EDUCAÇÃO MUSICAL – A importância do solfejo na formação musical do músico. (PARTE 1)

Uma das disciplinas no campo musical, onde demonstra um grau de dificuldade e complexidade, é justamente, o solfejo. A técnica é conhecida por diversos músicos e pessoas estudiosas, que estão sempre pesquisando e analisando, de forma curiosa ou acadêmica. Ao começarmos o estudo desta disciplina, devemos analisar alguns fatores que irão surgir de forma primária e bem natural, onde destacamos a ansiedade. Para que possamos entender o que é, e o que significa o solfejo, precisamos de um esclarecimento a mais, referente a esta técnica. O solfejo é simplesmente, a execução cantada das notas musicais. O seu significado traz consigo uma forma de aperfeiçoamento do músico, onde o mesmo irá adquirir a confiança de a qualquer momento, pensar em uma melodia, instrumental ou canção, e começar a cantá-la mentalmente, assobiando, cantando oralmente, ou, pronunciando os nomes das notas musicais.

O solfejo é simplesmente, falar, pronunciar, cantar as sete (07) notas musicais: DÓ, RÉ, MI, FÁ, SOL, LÁ e SI, obedecendo as alturas de cada nota musical, na subida ou na descida de cada escala. Quando falamos em ansiedade, podemos considerar esta situação como um obstáculo até involuntário existente nos seres humanos. Pode ocorrer em razão do músico ao  desejar no momento da sua fluidez mental, querer escrever a sua música preferida, que relembra algo marcante e, infelizmente, por não conseguir, ficará decepcionado. Outros fatores podem ter sua participação também, tais quais: o discípulo não possuir uma boa afinação e por este motivo, ao pronunciar as notas musicais, soar desagradável as alturas individuais de cada nota. Uma patologia genética ou adquirida, deixando seqüelas nas pregas vocais ou cordas vocais, um acontecimento onde o discípulo foi ridicularizado por amigos, irmãos, pais, na presença de outras pessoas  quando estava querendo expressar uma pequena estrofe de sua canção preferida, acompanhada ao violão ou não.

20160704_203649
João Bosco do Carmo

http://lattes.cnpq.br/8222363703321930

E-mail: bcarmo45.bcm@gmail.com

Esta entrada foi publicada em Editorial. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Uma resposta a EDUCAÇÃO MUSICAL – A importância do solfejo na formação musical do músico. (PARTE 1)

  1. nas minhas andanças musicais e literárias já via ótimas explicações/aulas sobre os temas acima abordados…..
    A desse músico é uma delas: parabens!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *