SAUDOSAS VENDAS E LOJAS VITORIENSES (4) – por Marcus Prado.

O PUXA-PUXA, de Doralice, perto da casa do Pastor Lidônio e do sobrado de Genaro Trajano. Não havia doce igual a esse puxa-puxa. Ainda sinto o gosto dele no céu da boca quando passo por esse lugar. Depois, descobri, secretamente, a receita desse puxa-puxa: 2 litros de leite — 2 kg de açúcar cristal; 1 pitada de bicarbonato de sódio (para o leite não talhar); 1 pitada de sal (para puxar o doce). Preparo: Numa panela, queime 400 gramas de açúcar, até que derreta e tome uma coloração escura. Em seguida, coloque o leite, o bicarbonato e o sal, mexendo sempre. Acrescente o restante do açúcar, até a massa engrossar e chegar ao ponto de doce de cortar. Ela fica no estilo “puxa”. Retire do fogo e deixe esfriar. Faça bolinhas, com as mãos, e enrole em papel celofane comum. Rendimento: Aproximadamente dois quilos de balas deliciosas.

Marcus Prado – jornalista. 

Esta entrada foi publicada em A Lupa. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

2 respostas a SAUDOSAS VENDAS E LOJAS VITORIENSES (4) – por Marcus Prado.

  1. FERNANDO VERCOSA disse:

    Escritor Marcus Prado sempre nos surpreendo com seus “causos”.

  2. FERNANDO VERCOSA disse:

    Escritor Marcus Prado sempre nos surpreendendo com seus saudosos “causos” vitorienses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *