RETROSPECTIVA 2013: Fatos Administrativos e Políticos.

adm

jan

elias-lira-urnaPela primeira vez na cidade o mesmo prefeito governa os destinos do município pela quarta vez. Ao assumir a prefeitura no dia primeiro, Elias Lira entra para história.

jan

novo-da-bancaO ano começa com traição na política. O Vereador Novo da Banca é enganado pelo prefeito Elias Lira. Dizia o prefeito articular para Novo ser o Presidente da Câmara, quando na verdade, segundo o vereador, estava articulando,  na surdina, para o seu aliado e ex secretario,  o vereador de primeiro mandato Edmo Neves que,  de fato,  assumiu a presidência sem a presença do Vereador Novo da Banca no Plenário da Casa.

jan

lei da mordaaDia 16 um estudante que pediu para não ser identificado, com medo de represarias, denuncia através do Blog do Pilako que estudantes foram perseguidos por discordarem do serviço de transporte gerido pela prefeitura.

fe

463px-symbol_thumbs_down-svg_89548892O início da nova gestão do prefeito Elias Lira foi marcado por arrocho financeiro. Entre outras coisas, agremiações carnavalescas pela primeira vez na história da cidade não receberam o incentivo financeiro municipal. Funcionários contratados pela prefeitura trabalharam sem receber salários. Questões administrativas como limpezas de praças, recolhimentos de metralhas e lixos nas ruas foram praticamente paralisados.

MAR

contatdor2Após marcação cerrada do Blog do Pilako no  descaso da prefeitura com a questão dos bichos soltos nas ruas, finalmente a prefeitura se posiciona e anuncia ação. No dia 1º de março o blog do Pilako, expõe na página principal,  um contador diário para monitorar a fiscalização dos bichos nas ruas.

MAR

kombiCarros da prefeitura, lotados na Secretária de Defesa do Cidadão, trafegam na cidade sem o devido emplacamento dando um claro atestado de abuso de poder cometido pela gestão comandada pelo prefeito Elias Lira.

ABR

prefeitura de vitoria

Foto: Portal da Prefeitura de Vitória

No dia 12, portal de notícias da capital publica matéria, onde  funcionários municipais contratado da prefeitura reclama falta de pagamento de salário. Entre outras coisas, o Secretário Executivo de Comunicação da gestão  responde de maneira amadora justificando, entre outras coisas,  “gastos com campanha eleitoral”. O mesmo portal de notícia, inexplicavelmente, horas depois, atualiza a matéria retirando a referida frase.

ABR

cvNa noite da sexta, 19, uma pequena chuvarada alagou várias  ruas na cidade. Não foi registrado  grandes estragos para o comércio.

ABR

Falta-água-em-Maranguape

Foto ilustrativa – autor desconhecido

A população faz constante denúncia, nas rádios, TV e nos blogs, sobre à falta do líquido precioso nas torneiras. Em alguns casos, nos bairros mais altos, são mais de vintes dias sem  que as residências tenham o devido abastecimento de água tratada, sendo socorrida, em muitos casos por caminhões pipas.

MAI

Foto: Site da Prefeitura Municipal de VItória

Criada nos primeiros dias do ano para cuidar exclusivamente do trânsito da cidade, a AGTRAN (Agência de Trânsito da Vitória), só foi vista na rua, de fato, no dia 23 de maio. Com um efetivo minúsculo órgão avançou pouco na organização do bagunçado trânsito da Vitória.

JUL

canos-águaNo dia 05 o pernambucano Fernando Bezerra Coelho, então Ministro da Integração Nacional, anuncia em solo vitoriense importantes investimentos do Governo Federal  no sistema de abastecimento em  Vitória.

AGO

hjmoNo dia 1º as atividades do Hospital João Murilo foram paralisadas. Funcionários fecharam a antiga BR em frentes ao hospital, para cobrar do Governador Eduardo Campos, pagamentos de salários atrasados a título de produtividade. A ação causou grande confusão e engarrafamento na área.

AGO

detran3No início do mês o Blog do Pilako denuncia sucateamento nas instalações da unidade do DETRAN local. Máquinas sem funcionar, ar condicionado danificado e atendimento precários foram alguns dos problemas encontrados. O direção do órgão silenciou.

AGO

deputadoescondidos-e1376602820549 (1)

Foto: DP

Por ocasião da PEC do voto aberto na Assembleia Legislativa, deputados orquestraram manobra de esvaziamento do Plenário da Casa. O deputado Aglailson Júnior, é flagrado pelas lentes do Diário de Pernambuco, escondido por trás da treliça. O deputado não só envergonhou os pernambucanos como os seus eleitores vitorienses.

SET

praca2Após ostentar o incomodo título de “prefeito que mais abandonou praça na história da cidade”, o prefeito Elias Lira, no dia 29, começa uma série de reformas em praças abandonadas pela sua própria gestão. A população repudia o assassinato indiscriminado das árvores e contesta os valores das referidas reformas. Um movimento contrário à derrubadas das árvores foi deflagrado na cidade.

OUT

aglailson

Foto: Autor desconhecido

No dia 10 aconteceu a votação na Câmara de Vereadores do parecer do TCE que recomendava a rejeição das contas do ex-prefeito José Aglailson. Com três votos a favor do parecer, seis contras, uma abstenção e uma ausência, Aglailson teve seus diretos políticos cassados por oito anos, já que eram necessários, para sua absolvição, oito votos da casa.

OUT

alepe-aglailson-jr

Foto: Alepe

O deputado Aglailson Júnior sai da inércia política e cumpre seu papel de oposição pedindo ao Ministério Público apuração na doação de um terreno de 26 hectares à uma empresa privada que não cumpriu o que estava estabelecido no contrato.

OUT

psbApós décadas com acento garantido na Câmara de Vereadores, o PSB (Partido Socialista Brasileiro), liderado na cidade pelo ex-prefeito José Aglailson, no mês de outubro, perdeu seu último representante no legislativo local, O vereador Saulo Albuquerque ficando assim, o PSB sem representação local na Casa Diogo de Braga.

DEZ

Diário de Pernambuco - 14 de setembro de 2013No dia 13 a prefeitura da Vitória é alvo da “operação fastio”, deflagrada pela Polícia Federal em conjunto com a Controladoria Geral da União. Entre outras irregularidades, constataram superfaturamento de até 95% em preços de produtos e adulteração em datas de validade em produto que compõe a merenda das crianças nas escolas. O prefeito Elias Lira, mais uma vez, silenciou. O escândalo foi matéria na Rede Globo de Televisão, nos três grandes jornais e rádios  da Capital, como também  em  blogs e sites de notícias.

Esta entrada foi publicada em Retrospectiva 2013. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *