Santo Antão do Deserto – por Sosígenes Bittencourt.

Santo Antão (251-356) foi um santo cristão do Egito, considerado santo em carne viva, pelos milagres que operou. Foi um anacoreta que seguiu à risca o Evangelho, doando todos os bens que possuía e recolhendo-se no deserto. Por isso, é considerado protetor dos desafortunados. Mas, Santo Antão tem uma particularidade. Ele foi tentado pelo Demônio à exaustão e não caiu em tentação. Durante 80 anos, o Demônio fez toda sorte de macaquice e não teve jeito. Daí, ser considerado o Pai de Todos os Monges. A Igreja Católica Ortodoxa Romana festeja sua figura milagrosa no dia 17 de janeiro. Amém!

Sosígenes Bittencourt

Esta entrada foi publicada em Fala, Vitória!. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *