Atenção Elias e Barbosa: E A TAXA DO LIXO?

LOGOMARCA LOCAR4

Nas  inúmeras matérias aqui postadas, relacionada ao serviço de coleta de lixo, realizada pelo empresa LOCAR, já falai várias vezes que os gestores municipais, através da sua rádio, tenta confundir a população quando tenta jogar a culpa, pelo mal serviço prestado, na empresa.

Ora!! A empresa, como todas do mesmo ramo, vive do lucro. Ou seja: quanto mais serviço mais ela desenvolve, mais receita terá……..simples assim. O problema é que o prefeito, dentro das suas conveniências,  regula o ritmo de atuação da empresa de acordo com seus interesses, isso é fato. Ou seja, se o dinheiro for repassado aos cofres da prestadora de serviço,  ela coloca 10, 20, 30 ou até 50 caminhões para a coisa acontecer, se assim precisar.

elias barbosa

O problema – e quem saber fazer essa conta direitinho é Barbosa e Elias – é que querem fazer mais com menos – tirar água de pedra – não querem deixar as coisas seguir o curso normal. Aparentemente o processo ganha um “garrote”…

Após várias postagens em nosso blog, realçando à falta de limpeza, há mais de um ano na “minha rua”, hoje (13),  pela manhã, ao sair de casa, constatei que a terra e o mato foram retirados.

IMG_7987-2 we

IMG_3633

Não obstante o prefeito Elias Lira, com o total apoio da Câmara de Vereadores, ter criado a TAXA DO LIXO, a cidade continua podre e fedida. Uma boa pergunta: PARA ONDE ESTÃO INDO OS RECURSOS PROVENIENTES DA FAMIGERADA TAXA DO LIXO?

Esta entrada foi publicada em A Lupa, Editorial. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *