Faltou lógica e vontade de resolver…

Na noite de ontem (28), quarta feira, ao trafegar pela Avenida Mariana Amália presenciei, mais uma vez, a manobra de transferência dos bancos de madeira para o local que acontece a feira livre da Vitória. Mesmo após oito anos no  poder, a gestão do Governo de Todos não conseguiu avançar “um palmo” sequer, nessa questão. Veja o vídeo:

Além de ser uma operação sem lógica,  muito menos lógico é trafegar com uma carroça cheia de bancos de madeiras no sentido contrário de uma faixa de rolamento. Não custa nada lembrar que esta mesma carroça circula na contramão,  pela Rua Senador João Cleófas no horário de pico do movimento de veículo. Deve-se também levar em consideração – agravamento – que a referida via – Senador João Cleófas de Oliveira –  é a única rua central  disponível na cidade que liga os bairros da Matriz e Livramento.

Não tenho a menor dúvida que se nossos  atuais gestores tivessem promovido, nesses últimos oito anos, apenas uma reunião para solucionar este problema, a solução teria aparecido. Aliás, muito mais difícil, convenhamos, foi a  implantação da chamada “Zona Azul” com equipamentos modernos (paquímetros).

Esta entrada foi publicada em A Lupa, Editorial. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *