Não basta só colocar o nome, tem que dizer a que veio

Nas últimas semanas o tempo esquentou, parece que estão todos se arrumando para as candidaturas do próximo ano. Essas eleições vão ser bem diferentes das passadas, ao invés de dois teremos  talvez mais do que cinco candidatos a prefeito. Sendo assim, esperamos muito mais idéias nessas eleições, os antigos candidatos ganharam as últimas eleições somente com o nome, com a árvore genealógica ou com a máquina da prefeitura a seu favor. Nas eleições do ano que vem vamos ter um monte de candidatos se mostrando como novo, mas se quiserem ser novos precisam mostrar idéias novas, dizer o que pretendem fazer, como pretendem governar e até como pretendem se relacionar com a câmara de vereadores e com a população.

É necessário que digam o que será feito com a vergonhosa feira, com as vias de entrada na cidade que não fazem com que ninguém tenha vontade de trazer pessoas pra visitar nossa cidade, com o trânsito caótico. É importante começar a ter idéias sobre transporte público e executá-las, antes que o crescimento desordenado da cidade torne o “ir e vir” complicado ao ponto de não visualizarmos soluções. Precisamos repensar nossa maneira de crescer como cidade, prédios começam a aparecer no centro da cidade e seria importante crescermos de maneira que a cidade se espalhasse mais. É importante pensar em Natuba e no Oiteiro tentando fazer com que a agricultura evolua nessas localidades. É importante cuidar do rio e das suas margens pra se prevenir contra possíveis cheias, alguém precisa falar sobre isso. É necessário diminuir o custo da prefeitura, onde tem gente demais com emprego, mas sem trabalho. É necessário dar idéias sobre como lidar com a educação dos jovens de alguma maneira diferente e não só ficar falando em escola integral, precisamos escutar idéias diferentes sobre os temas saúde e educação, se todos os candidatos ficarem falando as mesmas coisas de sempre, lançando as mesmas propostas clichês, a eleição que era de dois com idéias iguais, será de cinco ou seis com as mesmas antigas idéias.

A gente não precisa de alguém que se diga novo, precisamos de alguém com idéias novas, inteligentes e possíveis de serem realizadas. É por isso que nós eleitores devemos ter atenção e cobrar dos candidatos por idéias novas e boas(isso é o principal), as velhas a gente já viu que ou não dão muito certo ou eles não conseguem ser executadas.

É complicado, mas o que mais precisamos, no momento, é de alguém que tome medidas não tão populares e que não entre pensando em se perpetuar no poder, mas tentando fazer o que é necessário, mesmo que a princípio pareça ruim pra algumas pessoas, às vezes o remédio é ruim, mas traz saúde, isso é o mais importante.

aposente

Esta entrada foi publicada em Aposente, Editorial. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *