Os Monges e o Boi Vitoriense: carnaval tipo “exportação”

Não fosse o momento pandêmico que assola o mundo, hoje, quinta-feira da semana pré-carnavalesca certamente um sem números de foliões antonenses estariam embarcando na direção da capital pernambucana –  mais precisamente ao “Recife Antigo” –  para acompanhar o desfile da Troça Carnavalesca Companhia dos Monges em Folia.

Algumas décadas atrás, clubes da nossa cidade eram “figuras carimbadas” nos festejos momescos em outras cidades, sobretudo no Recife. O tempo passou e, aos poucos, fomos deixando escorrer pelos dedos  a condição de “exportador” para  vira “importador”, já que em recentes carnavais  clubes de capital “andaram” desfilando  por aqui.  Perdoem-me  pela extravagância: em se tratando de carnaval pernambucano, não existe nada em outro lugar que seja novidade para Vitória, mas se existir, indiscutivelmente,  somos  perfeitamente capazes para fazer acontecer aqui e, diga-se passagem: com perfeição….

Portando, nesse sentido – carnaval tipo exportação -, salve engano, atualmente,  só temos “Os Monges” e “O Boi Vitoriense”, ou seja:  participando de festejos em outras cidades.  Palmas para eles……..

Esta entrada foi publicada em A Lupa. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Uma resposta a Os Monges e o Boi Vitoriense: carnaval tipo “exportação”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *