Vamos Comemorar: “MAIO ANTONENSE – O MÊS AZUL E BRANCO”

Hoje, 06 de maio, Vitória de Santo Antão comemora a passagem de mais um aniversário da sua elevação à categoria de cidade. Para “sintonizar” o internauta no tempo e no espaço,  por assim dizer, realcemos que o Recife recebera esse título (cidade) apenas duas décadas antes,   exatamente em 1823, demonstrando assim que o nosso torrão, já na primeira metade do século XIX,  despontava como um circunscrição territorial/política  considerável.

Do ponto de vista prático, no que se refere ao contexto administrativo local, o titulo de “Cidade” em nada modificou a relação dos governantes com os nativos,  pois a verdadeira transformação local, no que se refere à “vida orgânica municipal”,  já havia nos ocorrido décadas antes, ou seja: elevação de Freguesia à Vila, em 1812. Já à autonomia jurídica correu  1833 – Vitória deixou de pertencer à Comarca do Recife e passou a ter Juiz togado.

Na qualidade de estudioso da vida preterido da nossa aldeia e sócio efetivo –  há mais de quinze anos –  do Instituto Histórico,   na próxima oportunidade em que estiver em reunião ordinária na “Casa do Imperador”, que penso ser o embrião natural dessas questões, irei abrir discussão no sentido de promovermos no mês de maio um conjunto de ações  comemorativas –  haja vista todos esses relevantes acontecimentos terem ocorridos num  mês de maio,  evidentemente que em dias e anos diferentes.  A história é dinâmica! Releituras serão sempre bem vindas e necessárias à boa historiografia.

ESSA SERÁ UMA DAS MINHAS PROPOSTAS: “MAIO ANTONENSE – O MÊS AZUL E BRANCO”

Acredito,  se bem trabalhado em conjunto com toda sociedade e os poderes constituídos, poderemos despertar nos nativos, sobretudo nos mais jovens, um incremento substancial no que se refere ao chamado SENTIMENTO DE PERTENCIMENTO, algo que nos parece em processo de desidratação na terra desbrava pelo português Diogo de Braga.

 Portanto, desde já, aproveitemos o mês que acaba de começar para introduzirmos  e alardeáramos  essas informações, principalmente  com os  nossos conterrâneos menos atentos,  no que refere às  questões da aldeia………Viva “O MAIO ANTONENSE – O MÊS AZUL E BRANCO”…

Esta entrada foi publicada em A Lupa, Curiosidades Vitorienses, Editorial, O Tempo Voa Documento. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

4 respostas a Vamos Comemorar: “MAIO ANTONENSE – O MÊS AZUL E BRANCO”

  1. Antônio Sérgio de A. Costa disse:

    Bela iniciativa! Parabéns, Pilaco!

  2. Roberta de Cássia Urquiza Veras disse:

    Bom dia estimado Pilako!
    É com grande satisfação que leio o seu texto sobre o ” Maio Antonense” , informo que tens o meu total apoio para que esse projeto seja êxitoso.
    Vitória de Santo Antão carece com urgência de iniciativas dessa magnitude

  3. Roberta Valença Conolly disse:

    Achei magnífica essa idéia, Vitória de Santo Antão precisa de um grande incentivo para crescer com competência e preparo nestes jovens que mal conhecem a história de sua cidade.
    Tenha muito sucesso nessa iniciativa.
    Parabéns.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *