Esse negócio num tá caro não, Deputado?

No início da tarde de hoje (14) o deputado Henrique Queiroz se utilizou dos microfones da Rádio Vitória FM, juntamente com seu filho e alguns correligionários para fazer algumas considerações, como sempre algumas promessas, mas nada de absolutamente de  concreto.

Em certo momento do “discurso” o deputado se referiu a gestão anterior, que foi comandada por seu primo, o folclórico José Aglailson, acusando o mesmo de se ter cometido “um crime”, isso porque o deputado falou do estreitamento e aterramento do canal na rua da Estrada Nova por ocasião das construções irregulares com os terrenos “doados” pelo ex Prefeito.

Ora! O amigo Ednaldo Torres, que apresentava o programa, perdeu uma ótima oportunidade de perguntar ao deputado porque, na época, ele não os denunciou? Sequer tocou no assunto? Pelo que me consta Henrique já era deputado, salve engano, membro Titular na Assembleia Legislativa da comissão de Meio Ambiente e porque o deputado não fez um pronunciamento na tribuna da ALEPE ou denunciou no Ministério Público de Pernambuco, porque  só agora veio falar no assunto?

Eu queria saber do deputado onde foi que ele foi buscar os valores de 40 a 50 milhões, como estimativa, para se fazer um canal na referida rua? 40 a 50 milhões para fazer um canal em Estrada Nova?

Já que a obra tem haver com a grande quantidade de água que vem dos bairros adjacentes e deságuam na referida via, certamente custariam esses valores caso fossem realizadas pelas “construtoras de Carlinhos Cachoeira” já que com ele a “água” corre solta.

Esta entrada foi publicada em A Lupa, Editorial. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>