Viva os 80 ANOS DO MESTRE ZÉ DE VINA!

Viva o Mestre Zé de Vina! Viva! Vai começar mais uma grande ação no Museu do Mamulengo de Glória do Goitá e você pode participar de toda a programação gratuitamente! O projeto ’80 anos do Mestre Zé de Vina – o derradeiro ato’ tem uma missão: homenagear um dos maiores brincantes da Cultura Popular brasileira: José Severino dos Santos, o Mestre Zé de Vina.

Para isso, terá espetáculos, oficinas e uma exposição especial com a coleção de bonecos do Mestre Zé de Vina e o Mamulengo Riso do Povo. São quase 70 anos de história! Nesses próximos cinco meses, as ações serão ONLINE, pois a Pandemia obrigou a coordenação do projeto a readaptar as ações. Então, fica ligado nas redes sociais do @museudomamulengo.

O projeto começa no dia 01 de junho de 2021 e vai até o dia 30 de março de 2022. A Coordenação Geral do projeto é de @pablodantasoficial e a Produção Executiva é de @mestratitinha. Este projeto conta com o incentivo do Funcultura/Fundarpe – Governo do Estado de Pernambuco e tem o apoio da Associação Cultural dos Mamulengueiros e Artesãos de Glória do Goitá.

Quer saber mais sobre o Mestre Zé de Vina?

José Severino dos Santos nasceu no sítio Queceque, em Glória do Goitá, no dia 14 de março de 1940, filho de Severina Antônia da Conceição e de Manuel Firmino dos Santos. A família de seu pai era de Glória do Goitá, tendo sempre vivido no sítio em que Zé nasceu. Seus parentes maternos eram do Engenho de Queimados, no Município de Moreno, em Pernambuco. Quando sua mãe chegou em Glória do Goitá, ficou conhecida pelo apelido de Vina, por isso em Glória do Goitá todos o conhecem pelo nome de Zé de Vina. Ainda criança, ele era levado pelo seu irmão, Sebastião Cândido, para brincar Mamulengo. Em Lagoa de Itaenga, e em alguns lugares da Zona da Mata, é conhecido também pelo nome de Zé do Rojão.

O Mestre Zé de Vina é fonte de estudos acadêmicos, colaborando com pesquisadores de todo o Brasil. Já fez inúmeras reportagens e deu centenas de entrevistas, participou de dezenas de catálogos e fez milhares de apresentações durante todo esse tempo. Ele fundou o Mamulengo Riso do Povo em 10 de outubro de 1957 e junto com os seus bonecos marcaram a história das festividades da Zona da Mata pernambucana, visto que em praticamente todas as edições dos últimos 50 anos das festas do calendário tradicional, lá estava ele e seu brinquedo para garantir a animação do povo.

Ele é considerado como um dos mais importantes mestres mamulengueiros vivos do nosso Estado. “O Riso do Povo apresenta um espetáculo puro, original e absolutamente autêntico, na medida em que se desenrola na vertente criadora de séculos de tradição. O resultado é extremamente gracioso, divertido e importante para o conhecimento do que seja a tradição brasileira do teatro de bonecos”, depõe o pesquisador Fernando Augusto Gonçalves. Em 2016 o Mestre Zé de Vina recebe do IPHAN o Prêmio Teatro de Bonecos Popular do Nordeste.

Em 2017 ele foi agraciado com o prêmio Cultura Populares – edição Leandro Gomes de Barros, do Ministério da Cultura. No dia 14 de março de 2020, o Mestre Zé de Vina completou 80 anos e comemorou junto com a Associação Cultural dos Mamulengueiros e Artesãos de Glória do Goitá. Dedicou a sua vida ao Mamulengo e, por isso, é o brincante mais antigo em atividade. Por seu gigantesco conhecimento sobre a brincadeira, é reverenciado por todos os artistas, estudiosos e amantes da Cultura Popular brasileira. Viva os 80 ANOS DO MESTRE ZÉ DE VINA!

FICHA TÉCNICA:

Coordenação Geral: Pablo Dantas.

Produção Executiva: Edjane Lima (Mestra Titinha).

Designer: Java Araújo.

Intérprete de Libras: Janaina Maria.

Produção fotográfica e audiovisual: Vinícius Dantas.

Transmissão ao vivo (live): Mió TV Comunicação.

Oficina de Mamulengo: Tamires do Nascimento e Stéfani Leite.

Grupos:

Mamulengo Riso do Povo (Mestre Zé de Vina).

Mamulengo Arte da Alegria (Mestre Bel).

Teatro História do Mamulengo (Mestre Bila).

Mamulengo Nova Geração (Mestra Titinha).

ATIVIDADES:

Exposição de Bonecos.

Segunda à sexta / 9h às 12h e 14h às 17h.

Espetáculo de Mamulengo.

Mediante agendamento ou quantitativo de público presente.

Oficina de Mamulengo: A arte do boneco popular brasileiro.

Mediante agendamento.

Exposição:

De segunda a sexta: 9h às 12h e 14h às 17h.

Espetáculos (sempre às 15h).

20 junho de 2021 (online).

25 de julho 2021 (online).

29 de agosto 2021 (online).

27 de setembro 2021 (online).

25 de outubro 2021 (online).

24 de novembro 2021 (presencial).

23 de dezembro 2021 (presencial).

27 de janeiro de 2022 (presencial).

24 de fevereiro de 2022 (presencial).

24 de março de 20221 (presencial).

Oficinas aos domingos (14h às 15h).

20 junho de 2021 (online).

25 de julho 2021 (online).

29 de agosto 2021 (online).

27 de setembro 2021 (online).

25 de outubro 2021 (online).

Oficinas as terças-feiras (09h às 12h).

09 de novembro 2021 (presencial).

07 de dezembro 2021 (presencial).

11 de janeiro de 2022 (presencial).

08 de fevereiro de 2022 (presencial).

15 de março de 2022 (presencial).

CONTATOS:

Pablo Dantas: (081) 9 8803-4169.

Edjane Lima: (081) 9 9993-0139.

@museudomamulengo

Assessoria de imprensa. 

Esta entrada foi publicada em A Lupa. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *