Joãozinho, a professora, o sorriso fatal e o defunto campeão…….

Essa postagem não será entendida por todos.

Dias atrás,  um amigo – que é bastante conhecido na nossa cidade – revelou-me haver encontrado, próximo ao  supermercado em que ele foi comprar carne e cerveja para uma festa surpresa, ocorrida no último domingo (26),  uma professora aposentada –  que  chega a ser  ainda mais conhecida do que ele.

Pois bem, em tom sereno e enigmático, ao se aproximar dele,  disse ela: “Joãozinho (nome fictício), ao frequentar “tal” ambiente você está correndo um tremendo risco de morte!”

Surpreso e com uma preocupação natural, o Joãozinho, que nutre pela professora aposenta um acendrado respeito,  tanto no campo pessoal  quanto no profissional, franziu a testa e arregalou os olhos,  arrematando: “professora, não estou entendendo. Ali,  só frequenta gente de bem….o ambiente é bom…..Perdoe-me, mas que risco tão cabeludo é esse? Agora, fiquei curioso e até com medo…..”

Disse a professora, falando bem baixinho para que ninguém tomasse conhecimento daquelas revelações: “ é que tem um camarada naquela patota que é muito chato. Dizem que se ele abrir um largo sorriso na direção de uma pessoa o caboclo só tem mais  24 horas de vida”. Completou a professora: “ falam também que na sua passagem dessa para melhor,  ele  ganhará o título de defunto mais feio que já circulo por essas bandas”.

Um misto de surpresa e alívio tomou conta do Joãozinho. Se despediu da professora e saiu  do local dialogando sozinho, como se diz no popular: “falando com os  seus botões” e avaliando as palavras da comunicativa professora.

Depois do caso passado, de tanto rir, o Joãozinho ficou com uma dor na barriga pelo resto do dia. Por obra e graça do destino o caso, agora,  inverteu. O Joãozinho, de lá pra cá,  toda vez que olha para o dito cujo começa imaginar como ele poderá ficar no seu respectivo ataúde, na  caminhada derradeira ao São Sebastião – NESSA CIDADE!!!

Esta entrada foi publicada em A Lupa. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Uma resposta a Joãozinho, a professora, o sorriso fatal e o defunto campeão…….

  1. Dinalva de paula disse:

    A professora chistosa acima citada ao encontrar com seus ex-alunos e colegas, sempre nos diverte com algum comentario engraçado, ao mesmo tempo segue com prosas relembrando fatos de outrora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *