Hospital João Murilo: agradecemos as mensagens….

Por ocasião da nossa postagem ocorrida ontem (01), em que realçamos a importância do nosso Hospital João Murilo e do seu corpo funcional para o atendimento dos conterrâneos e de moradores de cidades circunvizinhas,  em que “condenamos”  fofocas e  inverdades que tem circulado nas redes sociais sobre a referida unidade de saúde pública, recebemos alguns telefonemas e algumas mensagens  parabenizando-nos.  Portanto, abaixo, reproduzimos algumas dela.

 

“Brilhante comentário, meu caro Cristiano Pilako. Não diria melhor.”

Luiz Bezerra de Carvalho Jr.

 

“Excelente explanação da situação. Não há como culpar uma instituição por conta de um problema generalizado. Quem trabalha no HJMO sabe que a luta é incessante para atender de forma digna cada cidadão que necessita do hospital. Não é com difamações, mas sim com apoio e ideias que se consegue superar essas adversidades que estamos passando. Um hospital para uma população de aproximadamente 140.000 habitantes, sem contar com as cidades vizinhas, é de se esperar que esteja lotado e com uma fila de espera imensa.”

Richardson Bezerra de Lima.

 

“Verdade, ninguém vai e fala q seu parente saiu com vida depois de um internamente com este vírus.Meu irmão é a prova viva q foi feito o q se pode por sua vida e graças a Deus passou 29 dias internado só 10 dias ficou entubado na UTI. Esta em casa se recuperando.”

Ilza María do Nascimento. 

 

“Muito bom comentário
Obrigada pela justiça aos funcionários do hjmo
Valeu.”

LAURA MELO.

 

“Exatamente ,chega de mimimi e aprenda a dar valor aos nossos trabalhos árduo e que estamos nos esforçando ainda muito mais para dar sempre o nosso melhor pra cuidar de quem precisa de nossos cuidados…”

Rosinete Maria dos Santos Avelino Silva.

 

“Foi impecável o tratamento ao meu marido, todos juntos conseguiram salvar a vida dele. Com muito carinho pelos paciente. Deus permitiu que meu marido sobrevivesse para testemunhar esse fato. O grande problema dessa maldita doença e que ela vence o psicológico e quando o paciente chega ao hospital e é diagnosticado com COVID, ele já está se condena, e isso não ajuda. Serei eternamente agradecida ao hospital João Murilo. E a toda equipe.”

Jane Nogueira. 

 

 

Esta entrada foi publicada em A Lupa. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *