A Lua Cheia – Stephen Beltrão

Olhei para o céu
Observando a lua cheia
Com a esperança
De encontrar uma solução
Enquanto as águas
Rastejavam na areia
O mar trazia e levava
A explicação/

Enquanto as águas
Escorriam ao meu lado
Eu me encontrava
Sem saber o que fazer
Vendo a lua
Testemunha ocular
Lentamente se afastar
Deixando-me sem você.

Stephen Beltrão

Esta entrada foi publicada em Fim de Semana Cultural. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Uma resposta a A Lua Cheia – Stephen Beltrão

  1. Stephem Beltrão disse:

    Meu amigo Pilako, o jornalista dos poetas vitorienses.
    Mais uma vez, obrigado por publicar um poema escrito por mim.
    Sinto-me feliz e agradecido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *