EDUCAÇÃO MUSICAL – A importância dos graus contidos na escala musical. (PARTE 4).

Para que possamos fixar o estudo dos graus (notas) na escala musical, e, desta forma, nos ajudar na construção das demais escalas existentes, vamos analisar cada grau e seus particulares nomes. A princípio todo trabalho está sendo realizado com a escala modelo de DÓ Maior ( C ), pois através dela, podemos trabalhar as demais existentes. O primeiro grau I ( C ) DÓ, é a Tônica, o segundo grau II ( D ), RÉ, é a Supertônica, o terceiro grau III ( E ) MI, é a Mediante, o quarto grau IV ( F ), FÁ, é a Subdominante, o quinto grau V ( G ) SOL, é a Dominante, o sexto grau VI ( A ) LÁ, é a Subdominante/Superdominante, o sétimo grau VII ( B ) SI, é a Sensível, pois conforme observamos o movimento seqüencial da escala em sua subida, o VII grau suplica ao I grau oitavado, um momento de repouso ao VIII grau, onde se transformará no I grau da segunda escala de DÓ Maior ( C ).

Todo este trabalho seqüencial colocando movimento ascendente na escala de DÓ Maior ( C ), tem uma finalidade benéfica, no que diz respeito, ao aprendizado da escala, fixação dos graus, a prática da pronúncia dos demais graus existentes, a execução destes graus com algum instrumento musical, a análise do estudo passo a passo de cada grau, adquirir a calma para o estudo dos graus, hábito para a partir de qualquer grau perceber o desejo de construir uma nova escala. Na escala de DÓ Maior ( C ), do I grau ao II, temos 1 tom, do II grau ao III, temos 1 tom, do III grau ao IV, temos meio tom, do IV grau ao V, temos 1 tom, do V grau ao VI, temos 1 tom, do VI grau ao VII, temos 1 tom, do VII grau ao VIII, temos meio tom, do VIII grau VII grau descendo a escala de DÓ Maior ( C ), temos meio tom, do VII grau ao VI, temos 1 tom, do VI grau ao V, temos 1 tom, do V grau ao IV, temos 1 tom, do IV grau ao III, temos meio tom, do III grau II, temos 1 tom, do II grau ao I, temos 1 tom. Ao observarmos esta fórmula matemática contida no estudo das escalas musicais, as portas do conhecimento começarão a abrir e, nos dará confiança e calma, para o amplo campo existente nesta pesquisa. Mesmo sabendo que, tudo é particular e individual de cada ser humano, no entanto, as orientações referentes as pesquisas, nos deixa livres para produção pedagógica, prática e intelectual de cada ser humano.

Bosco do Carmo

E-mail: bcarmo45.bcm@gmail.com

Esta entrada foi publicada em A Lupa. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *