“Corrida Com História” – nossa “autonomia jurídica” – 188 anos.

Na manhã de hoje, quinta-feira,  20 de maio, promovemos mais uma gravação do quadro “Corrida Com História” que tem o objetivo, entre outros,  de registrar o “aniversário” dos acontecimentos da nossa cidade que julgamos importantes. Evidentemente que a facilidade das novas  ferramentas tecnológicas nos permite, por assim dizer, dialogar de maneira direta, rápida e pedagógica com parcela significativa  da população antonense.

Assim sendo, logo após a postagem  de hoje, nos mais variados canais, realçando o “aniversário” dos 188 anos da nossa “Autonomia Jurídica”, ou seja, momento em que, ainda na qualidade de “Vila de Santo Antão”, deixamos de pertencer à Comarca do Recife, chegaram algumas dívidas, tipo: quer dizer que o prédio do Mercado de Farinha já serviu de cadeia? Não sabia que no “Mercado” já havia servido de sala de júri?

Muito bem, depois de algumas explicações pontuais, vamos ao fato: antes,  a cadeia da Vila de Santo Antão  funcionava  em um prédio alugado. Após o inicio da construção da mesma (cadeia), a partir do final da década de 20 (1820), no local em que hoje está o Mercado de Farinha,  mais adiante, também  resolveram aproveitar o prédio para a construção de um primeiro andar,  em que deveria funcionar o tribunal de júri e etc. Realcemos, contudo que esse prédio, demorou mais de uma década para ficar pronto.

Só depois de mais de meio século de uso  – já na categoria de “Cidade” –  foi que surgiu a construção do mercado – inicialmente como “Mercado de Cereais” -, por iniciativa do então prefeito Eurico do Nascimento Valois, atendendo uma exigência dos comerciantes da época. Então,  o prédio antigo da cadeia/júri foi demolido para dá lugar ao imponente prédio que hoje conhecemos como “Mercado de Farinha”.

Portanto, eis aí, algumas explicações adicionais, referente ao vídeo que refletiu à celebração dos 188 anos da nossa “Autonomia Jurídica”, fato bastante relevante na construção da história do nosso lugar.  “Corrida Com História”…..

Esta entrada foi publicada em A Lupa. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Uma resposta a “Corrida Com História” – nossa “autonomia jurídica” – 188 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *