Eleição 2018: os partidos políticos continuam imutáveis……

Indiscutivelmente o Brasil está se transformando. Nunca antes na história desse país poderíamos imaginar que políticos de alta plumagem e empresários – ricos de verdade- pudessem ficar trancafiados no fundo das masmorras.

Na outra ponta, por assim dizer, o eleitorado nacional dá sinais de esgotamento. Eleições suplementares recentes exibiram índices de votos brancos, nulos e abstenções muito acima da média histórica.

Ao que parece quem ainda continua imutável, na forma de proceder, são os partidos políticos, independente da linha ideológica –  se assim podemos referencia-los.

Pois bem, dentro do “Projeto Tiririca” – aquele que busca seduzir o eleitor de maneira alheia ao interesse legislativo -, para o próximo pleito, já temos o caso concreto da MC Carol, que deverá disputar uma cadeira na assembleia estadual pelo Estado do Rio de Janeiro.

Já em São Paulo a nova  “estrela” a ser cobiçada pelos partidos políticos é a policial militar Kátia Sastre. Aquela que matou um bandido na porta da escola, na véspera do dia das mães. Como se ver, na hora de montar as estratégicas para se angariar os sufrágios,  os políticos se mostram  especialistas em entender o sentimento da população. Após o pleito, na  hora de legislar sintonizados com os anseios do povo, eles  preferem se abraçar com os empresários,  para formatar leis e emendas sob medida, direcionada à potencializar e perpetuar a corrupção sistêmica…….

Esta entrada foi publicada em A Lupa. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *