Implicância

Eu estou danado com Carminha. Ela está medonha implicando com Nina. Se ela soubesse o quanto gosto daquela menina… Se eu fosse Débora Falabella, meteria a mão no focinho dela. Dava um pau naquela megera. Tem nada não, Debrinha, o ruim por si se destrói. Aquela encarnação de Megaira, filha de Urano e Gaia, uma das infames Erínias, vai ver o que é bom pra tosse. Oh! minha insuportavelmente bela Débora Falabella, tu não sabes o quanto este pobre mortal, humilde telespectador tanto sofre!

Vejam que desgraça! Carminha despejando vinho no chão, só pra ter o pé de fazer a menina limpar. Nina chega fica petrificada, horrorizada, muda, não sabe nem falar. Vá ver que é vinho de uvas selecionadas, Cabernet Sauvignon, de Bordeuax, e não dá nem um golinho pra Nina experimentar. Tudo ruindade! Se eu fosse Débora Falabella, metia a mão no focinho dela!

Sosígenes Bittencourt

Esta entrada foi publicada em Editorial, Fala, Vitória!. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *