Sim, sim… Não, não!

Não fui ao Reino Fungi. Sem querer querendo fui remexer em minha correspondência  e deparei-me com  essa pérola de depoimento que cai bem no momento atual de nossa política.

Momento que antecede as eleições e momento da desenfreada corrida dos nossos coerentes políticos que mudam de partidos, como se muda de uma camisa.

Foi escrito pelo professor da UFPE, Lucivânio Jatobá, que viveu sua infância e adolescência na Vitória de Santo Antão.

Estimados Amigos,

Na próxima sexta-feira, dia 30 de janeiro de 2009,no Teatro Silogeu, em Vitória de Santo Antão, às 20 h,  estará sendo lançado o livro   “José Augusto Ferrer- Sim, sim, não, não,” escrito pelo prof. Pedro Ferrer, da UFPE. O livro trata  da vida e da trajetória política do deputado e ex-prefeito do município, sr. José Augusto Ferrer.

Tive a satisfação de ter conhecido “Zé Augusto” , ainda nos anos 60.  Fomos quase vizinhos. Na Prefeitura,  Zé Augusto notabilizou-se por ter exercido o mandato de Prefeito de uma maneira singular: o cuidado excessivo, até,  com a coisa pública. Esse  era tão intenso que no final de cada ano do mandato sobravam recursos, pois o Prefeito tratava a Prefeitura como se fosse a sua casa e fazia cortes em despesas significativos. Nada de despesas inúteis!  Muitas vezes, Zé Augusto saía varrendo a rua bem cedinho, sobretudo na Praça do Anjo, para economizar com pagamentos extras de funcionários.  Foi o melhor exemplo de político que odiava a corrupção e a farra dos gastos.  Quem viveu em Vitória, nos anos 60, durante a sua gestão, mesmo sendo inimigo político dele, dirá que foi  ( e é ) um homem honestíssimo.  Pessoas como Zé Augusto encontram-se em extinção. São objeto de estudo e salientam-se , no mar do corrupção, como ilhas de exceção. Deveria haver no IBAMA uma política de preservação desse tipo de “Bicho-Homem”, sobretudo agora em que é raro o político que age como agia aquele “matuto esclarecido” de Santo Antão da Mata.

Um abraço, Lucivânio Jatobá

Pedro Ferrer

Esta entrada foi publicada em Vitória Ontem e Hoje. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *