Vitória de Santo Antão – “A Década dos Extremos” – 1850/1860 – Esse foi o tema do meu trabalho de conclusão do curso de história.

Faltando apenas uma semana para concluir o meu curso de história, iniciado em janeiro de 2015, na noite de ontem (29) apresentei à banca, colegas e convidados o meu trabalho de conclusão de curso – o tão falado TCC. Para variar o meu torrão foi o tema em questão.

Por quase vinte minutos fiz uma sustentação oral do assunto escolhido: Vitoria de Santo Antão – “A Década dos Extremos” – 1850/1860. Com efeito,  narrei os dois mais agudos acontecimentos, diferentes por natureza e conflitantes entre si,  que emolduram o pior e o melhor momento já vivenciados pelos antonenses nesses quase 400 anos de história, isto é: desde a chegada do português Diogo de Braga ao Vale do Tapacurá, em 1626,  até o dia de hoje, até porque a história é dinâmica e tudo pode mudar a qualquer momento!!

Ao professor Ricardo Andrade, meu orientador nessa empreitada acadêmica, agradeço de maneira especial. Aos demais – Acidália Tavares, Aurélio Brito, Júlio Reinaux, José Severino, Marcelo Hermínio, Douglas Batista e etc – meu preito de gratidão pelo compartilhamento dos conhecimentos adquiridos ao longo dessa jornada. Agradecer nunca sairá da moda!!!

Esta entrada foi publicada em A Lupa. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *