Novo Decreto Estadual em Vitória foi parcialmente cumprido…

A paralisação das atividades comercias  sempre será algo amargo. Ruim para todos os envolvidos. É desconfortável para o consumidor,  é custoso para a cadeia produtiva   e, principalmente,  impopular para todos os governantes envolvidos. Face ao descontrole visível da pandemia do novo coronavírus em nosso País medidas restritivas estão sendo tomadas em praticamente todos os estados.

Em Pernambuco o governador emitiu mais um decreto que segue valendo até o próximo dia 17 de março. Com efeito, em nossa “aldeia” – Vitória de Santo Antão -, no último sábado, dia 06 de março, vivenciamos mais um dia histórico, ou seja: por motivo sanitário a Feira Livre foi proibida de funcionar.  O comercio formal do centro,  idem.

Segundo informações dos comerciantes da área da feira e de populares,  no inicio da manhã, a feira da “Rua da Águia” estava de “vento em popa”. Imagens por volta do meio dia (06/03/21), revelam  que houve modificação no ritmo comercial, mas as atividades não pararam,  tal como desejava a prefeitura local. Já as lojas do centro, por volta do meio dia, estavam praticamente todas fechadas.  Durante a noite do sábado (06) e do domingo (07), no Bairro da Matriz e adjacências,  observou-se um certo “deserto”.

Se a prefeitura tiver realmente interesse em cumprir o que determina o decreto estadual,  no próximo final de semana, sobretudo em relação à feira livre, deverá empreender algumas ações extras. Dentre as quais, destacamos:  recolhimento dos bancos dos feirantes das ruas,  logo após o encerramento da feira da sexta. Se assim não proceder, dificilmente terá “penas” para fazer cumprir o que determina o decreto estadual, recentemente assinado pelo Governador Paulo Câmara.

Esta entrada foi publicada em A Lupa. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *