Arquivo da categoria: Fala, Vitória!

Coluna do Escritor vitoriense Sosigenes Bittencourt

Noz de cola e Coca-Cola

Eu saboreei Coca-Cola decente, manufaturada à base de noz de cola, uma castanha da África Tropical, extraída da coleira, árvore esterculiácea, cuja semente contém alcalóides tônicos, aperitivos e cafeína. Hoje, tomamos um xarope que simula o cheiro e o gosto da … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Quem merece palmada?

São esses adultos que querem dar palmada em criança,  ou são eles que merecem levar umas palmadas? Agora, o erro grave está no sistema que proíbe palmada e libera sacanagem pra criança. Quer dizer, querem cuidar dos efeitos sem tratar as causas. … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | 2 comentários

Educação faz de conta

Primeiro, é preciso saber se o percentual estará sendo totalmente investido na Educação e de que maneira estará sendo investido. Depois, é preciso entender que o investimento em educação é a maior ECONOMIA, enquanto que a economia em educação é o … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | 2 comentários

Era do Silêncio

Tudo que há de bom, em mim, é resultado da DISCIPLINA do meu tempo. Sou da Era do Silêncio, quando tudo podia ser observado e sentido com paciência. Sou do tempo em que havia tempo de acompanhar a réstia do sol … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | 1 comentário

Terrorismo à vitoriense

Espalharam nas escolas, em Vitória de Santo Antão, que iriam matar os alunos. O primeiro alvo seria o Colégio Municipal 3 de Agosto. É possível que tenha sido obra de algum analfabeto funcional, revoltado com o seu boletim mensal. Aprendeu que, em escola, é proibido … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | 4 comentários

Dignidade natural

Na realidade, homofobia não é coisa de heterossexual. Heterossexual não se sente incomodado com homossexual. Heterossexual que mata homossexual é assassino. Acusar heterossexual, que mata, de homofobia é desviar a atenção e estabelecer discriminação. Quem mata negro, mulher, religioso, estrangeiro, não é racista, … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | 5 comentários

Celeuma em torno de nome de bairro na cidade

O nome da genitora do prefeito, que hoje dá nome a um bairro na cidade, era M I L I T I N A. Não sei onde foram arrumar esse “R” de Milit-r-ina. O povo escreve Gato com “J” e Jacaré … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | 1 comentário

Psicologia e Medicamentologia

PSICOLOGIA é um ramo do Conhecimento Humano desprestigiado pela MEDICAMENTOLOGIA mercadológica. É falta de reconhecimento proposital. Veja bem: nós só sentimos emoção porque pensamos. O coração, por exemplo, é a metáfora do amor. Ele não gera amor, ele é o termômetro, … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Pitaco esportivo: Mito e Entendimento

O futebol é uma disputa e não uma guerra. Quer dizer, um ganha, mas o outro permanece vivo. A vitória de um não implica na morte do outro. Portanto, o torcedor deve alegrar-se com a sua vitória, não alegrar-se com … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Fragmentos

Você pode querer ajudar um fracassado, mas terá muito mais entusiasmo ao ajudar um fracassado entusiasmado. Sosígenes Bittencourt

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Da paz para o amor

O ser humano nasceu para amar desde que migrou da paz intrauterina. É como se fosse atirado de um avião a 13 mil metros de altitude, a 800 km por hora. A busca de amparo no outro é o primeiro movimento amoroso, a procura do paraíso perdido. … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

É, ou não é?

Se o mundo é movido pela mentira, aqui deve ser o seu paraíso. Primeiro, é preciso, definitivamente, saber se o Primeiro Ministro da China, Wen Jiabao, esteve no Brasil, papeando com dona Dilma. Depois, é preciso saber se foi Joelmir … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

OI? AI!

Eu, inclusive, já sugeri um novo nome de fantasia para a OI: AI! Imagine um celular que se nega a chamar o objeto amado de um ciumento. Aquele animal que vê chifre em cabeça de cachorro. Qual é a exclamação? AI! AI! AI! … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Amar

Há muitas definições de amor. Mas, se amar é chamar o outro para fora de sua solidão, amar é como bater numa porta e esperar que ela seja aberta. Também não posso exigir que me amem, posso dar bons motivos para isso. … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Solidão a Dois

O tema é recorrente. Aceito a provocação. É preciso libertar-se, primeiramente, da solidão interior. A chave da solidão não é por fora, é por dentro. Você pode estar casado(a) e se sentir absolutamente só. Os efeitos de uma Solidão a Dois são … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Reflexões sobre o tempo

O tempo é o tecido de nossas vidas. Relembrar o passado é alargar nosso tempo de vida. Este é um movimento d’alma. Pensar no futuro é mais constrangedor porque ele está associado à morte. Opresente faz parte da Eternidade, posto que o presente faz parte … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Por que não tenho dinheiro?

Se você estiver se lamuriando porque não tem dinheiro, favor matutar sobre a estatística abaixo. Os brasileiros desembolsaram, desde o primeiro dia de 2012 até as 10h desta quarta-feira (2 de Maio), R$ 500 bilhões com o pagamento de tributos … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | 2 comentários

O que é Filosofia?

A coisa mais simples do mundo é dizer o que é Filosofia, latu sensu. Quando o homem pensa em si, pensa no mundo, pensa em sua relação com o mundo, ou pensa em sua relação com o próprio homem, por mais rudimentar … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Fim de Relacionamento e Conselhos

Atenção, meninas, vai começar mais uma palestrinha sobre o tal do fim do relacionamento amoroso. Silêncio! Deixem de alvoroço! Acabem, de uma vez por todas, com essa mania de achar que vai consertar caráter de homem. Nem mulher muda homem, nem … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Sócrates e Xantipa

A esposa do filósofo SÓCRATES, dona XANTIPA, xingava o sábio no meio da rua, no mercado público, chamava-o de “mandrião”, ninguém jamais ouviu falar bem da genista, mas Sócrates a amava. Por isso, ela jamais o abandonou. Contam que, certa vez, ao chegar atrasado … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

A britânica de duas vaginas

Como é linda a britânica Hazel Jones, de 27 primaveras, portadora de duas vaginas. Hazel Jones não é uma mulher qualquer, tem duas vaginas, parede e meia, mas só mostra a quem quer. Se uma mulher com uma vagina já é tão linda, … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Por que faço literatura

O filósofo alemão Nietzsche dizia: Tudo que se faz por AMOR, se faz além do BEM e do MAL. Portanto, faço literatura, porque me agrada agradar o meu semelhante, e isto está além do BEM e do MAL. A arte … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Dimensões do Saber

O saber é um contato com a ignorância. O saber é como uma bola de festa, quanto mais enche, mais amplia a superfície de contato com o que ignora. Por isso, quem sabe mais, tem mais noção do que ignora, … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | 2 comentários

O desorientado sexo Ocidental e o Oriente

Os orientais passam 2 horas numa relação sexual, nós passamos, em média, 15 minutos. Para nós, sexo é ciência; para os orientais, sexo é arte. Nós buscamos nos livrar do apetite, os orientais buscam cultivá-lo. Sexo é bom até para … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Os abutres de Garanhuns ou os cozinheiros do Diabo

Nem o Conde Drácula, que chupava sangue humano para sobreviver, deglutia papinha de carne de defunto. Drácula era mais higiênico, menos seboso, chupava gente viva, saboreava tudo fresquinho. O Vampiro da Transilvânia penteava os cabelos, andava de paletó engomado. Certa vez, uma moradora … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

E o coração

Eu me lembro dos anos… fico me lembrando… e o coração tum tum tum tum… A gente era criança… descobriu o sexo… foi uma alegria tão grande que a gente ficou desconfiado, e o coração tum tum tum tum…… 2001 2002 2003 2004 2005 … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Por causa dela

A mulher que mais me fez sentir prazer na vida tinha o cabelo pixaim na época da Brilhantina Zezé. Eu perdi uma namorada da pele de pêssego, dos olhos de esmeralda por causa dela. Eu fugi de casa, inventei mentira, … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Fim de Semana Cultural:
Como eu nasci – Por Sosigenes Bittencourt

– Papai como é que eu nasci? – Muito bem, meu filho, um dia tínhamos de ter esta conversa. O que aconteceu foi o seguinte: eu e sua mãe nos conhecemos num desses chat’s da net. O papai marcou uma interface com a mamãe num cibercafé e … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória!, Fim de Semana Cultural | 2 comentários

Sport 1, Paysandu 4 – que derrota!

Eu doido para esquecer aquela derrota, e a minha máquina, vaidosa, a imprimir com a boca torta: O SPORT O SPORT O SPORT O SPORT Que vaidade boba, parece o Eclesiastes, a vaidade das vaidades, minha Nossa Senhora! O que danado tinha aquele time … Continue lendo

Publicado em Fala, Vitória! | Deixar um comentário

Implicância

Eu estou danado com Carminha. Ela está medonha implicando com Nina. Se ela soubesse o quanto gosto daquela menina… Se eu fosse Débora Falabella, meteria a mão no focinho dela. Dava um pau naquela megera. Tem nada não, Debrinha, o ruim por si … Continue lendo

Publicado em Editorial, Fala, Vitória! | Deixar um comentário