais é menos". E vira-se para a plateia, assegurando que muitos dos que ali estão, estariam gastando muito mais do que o necessário para sobreviver. Depois, que era preciso certas perdas, certos prejuízos, para uma retomada de vida mais consistente, onde o menos seria mais, depois que o mais passou a ser menos. Isso não só serve para a Europa, que vive uma crise, considerada por Delfim Neto como antiga, mas para as pessoas de um modo geral. Econômico abraço! Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | 2 comentários

O Tempo Voa em Vídeo: Max Bley sendo entrevistado por Toni Almeida

Com a intenção de aquecer o comércio, alavancar o turismo e manter a tradiçãoda “cidade do cavalo do cela” será realizada no dia 20 de novembro, mais uma edição da Cavalgada Fest. Dando continuidade a nossa coluna Tempo Voa em Vídeo, postaremos hoje uma entrevista com o amigo Max Bley, entrevistado pelo também amigo Toni Almeida. realizada na IX Cavalgada Fest, realizada em 2008.

Publicado em O Tempo Voa - Vídeos | Deixar um comentário

Último Adeus a Romildo Mariano

Na tarde do último Sábado (04) familiares e amigos de Romildo Mariano, participaram do seu sepultamento no cemitério São Sebastião em nossa cidade. Conhecido de todos, Romildo, era um festeiro de primeira, sempre participou ativamente dos movimentos da cidade, nos fins de semana abria sua casa para receber os amigos, gostava de mesa farta e bebida gelada. No momento do sepultamento o Jornalista José Edalvo rendeu-lhe a última homenagem, ouça:

[powerpress url=../mp3/romildo.mp3] Baixe a MP3

Publicado em Editorial | 1 comentário

É bicho: dia e noite nas ruas

Na sexta (04) por volta das 11 da noite, nossas lentes registraram um porco fuçando lixo na rua Dr. José Rufino no bairro do Cajá. Quer seja, noite ou dia, os bichos estão fazendo a “festa” nos lixos, em nossa cidade.

Publicado em A Lupa, Editorial | Deixar um comentário

Curiosidades Vitorienses: Codigo de Posturas (1897)

Dando continuidade a coluna de curiosidades vitorienses, publicaremos trechos do CODIGO DE POSTURAS do município da Vitória, datado de 1897. Os trechos foram retirados do volume 07 da revista do Instituto Histórico e Geográfico da Vitória, editada em 1977. São muitas curiosidades, que valem a pena serem disponibilizadas em nosso blog.

Publicado em Curiosidades Vitorienses | Deixar um comentário

Jovens moradores da comunidade do Oiteiro lançam informativo

Já está nas ruas a primeira edição do jornal Jovens de Plantão, formado por moradores da comunidade do Oiteiro.

Publicado em Editorial | 1 comentário

Edu Luppa canta “Porta à Fora”

Disponibilizamos a música "Porta à Fora" do compositor vitoriense Edu Luppa. A música  integra o álbum "Edu Luppa e Banda Tcha Run Dun - O Ritmo dos Apaixonados".

[powerpress url=../mp3/edulupa.mp3] Gostou da música? - Baixe a MP3
 
Publicado em Vitória dos Artistas | Deixar um comentário

Fim de Semana Cultural:
Do sim e do não. (poesia) – Por Darlan Delarge

Diria não mil vezes. Mas negar caleja o coração A frieza que exala a cada não Congela a pace dos meus Deuses. Por que o sim é tão divino? Queima a garganta e os instintos Faz viver até os Platelmintos E ressoa até o mais insigne sino. O Sim é o que me sustenta E me dita aos ouvidos o que escrevo. É este que em noite faminta me alimenta. Mas o Não, palavra por vezes nojenta. Que tange o mundo e faz um nevo Tece em mim uma vontade, ainda mais, sedenta.

Darlan Delage - Poeta "Os Confundidos".

Você também é escritor, poeta ou compositor vitoriense? Envie o seu texto para ser publicado no fim de semana cultural. E-mail: contato@blogdopilako.com.br

Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário

Fim de Semana Cultural:
Passa o dia de finados (poesia) – Por Sosigenes Bittencourt

Passa o Dia de Finados. Finda o Dia de Finados. E ninguém vê finados. Porque finados findaram, não têm hora, dia, tempo, mais nada... Passa o Dia de Finadostão rápido quanto fora a vida dos finados. Ninguém desejaria que os finados voltassem ao mundo para findar outra vez. Já nos basta morrer uma vez. Porque só os finados estão livres da morte. Sobretudo, do medo da morte. Seria suprema malvadeza do destino nos impor mais de um fim, embora morra nossa infância, nossa adolescência, nossa mocidade e sigamos vivos, vivos até o fim derradeiro. Passa o Dia de Finados. E perpassam os finados que conhecemos. Parece até que os vemos. De preferência, sorrindo. O mesmo jeito, a mesma voz, os trejeitos, o figurino. Nós é que ficamos tão diferentes. Talvez, nem soubéssemos conversar com os finados, como antigamente.

Sosigenes Bittencourt é cronista e blogueiro.

Você também é escritor, poeta ou compositor vitoriense? Envie o seu texto para ser publicado no fim de semana cultural. E-mail: contato@blogdopilako.com.br

Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário

Fim de Semana Cultural:
Ao Sr. M. Lobato (poesia) – por Rildo de Deus

Se pro céu eu assubisse e quando quisesse descesse Se no moinho de vento Dom Quixote enlouquecesse Se o pirlimpimpim funcionasse e Narizinho não crescesse. Emília tagarela Fala tanto que aborrece... Boneca muda na caixa não vare a poeira Coração nela não há Mas saudade no peito faz teia

Rildo de Deus é Escritor e Estudante de Filosofia da UFPE

Você também é escritor, poeta ou compositor vitoriense? Envie o seu texto para ser publicado no fim de semana cultural. E-mail: contato@blogdopilako.com.br

 
Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário

Fim de Semana Cultural:
Sem Fronteiras (música) – Por Aldenisio Tavares

[powerpress url=../mp3/semfronteiras.mp3] Gostou da música? - Baixe a MP3 De re re re re re re re O nosso amor é sem fronteiras E haja tempo pra se amar E há chamego com desejo Seja aqui ou acolá O nosso amor que toca o vento E o momento é de ficar E o ficar é o remédio O coração quer namorar Eu bem te disse nosso amor é sem limite É algo assim sem separação É amor que não tem fim É brilho de estrelas na constelação Forasteiro, forasteiro Ele vai, mas vai voltar Deixa na poeira da saudade Um coração a esperar

Aldenisio Tavares é compositor, membro da Academia Vitoriense de Letras, Artes e Ciência

Você também é escritor, poeta ou compositor vitoriense? Envie o seu texto para ser publicado no fim de semana cultural. E-mail: contato@blogdopilako.com.br

 
Publicado em Fim de Semana Cultural | Deixar um comentário

Nota de falecimento

Com muito pesar comunicamos aos amigos, que o empresário vitoriense Romildo Mariano, faleceu na noite de ontem (04). O seu sepultamento será realizado às 16h. O seu corpo está sendo velado na residência da sua irmã, Dona Lila, na Rua Imperial, no bairro da Matriz.

Publicado em Editorial | Deixar um comentário

Muita fumaça para pouco fogo

No programa Na Boca Quente desta sexta (04), que ultimamente vem dando uma esfriada danada, o Prefeito Elias Lira tentou fazer com que as pessoas pensassem que ele iria fazer uma prestação de contas de seu Governo, quando na verdade usou do programa só para fazer propaganda da sua gestão, como também reforçar para os ouvintes sua imagem de bonzinho.

Muito bem, a população, principalmente os eleitores de Elias, ficam se perguntando como pode uma pessoa mudar tanto depois que assume uma cargo, como mudou Elias. Na campanha passada (2008) Elias condenava a gestão do Governo que Faz e depois que assumiu o comando da Prefeitura deu continuidade ao mesmo modelo de gestão, em praticamente todas as áreas, principalmente, com a colocação de parentes e pessoas de fora na Prefeitura. A entrevista que foi conduzida desta vez pelo “titular” do programa, o amigo Paulo Roberto, serviu apenas para Elias fazer o que José Aglailson sempre fez nas suas rádios: muita fumaça para pouco fogo. Não falou dos problemas da cidade, que precisam urgentemente de solução, como por exemplo bichos nas ruas, trânsito caótico, invasão de terrenos públicos, polêmicas com doações de terrenos, novo cemitério, invasões comercial em praças, etc...

Seria bom, que em outra oportunidade o Prefeito Elias Lira levasse à Rádio o Secretário de Planejamento, diga-se de passagem, o mais importante, que é o Senhor Barbosa, para que revele de viva voz para população, quais os motivos que fizeram ele sair de lá da cidade de Belo Jardim, para vir atuar em Vitória, sendo inclusive essa “importação” de pessoal para atuar na gestão, uma prática muito comum no governo de Aglailson, que aliás,  foi muito condena por Elias quando estava do “lado de fora do muro da Prefeitura”.

Prefeito Elias Lira, o Vice Henrique Filho e o seu Secretário do Planejamento Barbosa, que é de Belo Jardim - Foto: CIEE/PE

Publicado em A Lupa, Editorial | 2 comentários

Mais uma Gambiarra.

Semanas atrás em um programa da TV Vitória o repórter fez uma matéria, onde mostrava o descaso, por parte da Prefeitura, nos bairros da cidade no quesito obra, ao mesmo tempo, dava relevância positiva em uma obra que estava sendo feita na rua Dr. Osvaldo da Cruz Gouveia, justamente na rua em que mora o Prefeito e o seu filho, dizendo que ali os serviços andavam rápido e que tudo que estava sendo utilizado na obra era com material de primeira qualidade e os serviços eram de primeiro mundo.

Muito bem, não passou muito tempo e a reportagem da TV deveria voltar no mesmo lugar e refazer a matéria, pois não passou de mais uma meia-sola realizada pela gestão do Governo de Todos. Com pouco tempo de uso, a grade já está solta e a parte de alvenaria se esfarelando feito bolacha. A falta de respeito dos gestores de nossa cidade com o dinheiro público é uma doença crônica das últimas décadas, sai prefeito entra prefeito e as gambiarras se multiplicam.

Um bom exemplo de respeito ao dinheiro público e de visão empreendedora em nossa cidade está estampada na Praça da Restauração, mais conhecida como praça do Jacaré, que foi construída em 1954 pelo saudoso prefeito Manuel de Holanda e ainda é a mais moderna e bonita praça da cidade, portando fica aqui o registro da falta de respeito com a coisa pública por parte da atual gestão.

Publicado em A Lupa, Gambiarra | 1 comentário

Ricardo Rico toca nesta sexta (04) no Espetinho do Hélio

Hoje (04) a noite no Espetinho do Hélio, o melhor da MPB com Ricardo Rico, não perca.

Publicado em Editorial | Deixar um comentário

Porca deixa rastro de sujeira no bairro do Cajá

Registramos mais uma vez uma porca fuçando lixo no bairro do Cajá. Fica complicado para as donas de casa, já pensou você se deparar com uma cenas dessas, em frente a sua casa?

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

O Tempo Voa: Amigos no Carnaval

Foto cedida pelo Prof. Pedro Ferrer

Nô Batista e Tonho Tripa.

Publicado em O Tempo Voa | Deixar um comentário

Cavalo pastando pelas ruas

No início da tarde desta sexta-feira (04) nossas lentes registraram no bairro do Cajá, nas  imediações da FAINTVISA um cavalo pastando livremente pelas ruas.

Publicado em A Lupa | 1 comentário

Burricos as margens da pista: mais riscos de acidentes.

Na noite desta quinta-feira (03) nossas lentes registraram no bairro de Redenção, dois Burricos pastando livremente as margens da Av. Henrique de Holanda em frente a madeireira do amigo J. Tomaz Filho. Naquela localidade tem ocorrido diversos acidentes envolvendo animais soltos na pista, toda atenção deve ser redobrada.

Os serviços de fiscalização e recolhimento de animais em vias públicas é de competência da  Prefeitura e segundo comentários, é de responsabilidade do senhor Beto Lira, que é sobrinho do Prefeito, portanto, fica mais uma cobrança para que seja resolvido o problema.

Publicado em A Lupa, Editorial | Deixar um comentário

Como não se bastasse a loucura que é o trânsito de nossa cidade…

Como não se bastasse a loucura que é o trânsito de nossa cidade, vários comerciantes informais acabam obstruindo as vias. Alguns motoqueiros, que acompanharam nossa equipe durante o registro da imagem, nos relataram que todas as quintas, dezenas de comerciantes informais passam pelas Av. Mariana Amália, subindo pela contra-mão da rua Dr. Aluisio Xavier, em direção a feira livre, gerando uma série de transtornos. Cobramos da Prefeitura, uma atitude em resolver o problema, afinal, continuar desse jeito só atrapalha o trânsito da cidade.

Publicado em A Lupa, Editorial | 1 comentário

O Tempo Voa Documento: Anúncio do antigo Hotel Tabocas no Jornal O Victoriense (1979)

Jornal O Victoriense - Edição 01 - 12 de Outubro de 1979

Publicado em O Tempo Voa Documento | Deixar um comentário

O Tempo Voa em Vídeo: Romildo Mariano e Gildo Espósito sendo entrevistados por Toni Almeida

Com a intenção de aquecer o comércio, alavancar o turismo e manter a tradição da “cidade do cavalo do cela” será realizada no dia 20 de novembro, mais uma edição da Cavalgada Fest. Dando continuidade a nossa coluna Tempo Voa em Vídeo, postaremos hoje uma entrevista com os amigos Romildo Mariano e Gildo Espósito, entrevistado pelo também amigo Toni Almeida. realizada na IX Cavalgada Fest, realizada em 2008.

Publicado em O Tempo Voa - Vídeos | Deixar um comentário

“Tudo foi Ilusão” de Fernando Silva

Hoje disponibilizamos a canção TUDO FOI  ILUSÃO de autoria e interpretação do amigo FERNANDO SILVA.

[powerpress url=../mp3/fernando3.mp3] Gostou da música? - Baixe a MP3 Aldenisio Tavares
Publicado em Vitória dos Artistas | 1 comentário

Fiscalização “avacaiada”

Ontem (02) no movimentado bairro do Cajá, em diferentes horários e diferentes locais, os porcos fizeram a “festa”. Não é de hoje que estamos cobrando da Prefeitura, que é o órgão competente para fiscalizar e até apreender animais circulando em vias públicas, medidas no sentido de resolver um simples problema que se arrasta em nossa cidade por muito tempo. Sai prefeito, entra prefeito e animais continuam nas ruas infernizando a vida das pessoas que circulam pelas vias e das donas de casa, devido a sujeiras que fica nas calçadas. Segundo comentários, o responsável por este serviço na Prefeitura, é o senhor Beto Lira, que é sobrinho do Prefeito, mas, ao que parece a fiscalização está “avacaiada”, ou seja, ninguém toma nenhuma atitude e os criadores urbanos, que não estão nem ai, vão engordando seus bichos às custas dos lixos alheios.

Publicado em A Lupa | 1 comentário

Internauta registra porca fuçando lixo no Cajá.

Recebemos na tarde de ontem (02), do internauta Rodrigo, um vídeo onde uma porca e alguns porquinhos são registrados fuçando nos entulhos localizados na subida da FAINTVISA, no bairro do Cajá. O referido entulho já é conhecido pela Prefeitura e pelos nossos internautas, afinal ele está no local há mais de 60 dias. O agravante agora é que está também sendo utilizado com depósito de lixo doméstico, atraindo assim diversos animais. Solicitamos mais uma vez, que a Prefeitura tome medidas, tanto na retirada dos entulhos, quanto no recolhimento dos animais.

Publicado em A Lupa, Editorial | Deixar um comentário

E as faixas de pedestres?

Na manhã de hoje (03) nossas lentes flagraram na rua Dr. José Rufino, no bairro do Cajá, funcionários de uma empresa, que pelo fardamento não dá para identificar de que empresa eles pertencem, pintando um quebra-molas com tintas amarelas. Gostaríamos de saber, quando serão providenciadas as faixas de pedestres na cidade, que deveriam ser priorizadas nos serviços, não deixando, evidentemente, de ser uma falha, pois as faixas de segurança, como assim também são conhecida, jamais deveriam ser deixadas em segundo plano em sua manutenção, chegando ao ponto de nem existirem.

Publicado em A Lupa, Editorial | Deixar um comentário