APOSENTADO E IMPOSTO DE RENDA

Na realidade, quem vive de renda é quem negocia.
Aposentado vive de provento de aposentadoria.
Por isso, não dá para entender aposentado pagando Imposto de Renda.
Afinal, o que os governos têm para oferecer aos aposentados, no ocaso de sua existência? Ao menos, assistência médica digna, segurança, depois de toda uma vida driblando obstáculos para sobreviver? Sequer facilita a prestação de contas do Imposto de Renda da velharada, abrigando-a a perambular numa verdadeira “parada federal”.
Aliás, no Brasil, quem menos tem condições, paga Imposto, porque não pode sonegar, e quem mais tem condições, sonega Imposto, porque pode sonegar.
O Brasil tem dois problemas gravíssimos: não fiscaliza a cobrança de impostos nem fiscaliza o destino dos impostos.
Fiscalizar não é apenas obrigar a pagar, é punir quem sonega.
Fiscalizar o destino da arrecadação é punir apropriação de dinheiro público, que significa CORRUPÇÃO, a maior inimiga da República (de “res” + “publica”, que quer dizer “coisa” “pública”).

Sosígenes Bittencourt

Esta entrada foi publicada em Fala, Vitória!. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *