Momento Cultural: Olhe Para Mim – Stephen Beltrão.

Olhe para mim, veja o que você fez.
Não pode existir piedade?
Se nada quero, para que rancor cego?
Não há crime sem queixa,
Choro sem mágoas, nem dor, sem lágrimas.
Os mesmos olhos que se fecham se abrem.
As portas que se trancam se destrancam.
Sofrimentos, quando há,
Têm cura, se a alma é pura.
Existem muitas certezas na vida:
Da noite negra, nasce o dia,
Do desespero, faz-se a alegria,
Se unir o amor e a fantasia.
Simples é entender porque existem
Mil vidas para viver
Mil e uma para sonhar e só uma vida para ser feliz.
Olhe para mim!

 Stephen Beltrão

Esta entrada foi publicada em Fim de Semana Cultural. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *