Sobre a reforma do Instituto. (Continuação)

Foto: divulgação

Os museus são pontes, portas e janelas que ligam e desligam mundos, tempos, culturas e pessoas diferentes. Os museus são conceitos e práticas em metamorfose” (Departamento de Museus e Centros Culturais do IPHAN, MinC.)

Metamorfose foi o mote adotado. Mudar para melhor, sem perder o elo com o passado, nem com as pessoas, como bem afirma o Ministério da Cultura. Primeiro passo foi criar um setor exclusivo para a história da nossa cidade. Dentro do conceito “linha do tempo” repassamos os principais fatos da nossa extraordinária história: fundação da Vitória, Batalha das Tabocas, Guerra dos Mascates, visita da Família Imperial, Guerra do Paraguai, Hecatombe do Rosário e as Ligas Camponesas. É uma abordagem de cunho essencialmente pedagógico em que oferecemos aos visitantes, especialmente às nossas crianças e nossos adolescentes, uma visão plena do que foi e é Vitória de Santo Antão.

Pedro Ferrer

Postagem anterior:
Instituto Histórico e Geográfico reabrirá no dia 3 de Agosto.

Esta entrada foi publicada em Vitória Ontem e Hoje. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *