Dr. Gamaliel – vitoriense boa cepa – Escreveu : Ronaldo Sotero

Conhecer Dr Gamaliel da Costa Gomes, falecido no Recife, aos 90 anos, dia 12/5 último, e privar de suas lições de vida, foi oportunidade que tive, ao longo de décadas. Sempre que o encontrava, seja na terra natal, sua Vitória de Santo Antão ou Recife, a conversa era viagem no tempo. Possuidor de memória fotográfica, documental, testemunha de vários episódios da cena política. Um arquivista do conhecimento.

De origem modesta , construiu sua história de vida morando na Casa do Estudante de Pernambuco, mais tarde, aluno do Americano Batista.:Formou-se na Faculdade de Direito do Recife, em 1952. Um de seus orgulhos era ter recebido como presente o anel de formatura do ex-ministro da Agricultura, no governo Getúlio Vargas, o conterrâneo João Cleofas. Promotor de Justiça em 1964, por concurso. Atuou em várias cidades pernambucanas. Aposentado aos 70 anos como Procurador. Membro efetivo do Instituto Histórico de Vitória , assíduo frequentador dos encontros mensais do Círculo de Amigos da Vitória no Clube Português do Recife. Mesmo residindo na Capital, respirava Vitória.

Algumas ocasiões, visitei ao seu lado, o saudoso mestre José Aragão, no Recife, onde residia. O registro fotográfico pertence ao meu arquivo pessoal. O cardápio era Vitória. Guardarei a lembrança de um ser humano cordial, bem humorado, pessoa de rara virtude: a de tratar todos os semelhantes com o mesmo respeito e distinção. Era sábio no fazer, ignorava a soberba, sobretudo o poder dos outros.
Era trigo limpo.

Ronaldo Sotero

Esta entrada foi publicada em A Lupa. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *