MORTE DE DOMINGOS MONTAGNE

Não sabia, ao almoçar no Canindé, ou mergulhar no Velho Chico, que aquele seria o seu derradeiro capítulo. Não suspeitava do desfecho da novela sem ensaio, o ator de Velho Chico.

Mas, Domingos Montagner desapareceu, como se encarnasse num ato, um personagem escalado para a morte. Gesticulou como se contracenasse, perdeu as forças como se imitasse a morte, emudeceu como se morresse.
Perpetua-se o silêncio profundo, Nunca mais retornará ao palco deste mundo.
Requiescat in Pace!

Sosígenes Bittencourt

Esta entrada foi publicada em Fala, Vitória!. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *