A última Missão Cultural da “Corriola da Matriz” aconteceu no Instituto Histórico e Geográfico da Vitória.

Como uma espécie de balancete final os componentes da “Corriola da  Matriz” cumpriram na manhã/tarde do sábado (01) uma agenda eminentemente cultural. O encontro ocorreu no Instituto Histórico e Geográfico da Vitória e teve como anfitrião e orientador na visita o presidente Pedro Humberto Ferrer de Moraes.

Após assistir atentamente o filme institucional, no Salão Nobre, o grupo percorreu a chamada “linha do tempo“ do Museu. O espaço dedicado às artes sacras e aos dos  engenhos de cana de açúcar foram bem discutidos.

Na qualidade de porta-voz do grupo visitante o amigo Jurandir Soares fez uma “Raio X” das visitas atinente ao ano de 2018. Foram sete missões. Ao longo do período houve um revezamento entre  vinte componentes. Ao final, apenas quatro pessoas que participaram de todas as viagens,  foram “condecorados” com a Medalha 100% Missão Cultural 2018.

Para o ano de 2019, novas missões culturais estão sendo programadas para os mais ambientes históricos. Dentre eles o Forte de Tamandaré.

Esta entrada foi publicada em A Lupa. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *