A manobra que contraria toda lógica viária, continua acontecendo na nossa cidade.

Ao caminhar pelo nosso centro comercial, no final da tarde ontem (29), mais uma vez, deparei-me com a cena que contraria toda lógica viária e que vai de encontro a todo processo de melhoramento do nosso já tão castigado trânsito local. Ou seja: bancos de madeiras transportados por carroça,  no sentido oposto ao fluxo da única via disponível (pelo centro) que liga os dois mais importantes bairros as nossa cidade. Essa manobra insensata manobra já é conhecida por muitos motoristas e pedestres antonenses.

Mesmo após a mudança da direção  da AGTRAN – há 20 meses – os técnicos que cuidam da nossa Mobilidade Urbana não encontraram nenhuma alternativa para evitar esse transtorno aos muitos condutores de veículos que circulam pela referida via, no dia que antecede a feira livre da Vitória.

Inúmeras vezes já realçamos o problema aqui. Essa manobra é um verdadeiros atestado de incapacidade gerencial dos gestores da AGTRAN,que diga-se de passagem,  é um órgão que cuida exclusivamente do trânsito e, ao que parece, não consegue entender os malefícios dessa desastrosa operação.

Esta entrada foi publicada em A Lupa. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *