Regulamentação da Prostituição

Prostituição é um tipo de comércio antiquíssimo. Porque quando um quer vender, e o outro quer comprar, só Deus na causa. E não precisa de regulamentação nem diploma. Escritor e prostituta são formados na vida. O escritor põe o cérebro nas páginas da literatura, e a prostituta põe as carnes nas tarimbas do amor. Essa história de regulamentar prostituição é para recolher dinheiro para a Previdência Social e captar a simpatia política das Meninas de Programa. Aposto como vão exigir Exame de Sangue e Título Eleitoral.

Antigamente, quando prostituta nem sonhava em ser gente, era mais profissional. Imitavam, com tanta arte, o amor, que muitas foram resgatadas da difícil vida fácil pela AMIGAÇÃO.

Certa vez, eu perguntei a um morador: – Qual a mulher mais decentede tua rua?

E ele não teve dúvida: – É a aquela mulher que seu fulano tirou da Zona de Baixo Meretrício.

Sosígenes Bittencourt

Esta entrada foi publicada em Fala, Vitória!. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *