Mestre Duda da Passira: sua obra e seu legado serão preservados!!

Lembrar e preservar as coisas boas são ações que nunca deixará de ser uma atitude inteligente. O Mestre Duda da Passira, por sua obra e pela humildade em pessoa, marcou época no cenário musical nordestino. Respeitado pelos artistas afamados e admirado pelos inúmeros forrozeiros, Duda é, indiscutivelmente, uma das maiores referências musicais  da Vitória de Santo Antão.

Nesse contexto, porém, na noite de ontem (30), no dia em que marcou os cinco anos do seu sepultamento,  a Câmara de Vereadores da Vitória, sob a presidência do vereador Novo da Banca,  promoveu uma sessão especial para homenagear o Mestre Duda da Passira. De maneira póstuma, uma vez que o plenário da casa, em 2011, já havia concedido-lhe o título de Cidadão Vitoriense, seus familiares foram condecorados.

Diante dos convidados, admiradores e artistas,  que vieram homenagear o legado do mestre e amigo, Duda da Passira, foi anunciado o projeto da criação da “Casa Museu Mestre Duda da Passira”. Na ocasião, o estado de Pernambuco também condecorou a obra do Duda da Passira.Durante sua trajetória na cena musical, antes do reconhecimento, assim como a esmagadora maioria dos artistas,  a vida não lhe foi fácil.

Na qualidade de jovem forrozeiro lembro que participei do lançamento do seu primeiro disco. O evento ocorreu em 1989, no Restaurante Recanto Gaúcho, aqui em Vitória. Participei dessa festa: “sai lá do pé de serra….onde nasci e me criei…..fui embora pra cidade, muita saudade deixei…….” Essa canção foi bastante tocada na noite…Duda se emocionou várias vezes….

Já no início dos anos 2000, ao contratar o Mestre Duda para colocar a sanfona na música da Cavalgada Fest, composta pelos amigos Aldenisio Tavares e Samuka Voice e interpretada pelo também já falecido renomado artista local, Pierre, após o trabalho praticamente concluído, Duda pediu para refazer uma parte apenas  para acrescentar, entre algumas notas, uma espécie de alegoria musical. Algo que só quem conhece e tem amor ao faz!!!

Portanto, mais que justas todas as homenagens ao Mestre Duda da Passira. Ele deixou uma obra robusta e sua sanfona ajudou a projetar um sem números de artistas por esse Brasil. Aos Familiares desejamos sucesso, no novo projeto: CASA MUSEU MESTRE DUDA DA PASSIRA.

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *