APELIDOS VITORIENSES: OLHO DE PIRES

Dando continuidade a nossa coluna, Apelidos Vitorienses, revelaremos, no dia de hoje, a origem do apelido do senhor Antônio José Correa, o popular “OLHO DE PIRES”.

Severino Ferrer – Foto: Pedro Ferrer

Contou-nos o senhor Antônio, que quando menino trabalhou na PITÚ colando rótulo em garrafas. Seu Ferrer, um dos fundadores e pai do ex-Prefeito Zé Augusto, foi quem batizou-o com apelido de OLHO DE PIRES. Segundo as palavras de seu Antônio, o motivo pelo qual foi apelidado era porque ele era muito “magrinho e amarelinho”, ou seja, só tinha olho.

Disse-nos seu Antônio também,  que na época o governo proibiu o trabalho de meninos nas  fábricas de aguardente. Uns dez anos mais tarde, já homem feito, ele estava na fila para ser efetivado como funcionário da PITÚ, foi quando algumas pessoas tentaram colocar outro apelido nele chamando-o “leite de jaca”, já que naquele tempo, segundo Seu Antônio, era quase “obrigatório” os funcionários mais antigos botar apelidos nos recém-contratados.

Juvelino e Camelinho, funcionários antigos da PITÚ, disseram: “esse não… esse é OLHO DE PIRES, quem botou esse apelido nele foi Seu Ferrer.”

Pois bem, essa é mais uma história de um vitoriense, assim como tantos outros, que é mais conhecido pelo apelido de que pelo próprio nome.

Veja outros Apelidos Vitorienses:

Esta entrada foi publicada em Apelidos Vitorienses, Editorial. Adicione o link permanente aos seus favoritos.