A SUÉCIA E O BRASIL HAITIANO – Escreveu: Ronaldo *SOTERO

São fecundas as ligações entre o Brasil e a Suécia, país de 10 milhões de habitantes. A cidade de São Paulo, sexta população mundial, com 22 milhões de pessoas é a “segunda cidade industrial fora da Suécia”, como costumam dizer, após Gotemburgo. Várias são as empresas suecas em nosso País, a exemplo da Ericsson, Electrolux, Nokia, Scania, Volvo, Tetra Park, Skf, Atlas Copco, Lego, Maersk, entre as mais conhecidas.

É na Suécia também, que na cidade de Linkoping, a 174 km da capital Estocolmo, são construídos os 36 aviões caças na fábrica da Gripen para a Força Aérea Brasileira, em contrato de 5,4 bilhões de dólares.Na cidade de Gavião Peixoto,São Paulo, uma unidade da Embraer sedia um ponto avançado de troca de tecnologia em mercado de alta empregabilidade para jovens e engenheiros aeronáuticos. Mais de 350 já viajaram a Suécia para treinamento.

Em Curitiba, a fábrica da Volvo está em produção máxima. Vendeu 700 ônibus para a Colômbia. Há negócios com parceria com a Scania para mais 1.400 para aquele país e uma negociação para produzir 2 mil ônibus para o Chile . No mercado interno ,ano passado foram vendidos 450 ônibus e previsão de 600 para este ano.

Enquanto os suecos empregam e investem no Brasil, muitos brasileiros acometidos de surto epidemico, buscam o “quanto pior, melhor “, a chamada “vanguarda do atraso”, comportamento comum de mentes necrosadas pela ideologia fracassada de países totalitários, de ditaduras jurassicas, que tanto embriagam a mente da esquerda caviar brasileira e dos comunistas da água escocesa doze anos da beira da piscina que, no discurso saturado de criticar o capitalismo, adoram a Disney, New York, embora ninguém queira morar em Cuba ou Venezuela.

RONALDO SOTERO

Esta entrada foi publicada em A Lupa. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Uma resposta a A SUÉCIA E O BRASIL HAITIANO – Escreveu: Ronaldo *SOTERO

  1. Carlos Santos disse:

    Nunca li tanta “besteira” maquiada de arrogância. Realmente o extremismo seja de direita ou de esquerda deterioram as mentes humanas.
    Do texto de argumentos “rasos” e sem fundamento lógico, percebe-se com nitidez que se não for ignorância é senilidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *