Secando a Língua Portuguesa

Acredite se quiser. A escritora Patrícia Secco alterou o texto da obra de Machado de Assis para facilitar o entendimento dos alunos. Ela trabalha com crianças e adolescentes e já publicou mais de 250 títulos. Tudo sob os auspícios do Ministério da Cultura.

Ora, substituir adjetivos para facilitar o entendimento, como recurso pedagógico, faz parte da aula. Contudo, mudar os adjetivos, alterando a obra, sob a alegação de que a intenção não seria mexer no estilo do autor, é comprometer o diploma de professor, principalmente se se trata de professora de Língua e Literatura.

Agora, com o beneplácito de qualquer autoridade que lhe faculte tamanho despautério, é a cara da DITADURA.

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo!

Sosígenes Bittencourt

Esta entrada foi publicada em Fala, Vitória!. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *