Auxilio Emergência do Carnaval: pouca efetividade por parte da prefeitura.

Na qualidade de presidente da ABTV – Associação dos Blocos de Trio da Vitória -, por solicitação do presidente da comissão de Cultura e Assistência Social da Câmara de Vereadores da Vitória, vereador Lourinaldo Júnior, participei de uma reunião que teve por objetivo trocar informações com os membros da referida comissão no sentido da concessão do Auxilio Emergencial do Carnaval.

Questionado sobre as dificuldades da operacionalidade do tal benefício, expliquei que até o presente momento, apesar de já haver cobrado mais de uma vez ao secretário de cultural do município, Demétrius Lisboa, documentos que apontem os caminhos da excussão do convenio, na prática, pouco poderia contribuir com informações concretas, não obstante ser detentor de uma boa experiência relacionada ao nosso carnaval. Desde o primeiro momento venho alertando sobre as minhas preocupações no sentido das devidas prestações de contas, face às exigências burocráticas comuns a processos dessa natureza.

Por parte dos membros da aludida comissão – vereadores Lourinaldo Júnior, Celso Bezerra e André Carvalho – ficou-me a impressão que os mesmos também não são conhecedores de amplas informações vinculadas ao processo (na prática) do benefício carnavalesco. Além do vereador Novo da Banca, também participaram do encontro os advogados Bruno Moraes (assessor do vereador André Carvalho) e Jairo Medeiros  (assessor jurídico da ABTV). Novas ações foram programadas.

Esta entrada foi publicada em A Lupa. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *