Meu nome – por Sosígenes Bittencourt

No tempo de eu menino, completamente desintoxicado, fui logo aprendendo com meu próprio nome: que um S entre duas vogais tem som de Z, e que acentuam-se as palavras proparoxítonas. Daí, minha paixão pelo próprio nome, apesar de apelidado de Salsicha.

Sosígenes Bittencourt

 

Esta entrada foi publicada em Fala, Vitória!. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *