General Jaborandy visitou nosso Tiro de Guerra.

Sob o comando dos instrutores do nosso Tiro de guerra, Subtenente  Sidiclei e Sargento Clauberrobson, aconteceu, na manhã de hoje (01), no Alto do Reservatório, um evento cívico para marcar a visita do General de Divisão José Luiz Jaborandy  Rodrigues, ao nosso Tiro de Guerra.

Além da presença dos chefes do Poder Executivo e Legislativo local, Aglailson Junior e Edmilson Zacarias, respectivamente, demais autoridades – civil e militar – prestigiaram o evento, assim como ex-atiradores e o diretor do CAV – Centro Acadêmico da Vitória.

Na ocasião, com entusiasmo, a tropa cantou a canção do Exercido e realizou manobras militares. Veja os vídeos:

Ao fazer uso da palavra o General Jaborandy cumprimentou os presentes e parabenizou o atual instrutor do nosso Tiro de Guerra, Subtenente Sidiclei, pela promoção. Entre outras coisas, realçou à gigantesca tarefa logística desempenhada pela &ª Região Militar em vários estados nordestinos, assim como o importante papel desempenhado pelos  Tiros de Guerra,  sublinhando  o papel social dos atiradores, nas suas respectivas localidades. Veja o vídeo:

Em ato continuo o prefeito da Vitória de Santo Antão, Aglailson Junior, foi empossado no cargo de Diretor do Tiro de Guerra local, oportunidade em que prestou seu juramento, comprometendo-se seguir irmanado com o Exército Brasileiro, na missão de promover o bem o bem estar social. Veja os vídeos:

Na qualidade de guardião da cultura da nossa cidade o Instituto Histórico, através de seu presidente, professor Pedro Ferrer, na ocasião, enfatizou à importância histórica da nossa cidade no contexto pernambucano e brasileiro, evidenciando, naturalmente,   o Sítio Histórico do Monte das Tabocas. Ao final da sua fala o professor Pedro Ferrer ofertou ao General Jaborandy um livro contando a história da Vitória de Santo Antão. Veja o vídeo:

O evento foi concluído com uma visita de toda comitiva ao Monte das Tabocas. Oportunamente, amanhã, sexta-feira, estaremos postando fotos e vídeos, reproduzindo os acontecimentos lá ocorridos.

Esta entrada foi publicada em Editorial. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *