CURIOSIDADES MUSICAIS: A HISTÓRIA DAS AVE MARIAS

avemaria

A Ave Maria é uma oração da Igreja Católica de saudação a Maria. Foi escrita originalmente em Latim, baseada do Evangelho de Lucas. Com o passar dos anos, ela foi traduzida para vários idiomas. As Ave Marias mais conhecidas são: com a melodia criada pelo Francês Charles Gounod (Ave Maria de Gounod), cantada em Latim e com a melodia do Austríaco Franz Peter Schoubert (Ave Maria de Schoubert) cantada em Alemão.

Vários outros compositores escreveram música para o texto da Ave Maria; entre eles o alemão Johann Sebastian Bach, o italiano Giuseppe Verdi e o também italiano Giacomo Puccini.

A Ave Maria de Gounod/Bach é uma das composições mais famosas e gravadas sobre o texto em Latim de Ave Maria, escrito pelo compositor Charles Gounod em 1859. Ele escreveu Ave Maria usando como base a harmonia e a textura do prelúdio nº 1 em Dó Maior do livro I de O Cravo Bem Temperado, composta por Bach, cerca de 137 anos antes. Gounod adiciona um compasso de modo a suavizar a mudança rápida da harmonia do prelúdio.

Primeiramente escreveu uma melodia sobre o prelúdio de Bach, a qual deu o nome de meditação, Gounod uniu o texto de Ave Maria a esta melodia e dedicou a sua namorada. Conhecida como Ave Maria de Gounod, deveria ser também conhecida com Ave Maria de Gounod e Bach. A curiosidade é que Bach é um dos principais compositores protestante da História. Gounod no final de sua vida se dedicou a música religiosa, chegando a compor o Hino do Vaticano. A música é então uma parceria entre um protestante e um católico.

A popular canção católica Ave Maria de Franz Schoubert, na verdade, originalmente, não tinha a letra do Ave Maria em Latim. A letra faz menção à uma canção do poema épico popular de Walter Scott (A Dama do Lago), em uma tradução alemã por Adam Storck e portanto, faz parte do Liedrzyklus Vom Fraulein Vom See (Ciclo de canções para A Dama do Lago), de Schoubert em 1825. A letra refere-se a Ellens Gesang III (a terceira canção de Ellen – Hino à Virgem). As palavras de abertura e o refrão da música de Ellen, o Ave Maria, pode ter levado a ideia de adaptação da melodia de Schoubert como uma definição para o texto integral da tradicional oração católica Ave Maria. A versão latina do Ave Maria é agora tão frequentemente usada com a melodia de Schoubert que levou ao equívoco de se pensar que originalmente a melodia foi feita para o Ave Maria.

Ave Maria de Schoubert – na voz de Helene Fischer

leo

 

Leo dos Monges

Botão RSB

Esta entrada foi publicada em Curiosidades Musicais. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

17 respostas a CURIOSIDADES MUSICAIS: A HISTÓRIA DAS AVE MARIAS

  1. JORDANIA disse:

    LEO DOS MONGES, MUITO OBRIGADO POR ESTA COLUNA MESMO QUE NÃO TE CONHEÇA.

  2. JORDANIA disse:

    QUERO SUGERIR À OUVIR SANCTA MARIA DA ÓPERA CAVALLERIA RUSTICANA DO COMPOSITOR PIETRO MASCAGNI – 1863-1945-ITÁLIA, COM ARRANJO DE STEVEN MERCÚRIO; INTERPRETADO POR ANDREA BOCELLI E A ORQUESTRA DA ACCADEMIA NAZIONALE DI SANTA CECÍLIA.
    SIMPLESMENTE DESLUMBRANTE

  3. Sandra disse:

    Fiz várias pesquisas a fim de entender a diferença entre as diversas versões da Ave Maria, e, persistia a mesma dúvida, porém seu artigo foi esclarecedor e completo. Parabéns pelo artigo!

  4. Pingback: Internauta Sandra comentas na coluna Curiosidades Musicais | Blog do Pilako

  5. Madrigal Allegro disse:

    Estamos incluindo em nosso repertório uma coletânea de Ave Marias. O seu artigo foi muito útil.

  6. Antônio Barkokébas disse:

    Algumas décadas atrás, mim informaram que a “Ave Maria” de Franz Schubert tinha sido escrita para a amante do mesmo.
    Até que ponto isto é verdade.
    Gostaria do retorno para meu Email antoniobarkokebas@hotmail.com
    Agradeço antecipadamente.

    • Vitor Hugo Silva Lima Alves disse:

      Eu nunca ouvi de uma amante, talvez uma “prometida”. Essa seria Regina de uma familia nobre; não se casaram porque schubert não tinha um emprego fixo (algo assim).
      Saiu com uma prostituta e, dessa unica relação, contraiu sífilis e morreu no ano seguinte. ( Der Tod und das Mädchen é desse periodo).
      FeelsBadMan

  7. Se=Gyn disse:

    Gostei muito das informações. Parabéns.

  8. Ivo Moreira disse:

    Peço desculpa, não precebo nada de musica, mas ouvindo as duas versoes ao mesmo tempo (bach e shubert) a melodia é a mesma ou sou só eu que não vejo as diferenças ? Foi shubert que copiou a melodia? Se fosse nos dias de hoje shubert teria plagiado a melodia. Se estou errado digam-me.

    • Karina Torres Brandão Carnelossi disse:

      Olá , Ivo. Tudo bem? A melodia de Schubert é diferente da de Gounod. As duas são lindas, mas , a meu ver, a de Gounod é mais. Ainda mais com o Prelúdio de Bach ao fundo. Ouça novamente e verá a diferença. Grande abraço

      • Leonardo dias disse:

        Essa musica é , sem dúvida alguma, a meu ver, a canção mais bela da história da música. Fantástica!!!!! De uma harmonia irretocável. A base musical é de J S Bach. Simplesmente o maior músico da história . Foi ela sobreposta ( musicar a letra ) no século XIX, por Gounod. Porém, a exuberância musical pertence ao J S Bach.

  9. Karina Torres Brandão Carnelossi disse:

    Muito bacana seu blog e esta postagem. Parabéns!!! Adorei!!!! De fato, o Prelúdio de Bach ganhou um compasso extra e só é possível executá-lo juntamente com a melodia de Gounod com esse compasso a mais. Lembro-me de quando estudei o prelúdio, resolvi cantar a Ave Maria e obviamente senti falta do compasso para encaixar a melodia. Foi assim que descobri que deveria haver outro. Achei bem divertida a descoberta e , na época, sem fontes para pesquisar , precisei tirar de ouvido. A partitura original de Bach é ousada e audaciosa, no que diz respeito a essa passagem. Contudo, cantar a Ave Maria ao som do piano é uma oração que vale a invasão de qualquer compasso. Abraços

  10. ROSE disse:

    CURIOSAMENTE UM PROTESTANTE Johann Sebastian Bach, COMPOS AVE MARIA, ISTO MOSTRA QUE SÓ NO BRASIL TEM ESTA FALTA DE RESPEITO DOS EVANGELICOS COM OS CATOLICOS, LA FOORA ELES RESPEITA SA SANTA MADRE E UNICA IGREJA DE CRISTO.CATOLICA APOSTOLIVA ROMANA!! AS OUTRAS SÃO RELIGION FAKE!!

    • JORDANIA disse:

      Rose, sou filho de evangelhicos; desde criança sempre tive apreciação pelas músicas sacras católicas.
      Como experiência de vida há mais de 40 anos, neste mundão de Deus, te falo o seguinte : é o povo mais difícil de se conviver e são os mais que dão maus exemplos de cristianismo.
      Falo com muita convicção.

      • Antonio José Santos Ferreira disse:

        Aprendi que a música divide-se em: melodia, harmonia e ritmo. Pergunto: em qual dessas partes está a diferença entre Shubert e Gunod ? Ou apenas Bhach é o autor ?

    • Jorge Gomes disse:

      Rose. Curiosamente não só a de Sebastiam Bach, mas também a de Fraz Shubert, que como Bach era Luterano. Os dois normalmente são homenageados em datas marcantes nas igrejas luterana.

  11. Paulo disse:

    Olá!
    Com todo respeito, porém, houve um equívoco no texto, pois Johann Sebastian Bach foi um compositor alemão protestante e nunca fez músicas para Maria ou para finalidade litúrgicas Católicas Romanas. Conforme registros da História da Música, sua composição de estilo Barroca, foi adaptada para outro estilo erudito pelo compositor francês Charles Gounod e a esta “nova” composição foi adicionada letra. Não houve contato do primeiro com o segundo, portanto, não houve parceria para a composição ser criada. Outro detalhe importante: os Protestantes não veneram serem criados por Deus, mas apenas ao Criador, portanto, a este a máxima veneração, sua adoração e culto. Sendo assim, qualquer veneração divinizada é idolatria para eles, não só limitadas às criaturas (pessoas, sol, aves, bois, etc), mas a objetos… como dinheiro e etc.
    Peço ao autor para realizar pesquisa antes de escrever. É necessário cuidado.
    Tudo de bom e boa sorte a todos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *